Posts

Câmara de vereadores dá urgência para compras de vacinas

Mesa Diretora se reúne para dar celeridade ao projeto que autorizará o município a comprar vacina para imunizar população contra a COVID-19

Os Poderes Legislativo e Executivo seguem unidos em uma força tarefa no combate ao coronavírus. Nessa segunda-feira (1º), a Mesa Diretora se reuniu para dar celeridade ao Projeto de Lei protocolado hoje, o qual autoriza o município a abrir um crédito especial de R$ 1 milhão para a compra da vacina contra o coronavírus.

Na semana passada, logo após o Supremo Tribunal Federal (STF) autorizar Estados e Municípios a efetuarem a compra de vacinas, o prefeito Diogo Segabinazzi Siqueira se reuniu virtualmente com os vereadores para tratar sobre a possibilidade de Bento Gonçalves efetuar a compra direta de vacinas para imunizar a população contra o coronavírus.

“A compra de vacinas para combater o coronavírus tem atenção total e absoluta do Poder Legislativo. Estamos seguindo os trâmites internos, e em rito de urgência a matéria será votada. Em um momento difícil como o que estamos passando, o caminho é a imunização de nossa gente para vislumbrar uma retomada das atividades com segurança”, destaca o vereador Rafael Pasqualotto (PP) presidente da Câmara Municipal de Bento Gonçalves.

A matéria foi encaminhada para parecer das Comissões Técnicas, e uma Sessão Extraordinária está marcada para às 15h de quinta-feira (4) para votação da matéria.

 

Câmara de Vereadores de Bento Gonçalves

Segunda dose da vacina contra o coronavírus para idosos acima de 85 anos será aplicada no domingo

No próximo domingo (07), será realizada a aplicação da segunda dose da vacina contra o coronavírus para os idosos acima de 85 anos, vacinados nos dias 13 e 14 de fevereiro. A vacinação ocorre no formato drive-thru, das 8h às 12h. É necessário apresentar o cartão entregue no dia da imunização e documento.

 

Assessoria de Comunicação Social Prefeitura

Compra da vacina contra o coronavírus é tema de reunião com entidades

Nesta segunda-feira (01), o prefeito, Diogo Siqueira esteve reunido com os setores representativos de Bento Gonçalves para tratar sobre o avanço da Covid-19 e regramentos para bandeira preta.

Estiveram presentes do CIC-BG, Rogério Capoani, CDL, Joel Rasera, Sindilojas Regional Bento, Daniel Amadio, SEC-BG, Orildes Loticci, Comtur, Marcos Giordani e Segh, Márcia Ferronato. Além do procurador geral do Município, Sidgrei Machado Sapassini.

A secretária de Saúde, Tatiane Misturini Fiorio falou sobre a situação da doença na cidade com aumento no número de atendimentos no ambulatório fast-track e capacidade de atendimento do sistema de saúde. Somente no último ano, o número de leitos de UTIs foi ampliado de 20 para 45.

Em suas manifestações os empresários destacaram a preocupação com o fechamento dos setores como comércio, restaurantes, hotéis, escolas, e solicitaram o retorno da cogestão. “Estamos aqui para trabalhar junto com o poder público na busca de soluções, e de ações conjuntas para divulgar as formas de prevenção, vacina, que realmente irão auxiliar a saída desse momento”, destacou o presidente do CIC, Rogério Capoani.

Representando o Segh, Márcia Ferronato ressaltou que “o momento não é de buscar culpados, mas de trabalhar unificados nas ações para que os setores permaneçam funcionando com todas as regras de prevenção”, disse.

O prefeito, Diogo Siqueira destacou que “entende todas as manifestações dos setores, mas que no momento precisamos cumprir os regramentos da bandeira preta e trabalhar, assim, que tivermos melhora nos dados buscar a retomada da autonomia dos Municípios, com a cogestão, pois cada localidade tem seu diferencial. Precisamos nos unir para buscar a vacina, que é o movimento mais concreto para que nossa sociedade possa retornar a normalidade, e os setores voltarem a crescer”, disse.

As entidades vão encaminhar um documento ao Governo fortificando o movimento para compra de vacinas, e imunização mais ágil para população.

 

Assessoria de Comunicação Social Prefeitura

Foto: João Pedrassani 

Reunião debate dados do coronavírus na cidade

Com a circulação no Estados das variantes possivelmente mais transmissíveis da Covid-19, o avanço da doença e o crescimento no número de pacientes diagnosticados com o coronavírus, foi realizada nesta sexta-feira (19), uma reunião do Comitê de Atenção ao coronavírus. Na oportunidade, foram analisados os dados e debatidas ações de combate à doença.

Estiveram presentes o prefeito, Diogo Siqueira, secretária de Saúde, Tatiane Misturini Fiorio, promotor de Justiça, Alécio Silveira Nogueira, subprocurador do Município, Gustavo Baldasso Scharamm, superintendente do Hospital Tacchini, Hilton Mancio e a diretora técnica médica do Hospital, Roberta Pozza. Também participaram o comandante do 3º Bpat, e futuro secretário de Segurança, Tenente Coronel Paulo Cesar de Carvalho e o subcomandante, major Luis Fernando Becker.

De acordo com a diretora técnica do Hospital, nos últimos 14 dias, houve um aumento na busca dos pacientes por atendimento respiratório no Tacchini, um discreto aumento nas internações, e ocupação nos leitos críticos da UTI, ficando próximo aos 85%. “Precisamos manter as precauções. O que não pode acontecer é um grande número de pessoas com a necessidade de atendimento ao mesmo tempo, e que não tenhamos capacidade de internação e UTI para receber este paciente. Por isso, reforçamos os cuidados lá do início da pandemia, que são evitar aglomerações, usar máscara, lavar as mãos e o uso do álcool gel”, disse.

A secretária de Saúde, também, destacou que o aumento da procura por atendimento foi analisado no sistema público de saúde. “Estávamos há cerca de três semanas em uma estabilização da doença, e nos últimos dias notamos o aumento na procura por atendimento na UPA chegando a um pico de 500 atendimentos em um dia. Isso nos preocupa, e com essa mudança brusca nos indicadores, a macrorregião da serra está com indicadores de bandeira vermelha nesta semana, muito próximo ao limite para bandeira preta”, salienta.

Para Tatiane, a procura por atendimento rápido é essencial para uma rápida identificação da doença. “Ao surgirem os primeiros sintomas, nós pedimos que o paciente procure imediatamente o sistema de saúde para identificação ágil, e tratamento rápido da doença, assim estaremos evitando que a doença evolua para um quadro mais grave”.

Neste cerca de um ano de combate ao coronavírus a Serra ampliou o número de leitos disponíveis passando de 155, para 299 leitos. Em Bento Gonçalves, o número de leitos de UTI foi ampliado de 20 para 45. Ainda na estruturação do sistema de saúde foram construídos 40 leitos de isolamento no Complexo Hospitalar de Saúde, com apoio da sociedade civil.

Distanciamento controlado

O comandante do 3º Bpat destacou que as ações de cumprimento do decreto de Distanciamento controlado seguem intensas neste fim de semana. “Estaremos com operações para evitar aglomerações desnecessárias, acidentes e cumprindo o determinado no decreto. Precisamos trabalhar em conjunto para que não tenhamos uma sobrecarga no sistema de saúde”, concluiu o Tenente Coronel Carvalho.

Confira mais informações no podcast https://anchor.fm/emanuele-nicola/episodes/Reunio-Comit-Coronavrus-eql3kj

 

Assessoria de Comunicação Social Prefeitura

Foto: Emanuele Nicola

Drive-thru para vacinação dos idosos acima de 90 anos é neste fim de semana em Bento

Neste final de semana a Secretaria da Saúde realiza a vacinação dos idosos acima de 90 anos contra o coronavírus em Bento Gonçalves. A imunização dos idosos ocorrerá neste sábado (13) e domingo (14), entre 10h e 16h, e será em formato drive-thru para evitar aglomerações. As doses serão aplicadas na Fundaparque. É OBRIGATÓRIO apresentar documento oficial com foto e CPF, e levar Cartão SUS. Não é necessário agendamento.   

Confira algumas informações:

Quando é a vacinação?

Sábado (13) e domingo (14), entre 10h e 16h

Quem pode vacinar?

Idosos acima de 90 anos

Se o idoso for acamado, e não conseguir participar do drive thru, como deve proceder?

Deve procurar a Unidade de Saúde mais próxima para cadastramento para a vacinação, que será feita na residência.

Quais documentos necessários?

É OBRIGATÓRIO apresentar documento oficial com foto e CPF, e levar Cartão SUS.

Qual a vacina utilizada?

A Secretaria recebeu o lote da CoronaVac. 

Porque vacinar idosos acima de 90 anos?

Como a quantidade de doses recebida não foi suficiente para abranger uma faixa maior, e como as pessoas de mais idade são mais vulneráveis. A secretaria optou dentro do planejamento por vacinar todos idosos dessa faixa acima de 90 anos, e depois vai seguindo o cronograma até os 60 anos, conforme as doses chegarem.  

Dados sobre a vacinação podem ser acessados https://vacina.saude.rs.gov.br 

Confira mais informações https://anchor.fm/emanuele-nicola/episodes/Tire-suas-dvidas-sobre-a-vacinao-dos-idosos-eq756c

Bento Gonçalves inicia teste clínico de medicamento francês contra Covid-19

Abivax, empresa francesa de biotecnologia, inicia o estudo miR-AGE em pacientes de risco para doença

Bento Gonçalves está participando de testes para um medicamento francês (aprovado pela ANVISA) que combate à Covid-19. Novo medicamento em estudo ABX464 pode diminuir os graves efeitos da infecção pela COVID-19, reduzindo o número de participantes que necessitam de hospitalização e o tempo de recuperação para participantes internados.

ABX464 apresenta potencial efeito benéfico triplo no tratamento de participantes com COVID-19: antiviral, anti-inflamatório e reparador de tecidos.

Vários centros de pesquisa clínica no Brasil participarão do estudo, com rigorosos critérios de inclusão de participantes em estudo randomizado controlado com placebo (estudo miR-AGE).

Participantes confirmados com COVID-19, acima dos 65 anos ou com menos de 65 anos que apresentem fatores de risco, receberão ABX464 por via oral, durante 28 dias

O estudo miR-AGE incluirá um total de 1034 participantes na Europa e América Latina.

 

A Abivax AS, empresa de biotecnologia que faz ensaios clínicos, focados no sistema imunológico para desenvolver tratamentos inovadores para doenças inflamatórias, viroses e câncer, anuncia o início do miR-AGE, um estudo para a COVID-19, em vários centros de pesquisa clínica no Brasil. O estudo foi aprovado pela ANVISA (agência sanitária brasileira), bem como pelas agências sanitárias da França, Alemanha, Reino Unido e Itália. A aprovação pelas autoridades do México, Chile e Peru está em andamento.

Na atual situação, sem vacina e sem imunidade em massa contra a COVID-19, necessitamos de um tratamento rápido que reduza a gravidade dessa doença”, afirma o Prof. Hartmut Ehrlich, M.D., CEO da Abivax.

Segundo o Prof. Jorge Kalil, M.D., Ph.D., professor titular de imunologia clínica e alergia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e coordenador do estudo miR-AGE no Brasil, a pesquisa clínica da Abivax avaliará se o tratamento anti-inflamatório precoce com ABX464 pode melhorar os desfechos em participantes da COVID-19’: “ABX464 é um composto em fase final de desenvolvimento que apresenta um novo mecanismo de ação no tratamento de participantes com doenças inflamatórias. Os estudos de fase 2b/3 testam o potencial de um novo candidato terapêutico na prevenção da inflamação grave que leva a Síndrome respiratória aguda grave (SRAG) em participantes idosos ou de alto risco para a COVID-19. A molécula já apresentou dados de eficácia transformacional em participantes com colite ulcerativa, doença também inflamatória. Além disso, ABX464 apresentou perfil de segurança favorável em mais de 300 participantes voluntários e portadores de HIV ou colite ulcerativa.

 

Nossa missão é desenvolver fármacos para melhorar e salvar a vida de pacientes’ e estou orgulhoso de poder utilizar a pesquisa da Abivax e sua expertise na luta contra a pandemia da COVID-19 que assola o mundo todo”, afirma Philippe Pouletty, M.D., Presidente do Conselho da Abivax.

Este estudo duplo cego, randomizado, controlado com placebo, de fase 2b/3 avaliará os benefícios potenciais da tripla ação do medicamento em estudo ABX464 em 1.034 participantes idosos ou de risco para a COVID-19, que incluem:

Efeito anti-inflamatório para tratar a hipercitonemia e a síndrome da hiperinflamação observadas em participantes portadores da COVID-19. Este efeito do ABX464 já foi demonstrado em estudo de fase 2a em outra doença inflamatória grave, a colite ulcerativa. A hiperinflamação pulmonar é a principal causa de desconforto respiratório e de morte dos pacientes com COVID-19.

Efeito antiviral para inibir a replicação do SARS-CoV-2 (COVID-19) que foi demonstrado em um modelo rigoroso de epitélio pulmonar humano in vitro.

Propriedades de reparação tecidual para prevenir uma potencial disfunção pulmonar de longo prazo após a infecção. Nos participantes portadores de colite ulcerativa, ABX464 demonstrou capacidade curativa das lesões inflamatórias.

Até hoje, mais de 300 participantes foram tratados com ABX464, e o medicamento em estudo apresenta excelente segurança clínica e perfil de tolerabilidade.

A conveniente administração por via oral do ABX464 permite o tratamento precoce de participantes hospitalizados ou não hospitalizados. Os participantes não hospitalizados tomarão uma cápsula de ABX464 por via oral, uma vez ao dia, por 28 dias, em casa. Durante o período obrigatório de quarentena de 14 dias, os participantes receberão o tratamento e serão monitorados por telefone. A partir da terceira semana de tratamento, ou a partir da data em  que o participante for liberado da quarentena pelo seu médico, os participantes deverão comparecer ao hospital, uma vez por semana, para monitoramento.

O estudo rigoroso de Fase 2b/3 será conduzido de acordo com os padrões internacionais de pesquisa clínica na América Latina e Europa. O estudo incluirá um robusto procedimento de seleção de participantes, randomização contra placebo e monitoramento, bem como gestão, coleta de dados e análise estatística. Para mais informações sobre o estudo clínico miR-AGE acesse o site ou ligue ou envie uma mensagem de whatsapp para 0800 454 54 54 (das 8h às 17h).

 

Principais pontos do estudo

ABX464 dose oral (50 mg uma vez ao dia) vs. placebo e tratamento padrão, randomização 2 para 1.

Inclusão de participantes hospitalizados e não hospitalizados, confirmados para infecção pelo SARS-CoV-2.

Principais critérios de avaliação: não utilização de oxigênio de alto fluxo ou ventilação assistida, ou ausência de morte no período de 28 dias.

Múltiplos parâmetros clínicos e biológicos secundários.

Duração de tratamento (ABX464 ou placebo e tratamento padrão): 28 dias

50 hospitais na Europa e América Latina

 

Critérios de inclusão do estudo:

Infecção confirmada pelo SARS-CoV-2 (doença COVID-19)

Participantes acima dos 65 anos

Adultos com menos de 65 que apresentem fatores de risco (obesidade, diabetes, hipertensão, doença cardíaca)

 

Philippe Pouletty, M.D., Presidente do Conselho da Abivax e CEO da Truffle Capital, afirma: “O estudo miR-AGE com ABX464 foi endossado por especialistas de renome na França, Europa, e Estados Unidos. Esperamos que o ABX464, com exclusivas propriedades antiviral, anti-inflamatório e de reparação tecidual, e conveniente administração por via oral, demonstre ser uma terapia promissora para pacientes com a COVID-19. Vale lembrar que a fisiopatologia da COVID-19 é complexa, portanto, devemos ser cautelosos com relação ao potencial sucesso do estudo miR-AGE.”

 

Prof. Hartmut Ehrlich, M.D., CEO da Abivax, acrescenta: “Infelizmente, até o momento nenhum tratamento terapêutico ou profilaxia demonstrou eficácia em estudos criteriosos para tratar a forma grave da COVID-19. Isto significa que auxiliar os médicos na prevenção do desconforto respiratório e morte dos pacientes com a COVID-19 e limitar o dano pulmonar de longo prazo é necessidade primordial. Além disso, reduzir a necessidade de uso de UTIs nos hospitais é prioritário. ABX464 é uma pequena molécula disponível em apresentação oral que pode ter  o potencial de atingir alguns desses objetivos devido ao seu exclusivo mecanismo de ação e facilidade de utilização. O desenho robusto e criterioso do estudo miR-AGE para ABX464 assegura que chegaremos a importantes conclusões clínicas e científicas e, se bem-sucedido, trabalharemos junto às autoridades sanitárias para tornar ABX464 disponível o mais rapidamente possível. Já dispomos de cápsulas de ABX464 em estoque para o tratamento de aproximadamente 50.000 pacientes, e podemos aumentar a produção de ABX464, em poucos meses, para o tratamento de mais de um milhão de pacientes”. 

Sobre a Abivax 

A Abivax, uma empresa de biotecnologia que faz ensaios clínicos, está mobilizando o mecanismo imunológico natural do corpo para tratar pacientes com doenças autoimunes, infecções virais e câncer. A Abivax está listada na Euronext B (ISIN: FR0012333284 – Mnémo: ABVX). Sediada em Paris e Montpellier, a Abivax possui dois candidatos a fármaco em desenvolvimento clínico, o ABX464 para tratar doenças inflamatórias graves e o ABX196 para tratar o carcinoma hepatocelular. Mais informações sobre a empresa estão disponíveis em www.abivax.com. Siga-nos no Twitter @ABIVAX_

CONSULTÓRIO ODONTOLÓGICO PORTÁTIL – Inovação será apresentada em Bento no dia 26 de fevereiro

A odontogeriatra curitibana Fanny Jitomirski, representando a empresa D-Express, em conjunto com o arquiteto José Aker, a convite da Secretaria Municipal de Saúde de Bento Gonçalves, em conjunto com a 5ª Coordenadoria Regional de Saúde, apresentarão em Bento Gonçalves um equipamento que permite atendimento odontológico a pessoas impossibilitadas de irem a consultórios. A apresentação do Consultório Odontológico Portátil acontece no dia 26 de fevereiro, no Curso de Capacitação de Inovações Tecnológicas em Odontologia, que ocorrerá no auditório do centro administrativo da prefeitura de Bento Gonçalves, na rua 10 de novembro, a partir das 8h30min, com entrada franca.

escovovodromo

Doutora Fanny, uma das primeiras odontogeriatras do Brasil, ressalta que a longevidade alcançada por muitos moradores de municípios da Serra Gaúcha sempre despertou sua curiosidade científica. “Agora, terei a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre essa realidade e também de apresentar o nosso produto, desenvolvido para aumentar a qualidade de vida desses idosos”, comemora ela.

aldeia-04

José Aker, arquiteto e CEO, explica que o Consultório Odontológico Portátil foi desenvolvido pela empresa D-Express, de Curitiba, em parceria com o Instituto Lactec, um dos maiores centros de ciência e tecnologia do Brasil, e com a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii). O equipamento é resultante de um projeto desenvolvido por uma equipe de 40 engenheiros, durante dois anos.

aldeia-05

Maquinário acoplado

A odontogeriatra salienta que esse equipamento supera os já conhecidos e utilizados por profissionais do setor odontológico, por não necessitar de compressor de ar. “Ele pode ser levado, inclusive, para uso em hospitais, por não oferecer o risco de contaminação do ar que fica armazenado nos equipamentos comuns. Além disso, o Consultório Portátil apresenta uma ergonomia ideal para os profissionais por dispensar o uso de aparelhos adicionais e mesa de apoio. Todo o maquinário fica acoplado, facilitando o manejo e o transporte, inclusive em locais de difícil acesso”, explica.

sara1

O equipamento, por seu caráter social e inovador, foi um dos destaques da 15ª edição da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), ocorrida de 15 a 21 de outubro de 2018, em Brasília.

52412729_1906612206133819_4737792095098503168_n

Fila de espera para consulta com oftalmologista diminui 82% no SUS de Bento

A Secretaria Municipal de Saúde reduziu em 82% a fila de espera para consultas na área de oftalmologia pelo Sistema Único de Saúde. Em 2017, mais de 5500 pacientes aguardavam consultas, atualmente cerca de 1025 ainda esperam atendimento.

 A grande demanda foi suprida, depois que a Secretaria iniciou no mês de março de 2017, os atendimentos no ambulatório de oftalmologia, inaugurado junto a Unidade Central de Saúde. Além disso, o credenciamento com três clínicas particulares possibilitou maior agilidade nos atendimentos à grande demanda.

IMG_2550

“Quando iniciamos os atendimentos no ambulatório de oftalmologia em parceria com o Rotary, e o credenciamento com as clínicas, o objetivo do Prefeito Guilherme Pasin, era zerar o quanto antes a fila de espera. Sabemos da importância disso para quem realmente necessita. Esta é uma das especialidades mais procuradas. No início do ano zeramos a fila de pacientes mais antigos. Hoje conseguimos manter uma média, e estamos atendendo pacientes agendados neste ano”, afirma o secretário de Saúde e Governo, Diogo Segabinazzi Siqueira.

Para a coordenadora da Central de Regulação, Daiane Piuco, “com planejamento conseguimos atender a demanda reprimida, além de diminuir a espera dos pacientes. Estão sendo investidos no serviço de oftalmologia cerca de R$ 90 mil/mês, para que os pacientes sejam atendidos com mais agilidade”, salienta.

De acordo com o secretário, os pacientes que necessitam de cirurgia de catarata, estão aguardando em média três meses.

Foto: Marina Teles

5 dicas para cuidar da pele durante o outono e inverno

Profissional orienta como garantir a pele e o corpo hidratados e sugere dicas de tratamentos estéticos mais indicados para esta época do ano

O outono, seguido pelo inverno, no Brasil costuma ser muito seco e a baixa umidade do ar acaba ressecando e desidratando a pele, cabelos e lábios. No entanto, se engana quem pensa que o frio é o inimigo número um da pele. De acordo com especialistas, essas são as épocas mais indicadas para os tratamentos, principalmente em áreas como o pescoço e rosto.

Com a diminuição da umidade do ar, a pele tende a perder hidratação, favorecendo ressecamento, coceira, descamação e vermelhidão. O aumento da frequência de banhos mais quentes e demorados é um dos fatores que cooperam para a pele seca. “No outono, a pele não está tão desidratada como no inverno, nem tão oleosa por conta do calor excessivo do verão. O clima permite melhores resultados nos tratamentos e ainda reduz os riscos de manchas ou efeitos indesejáveis por conta da exposição aos raios solares”, afirma Renata Guidi, especialista e dermatofuncional da IBRAMED.

A especialista reforça que “durante os meses mais frios, a demanda nas clínicas estéticas chega a aumentar de 30% a 50% em todo Brasil e os tratamentos mais recomendados para essa época são os de rejuvenescimento. Começando os tratamentos agora, o paciente estará pronto para arrasar no calor, sem precisar correr com o ‘projeto verão’ no fim do ano”, explica a fisioterapeuta.

A especialista dá 5 dicas para cuidar da pele durante o frio e indica alguns tratamentos estéticos ideais para serem feitos no outono/inverno:

1- Alimentação saudável

A alimentação tem relação direta com a beleza de sua pele. É necessário se alimentar de maneira correta a fim de ingerir todos os nutrientes importantes para o corpo. Os alimentos ricos em vitaminas e em oxidantes são indispensáveis e trazem benefícios a longo prazo.

2. Invista em tratamentos estéticos

O inverno é a melhor época para realizar tratamentos, como peelings. O Sonopeel, por exemplo, é um equipamento que realiza desde limpeza de pele até remoção de células mortas por meio de um peeling ultrassônico – procedimento menos invasivo que os tratamentos químicos. O peeling ultrassônico funciona com um gerador de ultrassom e corrente elétrica, indicado para higienizar a pele, estimular a produção de colágeno e elastina, ativar a circulação sanguínea e auxiliar na regeneração tecidual.

3. Cosméticos aliados contra o envelhecimento facial

Depois de todo o sol do verão e com as baixas temperaturas que estão por vir, a pele desidrata e fica sem brilho. Por isso, a aplicação da Vitamina C é fundamental, pois é um poderoso antioxidante, que uniformiza o tom da pele, promove maior hidratação e luminosidade e prepara a pele para o verão seguinte.

4. Não esqueça o filtro solar

Filtro solar no frio? Sim! Mesmo no inverno o uso do filtro solar é indispensável, nesta estação o ângulo do sol pode mudar, mas os raios UV continuam queimando a pele. O ideal é aplicar o filtro solar no rosto, colo e dorso de mãos diariamente e reaplicar a cada quatro horas, já que a poluição e suor não deixam o produto agir por muito tempo.

5. Beba muita água (mesmo sem vontade)

Geralmente, no frio, as pessoas tendem a não sentir tanta sede, mas com o tempo seco, a hidratação se torna ainda mais necessária. Por mais que o calorão não esteja a “todo vapor”, é essencial tomar dois litros de água por dia para manter o corpo hidratado e saudável.

Município garante judicialmente repasses do Governo do Estado para a Saúde

A Administração Municipal garantiu judicialmente, através de um Mandado de Segurança, o pagamento no valor de R$ 1.168.177,78, referente a repasses em atraso do Governo do Estado para a Secretaria Municipal de Saúde. O Tribunal de Justiça determinou imediatamente o sequestro do valor da conta bancária do Estado para cumprimento da determinação.

Ainda assim, com o pagamento deste valor, o Estado continua com recursos em atraso, referente 2015 a 2017, que totalizam mais de R$ 4 milhões.

Para o secretário Municipal de Governo e Saúde, Diogo Segabinazzi Siqueira, “essa decisão é importante porque demonstra a obrigação do Estado em custear a saúde e que cada vez mais está recaindo sobre os municípios. Mesmo com as dificuldades e os atrasos recorrentes do Estado, estamos conseguindo manter a atenção básica, os atendimentos de urgência e emergência e mantendo uma qualidade na atenção da saúde da nossa população”, ressalta.

Ainda de acordo com a decisão da Justiça: “determino que o Estado do Rio Grande do Sul manifeste-se a respeito da diferença ainda pleiteada pelo Município impetrante, R$1.377.857,31, como devida aos cofres municipais a título de repasses pendentes referentes ao orçamento estadual para a execução das ações e serviços de saúde pública”.

“Estamos impetrando tal ação para assim continuar garantindo um direito de todos os cidadãos bento-gonçalvenses, o acesso a saúde de qualidade. Esta é uma bandeira do Governo e infelizmente tivemos que recorrer judicialmente para que o Estado cumprisse com suas obrigações com o Município”, ressalta o procurador do Município, Sidgrei Spassini.