Último mês para inscrições no Prêmio Salão Design

Projetos de mobiliário poderão ser inscritos por estudantes e profissionais de design, arquitetura e áreas afins até o dia 31 de agosto

Até o dia 31 de agosto, estudantes e profissionais de design podem inscrever seus projetos de mobiliário no Prêmio Salão Design, promovido pelo Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindmóveis). Essa 24ª edição do prêmio vai distribuir um total de R$ 80 mil e, além da premiação em dinheiro, os jurados também podem conceder menções honrosas.

Além disso, permanecem sendo oferecidos os já tradicionais troféus ‘Professor Orientador’ (para o orientador do melhor produto entre os estudantes) e ‘Madeiras Alternativas’. Esse último é uma parceria com o Serviço Florestal Brasileiro (SFB), reconhecendo o uso de espécies nativas de manejo sustentável. Além do troféu especial, essa categoria inclui como premiação uma viagem ao laboratório do SFB em Brasília e expedição a áreas amazônicas de manejo sustentável.

As inscrições estão abertas em cinco categorias: Desafio dos Espaços em Transformação; Desafio da Identidade Brasileira 2022; Desafio do Uso de Painel; Desafio da Tecnologia Embutida e Desafio das Experiências Positivas. Os projetos serão avaliados em duas etapas e cada uma delas terá sua própria comissão julgadora. Os vencedores serão conhecidos em fevereiro do próximo ano e participam de duas exposições em 2022: em março, na feira Movesul Brasil (onde também ocorre a cerimônia de premiação), e em agosto do próximo ano, na Semana de Design de São Paulo.

Com patrocínio de Brasmacol, Berneck e Interprint do Brasil, o Prêmio Salão Design já teve mais de 15 mil projetos inscritos desde sua criação, em 1988, e um total de 406 premiados. A última edição, em 2020, teve 827  projetos concorrentes. O regulamento está disponível no site www.salaodesign.com.br. Siga o prêmio também nas mídias sociais: http://bit.ly/instaPSD e http://bit.ly/facePSD.

 

Cronograma do Prêmio Salão Design 2022

  • Inscrições: de 14 de junho a 31 de agosto de 2021
  • Julgamento da Primeira Etapa: De 09 a 30 de setembro de 2021
  • Divulgação dos resultados da Primeira Etapa: 11 de outubro de 2021
  • Prazo único para entrega dos produtos selecionados: Dias 10, 11 e 12 de janeiro de 2022
  • Julgamento da Segunda Etapa: 24 e 25 de janeiro de 2022
  • Divulgação dos vencedores: 01 de fevereiro de 2022
  • Mostra dos produtos premiados na Movelsul Brasil 2022: 14 a 17 de março de 2022
  • Cerimônia de premiação: 16 de março de 2022
  • Mostra dos vencedores na DW! Semana de Design de São Paulo: agosto de 2022 (data a definir)

 

Foto: Augusto Tomasi

Grupo de produtores conhece vinícolas familiares de Bento Gonçalves

Um grupo de produtores rurais dos municípios de Pinhal da Serra e Cotiporã visitaram nesta quinta-feira (29) duas vinícolas familiares em Bento Gonçalves, para conhecer maneiras diferentes de registrar um estabelecimento familiar deste tipo: se por abertura de CNPJ ou por registro com o CPF do produtor, por meio da Lei 12.959/14, a Lei do Vinho Colonial.

O chefe do escritório da Emater/RS-Ascar em Bento Gonçalves, Thompson Didoné, acompanhou os produtores nas visitas técnicas às vinícolas Casa Zottis e Porão do Vale, e explicou as diferenças entre os dois tipos de registro. “Temos diferenças fiscais, porém a parte de licenciamento, as exigências sanitárias e de boas práticas de fabricação são as mesmas”, frisou.

Uma vinícola registrada com CNPJ e que esteja inclusa no Programa Estadual de Agroindústria Familiar da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (SEAPDR) recolhe impostos pelo Simples Nacional e pode comercializar seu produto para outros locais e estabelecimentos como mercados e restaurantes. Já a vinícola enquadrada na Lei do Vinho Colonial é registrada com o CPF do proprietário e as notas podem ser emitidas pelo talão do produtor, mas seus produtos só podem ser vendidos dentro da propriedade rural, em feiras de agricultura familiar ou em estabelecimentos de cooperativas.

O produtor rural Márcio Vargas, de Pinhal da Serra, veio com o pai e o irmão a Bento Gonçalves para avaliar a possibilidade de transformar um hábito anual em forma de complementar a renda familiar.  “O meu pai produz vinho em casa, pra família e amigos. A gente trabalha com pecuária de corte e um pouco de grãos, então seria uma atividade complementar”, explica.

O pai, Nelci Fernandes de Vargas, se mostrou interessado em prosseguir com a ideia. “Eu gosto de trabalhar com tudo: pecuária, grãos e o vinho. Meu amigo tem um parreiral e é com as uvas dele que faço o vinho. Quem sabe não podemos nos juntar para isso”, planeja.

 

Texto: Elaine Pinto

Foto: Fernando Dias

Veranópolis faz o lançamento oficial da 10ª Femaçã

Além da nova identidade visual que remete à conexão, do slogan Paraíso para Todos e dos “Femojis”, durante o evento foi informado que as inscrições para as soberanas da edição 2019 iniciam nesta segunda-feira, 2 de julho

Uma cidade tranquila, rodeada de belezas naturais, com bons indicadores de qualidade de vida, considerada amiga dos idosos e case mundial para estudos sobre longevidade, Veranópolis é vista por seus moradores como um verdadeiro Éden. A simpatia e cordialidade também são marcas que ficam na lembrança dos visitantes que se dirigem ao município gaúcho. E é apostando na união dessas características racionais e emocionais que foi lançada a 10ª Festa Nacional da Maçã e Feira Agroindustrial de Veranópolis – Femaçã 2019. Sob o slogan “Paraíso para Todos” e com uma identidade visual que remete à conexão de pontos e das diversas facetas da fruta símbolo do evento, cerca de 250 pessoas presentes no Clube Sociedade Alfredochavense (Soal), nessa sexta-feira (29), foram convidadas a fazer parte da festa que ocorrerá de 12 a 14 e de 18 a 21 de abril de 2019.

“Estamos agregando pessoas, ideias, planejamento, ações que deverão ser pautadas pela clareza do que queremos alcançar e de estratégias para realizar com sucesso a décima Femaçã. Nosso objetivo principal é integrar a comunidade, permitindo a cada veranense, de nascimento ou de coração, a possibilidade de sentir-se coparticipante dessa festa com destaque nacional”, declarou o presidente da Femaçã, Domingos Costella.

“A participação da nossa comunidade, de nossas instituições e das cidades vizinhas me autorizam a dizer que teremos uma grande Femaçã em 2019”, reforçou o prefeito de Veranópolis, Waldemar De Carli. A cerimônia foi prestigiada pelas soberanas da nona edição da Femaçã e também das festas dos municípios de Cotiporã, Fagundes Varela e Nova Bassano.

O lançamento oficial também foi marcado pelo resgate da memória das festas anteriores, misturado com inovações que estão sendo preparadas para a próxima edição. Responsável pela atual campanha, assim como da anterior, o publicitário Rodrigo Pelliccioli, da V Propaganda, apresentou o vídeo que levou à nova concepção promocional da Femaçã 2019. A agência também revelou, em primeira mão, os carismáticos “femojis”, uma versão dos emojis – ícones gráficos que expressam emoções que dominam a comunicação digital – com formato de maçãs que auxiliarão na divulgação das ações.

“Os moradores de Veranópolis realmente pensam e costumam dizer que moram no paraíso. O slogan une esse entendimento à vontade de que todos possam conhecer e se envolver com a cidade durante a festa”, explica Pelliccioli.

Inscrições para soberanas Femaçã 2019

Na ocasião, foi informado que o período de inscrição para as candidatas ao trio de soberanas da próxima edição inicia nesta segunda-feira, dia 2 de julho, encerrando em 15 de agosto. A eleição da Imperatriz e das duas Embaixadoras da 10a Femaçã ocorrerá no dia 10 de novembro. As indicações para as candidaturas podem ser feitas por clubes, entidades setoriais, empresas ou instituições de ensino e afins, na sede da Associação Comercial e Industrial de Veranópolis (Aciv). Cada entidade ou empresa poderá inscrever apenas uma candidata.

Saiba mais

– Na última festa, mais de 60 mil pessoas prestigiaram as mais de 150 atrações durante oito dias de programação. Para 2019, o objetivo é ampliar esse número e reafirmar a Femaçã entre os principais eventos da Serra Gaúcha. A recepção de maior número de turistas de outras regiões do Estado e do país também estão entre os objetivos.

– Nesta edição, a criação das peças publicitárias está novamente sob a batuta da V Propaganda, agência responsável pelo slogan da Femaçã 2015, que chamou atenção pela ousadia e criatividade com o mote “Caia na tentação”.

– Conhecida como Berço Nacional da Maçã e Terra da Longevidade, Veranópolis se destaca pela diversidade na economia local. Combustíveis, geração de energia hidroelétrica, indústria metal mecânica e de móveis, agroindústria, incluindo produção de citrus, uva e vinho, e serviços são as principais fontes de riqueza do município de cerca de 25 mil habitantes.

– Atualmente, existem cerca de 140 mil pés de macieiras, em 74,1 hectares de área no município. Na safra 2017 foram colhidas 2,5 toneladas da fruta.

Programe-se:

10ª Festa Nacional da Maçã  – Femaçã 2019          
Quando: 12 a 14 e de 18 a 21 de abril de 2019

Onde: Centro de Exposições e Esportes José Bin

Mais informações: www.femaca.com.br

 

Foto: Martha Caus

Ato marca início das obras de pavimentação do Vale Aurora

Foi realizado nesta sexta-feira (30), o ato de início das obras de pavimentação do primeiro trecho da estrada do Vale Aurora, que liga Faria Lemos ao Vale dos Vinhedos. O trabalho de preparação da pista já está em andamento pela empresa Concresul. Será feita drenagem, o tamanho da pista é 1km, com 6m de largura, com acostamento de 1m a 1,5m, além da realização da sinalização vertical e horizontal.

Grande batalhador pelas obras de pavimentação, o empreendedor, Rinaldo Dal Pizzol destacou a importância do projeto. “É o resgate de um projeto antigo, que infelizmente não foi concluído. É uma obra muito importante não só para Faria Lemos, mas principalmente para o Município. Finalmente, podemos ver isso acontecendo. Se trata de consolidar o turismo e o agroturismo no interior, que é aonde o turista quer ir”, disse.

O evento foi realizado junto a Vinícola Rotava, que tem uma vista especial da obra. “Em primeiro lugar vejo como um beneficio para as pessoas que moram nessa comunidade, para o homem do interior que mora e trabalha aqui. E em consequência será muito bom para o turista que vem visitar”, destacou o proprietário, Flávio Rotava.

O presidente da Câmara de Vereadores, Rafael Pasqualotto deu destaque para “o barulho das máquinas, que representa o desenvolvimento dessa região. Só temos o que celebrar”.

A obra é executada através de um convênio com Governo do Estado, e tem o valor de R$ 1.056.965,54. “Momento histórico para comunidade, nada acontece por acaso, para colher é necessário plantar e foi isso que o Governo do Estado fez desde os primeiros dias. Estamos aqui celebrando em uma região turística, que faz a diferença na vida das pessoas. E se essa obra está saindo, é porque o Governo do Estado acredita no desenvolvimento destas regiões”, destacou o Chefe de Gabinete da Casa Civil, Jonatan Brönstrup, representando o Governo do Estado.

O Deputado Federal, Lucas Redecker ressaltou a beleza da região. “A partir dessa obra faremos com que esta vista seja compartilhada para muito mais pessoas. E nisso, estamos falando em desenvolvimento, em geração de renda e turismo. Eu tenho muito orgulho de estar aqui hoje, pois, esta é uma obra constituída ao longo dos anos, por vários motivos: iniciou no Governo Ieda, e teve governantes que entenderam a importância desse trabalho ter uma continuidade, o Pasin, o Aido, agora o Diogo, juntamente com o Governador Eduardo Leite. E terá continuidade, pois estamos vendo a concretização do maior convênio do Governo do Estado com um Municípios, que será de R$ 7,6 milhões para continuidade da pavimentação”, salientou.

O prefeito, Diogo Siqueira também ressaltou as belezas do Município e a importância da obra para os moradores. “O primeiro trecho da pavimentação do Vale Aurora, já é realidade. Estamos aqui comemorando uma obra que é de fundamental importância para os moradores, pois interliga dois importantes roteiros, Faria Lemos em desenvolvimento e Vale dos Vinhedos já tradicional. É um benefício para o Interior, para a agricultura, para o turismo rural e sustentabilidade do nosso interior”, finaliza.

Estiveram presentes o vice-prefeito, Amarildo Lucatelli, secretários Municipais, subprefeitos, presidente da Câmara de Vereadores, Rafael Pasqualotto, vereadores Ari Peliccioli, Edson Biasi, Davi Da Rold, Agostinho Petroli, Paulo Cavali, Thiago Fabris, Leopoldo Benatti, Ivar Castagneti, Idasir dos Santos, representando o secretário Estadual de Logística e Transportes, Juvir Costella, Antônio Cetollin, empreendedores locais e moradores. Também participaram o ex-prefeito de Bento Gonçalves, Aido José Bertuol e ex-prefeito, Guilherme Pasin.

 

O que dizem os moradores

Para Rosa Bortolini Rotava o asfalto vai “trazer muita vantagem, progresso, turistas, além de facilitar o transporte da uva. É muito bom, pois era reivindicado há muitos anos”, comemora.

Com um empreendimento novo na região, Ieda Rogia também destacou o “fomento ao turismo, e a importância para os empreendimentos, que passam a ter mais visibilidade e a receber mais visitantes”.

Mario Petroli, também proprietário de uma vinícola, comemorou  “acredito que essa obra chegando é muito boa para todos. Torcemos para que tenha continuidade”.

 

Assessoria de Comunicação Social Prefeitura

Grupos de academias têm desconto na inscrição da 7ª Sparkling Night Run

Valor promocional estimula atletas a disputarem premiação em dinheiro, oferecida pela primeira vez neste ano aos corredores

Que tal participar de um desafio saudável com os amigos, onde um estimula o outro a praticar atividades físicas e superar os próprios limites? A Sparkling Night Run está oferecendo preços promocionais para a inscrição de grupos de corredores, em uma ação especial de divulgação junto às academias da cidade. A iniciativa quer mobilizar a comunidade esportiva a participar da programação – seja na modalidade corrida ou caminhada.

Para isso, são oferecidos descontos de 10% nas inscrições para grupos de 10 atletas. Além dessa vantagem, é possível aproveitar o preço especial do segundo lote, prorrogado até 31 de agosto: R$ 89,00 (mais taxas de inscrição por conta do participante). No terceiro lote o preço para a inscrição à corrida passa para R$ 99,00 (mais taxas). As modalidades caminhada e Kids têm valor único de R$ 40,00.

Quem se inscrever disputará a premiação em dinheiro ofertada para os vencedores da corrida: as bonificações serão de R$ 1000,00, R$ 800,00, R$ 600,00, R$ 400,00 e R$ 200,00, nas categorias masculino e feminino, nas distâncias de 5km e 10km. Essa é a primeira vez na história da corrida que há premiação em dinheiro para os atletas.

A programação da 7ª Edição da Sparkling Night Run terá a concentração no Parque de Eventos de Bento Gonçalves. A programação inicia às 18h30, com a modalidade Kids (distâncias de 50m, para competidores de 3 a 5 anos; 100m, de 6 a 11 anos; 200m de 12 a 13 anos e, por fim, jovens corredores de 14 e 15 anos, irão percorrer 500m). Logo após, será a vez da modalidade caminhada de 5m, às 19h. A modalidade corrida de 5km e 10km será a partir das 20h.

As inscrições podem ser realizadas pelo site www.sparklingnightrun.com.br, e demais informações podem ser adquiridas pelo telefone (54) 2105-1999 ou pelo e-mail [email protected]. Associados ao Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves (entidade que promove o evento) também têm desconto de 10% na inscrição.

Melhores Vinhos, Espumantes e Sucos de Garibaldi serão premiados no dia 18 de agosto

Os 132 produtos garibaldenses inscritos na 19ª Seleção dos Melhores Vinhos, Espumantes e Sucos foram degustados e avaliados durante a semana de 19 a 23 de julho, na sede da Câmara de Indústria e Comércio de Garibaldi (CIC). O evento é realizado anualmente pela Aviga – Associação dos Vinicultores de Garibaldi.

Esta foi a terceira etapa do concurso, que teve inscrições de 07 a 18 de junho e coleta das amostras de 05 a 08 de julho. Concluída a avaliação, as notas estão sendo computadas pelo comitê e a premiação está marcada para o dia 18 de agosto, com posterior divulgação pelas redes sociais e imprensa local.

A exemplo do ano passado e em virtude da pandemia do Coronavírus, não está previsto o grande e tradicional jantar de premiação e degustação. Neste ano será realizada uma cerimônia interna de premiação, com participação de representantes de cada vinícola participante, respeitando o número limite de pessoas e as regras do distanciamento social.

Dos produtos que obtiveram as notas mais altas, 30% deles receberão certificado e medalha de ouro. Os demais produtos que também atingirem pontuação nível ouro receberão certificado de menção honrosa.

“Ao concluir a semana de avaliação, podemos adiantar que os produtos são de altíssima qualidade e que receberam notas excelentes. Em nome da diretoria da Aviga, agradeço os patrocinadores e apoiadores que tornaram esta edição possível, além das vinícolas inscritas e dos enólogos que trabalharam na degustação. Quem ganha é o consumidor, pois os produtos são comprovadamente de qualidade elevada. Estamos eufóricos com os resultados”, afirma Luiz Milani, presidente da Aviga.

A coleta é realizada desde a primeira edição pelo Sr. Antenor Fellini, grande colaborador da Aviga e enólogo com longa atuação na Associação Brasileira de Enologia (ABE), sendo inclusive um dos fundadores da mesma. A codificação e o total sigilo da etapa de coleta, realizada em cada uma das vinícolas, continuam sendo rigidamente respeitadas na período de avaliação, uma vez que as garrafas ficam cobertas e sem identificação durante todo o tempo em que vão sendo servidas.

No cerimonial de abertura da semana de avaliação, o presidente da Aviga, Milani, contou com a presença do vice-prefeito Sérgio Chesini, um grande apreciador dos vinhos e espumantes garibaldenses.

A cada dia, sete enólogos e sommeliers convidados foram coordenados por um dos presidentes de mesa: Francisco Vaccaro, Gilberto Pedrucci, Mauro Agostini, Ricardo Chesini e Sérgio de Costa. De segunda a sexta-feira, os avaliadores foram: Adalberto Bortolini, Bruno Brandelli, Daniel Dalla Valle, Deise Tempass, Diego Vaccaro, Eduardo Rech, Elenir Antônio Cesca, Fabrício Postingher, Fausto Filippon, Gilberto Pedrucci, Gilson Berselli, Guilherme Pedrucci, Gustavo Postingher, Jader Piacentini, João Gugel, Jorge Cattani, Lourenço Vaccaro, Luciano Vian, Luiz Milani, Marciel Vian, Marcos Carlesso, Reginei Fachinelli, Ricardo Morari, Roberto Scomazzon, Rudinei Cerutti, Sérgio de Costa, Silvia Tibuski e William Vaccaro.

Nesta edição de 2021, 14 vinícolas da cidade inscreveram 132 produtos, dentre eles espumantes, tanto brancos quanto rosés, das variedades moscatel, tradicional brut, extra brut, charmat brut, nature, sur lie, prosecco e demi-sec; vinhos em tanque 2021 e engarrafados de outras safras, tintos, brancos e rosados, tanto de mesa quanto finos; além dos sucos de uva.

A 19ª Seleção dos Melhores Vinhos, Espumantes e Sucos de Garibaldi é uma iniciativa idealizada e promovida pela Aviga, com patrocínio de Amazon Group, Biotecsul, Comercial de Alimentos D’Itália, Ever Brasil, Gplast, MA Silva, Rcork Cortiças, Sicredi, Vêneto Mercantil, Prefeitura Municipal e com apoio da Apeme e CIC.

 

Foto: Fernanda De Antoni Farias

Museu do Hip Hop seleciona embaixadores

A Pesquisa Histórica do Museu do Hip Hop do RS está selecionando embaixadores para ajudar a montar o acervo digital do Museu, que será inaugurado em Porto Alegre futuramente. Serão selecionados embaixadores nas nove regiões funcionais do Estado, para que participem no resgate histórico da produção dessa cultura, integrando a construção do conhecimento.

No último dia 17, o fórum foi direcionado a moradores da região de Caxias do Sul e Bento Gonçalves. Foram coletadas histórias de cada participante. Com base nas falas, serão selecionados os embaixadores que farão o resgate histórico da cultura hip hop para fazer parte do Museu.

O Museu do Hip Hop do RS, projeto inédito no Brasil, financiado pela Lei de Incentivo à Cultura do Governo do Estado do Rio Grande do Sul,  irá contar a história do Hip Hop no Estado. O Museu será instalado em Porto Alegre, na Rua Parque dos Nativos, na Vila Ipiranga, Ali ficava a Escola Estadual Oswaldo Aranha até 2018, prédio que foi devolvido ao patrimônio do município e está ocioso. O término da reforma está previsto para 2022. A inspiração para o museu gaúcho vem do distrito do Bronx, onde está sendo construído o Museu Universal do Hip-Hop de Nova York.

Viverone Garden: bairro Planalto terá empreendimento de R$ 130 milhões

Bento Gonçalves terá mais um empreendimento de peso. O Viverone Garden chega para renovar a paisagem, criando um espaço humanizado totalmente novo, aberto para viver e trabalhar. Com entrega prevista para 2024, o empreendimento vai mudar o cenário da avenida Planalto com uma obra que sai do convencional, trazendo movimento e sensação de liberdade, com traços de arte e natureza. O investimento geral de negócios deve chegar a R $130 milhões.

O empreendimento terá uma praça com piso aquecido na área externa. Além disso, a estrutura conta, ainda, com um jardim a céu aberto no terraço com árvores frutíferas e um Convention Hall, além de tomadas para carros elétricos na garagem dos condôminos, estacionamento rotativo para 1,5 mil vagas ao dia, bicicletário, vestiários, lojas, restaurantes, bares, escritórios, entre outras facilidades. Como uma ‘casa sem portões’, o Viverone Garden proporciona um passeio, uma viagem dentro da cidade. O charme se completa com chafariz, espelho d’água e muita vegetação, além de luminárias externas que remontam um passado romântico, trazendo de volta mais qualidade de vida.

“Bento Gonçalves merece um projeto dessa magnitude. É justamente isso que queremos com este projeto: impactar positivamente a vida das pessoas, trazendo um local que resgata a memória afetiva de quem é daqui e conquista os que vêm de fora”, destaca Francisco Faggion Filho, diretor da Forma Espaços Imobiliários, autora do projeto. O empreendimento traz como um de seus eixos a sustentabilidade, seja na vegetação, seja em tecnologia ou até mesmo em ações que promovam a mobilidade urbana.

O Viverone Garden nasceu antes da pandemia do coronavírus. Para chegar ao projeto final foram 18 estudos arquitetônicos e de design até alcançar o resultado desejado. Toda concepção contou com o talento de Paulinho Peres, que buscou inspiração na liberdade do movimento. “Faço o que amo e amo o que faço, e as curvas fazem parte da nossa natureza, do movimento, dos ciclos do Sol e da Lua, das curvas dos troncos das árvores, das pétalas das flores, das curvas das produções do campo. Sou apaixonado pelos traços de Niemeyer”, afirma.

No total, serão seis pavimentos. Os escritórios ficam no segundo e terceiro pavimentos. Com vidros espelhados, as salas garantem privacidade para quem trabalha no local, ao mesmo tempo que permitem a apreciação do movimento externo. O Viverone Garden é assinado pelo engenheiro Paulo Pompermayer.

Os condôminos têm, ainda, quatro Office Lounges para recepcionar clientes e fazer reuniões sem comprometer o espaço de seus escritórios. O agendamento é todo feito por aplicativo. Da mesma maneira, também é possível ter acesso às câmeras de videomonitoramento. No terraço, serão instaladas ‘cápsulas iglu’ para reuniões em ambiente aberto.

Projeto vai capacitar mulheres vítimas de violência doméstica

Projeto de Capacitação Pessoal e Profissional para Mulheres em Risco por Violência Doméstica, coordenado por entidades de Bento Gonçalves, terá três etapas e inicia no dia 1º de agosto

No próximo dia 1º de agosto inicia a primeira das três etapas do Projeto de Capacitação Pessoal e Profissional para Mulheres em Risco por Violência Doméstica, coordenado pelo Sindilojas Regional Bento, Senac, e Sindilojas Jovem, com apoio financeiro do Sicredi Serrana, e institucional do Centro de Referência de Atendimento à Mulher em situação de Violência – Revivi e do Comdim. O projeto obteve o terceiro lugar no Fundo Social 2021 do Sicredi Serrana, entre 65 inscritos e 35 contemplados.

No primeiro semestre de 2021, o Revivi de Bento Gonçalves registrou 164 novos atendimentos de violência doméstica. Em 2020, foram registrados   298 casos.

Atualmente, apenas 63% dessas mulheres ocupam alguma vaga, sendo que somente 27% delas têm Ensino Médio e 3% Ensino Superior. Do total de registros na cidade, 61% das mulheres estão entre os 21 e 40 anos de idade.

O Sindilojas Regional Bento, Sindilojas Jovem, Senac, Centro Revivi e Comdim desenvolveram um projeto de metodologia alinhada, com uma estratégia própria que favorece o processo de reinserção na sociedade e do resgate da autoestima, a partir da perspectiva da construção do conhecimento por meio de cursos educacionais. “Quando começamos a trabalhar nesse projeto, não sabíamos a gravidade da situação em Bento Gonçalves. Mas com o apoio de todos os envolvidos, sabemos que será uma ação duradoura e com ótimos resultados”, comenta a presidente do Sindilojas Jovem, Cláudia Alberici Pinto.

 

As etapas

Serão três etapas. A primeira delas, consiste na mobilização dessas mulheres, conscientizando-as da importância do projeto para a transformação de suas vidas. Este trabalho será voltado para cerca de 100 mulheres atendidas e assistidas pelo Centro Revivi, que terão sua história preservada. O objetivo é estimular a participação nos próximos módulos.

A segunda etapa é destinada para uma ação educativa por meio de oficinas/palestras sobre Desenvolvimento Pessoal e Orientação para o Mercado de Trabalho. Já na terceira etapa serão oferecidos cursos profissionalizantes nas áreas da Beleza, Gastronomia e Comércio, ampliando o conhecimento delas com o propósito de gerar uma fonte de renda que garanta a independência dessas mulheres. A realização dos cursos educacionais será feita pelo Senac Bento Gonçalves que oferece toda a estrutura física com laboratórios, equipe qualificada, apoio pedagógico e professores habilitados com experiência profissional e certificações. Em razão da pandemia do Coronavírus, todos os Protocolos de Segurança estarão sendo cumpridos.

 Para o presidente do Sindilojas Regional Bento, Daniel Amadio, o projeto revela um sério problema dos tempos atuais. “Sempre acreditamos que a união move as pessoas e fazer parte dessa iniciativa não tem preço. Estamos muito felizes em ter o apoio do Sicredi Serrana e de todas as entidades colaboradoras nessa nova ação. Estamos confiantes que conseguiremos transformar a vida de muitas mulheres que vivem nessa situação”.

Denúncias podem ser feitas junto a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, através do telefone (54) 3454-2899, ou no Centro Revivi pelos telefones (54) 3055-7418 e 3055-7420 ou Whats App (54) 99132-8148.

O “Novo Ensino Médio”

Por Profe Ancilla Dall´Onder Zat

Recentemente, uma mãe, preocupada com a aprendizagem de sua filha ingressante no Ensino Médio, buscou saber onde adquirir uma tabela periódica para esta filha. Exultou de alegria com a informação e acrescentou “ouvi falar que o Ensino Médio vai mudar mas, por enquanto, a milha filha precisa estudar”.

Merecedora de incentivo, esta mãe prosseguiu seu caminho. De fato, o “Novo Ensino Médio”, como está sendo chamado, vai acontecer a partir de 2022 para os ingressantes no 1º ano do Ensino Médio. Está descrito na Lei 13.415/17.

A referida Lei prevê, entre outras mudanças, a (re)elaboração dos currículos a partir da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), essencial para colocar em prática a proposta de flexibilização curricular. Assim, o aluno poderá aprofundar: Ciências da Natureza, Ciências Humanas e Ciências Sociais Aplicadas, Linguagens, Matemática e, ainda, formação técnica e profissional.

O Novo Ensino Médio amplia a carga horária das escolas, de 2.400 horas para 3.000 horas. Os estudantes matriculados no Ensino Médio Regular terão a possibilidade de cursar integralmente uma formação técnica e profissional.

O MEC, por sua vez, sugere estudos e diagnóstico para a (re)elaboração do currículo das redes – pública e privada – para a implementação e adequação da nova estrutura do Ensino Médio, priorizando as necessidades dos municípios, dos setores produtivos e dos cursos profissionalizantes. A aprovação e homologação pelos Conselhos deverá ocorrer ainda este ano, bem como a formação para os profissionais da Educação, como ocorreu em reformas anteriores.

A nova proposta tenta ser mais atrativa para os jovens, incentivando-os ao protagonismo pela escolha formativa e também pelos modelos que substituem a estrutura tradicional das disciplinas por itinerários, que aliam conhecimentos e habilidades aplicados.

Muitos outros aspectos do Novo Ensino Médio merecem estudo e reflexão, para oferecer perspectivas aos alunos em seu projeto pessoal. No novo modelo, percebe-se a necessidade de pensar, muito cedo, ainda no Ensino Fundamental, num projeto de vida que inclua a formação do estudante. Aliás, projeto de vida é algo, como dizem os estudiosos do tema, que responde a muitas questões: ser ou existir? Onde estou? Onde quero chegar? Qual a motivação e o engajamento para atingir o objetivo pretendido? Essas e outras questões sugerem ao estudante para pensar: qual o meu projeto de vida?

Que as mudanças no Ensino Médio incentivem pais e educadores a orientar filhos e alunos em seu projeto de vida, para que, além do conhecimento e habilidades, se tornem pessoas “de bem”, saudáveis e felizes.