Vinícola Aurora amplia valor das exportações em 415% no semestre

Resultado é projetado pelo crescimento das vendas de suco de uva e coolers e sinaliza retomada econômica no mercado internacional. Mais de 837 mil litros de produtos vinícolas foram comercializadas para 17 países, representando alta de 583% em volume

A Vinícola Aurora registrou aumento de 415% em valor nas exportações do primeiro semestre de 2021, em relação ao mesmo período do ano anterior. O resultado foi impulsionado pelo crescimento de 583% no volume de produtos, reflexo da reabertura de mercados e pela alta do dólar. O excelente desempenho foi puxado pelas vendas de suco de uva e Keep Cooler, que representaram 77% do total. A empresa gaúcha também é líder no mercado interno nas duas categorias.

Nos primeiros seis meses, foram enviadas 837 mil litros de sucos, coolers, vinhos e espumantes para 17 países. Além dos 62 containers remetidos até junho, estão programadas outras 37 cargas até dezembro. A expectativa é que a Vinícola Aurora feche 2021 com crescimento de cerca de 60% no volume de exportações.

“Desde 1954, a Aurora vem desbravando continentes e levando os produtos gaúchos para o mercado internacional. Dos 90 anos da nossa empresa, mais de dois terços foram focados também nas exportações. O trabalho contínuo e persistente, tanto na abertura de novos mercados quanto na manutenção daqueles conquistados, tem sido um dos fatores determinantes para os ótimos resultados obtidos”, avalia a supervisora de Exportação e Importação da Vinícola Aurora, Giorgia Mezacasa Forest.

 

Suco de uva: o carro-chefe das exportações

Sinônimo de saudabilidade, o suco de uva é o grande destaque das exportações da Vinícola Aurora. A categoria é a que mais avança de forma continua, sendo o carro-chefe em países asiáticos e em solo americano, principais mercados-alvos da empresa.

O produto também vem sendo ampliado com a abertura de novos territórios, como Chile, Canadá, Líbia e Nova Caledônia, pequena ilha no oceano Pacífico. Só no primeiro semestre, foram vendidas 330 mil litros de suco de uva integral e gaseificado, alta de 544% frente ao mesmo período do ano passado.

“Nos últimos anos estamos conquistando ótimas oportunidades, especialmente para o suco de uva, uma bebida natural, feita com 100% uva, repleta de antioxidantes, que serve para a família toda. Por não conter álcool, se tornou símbolo de um dia a dia saudável, mesmo em casa. No final de 2020 também abrimos novos mercados para os coolers, em especial o Haiti, que compra praticamente só esta bebida. Neste primeiro semestre, vendemos mais de 1 milhão de garrafas do Keep Cooler. Ícone nos anos 80 e 90, o produto voltou com força há três anos após um reposicionamento de marca. É uma bebida muito diferente, que chama a atenção pela mistura de vinho branco com suco de uva, associada à aromas naturais de frutas”, conta Giorgia, lembrando que no primeiro semestre de 2020 as exportações haviam sido prejudicadas por conta do início da pandemia, o que acabou ocasionando em fechamento de portos e causando insegurança nos compradores.

A executiva pontua ainda que o aumento expressivo nas vendas de suco, com potencial de crescer ainda mais nos próximos anos, também é resultado da ampliação da capacidade produtiva da empresa. Desde 2019, a Aurora conta com uma unidade exclusiva para a elaboração do suco de uva, localizada no Vale Vinhedos, em Bento Gonçalves (RS). A nova fábrica é 100% sustentável.

“O resultado do primeiro semestre foi magnífico e acreditamos que poderia ter sido ainda melhor se pudéssemos fazer o que sempre fizemos, que é participar de eventos, feiras e degustações em ponto de venda, que são primordiais para fazer nossos produtos serem conhecidos pelo seu principal atributo: o sabor”, revela a supervisora de Exportação e Importação da Vinícola Aurora.

“Em 2020, participamos apenas de três feiras na China, através do nosso brand ambassador asiático. O país estava mais bem preparado para a pandemia e realizou os eventos com todos os protocolos de segurança. Os visitantes, claro, se restringiram ao público local. Nos outros países, nossas vendas se focaram no on-line e também nos supermercados”, complementa a Giorgia.

Por conta da instabilidade da pandemia, viagens internacionais ainda não estão confirmadas para o segundo semestre do ano. Entretanto, a Vinícola Aurora possui representantes comerciais na China, nos Estados Unidos e em Portugal, além de importadores em outros países, que são braços da marca, auxiliando na manutenção e abertura de novos mercados.

 

Foto: Dandy Marchetti

Obras do bloco cirúrgico estão em andamento no Complexo Hospitalar

As obras de conclusão do bloco cirúrgico, do Complexo Hospitalar de Saúde, no Botafogo, estão em andamento. A empresa responsável pela obra realiza a concretagem da última laje e iniciou a alvenaria. Nesta terça-feira (20), o prefeito Diogo Siqueira e o vice-prefeito, Amarildo Lucatelli estiveram no local.

Também está em estágio inicial a obra da Farmácia Pública. Será realizada a ampliação do espaço de 40m² para 123,55m², sendo construída espaço de espera com senha eletrônica, reforma do piso, forro e parte elétrica. O local passará contar com 04 guichês para atendimentos, hoje o atendimento é realizado em somente 01. Já está em processo licitatório o mobiliário para o local.

Inicia nos próximos dias a obra para substituição de esquadrias, pastilhas externas e reforma da recepção do prédio (forro e piso) no antigo Hospital Galassi.

Outra obra que tem início previsto para os próximos dias é a construção da torre de escada e elevador no Complexo. A obra contará com 05 andares de escada de emergência, 02 elevadores maca-leito, com rampa que ligação da UPA ao bloco cirúrgico.

O Complexo Hospitalar se tornou referência no combate à Covid-19. Hoje conta com a Unidade de Pronto Atendimento 24h (UPA), o Centro de Especialidade em Odontologia, e o Laboratório de Patologia e Análises Clínicas, Raio x digital e a ala de internação.

 

Assessoria de Comunicação Social Prefeitura

Foto: João Pedrassani

Workshop do CIC-BG auxilia negócios na identificação de custos e precificação correta

Conhecer os custos e as despesas de cada negócio é fundamental para geri-lo da melhor forma, principalmente diante do desafio de agregar eficiência e competitividade aos produtos e serviços. Em agosto, um workshop online promovido em parceria entre o Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves (CIC-BG) e o Sebrae-RS vai auxiliar empreendedores a identificarem custos e preços de venda para eles obterem melhores resultados.

O treinamento será com o instrutor do Sebrae, Jalmar Finger Becker, administrador e consultor empresarial com larga experiência em finanças empresariais. No curso “Custo e Formação de Preço de venda”, ele passará por assuntos como apuração e classificação dos custos, formação de preço de venda e definição de margem de lucro. “Vamos explicar como chegar ao melhor preço, adequado para atingir as boas vendas e os resultados que a empresa precisa, calculando o ponto de equilíbrio e entendendo como isso vai gerar mais ganho e faturamento”, diz.

Com isso, os participantes vão adquirir expertise para melhor precificar seus produtos ou serviços, considerando as margens desejadas e a aceitação do mercado. Além disso, vão conhecer e aplicar o chamado “markup” – diferença entre o custo de um produto e seu preço de venda. Entre outros temas, Becker falará, ainda, sobre gestão de estoques, planejamento de compras e alguns indicadores. O instrutor é formado em Administração de Empresas, com foco em Finanças (UCS), Direito (UCS), especialização em Gestão Empresarial (UCS) e formação em Dinâmica de Grupos (SBDG).

Programe-se

O que: workshop online Custo e Formação de Preço de venda

Ministrante: Jalmar Finger Becker (Sebrae-RS)

Quando: dias 9 e 10 de agosto, das 19h30 às 21h30

Onde: online

Quanto: R$ 60,00 para sócios do CIC-BG e R$ 75,00 para não sócios

Inscriçõescicbg.com.br/treinamentos

Cooperativa Vinícola Garibaldi conquista dois bronzes no Decanter World Wine Awards

Onde tem premiação atestando a excelência dos vinhos e espumantes brasileiros, tem rótulos da Cooperativa Vinícola Garibaldi entre os medalhistas. Naquele que é considerado o maior concurso de vinhos do mundo – o Decanter World Wine Awards, realizado na Inglaterra – a marca conquistou duas medalhas de bronze. Os premiados com o reconhecimento internacional foram o Garibaldi Espumante Moscatel e o Garibaldi Espumante VG Extra Brut.

Em 2020, os dois espumantes também conquistaram medalha de bronze nesse mesmo concurso. O Decanter World Wines Awards 2021 ocorreu de 14 a 30 de junho, em Londres. A edição deste ano alcançou recorde histórico, com a inscrição de 18.094 vinhos de 56 países. A avaliação ficou a cargo de um júri com quase 170 juízes internacionais.

Com essas, somam 19 as condecorações recebidas pela Cooperativa Vinícola Garibaldi em 2021. O resultado atesta aquele que é um dos compromissos da vinícola em todas as etapas de seu processo produtivo: a busca pela excelência, desde o trabalho realizado em parceria com as mais de 400 famílias de agricultores associadas, no campo, até chegar ao produto final que vai para o ponto de venda, atender ao consumidor.

Outras informações sobre os produtos medalhistas e o portfólio completo podem ser acessadas em www.vinicolagaribaldi.com.br. No website o internauta encontra, também, o ícone para conhecer o Blog da Cooperativa Vinícola Garibaldi, permanentemente abastecido com notícias e conteúdos inéditos ligados ao universo dos espumantes e vinhos.

 

Foto: Cassius Fanti

Associados de cooperativas recebem EPIs de forma gratuita

Uma ação intercooperativa da Central das Cooperativas da Serra Gaúcha – Cenecoop, que integra as cooperativas Garibaldi, Cairú, Nova Aliança, Pradense e São João beneficiou com a doação de 2,9 mil EPIs para os associados das organizações. A IHARA, com quem as cooperativas mantêm um programa de compra coletiva de insumos agrícolas, doou o material como contrapartida através de sua distribuidora na região, a Agroin.

Com a doação, as cooperativas tiveram uma economia de R$ 377 mil. Os EPIs, compostos de uma calça, camisa, luva, máscara, boné com viseira e avental, que servem para o produtor associado ficar protegido no campo durante a aplicação dos insumos.

Desde 2016, as cooperativas mantêm um programa unificado de compra de insumos, conhecido como Central de Compras. Produtos como fertilizantes, fungicidas, herbicidas, inseticidas e pequenos equipamentos são adquiridos por cerca de 650 famílias associadas anualmente. O projeto foi instituído para melhorar a qualidade das uvas, através da compra assessorada pelos técnicos das cooperativas, e garantir a segurança dos frutos, já que são adquiridos produtos com maior eficiência e menor probabilidade de deixarem resíduos.

Essa é uma importante questão para as cooperativas. Com a compra coletiva, evita-se a aquisição de produtos sem registro no Ministério da Agricultura. “Esse projeto permite o uso dos insumos de maneira correta, para controle do caderno de campo. Isso permite oferecer ao consumidor confiabilidade e rastreabilidade dos produtos das cooperativas”, diz o gerente de assistência técnica, Evandro Bosa.

Um outro benefício desse projeto é a redução de custos da produção. Isso ocorre porque, ao serem comprados insumos em grandes quantidades, a Central de Compras consegue negociar preços melhores. O abatimento nos custos chega a 10%, uma condição que, sozinhos, dificilmente os produtores conseguiriam.

E o trabalho ainda fortalece e aperfeiçoa o intercooperativismo. A parceria entre as cooperativas, um dos sete princípios do cooperativismo, tem sinalizado para a ampliação do serviço da Central de Compras. Para o futuro, já se prospecta compra coletiva de outros produtos, como insumos enológicos.

CIC-BG elogia postura da Câmara ao aprovar repasse do Executivo para Fundaparque

O Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves (CIC-BG), em mais uma prova da maturidade do diálogo envolvendo os entes públicos e privados, congratulou a postura da Câmara de Vereadores ao aprovar, nesta segunda-feira, o repasse de R$ 312.678,33 do Executivo para a Fundaparque.

Na matéria, a prefeitura indica a necessidade de indenização da locação dos espaços dos pavilhões E e F, que estão sendo utilizados pelo município desde o dia 13 de fevereiro deste ano para atividades da vacinação contra a covid e para o armazenamento de bens inservíveis.

Para o presidente do CIC-BG, Rogério Capoani, a aprovação dos recursos chega num momento importante para a Fundaparque, que está impossibilitada de auferir lucro com a locação de espaço para eventos por conta da restrição de público em razão da pandemia da covid-19 e todos os impeditivos dela decorrentes. “Faz mais de ano que essa grande administradora de um dos maiores parques expositivos da América Latina está equilibrando suas contas com muito esforço de gestão. Precisamos reconhecer os méritos disso e auxiliar essa entidade que sempre devolveu muito ao município em receita e em oportunidade de negócios. Quero deixar um muito obrigado a todos os vereadores pela aprovação unânime da matéria, demonstrando a grandeza deles em sanar os problemas da nossa cidade”, disse Capoani.

Além de representantes do CIC-BG, empresários ligados ao setor moveleiro e de outros segmentos acompanharam a sessão na Câmara de Vereadores. Os valores dos recursos repassados à Fundaparque foram baseados no tempo transcorrido de uso e na estimativa de uso dos espaços, até 30 de setembro para o depósito dos objetos e até 30 de novembro para a vacinação.

Aromas vão invadir a charmosa Garibaldi de agosto a outubro

Evento segue em formato híbrido começando com Almoço Solidário já em agosto. Agenda contempla, ainda, oficinas e bate-papos, jantar na Maria Fumaça e um inédito almoço ao ar livre no Aeroclube da cidade

Na mesa do trem, na pista de aviões, na tela do Youtube, na cozinha e na rua. O Garibaldi Gastrô 2021 vai espalhar ‘Aromas’ por onde passar. A programação, que segue em formato híbrido, terá ações presenciais em pontos turísticos abertos e fechados, além de experiências on-line, contemplando quatro eventos de agosto a outubro. A grande novidade da quinta edição é o almoço a céu aberto no Aeroclube de Garibaldi. O emblemático Jantar a bordo da Maria Fumaça é atração garantida, além do Almoço Solidário, das oficinas e bate-papos com profissionais da gastronomia e do enoturismo, além do café, ervas e chás.

Depois de ter viajado pelas ‘Origens’ na edição passada, este ano toda programação terá como tema central os ‘Aromas’. Através dos cheiros, o Garibaldi Gastrô 2021 vai se conectar com memórias afetivas resgatadas na elaboração de cada prato, na troca de vivências geradas nas oficinas e bate-papos, na construção do conhecimento que passa pelos sentidos, na efetiva solidariedade e em experiências sensoriais que vão muito além do paladar. Agricultores, empresários e gestores, chefs, cozinheiros, estudantes e professores, trade turístico e apreciadores do assunto estarão ligados por esses aromas.

Para a presidente da Associação Garibaldi Gastrô, Catherine Nicolao Tedesco, esta será uma edição para ficar gravada na memória das pessoas. “A pandemia nos levou a refletir sobre muitas coisas, principalmente aquelas que nos fazem resgatar memórias, valorizar momentos, alimentar amizades. Enfim, ao trazer como tema os ‘Aromas’, estamos fazendo um convite a viver a vida com intensidade, degustando tudo o que ela tem de melhor a nos oferecer”, destaca.

Aromas de solidariedade no ar

O Almoço Solidário abre a programação do Garibaldi Gastrô 2021. O evento, que será realizado em sistema drive thru, acontece dia 24 de agosto, na Praça Loureiro da Silva, no Centro Histórico de Garibaldi. É nela que foi instalada a Piccola Garibaldi, cidade em miniatura, além do local ser ponto de parada dos passeios de Tim-Tim e Giallo Tur.

O menu, assinado pela chef Odete Bettú Lazzari, da Osteria Della Colombina, da Estrada do Sabor, em Garibaldi, traz aromas da cozinha afetiva com o Nhoque três queijos com salaminho defumado. A receita é da mãe de Odete, de quem aprendeu a fazer o prato, o qual para ela resgata o sabor da saudade. E para adoçar ainda mais esta ação beneficente, Flameri de laranja com calda de vinho e especiarias, tudo acompanhado pelo Suco de Uva (200 ml) da Cooperativa Vinícola Garibaldi. Os 200 ingressos já estão à venda com a diretoria da Associação Garibaldi Gastrô, na Associação de Pequenas e Médias Empresas de Garibaldi (Apeme) e na Liga Feminina de Combate ao Câncer de Garibaldi, instituição que receberá a doação correspondente a 100% do valor arrecadado. O ingresso custa R$ 40.

Na receita, ovos caipiras, molho de tomate orgânico, salame defumado e um ingrediente único: a ligação com as histórias afetivas da chef Odete e sua mãe. “A experiência que cada ingrediente oferece é a essência da Osteria Della Colombina. A magia do alimento com a identidade de quem o elaborou vai além de oferecer comida. É uma conexão com o que não é palpável, mas que ao ser saboreado se materializa, construindo sentidos, emoções”, salienta Odete.

O patrocínio é de Cooperativa Vinícola Garibaldi, Orquídea, Sicredi, Super Apolo, Tramotina e William & Sons Coffee Co. Apoio: Apeme, Entelvias, Giordani Turismo, Prefeitura de Garibaldi, Sebrae e Uvibra – Consevitis, Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Hotel oficial: Casacurta.

SERVIÇO ALMOÇO SOLIDÁRIO

Quando? 24 de agosto, às 12h

Onde? Praça Loureiro da Silva – Centro Histórico de Garibaldi/RS

Quanto? R$ 40 por pessoa

Ingressos: Apeme, Liga Feminina de Combate ao Câncer e diretoria da Associação Garibaldi Gastrô

Menu: Nhoque três queijos com salaminho defumado + Suco 200 ml Cooperativa Vinícola Garibaldi. Sobremesa: Flameri de laranja com calda de vinho e especiarias.

Entidade beneficiada: Liga Feminina de Combate ao Câncer

 

PROGRAMAÇÃO GARIBALDI GASTRÔ 2021

Dia 24 de agosto (terça-feira)

12h – Almoço Solidário na Praça Loureiro da Silva (drive thru). Renda revertida à Liga Feminina de Combate ao Câncer de Garibaldi

Ingressos: Apeme e Liga Feminina de Combate ao Câncer

 

Dia 23 de setembro (quinta-feira)

Oficinas e bate-papos com chefs, cozinheiros, sommeliers e especialistas em Enoturismo, cafés, ervas, chás e muito mais

 

Dia 24 de setembro (sexta-feira)

Jantar a bordo da Maria Fumaça com menu degustação assinado pelos chefs convidados e harmonizado pelas vinícolas parceiras

 

Dia 23 de outubro (sábado)

Evento inédito – Almoço a céu aberto no Aeroclube de Garibaldi

* Em breve, a organização divulgará o link para as oficinas, nomes dos palestrantes, menu e link para ingressos do jantar a bordo da Maria Fumaça e do almoço no Aeroclube de Garibaldi.

Festival de Cinema de Bento Gonçalves anuncia vencedores da 6ª edição

A organização do Festival de Cinema de Bento Gonçalves anunciou os vencedores da 6ª edição no último sábado (10), durante a live de encerramento que contou com a atriz Cris Couto como apresentadora e participação dos jurados Moreno de Franceschi e Amanda Megulhão de Ferrari, além do coordenador do Festival, Sandro Giordani. O evento recebeu 56 inscrições nas categorias de curta-metragem documentário e ficção, nacionais e internacionais.

De acordo com Giordani, “as obras selecionadas impressionaram pela qualidade e excelente apresentação demonstrando uma forte retomada do cinema mesmo em época de pandemia. “não foi possível reunir a equipe dos filmes selecionados e demais apaixonados pelo cinema para confraternizar e apreciar as obras selecionadas e premiadas. Hoje as condições da pandemia e culturais ainda não estão propícias, mas esperamos para a próxima edição estarmos vivenciando uma retomada do audiovisual e dos bons encontros culturais”.

O Festival de Cinema de Bento Gonçalves é uma realização do Circolo Trentino di Bento Gonçalves e da Trentino Promozioni e conta com o apoio da Secretaria de Cultura.

 

CURTA-METRAGENS NACIONAIS PREMIADOS

– Curta-metragem DOCUMENTÁRIO, “Nimbus”, do diretor Marcos Buccini, vencedor nas

Categorias: Melhor Documentário e Fotografia ; Fotografia de Ricardo Bicudo.

 

– Menção Honrosa para o Filme “Teatro Iguaçuano: Arcádia”, dos diretores Gabriel Fontoura e Gabriel Ribeiro.

– Curta-metragem FICÇÃO, “Bochincho O Filme”, do diretor Guilherme Suman, vencedor nas

Categorias: Melhor Filme, Direção para Guilherme Suman e Roteiro para Guilherme Suman e Thiago Suman.

 

– Melhor Fotografia para Pedro Gabriel Miziara “Nada de Bom Acontece Depois dos 30”

– Melhor Ator para Rodrigo Simas no Filme “Entre”.

– Melhor Atriz para Christine Fernandes Filme “Entre”.

– Menção Honrosa para Pedro Nercessian Nada de Bom Acontece Depois dos 30.

– Menção Honrosa para os Filmes Luto, Narratal de Faz de Contos e Em Quadro.

– Curta-metragem FICÇÃO Internacional, Coo-Coo, da diretora Svetlana Belorussova da Federação Russa, vencedor nas categorias Melhor Filme e Melhor Roteiro.

– Menção Honrosa para “The Axe”

– Menção Honrosa ao filme convidado “Memórias de Veraneios” produzido pelo Ponto de Cultura CineClube Torres.

 

Assessoria de Comunicação Social

Foto: Divulgação/Festival de Cinema de Bento Gonçalves

Casa das Artes sedia exposição “Coisas da Terra”

A partir desta semana, o público pode conferir a mais nova exposição da Associação dos Artistas Plásticos de Bento Gonçalves, no hall de entrada da Fundação Casa das Artes. Intitulada “Coisas da Terra”, a mostra retrata telas que aludem à vida do interior que caracteriza Bento Gonçalves como o parreiral, a uva, o vinho, as paisagens, a arquitetura italiana.

A presidente da Associação, Neiva Valenti Poletto, ressalta a continuidade da produção dos associados: “mesmo com a pandemia, nossos artistas plásticos continuaram criando em suas casas, em seus ateliês particulares. E a exposição ‘Coisas da Terra’, por ora, traz um pequeno painel da visão e sensibilidade de retratar a sua aldeia, como dizia o escritor russo, Lev Tolstói”.

São obras no estilo figurativo em acrílico sob tela, escultura e mosaico de artistas plásticos como Zélia Paludo, Marilene Beltran, Ivalino Postal, Romi Gabardo, Ademir Gugel, Sônia Bervian Possamai, Vera Luchese, Selestino de Oliveira, Ana Alice Zorzi, Terezinha Sabbi, Juciara Camargo, Mauri Menegotto, Jorge Aresi, Gilberto Schenatto e Marilene Garcia.

O secretário de Cultura e presidente da Fundação Casa das Artes, Evandro Saores, destaca que “a arte é movimento, é estar em sintonia com a criação. E é uma alegria muito grande ver que nossos artistas, mesmo com as restrições impostas pela pandemia, estão em franca produção como demonstra esta pequena produção da Aaplasg”.

 

Assessoria de Comunicação Social

Foto: Divulgação/SECULT/Fundação Casa das Artes

Zona Norte vai contar com mais uma Escola de Educação Infantil

Investir na educação é investir na qualidade de vida da população. Seguindo essa premissa, a administração Municipal segue apresentando novas ações para comunidade. Nesta terça-feira (13), foi realizada a assinatura da ordem de início para construção da nova Escola Municipal Infantil, do prolongamento da Rua Sérgio Rodrigues dos Santos e da revitalização da Praça do bairro Zatt. O valor da obra é R$ 2.779.784,08, e a empresa responsável será a EARQUI serviços de Arquitetura e Construções Ltda.

Com área construída de 884,75 m², a escola infantil contará com salas de aula, playground, solarium, cozinha, refeitório, lactário, sala de higienização, lavanderia, sanitários, área coberta, enfermaria e salas administrativas.

Também será realizado o prolongamento e pavimentação da Rua Sérgio Rodrigues, além da revitalização do espaço para construção de uma praça, com espaço para lazer da população.

Conforme a secretária de Educação, Adriane Zorzi serão atendidas até 120 crianças de zero a 4 anos, abrangendo creche e pré-escola, berçários  I e II,  maternal I e II e jardim. “Estaremos atendendo uma demanda da Zona Norte da cidade, que precisava mais este espaço para atender as crianças da comunidade”, disse.

Além da nova escola, o bairro recebe melhorias. Está em andamento a construção da nova quadra de esportes.

Para o pastor Alceo Laurindo Dias a obra é importante para comunidade. “Este empreendimento para comunidade é de suma importância, será um cartão postal para o bairro. A comunidade vai se sentir abençoada. Ficamos honrados em ter um empreendimento dessa grandiosidade próximo a nós. Quero agradecer o governo por ter apostado na nossa comunidade para essa obra”, disse.

Para o morador há 24 anos no bairro Zatt, Idelmar Antônio Vargas “a escola será uma maravilha para o bairro. É muito bem elaborado e destinado para comunidade que precisa”.

João Pedro Costa da Silva, tem uma filha de 04 meses e comemora a chegada de uma nova escola. “Será muito importante ter essa escolinha aqui embaixo. É a importância que estão dando para nosso bairro. Agradecemos o que estão fazendo por todos nós”, concluí

O prefeito Diogo Siqueira destacou que “estamos hoje aqui no coração do bairro Zatt para anunciar o início de uma obra, que será um marco para essa comunidade. Estamos falando de um investimento nas pessoas. As famílias, que precisam levar seus filhos para longe de casa poderão contar com um espaço qualificado perto das residências”, salientou.

As obras iniciam logo após assinatura da empresa, e tem previsão de 240 dias.

Duas novas escolas estão em construção na cidade. Com 60% das obras concluídas, estão em andamento a EMI no bairro Fátima e a EMEFE Caminhos do Aprender.

Estiveram presentes na cerimônia secretários Municipais, comunidade e o presidente da Câmara Rafael Pasqualotto, vereadores Idasir dos Santos, Eduardo Pompermayer, Sidnei da Silva, Valdemir Marini, Thiago Fabris, Ari Peliccioli e Edson Biasi. Representando a empresa responsável pela obras esteve presente o engenheiro Samuel Ruzzarin.

Confira o podcast sobre o assunto https://anchor.fm/podcastbento/episodes/Zona-Norte-vai-contar-com-mais-uma-Escola-de-Educao-Infantil-e14ekfg

 

Assessoria de Comunicação Social Prefeitura