Posts

Bento está entre as 30 melhores cidades do país para investir em negócios

Levantamento foi divulgado pela Revista Exame

Bento Gonçalves é novamente destaque nacional. Desta vez, em estudo divulgado pela Revista Exame, na última semana, Bento aparece entre as 100 melhores cidades do Brasil para se investir, empreender e negociar. A cidade está na 27ª posição entre os municípios com mais de 100 mil habitantes e na 3ª posição no Estado, somente atrás de Porto Alegre e Santa Cruz do Sul.

O ranking, elaborado pela consultoria Urban Systems, leva em consideração 42 indicadores, divididos em: sociodemografia, economia, saúde, educação, financeiro, transporte, infraestrutura e segurança. Cada indicador tem um peso conforme sua importância e atualidade.

Dentre os aspectos, considerados essenciais para a evolução dos negócios em uma cidade, foram avaliados: população economicamente ativa, índice de desenvolvimento humano municipal, crescimento do produto interno bruto, percentual de empresas com mais de 100 empregados, renda média dos trabalhadores formais, Índice Firjan de Gestão Fiscal e crescimento da frota de automóveis, entre outros.

Para o secretário-adjunto de Desenvolvimento Econômico, Wagner Melo, a colocação no ranking é resultado de um conjunto de ações da Administração Municipal. “Estamos trabalhando para o fortalecimento da economia local, através da atração de investimentos na cidade e no apoio aos empreendedores. A pesquisa é um reflexo de iniciativas da gestão atual que buscam proporcionar um ambiente propício para novos negócios”, disse.

Somente neste ano, estão sendo investidos R$ 168 milhões no município, a partir da ampliação de empreendimentos apoiados pela Lei do Incentivo e pela Sala do Empreendedor. A projeção é que cerca de R$ 288 milhões sejam aplicados na cidade nos próximos anos.

Além deste levantamento, Bento Gonçalves também foi apontada neste ano, como a 47ª cidade mais empreendedora do país. A pesquisa realizada pela plataforma Connected Smart Cities mapeou mais de 500 municípios e 700 projetos desenvolvidos pelos mesmos, com o objetivo de definir as cidades com maior potencial de desenvolvimento do Brasil, através de indicadores que retratam inteligência, conexão e sustentabilidade.

Créditos foto: Arquivo ASCOM

Em nove meses, Capital do Vinho atrai mais de 1 milhão de turistas

Todos os anos, milhões de turistas passam por Bento Gonçalves atraídos pelos costumes e tradições enraizados nas pessoas, pelas paisagens que emolduram a Capital Brasileira do Vinho e, é claro, pelo vinho. Nos nove primeiros meses deste ano, a cidade recebeu mais de 1 milhão de turistas. Segundo o levantamento da Secretaria Municipal de Turismo com associações ligadas ao setor, rede hoteleira e Centros de Atendimento ao Turista (CATs), houve um aumento de 2% em relação ao mesmo período do ano passado.

Do total, 46% são vindos de outras cidades do Rio Grande do Sul, seguido de São Paulo (16%), Santa Catarina (13%), e o restante dividido entre Paraná, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Distrito Federal, Goiânia, Espírito Santo, Bahia e Ceará.

Os motivos da viagem revelam que o turista vem a lazer, correspondendo a 97%. A maioria são casais sem filhos (36%), seguido de vindas em família (27%) e em amigos (19%).

pipa_portico_aereabentogonçalves

As estatísticas apontam também que, das cinco Rotas Turísticas, o Vale dos Vinhedos permanece como o roteiro mais procurado, com 270.703 visitas. Na sequência vem o Caminhos de Pedra (82.323), Vale do Rio das Antas (66.118), Cantinas Históricas (20.935) e Encantos da Eulália (18.331), porém, em abrangência municipal os atrativos urbanos se destacam, com 571.561 visitantes.

Ainda no que se referem a eventos, Bento Gonçalves tem atraído variados nichos, sendo palco de grandiosas atrações, como Wine South America, Festa Nacional da Música e FIEMMA. A cidade incentiva ainda empresas a participarem de programações turísticas, com destaque para o Inverno de Sensações, considerado a alta temporada.

Além disso, Bento foi destaque em feiras nacionais e internacionais, através de exposições – ao todo foram seis –, que resultaram em parcerias com agentes e operadores de viagens, promovendo ainda mais o Município como rota dos vinhos do Brasil.

A Secretaria de Finanças mede o impacto do ISSQN (Imposto de Serviços sobre Qualquer Natureza) pelas atividades econômicas do ramo. De acordo com os registros, R$ 2.415.812,36 foram arrecadados no município por meio do turismo.

Para o secretário-adjunto da pasta, João Batista Pedrassani, “o ano de 2018 tem se mostrado muito positivo para o Município. Isso garante que todo o trabalho realizado pelo Trade junto à Secretaria tem dado certo, e com certeza esperamos um desempenho ainda melhor para 2019”, e acrescenta: “Queremos garantir que este um milhão de pessoas que escolheram Bento para visitar voltem para suas cidades com o desejo de retornar”.

Città Del Vino

As referências à Itália estão presentes nos mais variados programas em Bento Gonçalves. Cultura, arquitetura e gastronomia acompanhadas por vinhos de qualidade, reforçam que um pedaço do “país da bota” está aqui.

A distância entre Brasil e Itália agora ficou ainda menor. Os dois países estão unidos também na Associação Città Del Vino. Bento passou a integrar oficialmente o seleto grupo – que reúne cidades produtoras de vinho, da Europa, para debater políticas públicas e projetos em benefício da cultura e economia do vinho.

Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura
Foto: Arquivo Ascom

ABS-RS promove masterclass sobre espumantes rosés em Bento

Aula acontece no dia 31, no Bem Vino Espaço Gourmet, em Bento Gonçalves

Os espumantes rosés estão entre os vinhos mais belos e versáteis do mundo. Além de possuir cores, aromas e sabores incríveis, têm estilos que possibilitam ótimas opções para harmonização com diferentes pratos gastronômicos. Nessa masterclass da ABS-RS, será possível entender mais as diferentes possibilidades de combinações entre os borbulhantes rosés e diferentes comidas.  A programação acontece no dia 31, a partir das 19h30min, no Bem Vino Espaço Gourmet, em Bento Gonçalves.

 Programa da atividade:

Aula teórica e prática sobre os diferentes estilos de espumantes rosés, envolvendo métodos de produção, uvas mais utilizadas, dicas para escolher os melhores produtos para cada ocasião e tipos de harmonizações. Durante a atividade serão servidos diferentes estilos de espumantes harmonizados com mini-porções gastronômicas.

 Data:  31 de outubro

Horário: 19h30min

Local: Bem Vino Espaço Gourmet

Rua Marquês de Souza, 188, Bento Gonçalves – RS

 **Certificado de participação emitido aos participantes da atividade

Investimento:

Sócios ABS-RS: 60,00

Inscreva-se aqui >> https://pag.ae/7UeXy7Rw5

Público geral: R$ 120,00

Inscreva-se aqui >> https://pag.ae/7UeXz8bzq

Foto: Arquivo .DOC

128 anos: Iniciativa inédita capacita em primeiros socorros 900 profissionais da Educação Infantil

Formatura do Programa Bento+Vida foi realizada no último dia 18 de outubro 

Em uma emergência, um minuto pode salvar uma vida, assim como um rápido e correto atendimento pode evitar uma tragédia. Pensando nisso, a prefeitura de Bento Gonçalves criou um projeto que treinou 900 profissionais de Educação Infantil para prestar primeiros socorros. A abrangência da proposta é inédita no Rio Grande do Sul.

Durante os meses de agosto e setembro a Secretaria de Educação, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), Corpo de Bombeiros Militar e Defesa Civil promoveram a primeira edição do programa Bento + Vida – Seu filho em segurança. A capacitação envolveu corpo diretivo, funcionários e equipes das Escolas Infantis da rede municipal de ensino.

Na última quinta, 18, no Ginásio Municipal de esportes, foi realizada a formatura dos 900 servidores de 19 Escolas Infantis da rede municipal de ensino.

No o período de capacitação eles tiveram noções sobre os tipos de procedimento imediato para acidentes domésticos, queimaduras, luxações e fraturas ósseas, equipamentos, aspectos legais e atividades práticas. Também foi abordado qual é a forma adequada de acionar os Bombeiros, a conscientização em relação aos trotes e como atuar quando o aluno se engasgar ou tiver uma parada cardíaca.

Representando a Câmara de Vereadores, o vereador Eduardo Virissimo, destacou que “essa capacitação nos deixa mais seguros ao entregar os filhos de nossa comunidade às escolas infantis. Se sintam orgulhosas de poder ter esse título que vai além do âmbito escolar, pois vocês estarão sempre alertas aos sinais de quem estará ferido ou em risco”.

IMG_1338

A secretária de Educação, Iraci Luchese Vasques, ressaltou que as auxiliares infantis e as professoras ganharam “uma importância maior na vida das crianças. Vocês que acompanham o primeiro passo, a primeira palavra, a evolução pedagógica, agora, tem uma conexão direta com a saúde e o bem-estar que tem reflexos para toda a vida delas”.

O comandante do 5º Batalhão de Bombeiro Militar, tenente-coronel Fortes, salientou que “essa iniciativa se traduz numa simples palavra: vida. Vocês têm por vocação a educação e também são as portadoras dos cidadãos do novo futuro”.

Para o prefeito Guilherme Pasin, a ação resulta em mais segurança para os profissionais de educação e tranquilidade à comunidade. “Nada é mais valioso do que ter nossos filhos protegidos. Contar com profissionais que sabem o que fazer numa situação de emergência, onde cada minuto vale muito, é fundamental para essa proteção às nossas crianças”, ressalta.

A solenidade contou com a apresentação dos alunos do 9º ano da EMTI São Roque – Professora Nilza Côvolo Kratz do Projeto Multiculturalismo, que abordou as diferentes culturas do mundo e teve o objetivo de conscientizar os alunos sobre a importância da aceitação, tolerância e respeito ao que é diferente. Na ocasião, a Rússia foi o tema que foi representada por meio da música Moskau, do Ghenhis Kahn,  e Troika uma dança popular e foram coordenados pela Professora Rosana Três.

Também teve a apresentação da servidora da Secretaria Municipal de Educação, Francieli Teixeira da Rosa, com as músicas Halleluujiah – (composição de Leonard Cohen, versão para português de Gabriela Rocha), seguida de Brindizi, da ópera La Traviata, de Giuseppe Verdi. O grupo foi recebido pela professora, Viviane Melo.

Em abril deste ano através da proposição do Vereador Gustavo Sperotto, foi aprovada na Câmara de Vereadores a proposta que institui a obrigatoriedade de estabelecimentos públicos e privados voltados ao ensino infantil e fundamental do município a capacitarem seu corpo docente e funcional em noções básicas de primeiros socorros. A partir do próximo ano a Secretaria de Educação fará a capacitação dos servidores do Ensino Fundamental.

As escolas infantis que receberam os certificados são Arco-íris da Alegria, As Sementinhas, Criança Feliz, Doce Infância, Educador Paulo Freire, Espaço dos Sonhos, Feliz da Vida, Jardim Glória, Lar dos Pequeninos, Luz do Amanhã, Mamãe Coruja, Mundo Encantado, Pinguinho de Gente, Pingos e Anjos, Primeiros Passos, Raio de Sol, Recanto Alviazul, Recanto dos Beija-Flores e Toque de Carinho.

Créditos foto: Jose Martim Estefanon

Bento conta com sistema de monitoramento de coleta domiciliar

Sistema informatizado permite maior controle e fiscalização do serviço concedido pelo Município

Para que a coleta de resíduos seja ainda mais eficiente em Bento Gonçalves, a Secretaria do Meio Ambiente (SMMAM) possui uma ferramenta que facilita o controle do serviço, desde 2015. Trata-se de um sistema de monitoramento via satélite do percurso de todos os caminhões que realizam o serviço, sob concessão pela empresa RN Freitas.

Através de um software instalado no site da empresa, de administração digital de frotas, é possível monitorar em tempo real na própria Secretaria, o deslocamento dos caminhões, dentro e fora do município, e o cumprimento das rotas e dos horários através do rastreamento via GPS, instalados em todos os caminhões. “Nossa prioridade é manter a cidade limpa e oferecer um serviço de qualidade ao cidadão. Com essa tecnologia tudo fica registrado no sistema e quaisquer problemas nos horários e tempo de parada podem ser identificados e solucionados rapidamente”, explica o secretário titular da pasta, Claudiomiro Dias.

1 (1)

O monitoramento é uma forma simples e tecnológica de supervisionar a prestação do serviço e responder com maior agilidade os questionamentos da população sobre o sistema de coleta.

Segundo a SMMAM, são recolhidos em média 110 toneladas de resíduos diariamente.  Todo esse material é recolhido por 20 caminhões, sendo diferentes em seu visual: o de resíduos recicláveis é identificado como “coleta seletiva”, os de orgânicos com imagens turísticas da cidade, os de vidro possuem a caçamba na cor azul e os de móveis são vermelhos.

As sugestões sobre o serviço devem ser encaminhadas ao Fala Cidadão pelo telefone 0800.979.6866. Os horários de coleta estão disponíveis no www.bentogoncalves.rs.gov.br/cidadao/coleta-de-lixo.

Foto: Divulgação

Scagliola: Particularidade histórica prestes a se perder em Tuiuty

ABANDONO

Decoração com scagliola: particularidade de prédio de Tuiuty, do município, inventariado como patrimônio histórico, está prestes a se perder

O casarão que sediava a subprefeitura de Tuiuty, distrito de Bento Gonçalves, tem uma particularidade histórica que está prestes a se perder em função do abandono do prédio, de propriedade do poder público municipal. A superfície da parede de um ambiente situado no primeiro pavimento do prédio é ornamentada com scagliola, técnica de imitação de mármore, presente na região da Serra Gaúcha apenas em residências antigas de famílias muito abastadas. O ornamento também é visto em parte da parede externa da casa. A palavra scagliola deriva-se de scaglia, italiano, “lasca de mármore”. Os egípcios, os gregos e os romanos antigos experimentaram a scagliola, mas a técnica foi desenvolvida principalmente por italianos no século XVII.

Casarão

Embora esse mármore artificial seja indistinguível do original, é realmente um emplastro colorido e lustrado. Como o mármore real, as torções e veias das escaiolas imitam perfeitamente a pedra. A escaiola, pelos seus componentes, é uma superfície durável.

Capa Mosaico e internas Mosaico (10)

Por essa e por outras particularidades, o prédio foi inventariado como patrimônio histórico da imigração italiana em 1994, em levantamento do patrimônio cultural do Rio Grande do Sul, realizado em conjunto entre o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado (IPHAE) e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Sua estrutura física é representada por três pavimentos, totalizando 454,49 metros quadrados de área construída, com pedra, tijolo e madeira.

Capa Mosaico e internas Mosaico (8)

Projeto de restauro elaborado em 2015

O casarão foi construído em várias etapas, entre 1940 e 1945, para servir de residência das famílias de Orestes Tomasi e Atílio Pompermayer. Na década de 60, começou a ser alugado para sediar estabelecimentos comerciais. Em 1979, Pompermayer permutou o imóvel com a prefeitura de Bento Gonçalves, na administração de Fortunato Janir Rizzardo (PDT). O imóvel foi adquirido para sediar a subprefeitura de Tuiuty. Serviu também como residência para o subprefeito, correio, central telefônica e posto de saúde. O administrativo da subprefeitura de Tuiuty trocou de endereço na gestão de Alcindo Gabrielli (PMDB), exercida de 2005 a 2008, mediante a precariedade do casarão, que ficou à mercê.

Capa Mosaico e internas Mosaico (7)

Em 2015, o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Bento Gonçalves (IPURB) elaborou um projeto de restauro para o casarão, na época orçado em R$ 580.696,57. O projeto, sem previsão de início de execução, hoje orçado em R$ 1 milhão, mantém as características externas da edificação e resgata o seu uso como sede da subprefeitura de Tuiuty. Também propõe a criação de auditório e espaços para atividades anexas, como o escritório da Festa da Colheita, promovida pela comunidade.

Paredes de ambientes do casarão que sediava a subprefeitura são decoradas com scagliola imitando mármore, ornamento de época para imóveis de alto padrão

materia capa (2)

Prefeitura recolhe 40 toneladas de lixo de bueiros da cidade

Equipes da Secretaria de Obras higienizam os locais diariamente

A falta de conscientização da população é um dos grandes problemas para o sistema de drenagem da cidade. Obstruídas pelos mais variados tipos de resíduos, as bocas-de-lobo, bueiros e canais acabam por não escoar a água da chuva, provocando alagamentos nas vias públicas, inundando casas e causando prejuízos.

Somente neste ano, a Secretaria de Viação e Obras Públicas, que realiza a limpeza diariamente dos locais, já retirou 40 toneladas de lixo de bocas de lobo em diversos bairros de Bento Gonçalves. Em média, em cada bueiro, são retirados de 30 a 40 kg de resíduos.

Nestes locais é comum encontrar garrafas pets, sacolas plásticas, pedaços de madeiras, latas, restos de resíduos de construção como a argamassa (concreto) e outros materiais descartados irregularmente pela comunidade. Objetos maiores como ferramentas, entulhos, calotas de carro, pneus e até um sofá já foram recolhidos porque estavam obstruindo as galerias de água pluvial.

IMG_9793

Além de objetos absurdos, são recolhidos do sistema pluvial grande quantidade de folhas e terra descartadas irregularmente pela população e pelas construções.

Na temporada de chuvas, os serviços de limpeza são reforçados pelas equipes da Prefeitura para reduzir as chances de alagamentos. Até o momento cerca de mil bocas de lobo já foram higienizadas.

 “A atitude começa com a conscientização da população, de não despejar lixo no chão e recolher folhas caídas na frente de suas casas, por exemplo. Na hora que chove, todo este material é levado para as bocas de lobo. Todos devem fazer a sua parte. Enquanto isso, seguimos trabalhando permanentemente para garantir a eficiência do sistema de drenagem do município”, reitera o secretário da pasta, Amarildo Lucatelli.

A partir do projeto “Ame seu Bairro”, a Secretaria de Meio Ambiente realiza a limpeza em diversos pontos da cidade, onde toneladas de resíduos são recolhidos todos os anos. A última ação, que ocorreu no Bairro Vila Nova, retirou uma tonelada de móveis velhos, eletrodomésticos, madeira, entre outros.

Além disso, a Prefeitura dispõe ainda de equipes que realizam o recolhimento de galhos e entulhos. Os munícipes devem solicitar o serviço pelo Fala Cidadão no telefone: 0800-979-6866.

Foto: Laura Kirchhof

Setembro Dourado conscientiza bento-gonçalvenses sobre câncer infantil

Grupo de voluntários realizará ações de sensibilização sobre a doença ao longo do mês

A principal causa de morte por doença em crianças e adolescentes de 1 a 19 anos é o câncer, segundo informa o Instituto Nacional de Câncer (Inca). Essa enfermidade não é, ainda, passível de prevenção – mas seus pacientes têm chances de cura consideravelmente melhores quando o diagnóstico ocorre precocemente. Alertar a população acerca da relevância dessa informação é o objetivo da primeira edição da Caminhada Pela Vida, ação que integra a programação do Setembro Dourado – mês de conscientização sobre o câncer infantil.

A iniciativa é uma mobilização do Centro Espírita Nossa Casa com o apoio de um grupo de voluntários e está agendada para o dia 30 de setembro (domingo), com saída às 9h, da sede da entidade (rua Mário Italvino Poletto, 235, próximo ao Colégio Landell).

Além dessa, outras atividades de sensibilização ocorrerão, no decorrer do mês, junto a entidades setoriais, escolas e empresas. Nesse circuito, a proposta é colocar o assunto do câncer infantil em pauta – com o objetivo claro de alertar pais e educadores para a detecção precoce da doença e, também, disseminar orientações sobre como proceder e onde buscar auxilio nos casos de diagnóstico. Esse é o sexto ano que o Centro Espírita Nossa Casa promove ações de conscientização acerca da causa.

No Rio Grande do Sul são sete os centros especializados no tratamento de crianças com câncer, distribuídos em apenas quatro municípios: Passo Fundo, Caxias do Sul, Santa Maria e Porto Alegre (Hospital Santo Antônio, Hospital da Criança Conceição, Hospital São Lucas da PUC e Hospital de Clínicas). “Em Bento não contamos com atendimento oncológico pediátrico pelo SUS, mas pacientes com convênio tratam no Hospital Tacchini, que tem um grande centro de tratamento oncológico. Existem alguns casos que estão em tratamento – são poucos, mas este número vem crescendo. Índices de cura hoje chegam a 60% de uma forma geral, mas ainda precisamos melhorar muito. Por isso, campanhas como o Setembro Dourado ajudam a diagnosticar mais precocemente o câncer infantil, uma vez que alerta as pessoas sobre a doença e seus principais sinais e sintomas”, ressalta a oncologista pediátrica Ângela Rech Cagol, que também é coordenadora técnica do serviço de Oncologia Pediátrica do Hospital Geral de Caxias do Sul.

 setembr dourado

O câncer infantil

Um dos sintomas mais comuns para os pais ficarem atentos é o emagrecimento sem causa aparente da criança, isto é, perda de peso mesmo quando o pequeno se alimenta bem. O diagnóstico de câncer infantil é realizado após exames completos, indicando dados como tipo de tumor e a fase em que a doença se encontra – os mais comuns são leucemia, linfoma, câncer nos rins, olhos e ossos ou tumor no cérebro. O tratamento pode incluir cirurgia, radioterapia, quimioterapia ou imunoterapia. Quando o câncer é descoberto cedo, há grandes chances de cura.

Sintomas para ficar atento: febre sem causa aparente por mais de oito dias; nariz ou gengivas com hematomas e sangramentos; dores pelo corpo ou nos ossos que deixam a criança muito indisposta; ínguas indolores com mais de 3 cm; vômito e dor de cabeça constantes por mais de duas semanas, às vezes acompanhados de alteração da marcha ou da visão; sinais de puberdade muito precoce; sangue na urina.

Os interessados em mais informações sobre o projeto ou em colaborar com as ações do Setembro Dourado podem entrar em contato com Susana Lodetti pelo telefone 99974-1704.

SERVIÇO

O que: 1ª Caminhada Pela Vida, do Setembro Dourado, conscientização sobre o câncer infantil

Quando: 30 de setembro, às 9h

Onde: saída em frente ao Centro Espírita Nossa Casa (rua Mário Italvino Poletto, 235, Bento Gonçalves).

Quanto: participação gratuita.

Praça CEU passa a contar com Telecentro Comunitário

O espaço é aberto para pesquisas, jogos e acesso às redes sociais e conta com instrutora de informática

O Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU), localizado no Bairro Ouro Verde, passou a contar com uma nova atividade nesta semana: o Telecentro Comunitário. O espaço conta com mais de dez computadores com acesso à internet. Em quatro dias de funcionamento, cerca de 140 pessoas frequentaram o local.

“Desde a abertura, o espaço permanece lotado. As crianças e adolescente frequentam a praça para realização de oficinas e prática de esportes, e no intervalo dessas atividades utilizam os computadores para pesquisas, jogos, música e acesso às redes sociais. Eles estavam numa grande expectativa à espera da abertura do Telecentro”, observou a coordenadora da Praça CEU, Patrícia Da Rold. O ambiente é aberto também para adultos.

Para dar orientação aos usuários foi contratada, em forma de estágio, a instrutora de informática Daniele Giotto. Ela foi beneficiada por meio do Projeto Acessuas Trabalho, da Secretaria de Habitação e Assistência Social, e participou do Curso Básico de Informática promovido pela Coordenadoria de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTEC). Após concluir a formação, foi oportunizada a vaga de estágio no Telecentro.

Daniele é moradora do Ouro Verde e já participava das atividades realizadas na Praça. Junto com sua mãe Terezinha, ela buscou se qualificar e juntas participaram do Curso de Informática. “Não tenho palavras para descrever a oportunidade que tive fazendo o curso. Aprendi várias coisas que não fazia nem ideia, jeitos mais faceis de pesquisar os conteúdos e até mesmo coisas que nunca mais vou esquecer. Quando me falaram que o professor tinha me indicado para trabalhar no Telecentro, eu fiquei muito feliz, pois não estava esperando. Sei que com este estágio irei aprender muitas coisas novas que me ajudarão a conseguir entrar na área de trabalho com mais facilidade”, afirma.

IMG_5024

O Programa Acessuas Trabalho visa articular, mobilizar e encaminhar pessoas em situação de vulnerabilidade ou risco social para garantir o direito de cidadania e à inclusão ao mercado de trabalho.

Segundo a coordenadora do setor de educação da CTEC, Fernanda Nardini Tecchio, futuramente serão implantados no Telecentro cursos de inclusão digital para crianças, adolescentes e terceira idade.

Foto: José Estefanon

Vereador reforça fiscalização sobre funcionários que não cumprem horários na prefeitura de Bento

A manifestação do Vereador Camerini na Tribuna da Câmara, durante a Sessão Ordinária da última segunda-feira, 9 de julho, foi um alerta ao Poder Executivo com relação a funcionários que não cumprem a carga horária em suas funções na prefeitura. Praticamente toda semana, o parlamentar tem acesso a denúncias da comunidade a respeito de contratados pela administração municipal que, embora recebam seus salários integralmente, não desenvolvem plenamente suas atividades.

Conforme assessoria, Camerini pretende intensificar ainda mais sua atuação nesse sentido, investigando a fundo eventuais irregularidades e cobrando as devidas punições aos envolvidos. “São esses que nós não queremos na prefeitura, os que recebem sem trabalhar. Porque temos funcionários bons em todos os setores. Não podemos generalizar, tem muita gente que trabalha. Mas tem uns que queimam o filme dos terceirizados, dos CCs. Nós temos que tornar isso público”, afirma Camerini.

Camerini 0907

MATÉRIAS DA SAÚDE

Foi aprovado por unanimidade o Projeto de Lei Ordinária 85/2018, que institui o Programa “Adote uma Unidade de Saúde” no município de Bento Gonçalves. A proposição tem por objetivo incentivar a participação de pessoas jurídicas na conservação, recuperação e manutenção das unidades de saúde municipais, bem como no patrocínio e na realização de atividades voltadas à saúde pública.

Em seguida, o Plenário apreciou o Projeto de Lei Ordinária 90/2018, que estabelece a obrigatoriedade dos hospitais, clínicas e laboratórios privados localizados no município informarem aos pacientes e usuários acerca da cobertura ou negativa de cobertura dos convênios médicos e planos de saúde em consultas, exames e procedimentos. A matéria foi rejeitada pela maioria, com votos contrários dos seguintes vereadores: Agostinho Petroli (MDB), Anderson Zanella (PSD), Eduardo Virissimo (PP), Gilmar Pessutto (PSDB), Jocelito Tonietto (PDT), Neri Mazzochin (PP), Sidinei da Silva (PPS) e Volnei Christofoli (PP).

Por fim, foi apreciada a Moção 8/2018, de repúdio à resolução n° 433, da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), a qual determina que as operadoras de planos de saúde poderão cobrar dos clientes até 40% do valor de cada procedimento realizado. A proposição também foi aprovada por unanimidade. As três matérias aprovadas foram de autoria de Camerini.