Biblioteca Pública Castro Alves está atendendo de forma online

Conforme o Decreto 10.470, de 18 de março de 2020, ficou suspensa toda e qualquer atividade da Biblioteca Pública Castro Alves. De acordo com a diretora da instituição, Paula Gautério, “todos os livros que estavam atrasados foram renovados. Dessa forma não será cobrada multa na hora da devolução”.

 

Para a comunidade tirar dúvidas, a Biblioteca está realizando atendimento pelo emailbiblioteca@bentogoncalves.rs.gov.br ou pelo Whatsapp (54) 9.9153.8242. 

 

Já no perfil no Facebook (https://www.facebook.com/bibliotecapublicacastroalves/)  a equipe da Biblioteca estará dando dicas de livros em PDF, de bibliotecas digitais e links de perfis de escritores que estão fazendo contação de histórias online.  

Campanha de vacinação imuniza idosos em casa, em Bento

A Campanha de Vacinação contra gripe iniciou diferente nesta segunda-feira, 23, no Município. As tradicionais filas nas unidades de saúde, foram substituídas pelo telefone tocando. Os profissionais da saúde passaram nas casas dos idosos acima de 60 anos para realizar a imunização. A ação integra o planejamento para contenção do Coronavírus, já que a faixa etária integra o grupo de risco.

 

Ao todo 40 equipes passaram nos bairros para imunização. Neste primeiro momento foram encaminhadas 5 mil doses da vacina, para atender idosos e profissionais da saúde, e até o fim da semana a Secretaria da Saúde deve receber mais uma remessa. “Nossas equipes se organizaram e conseguiram manter os idosos longe dos postos, longe de filas e aglomerações. Essa era nossa maior preocupação. Precisamos a compreensão da população, que ligou agendando sua vacina. Com a nova remessa seguiremos a imunização”, disse o Secretário de Saúde, Diogo Segabinazzi Siqueira.

 

A Secretaria orienta, que a vacinação seja agendada nas unidades de saúde. O objetivo é vacinar 90% do grupo.

Programação especial de Páscoa é cancelada em Bento

A Secretaria Municipal de Turismo reforça que, atendendo as determinações do Decreto nº 10.470/2020, a programação da Doce Páscoa está cancelada, como forma de prevenção ao contágio pelo novo Coronavírus (Covid-19).

A medida, que se dá de forma a evitar a aglomeração de pessoas, abrange os eventos, capacitações, Paradas Temáticas e decoração temática na Via Del Vino. As atrações teriam início nesta semana.

O secretário da pasta, Rodrigo Ferri Parisotto, ressalta a importância de as pessoas permanecerem em casa. “Estamos passando por um período delicado, mas a Administração Municipal tem tomado várias medidas para o enfrentamento da proliferação do vírus. Continuamos solicitando, quem puder fique em casa”, pontua.

STIMMME-BG realiza encontro com sindicato patronal para definição de medidas emergenciais para trabalhadores do setor

Em convenção coletiva extraordinária, Sindicatos estabeleceram novas recomendações aos trabalhadores e indústrias de Bento Gonçalves, Pinto Bandeira, Monte Belo do Sul e Santa Tereza

 

Em caráter de urgência, o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Bento Gonçalves (STIMMME-BG) e o Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Bento Gonçalves (SIMMME-BG) realizaram uma convenção coletiva de trabalho extraordinária para tratar das consequências provocadas pela pandemia de coronavírus no país e os impactos na rotina dos profissionais da categoria.

 

O objetivo foi elencar definições para permitir continuidade do trabalho após os decretos normativos publicados pelos órgãos públicos reguladores em função da Covid-19 – visando a imediata proteção dos trabalhadores, empresários e comunidade e, também, considerando a necessidade de se estabelecerem condições mínimas para trabalhadores e indústrias do setor,

 

Na primeira cláusula, foi definido que as férias coletivas ou individuais devem ser gozadas pelo período mínimo de dez dias – sendo que podem ser comunicadas pelos empregadores no dia anterior, sem quaisquer formalidades. Também ficou estabelecido que as férias não poderão ser iniciadas em feriados ou finais de semana, incluindo a sexta-feira. O pagamento com um terço de acréscimo poderá ser feito até o quinto dia útil do mês subsequente.

 

Outra cláusula acorda que as demais possibilidades extraordinárias de ajustes (como o banco de horas) devem ser convencionadas seguindo os decretos em vigência e após o período máximo de férias, ou seja, 30 dias. O documento ainda reforça que as definições irão valer pelo prazo de 180 dias (a contar pelo dia 20 de março) e abrangem toda a categoria de trabalhadores e indústrias metalúrgicas e de material elétrico das cidades de Bento Gonçalves, Pinto Bandeira, Monte Belo do Sul e Santa Tereza.

 

“Entendemos que o momento é de calamidade e a saúde das pessoas – empregadores, empregados e seus familiares – vem em primeiro lugar. Mas também precisamos considerar que muitos desses trabalhadores precisam manter-se em suas atividades para garantir o seu sustento e também de seus dependentes. Nossos esforços junto ao Sindicato patronal são no sentido de preservar os postos de trabalho, flexibilizando as possibilidades nesse momento de exceção para não tenhamos a ocorrência de demissões em massa”, adverte o presidente do STIMMME-BG, Deoclides dos Santos. 

 

Para o esclarecimento de outras dúvidas ou busca de orientações em casos específicos, serão levadas em conta as definições da convecção de 2019/2020 e normas legais trabalhistas vigentes.

Sindmóveis e Sitracom publicam acordo extraordinário para o setor moveleiro

Documento versa sobre dispensa de funcionários em grupo de risco, concessão de férias, banco de horas, entre outros 

O Sindmóveis Bento Gonçalves e o Sitracom, entidades patronal e trabalhista do polo moveleiro de Bento Gonçalves, publicaram na última sexta-feira um acordo com medidas de preservação da saúde dos trabalhadores e flexibilização da jornada. O documento está de acordo com a Medida Provisória 927, publicada no Diário Oficial da União no dia 22 de março, que autoriza os sindicatos patronais a publicarem Convenções Coletivas em caráter extraordinário no sentido de preservar o emprego e renda.

O documento autoriza o afastamento imediato das pessoas pertencentes a grupos de risco e a liberação de pais que não tenham com quem deixar seus filhos. Férias remuneradas, individuais ou coletivas, podem ser concedidas pelo empregador com duração mínima de 10 dias. Além disso, fica definido um banco de horas com regime de compensação extraordinário pelo período de 60 dias e limite de 220 horas por mês, podendo ser compensado até o dia 31 de janeiro de 2021. Reduções de salário não poderão ser superiores a 20% e só têm validade se acordadas entre as empresas e o Sitracom. 

O presidente do Sindmóveis, Vinicius Benini, salienta que as empresas do polo moveleiro de Bento Gonçalves já vinham atuando com restrições ao longo da última semana, mesmo antes do decreto municipal de encerramento das atividades – com a liberação de seus administrativos para home Office, redução de turnos, redução do número de pessoas nos refeitórios e aumentando as medidas de higiene. Durante o fechamento da indústria, até 05 de abril com possibilidade de prorrogação, o Sindmóveis seguirá orientando as empresas do polo moveleiro remotamente. “Não é hora de pensar nos prejuízos, mas de pensar no bem comum da comunidade”, pondera.

Para acessar o acordo coletivo extraordinário, acesse o link http://www.sindmoveis.com.br/portal/pdf/comunicado-covid-19.pdf.

Álcool gel sem procedência é apreendido em Bento Gonçalves

Nesta segunda-feira, 23, foi realizada a apreensão de 270 frascos de álcool gel que seriam vendidos de forma ilegal no Município. A equipe de fiscais do Procon, Desenvolvimento Econômico, com apoio da Guarda Civil Municipal apreenderam a mercadoria sem procedência, que seria entregue a domicílio, na área Central da cidade.

Segundo denuncias realizadas ao Procon de Bento Gonçalves, o frasco de 300 ml seria vendido por R$ 30,00.

álcool gel 2

Pessoas em situação de rua serão encaminhadas para centro de acolhimento temporário

Desde este sábado, 21, os acolhimentos de pessoas em situação de rua, que antes eram direcionados para a Casa de Passagem, estão sendo encaminhados para o Ginásio Ivo Chies antigo ginásio da Madecenter, localizado no bairro Ouro Verde.

A iniciativa visa evitar a aglomeração de pessoas, como forma de prevenção ao novo Coronavírus. Até o momento, 20 pessoas estão no local, sendo dentro destas, seis que já frequentavam o serviço e os demais que procuraram espontaneamente o espaço.

Os acolhidos estão recebendo três refeições diárias (café da manhã, almoço e janta), além de lanches compostos por frutas. A Secretaria de Esportes e Desenvolvimento Social (SEDES) tem recebido doações de alimentos de restaurantes e fruteiras, que estão sendo servidos aos usuários.

“Esse é mais um momento aonde podemos ver o quanto o povo bento-gonçalvense é solidário. Agradecemos a todos que tem contribuído com a causa. Quem puder contribuir também com produtos de higiene e agasalhos, será muito bem-vindo. Para isso, basta entregar os donativos na sede da Secretaria”, ressalta o secretário da pasta, Eduardo Virissimo.

No espaço, foram montados espaços adequados para higiene, repouso e lazer. Os acolhidos estão sendo monitorados 24h, não podendo ausentar-se do centro de acolhimento temporário.

São dois monitores por turno, ocorrendo o revezamento a cada oito horas. O acompanhamento dos usuários é intersetorial, composto por equipes da assistência social, saúde básica e mental e de segurança, todos equipados com proteções individuais ao Coronavírus.

Nenhum dos usuários apresentou sintomas da doença até o momento. Caso isso ocorra, serão adotadas medidas individuais conforme orientações da Secretaria Municipal de Saúde.

O Ginásio Ivo Chies, antigo ginásio da Madecenter, está localizado na Rua Alziro Franzoloso, nº 295. Mais informações podem ser obtidas no telefone da Secretaria: (54) 3055 – 7337 ou pelo (54) 99167-9456.

colchões

passagem_2

Poluição atmosférica cai mundo afora com a pandemia de Covid-19

Redução das emissões de gases de efeito estufa foi observada nos Estados Unidos, China e Itália como consequência da menor atividade econômica

Com o planeta focado em combater a pandemia de Covid-19, a poluição e as emissões de gases de efeito estufa caíram consideravelmente como consequência da diminuição da atividade econômica, cancelamento de voos e menor circulação de carros. Mas, assim como em outras situações de crise, os níveis provavelmente voltarão a atingir picos após o fim da pandemia.

Em Nova York, as emissões de monóxido de carbono oriundas de automóveis diminuiu 50% em comparação ao ano passado, segundos dados de pesquisadores da Universidade de Columbia revelados à BBC. Faz sentido, já que o tráfego da cidade caiu em 35% com a chegada do coronavírus. Além do monóxido de carbono, pesquisadores descobriram que o dióxido de carbono diminuiu em até 10% e o metano também apresentou quedas – ambos são gases de efeito estufa que intensificam o aquecimento global.

Na China, epicentro da pandemia, as emissões de CO2 diminuíram 25% em um período de apenas duas semanas, o que pode resultar em uma redução de 1% do valor de 2020, segundo estimativas. E os níveis de NO2, um outro gás de efeito estufa, também caíram.

Novos dados mostram que a Itália – o país que mais sofre com a doença atualmente, ultrapassando a China em número de mortes – também viu seus níveis de poluição caírem drasticamente, como consequência do isolamento social obrigatório e o fechamento de estabelecimentos e fábricas. O satélite Copernicus Sentinel-5P, da Agência Espacial Europeia (ESA), capturou essa queda nas emissões de dióxido de nitrogênio.

Não é incomum que emissões de gases poluentes diminua em períodos de incerteza, devido a redução da atividade econômica. Mas elas sempre voltam a subir, às vezes mais rapidamente do que o normal. Após a crise financeira de 2008, por exemplo, as emissões de carbono subiram 5% repentinamente, como resultado dos estímulos financeiros dados ao setor de combustíveis.

Por Bruno Carbinatto/Super Interessante 

Sebrae libera palestras do Startup Summit 2019 para passar a quarentena

Visando amenizar o avanço do Covid-19 e incentivar as pessoas a ficarem em casa, conteúdo com palestras de Uri Levine, cofundador da Waze, e Ragnar Sass, cofundador da Pipedrive, passam a ficar disponíveis gratuitamente 

Com o avanço do Covid-19, a recomendação é que as pessoas permaneçam em casa — uma medida necessária para desacelerar a proliferação do vírus no Brasil e não sobrecarregar os hospitais. Pensando neste momento de isolamento, o Sebrae liberou todas as palestras do Startup Summit 2019 gratuitamente para o público em geral. O acesso pode ser feito pelo site http://sebrae.sc/palestrasummit2019.

Com mais de 70 horas de conteúdos, divididos em sete trilhas de conhecimento — Tecnologia & Produto, Marketing & Vendas, Cultura & Talentos, Investimento & Internalização, Operação, Ecossistema e Plenária; o objetivo da ação é a divulgação de conhecimento neste período crítico, incentivando que a população fique em casa.

O Startup Summit 2019 ocorreu entre 15 e 16 de agosto, em Florianópolis (SC), e reuniu durante os dois dias mais de 4.000 pessoas, contando com feira de negócios para startups, palco com grandes nomes do empreendedorismo nacional e sete trilhas paralelas de conteúdo. O evento contou com a presença de Uri Levine, cofundador da Waze, e Ragnar Sass, cofundador da Pipedrive, que compartilharam sua trajetória com o público. Outro destaque foi a palestra “Como fazer tudo errado e dar certo?”, do Max Oliveira, cofundador e CEO da Max Milhas.

A programação também trouxe representantes das empresas apontadas pelas consultorias Distrito e KPMG como os prováveis próximos unicórnios do Brasil — empresas de tecnologia avaliadas em mais de US$ 1 bilhão no mercado — como Roberto Mameli, CTO da Creditas; João Del Valle, cofundador e COO da EBANX; Eric Santos, cofundador e CEO da Resultados Digitais; Bernardo Carneiro, sócio diretor da Stone; e Leandro Caldeira , CEO da Gympass.

A organização do Startup Summit acredita que a situação atual do Covid-19 estará controlada nos próximos meses, não impactando a realização do Startup Summit 2020, que pretende reunir o ecossistema nacional de tecnologia e inovação em Florianópolis, entre os dias 20 e 21 de agosto.

Farmácias privadas poderão aplicar doses de vacina da gripe pelo SUS

As farmácias privadas que tiverem interesse e estrutura profissional suficiente poderão aplicar doses da vacina que protege contra a Influenza durante o período da Campanha Nacional de Vacinação da Gripe deste ano. O período se inicia nesta segunda-feira (23/3) e segue até 22 de maio.

A Portaria da Secretaria da Saúde (SES) número 213/2020, que regula a parceria o governo do Rio Grande do Sul e as farmácias privadas, foi publicada na sexta-feira (20/3). A resolução tem caráter excepcional, em decorrência da pandemia da Covid-19 e da situação de calamidade pública vigente no Estado, e busca evitar aglomerações nos postos de saúde.

Os insumos distribuídos pelo poder público deverão ser ofertados gratuitamente e somente ao público-alvo da campanha.

Profissionais da saúde e
idosos são a primeira etapa

Nesta segunda-feira (23/3), a Campanha Nacional de Vacinação abre para idosos e profissionais da saúde. O segundo grupo, a partir de 16 de abril, é formado por professores e profissionais das forças de segurança e salvamento, além de doentes crônicos.

Na terceira fase, que começa no dia 9 de maio, mesma data do Dia D de mobilização, estão crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes, puérperas, povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

Esta é a 22ª edição da campanha de vacinação, que neste ano foi antecipada devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-9), apesar da vacina não prevenir contra o novo vírus. Com isso, pretende-se proteger a população contra a influenza, além de minimizar o impacto sobre os serviços de saúde.

Os sintomas da gripe são semelhantes aos do coronavírus e essa antecipação visa reduzir a circulação de influenza na população.