Posts

Hotel Villa Michelon: Há 20 anos celebrando a vida

Por: Raquel dos Santos Piegas

Jornalista | comunicacao@villamichelon.com.br

 

No coração do Vale dos Vinhedos, no dia 15 de março de 2001, ouviu-se o abrir de uma porta para o mundo encantado do enoturismo. Chegava ao Complexo Turístico Vale dos Vinhedos – Hotel Villa Michelon, a primeira hóspede de uma história que se tornaria pioneira no roteiro até então voltado somente para a vitivinicultura.

Era inaugurada uma construção majestosa e interligada, de baixa altura, idealizada e executada pela arquiteta Vanja Hertcert, obedecendo às exigências e ideias da inquieta mente de Moysés Luiz Michelon. E foi exatamente essa atividade cerebral inovadora do empresário que enxergou no Vale dos Vinhedos um potencial turístico grandioso.

O primeiro hotel do Vale dos Vinhedos abria não somente as suas portas, mas uma gama de oportunidades que fizeram do distrito um dos principais roteiros enoturísticos do Brasil. Na época de sua inauguração, a região contava até então com apenas seis vinícolas familiares, o que fazia com que o turista necessitasse retornar ao centro urbano da cidade para descansar e se alimentar, uma vez que não havia pousadas, hotéis e restaurantes no Vale.

Era, sem dúvidas, uma inovação, que não abriu mão da valorização do legado da família Michelon. O que poucos sabem é que o Hotel Villa Michelon é herdeiro de uma trajetória na hotelaria que iniciou com Antonio e Josephina Michelon, pais de Moysés Michelon. 

Externamente, o hotel pioneiro no Vale dos Vinhedos é uma releitura do Hotel Bela Vista, estabelecimento que, dentre 1945 e 1960, recebia os turistas que vinham a Bento Gonçalves para tratamentos de saúde. A preocupação em valorizar essa herança cultural se estendeu a diversos aspectos da atual edificação, uma arquitetura inspirada nas casas dos primeiros imigrantes italianos que colonizaram a região.

 

Um hotel com ares de casa

Não basta ser pioneiro e abrir as portas para o turismo. Para se manter sendo o hotel preferido do roteiro por famílias e turistas de todo o país, é necessária uma valorização do atendimento humanizado. Nos seus vinte anos de história, o Hotel Villa Michelon foi cenário da trajetória de diversas famílias, com rotatividade de turistas e também colaboradores – como em todo empreendimento.

No entanto, dentro de sua equipe, conta com trabalhadores que participaram dos primeiros momentos do Villa Michelon e que ainda estão na ativa. Uma delas é a atual chefe de recepção Jociane Brandelli, funcionária do Hotel desde 2001. “Tantos obstáculos superados e tantos objetivos alcançados nessa trajetória que até hoje me faz evoluir como pessoa e como profissional! Tenho muito orgulho em fazer parte dessa empresa e, como em toda história, tivemos diversos ajustes, imprevistos e etapas que constantemente nos fazem dar sentido ao nosso trabalho”, reflete Jociane, que também é moradora do Vale dos Vinhedos.

O pensamento de Jociane é compartilhado por Marcel Vaz, atual executivo de Contas do Hotel Villa Michelon e colaborador há 15 anos do Complexo Turístico. “Comecei minha trajetória aqui como mensageiro. Recebi várias oportunidades para trabalhar na recepção do hotel, mas as gorjetas que eu recebia ajudavam muito e não deixei o cargo (risos). No entanto, assumi o desafio até 2011, quando fui convocado pelo Sr. Moysés a assumir a área de Eventos. Era uma responsabilidade muito grande, que encarei com um pouco de medo, mas muita gratidão”, relembra.

É claro que todo o empenho em manter um atendimento cuidadoso com os hóspedes e também um ambiente de trabalho saudável aos colaboradores se refletem em satisfação. Durante os vinte anos de Villa Michelon, histórias foram construídas e alimentadas. Hóspedes se tornaram amigos e até mesmo família. É o caso de Luciana Tremea, hóspede há 19 anos do Hotel Villa Michelon junto à sua família. “Se eu fosse resumir em uma palavra o que sentimos quando estamos hospedados certamente seria aconchego. É inexplicável o bem-estar que se sente neste lugar: acomodações impecáveis, serviço de ótima qualidade e uma paisagem de tirar o fôlego. Para a minha família, conhecer o Hotel Michelon ainda tem um significado muito especial, pois nos tornamos muito mais que clientes. A Elaine e o Matiello ganharam o coração do meu filho e foram convidados para serem padrinhos de Crisma dele. De clientes a amigos, nos tornamos compadres… Cúmplices de muitas conquistas, de muitas vitórias e muitas vivências”, conta Luciana.

 

Herança de um visionário

Villa Michelon - Raquel Piegas

Nos corredores do Hotel, a herança do legado de Moysés Luiz Michelon se faz presente em cada metro quadrado da edificação. 

“Meu pai sempre buscou valorizar o hóspede, participar ativamente das estadas, conversando no café da manhã, cuidando de cada detalhe. Era uma experiência maravilhosa para quem aqui se hospedava trocar experiências com o grande Moysés Luiz Michelon. Um homem tão acessível, atencioso e inovador, com uma inteligência estratégica sem igual. Meu pai fez o hotel nascer de uma ideia visionária que teve e assim se manteve até seus últimos dias de vida, quando enviava a nós bilhetes com o que deveríamos fazer ou não enquanto ele se recuperava no hospital”, conta a diretora geral e filha do fundador, Elaine Michelon.

Elaine assumiu a direção após o falecimento de seu pai, ocorrido em outubro de 2017. O processo de transição se fez necessário para dar continuidade ao legado. “De uma maneira natural, meu pai me preparou para dar continuidade ao que ele construiu. Falando em especial de nossa trajetória no Villa Michelon, as reuniões diárias com ele me fizeram conhecer a fundo os projetos e a forma de trabalhar com hotelaria que meu pai desenvolveu de maneira única. Ele carregava consigo o entusiasmo pelo desenvolvimento do Vale dos Vinhedos, e não é exagero dividir a história do roteiro enoturístico entre antes e depois do Villa Michelon”, avalia a diretora geral.

 

Representatividade no Turismo

Valorizando a herança cultural do Vale dos Vinhedos, o Villa Michelon consolidou o seu nome como um hotel referência em Bento Gonçalves e região não somente pelo empenho em bem receber os turistas. O Complexo Turístico tem grande papel na economia e projeção da cidade, como explica o Secretário de Turismo de Bento Gonçalves, Rodrigo Ferri Parisotto. “Falar do Villa Michelon, é falar da história de Bento. A memória viva onde o seu Moysés Michelon permanece presente. Ele sempre teve na sua veia o turismo e sempre trabalhou muito por todo o setor”, avalia Parisotto, que está no comando da pasta desde setembro de 2017. “Lógico que grandes pessoas deixam legados e esse legado se personifica na pessoa da Elaine Michelon, líder nata, empreendedora, pessoa de referência para todos, que seguiu não apenas os caminhos do pai, mas caminhou ao seu lado e hoje conduz este maravilhoso hotel. Sem dúvida, é um privilégio ser bento-gonçalvense influenciado por essas pessoas que, além de exemplares, contribuíram diretamente com todos”, complementa.

Em períodos pré-pandêmicos, o Villa Michelon chegou a receber turistas de oito países para eventos como La Bella Vendemmia, uma festa que celebra a colheita da uva. Nesta nova era do que se chama “novo normal”, adequou-se a protocolos necessários para receber hóspedes com segurança e cuidados necessários. Com isso, garantiu o seu papel no turismo da região, sendo o primeiro hotel a conquistar o Selo Ambiente Limpo e Seguro.

Novas eras se desenham para o Complexo Turístico mais charmoso do Vale dos Vinhedos, que soube se adaptar e caminhar com as realidades vigentes nessas duas décadas de história. Entre todos os depoimentos coletados para esta reportagem especial, uma frase é unânime, que traduz o desejo de continuar um legado: “Vida longa ao Villa Michelon!”.

 

Fotos: 

1- Rita Michelin

2- Raquel Piegas

De janeiro a março de 2021, Hotel Villa Michelon promove La Bella Vendemmia

Evento inicia no dia 15 de janeiro e contempla uma experiência no mundo da uva

 

Já virou tradição: quando os parreirais estão carregados de uma bela safra, é momento dos hóspedes do Hotel Villa Michelon vivenciarem uma das mais recompensadoras experiências quando falamos em enoturismo: conhecer a fundo a cultura dos primeiros imigrantes italianos da região e desfrutar de horas de imersão no mundo do vinho. La Bella Vendemmia, evento idealizado pelo fundador Moyses Luiz Michelon (in memoriam) chega à sua quarta edição em 2021, trazendo atrativos para toda a família.

 

Todas as sextas-feiras, a partir do 15 de janeiro, os hóspedes são convidados a embarcar em um evento de interação com as tradições italianas e o cultivo da uva. A programação inicia com recepção na Casa do Filó através de um bate papo com a diretora geral do hotel Villa Michelon, Elaine Michelon. “É um momento que faço questão que ocorra, porque é a minha maneira de desejar boas vindas e agradecer a cada hóspede que escolhe o Villa Michelon para viver as experiências que oferecemos. É o meu abraço a todos em nome do Vale dos Vinhedos”, pontua Elaine.

 

Após essa troca de experiências, é hora da visita guiada ao Parreiral Modelo. Um momento de conhecimento, embalado por cantorias e apresentando curiosidades do cultivo da uva pela fala do gerente Luciano Benvenutti. A tradição continua com a colheita simbólica, fazendo a alegria dos hóspedes, desde crianças até idosos. Um momento que leva de volta ao século XIX enquanto os primeiros imigrantes italianos do Vale dos Vinhedos realizavam a colheita embalados por cantorias que faziam o tempo passar menos devagar.

 

E é claro que o ápice está na pisa da uva. Um ritual que ganhou outro significado em tempos contemporâneos e que hoje, ao menos no Villa Michelon, é como se fosse um momento de limpeza, para começar de vez o ano com boas energias e revitalização! “É uma alegria sem tamanho! Em certo ano tivemos uma senhora que pisava na uva quando criança – por “obrigação”. Então, ela foi trazida pelo genro e a filha para reviver a experiência. Foi emocionante”, relembra Elaine.

 

A festa chega em sua reta final com a Colación e Filó, com um cardápio italiano e vinho e suco de uva encanados. Como brindes, os hóspedes levam para casa uma taça personalizada, avental e boné.

 

La Bella Vendemmia ocorre todas as sextas, de 15 e janeiro a 5 de março de 2021, em evento exclusivo para hóspedes do hotel. Para participar, é necessário reservar o pacote, que inclui hospedagem; café da manhã; jantar (sexta-feira Pisa e Filó, e sábado buffet no restaurante do hotel); uvas na recepção durante o período e programação para as crianças.

 

La Bella Vendemmia 2021

  • Café da manhã
  • Meia pensão – Jantares (sendo sexta-feira Pisa e Filó, e sábado buffet no restaurante do hotel)
  • Sexta-feira, a partir das 17h – Recepção na Casa do Filó, visita guiada e colheita simbólica de uvas no parreiral modelo, “pisa” das uvas (esmagamento das uvas com os pés). Após “Colacion e Filó” na casa do Filó. Brindes: taça personalizada, avental e boné
  • Uvas na recepção durante o período
  • Programação de lazer para crianças em todo o período

 

RESERVAS

E-mail: reservas@villamichelon.com.br

WhatsApp (somente mensagens de texto):

(54) 98112.5443

Telefone: (54) 2102.1800

www.villamichelon.com.br

 

Fotos: Rita Michelin

uvas

 

TRAJETÓRIA DO VILLA MICHELON: De primeiro hotel do Vale dos Vinhedos a case de sucesso de turismo seguro na pandemia

Quando edificado, em março de 2001, o Complexo Turístico Vale dos Vinhedos, o Villa Michelon, se tornou o primeiro hotel do Vale dos Vinhedos, promovendo o distrito como um roteiro enoturístico e dando o primeiro passo para transformar o Vale em um dos principais destinos para os amantes do vinho.

 

Nessas quase duas décadas de história, são três os momentos mais simbólicos e desafiadores do Villa Michelon: sua abertura; a transição da diretoria com o falecimento de seu fundador Moysés Luiz Michelon, em 2017, e a pausa nas atividades diante do quadro pandêmico em março de 2020. Foram 40 dias de portas fechadas, com colaboradores em férias coletivas e a linha de frente na ativa para manter a estrutura do hotel funcionando, à espera de um decreto que permitisse a abertura segura de portas.

 

“Foi um dos momentos mais tristes que vivi. Ver o hotel vazio, sem o barulho dos hóspedes, da equipe, as risadas, as conversas. Tudo nos foi tirado de uma hora para outra e, para manter todos com segurança e emprego garantido, optamos por férias coletivas. Era mais válido fecharmos as portas por um período e poupar fôlego para uma reabertura segura”, declara a diretora geral Elaine Michelon. Começaram então os trabalhos para se adequar aos 27 itens de segurança e limpeza que permitiriam que o Hotel Villa Michelon abrisse as portas novamente com uma conquista: o selo de Ambiente Limpo e Seguro, concedido pela Secretaria de Turismo de Bento Gonçalves.

 

Mais uma vez, o Complexo Turístico se tornou pioneiro no Vale dos Vinhedos. Foi o primeiro hotel a receber o selo e enfrentou, de maneira firme, os dias de portas fechadas com nenhuma demissão de colaboradores em virtude da pandemia. “Houve desligamentos que já estavam programados, mas preservamos os direitos de todos nesse período tão adverso”, pontua Elaine.

 

UM LONGO CAMINHO

Como principais medidas, além do acompanhamento diário das condições de saúde dos colaboradores, o Villa Michelon reduziu inicialmente em 50% sua capacidade de lotação em apartamentos e restaurante modificando, inclusive, o sistema de serviço de café da manhã e refeições. Hoje, com bandeira laranja e a condição de hotel de beira de estrada, o Complexo Turístico consegue operar com 100% de sua capacidade, em seus 23 hectares de área.

 

A distribuição de máscaras laváveis e recipientes de álcool em gel no momento do check-in também foi adotada. “Destinamos, também, um apartamento que denominamos de ‘apartamento de isolamento’, onde, caso algum hóspede não se sinta bem, possa esperar atendimento com conforto, possibilidade de descanso e até mesmo um banho, caso julgue necessário”, conta Elaine Michelon.

 

Após a conquista do selo e com a amenização do quadro, o Villa Michelon continua mantendo as suas medidas de acordo com os decretos municipais e estaduais. “Hoje, o Villa Michelon está plenamente enquadrado no que os turistas buscam: natureza, espaço, segurança, serviço e flexibilidade”, declara o gerente operacional Leandro Giordani. A prova disso é a ocupação acima da média nos últimos meses e a procura que já ocorre para o período de final de ano e a famosa vindima, que ocorre de janeiro a março. “Nosso segredo foi sempre pensar que o melhor estava por vir. Em nenhum momento citamos o vírus, suas consequências. Nós simplesmente entendemos que precisamos nos adaptar a novas realidades e fizemos isso como qualquer outro desafio: com a mesma garra e otimismo que nos mantém há quase duas décadas”, finaliza Elaine Michelon.

 

Foto: Divulgação/ Rita Michelin/Raquel Piegas 

villa 2

La Bella Vendemmia

Hotel Villa Michelon abre suas portas para o público na edição 2019 do La Bella Vendemmia. Evento inicia no dia 11 de janeiro e segue até 8 de março, sempre às sextas-feiras. 

CAPA MOSAICO - Villa Michelon (1)

La Bella Vendemia: Contato com a cultura do vinho e, sobretudo, a valorização da herança deixada pelos primeiros imigrantes italianos será celebrado pelo Hotel Villa Michelon

Uma experiência de contato com a cultura do vinho e, sobretudo, valorização da herança deixada pelos primeiros imigrantes italianos. Assim é a La Bella Vendemmia, evento promovido pelo Hotel Villa Michelon há três anos, que valoriza a cultura do vinho. São nove finais de semana com uma programação intensa onde os presentes imergem na história da vitivinicultura no Rio Grande do Sul e no Brasil, além da esperada experiência de contato com a uva através da colheita e da pisa. Este ano, as edições serão abertas ao público mediante reserva de ingressos antecipadamente.

Segundo a diretora geral do Villa Michelon, Elaine Michelon, a medida visa proporcionar a experiência a um público mais amplo. “Na vindima de 2018 presenciamos diversos momentos comoventes, de pessoas que estavam aqui revivendo até mesmo suas histórias de vida. Tivemos crianças acostumadas a centros urbanos desfrutando da natureza e até mesmo reencontros de famílias. Queremos que este ano o Villa Michelon seja um palco ainda mais amplo para essas sensações e, por isso, abrimos algumas vagas limitadas para o público em geral. A minha dica é que as reservas sejam feitas com antecedência. Não queremos ninguém fora dessa!”, aconselha. A estrutura da festa será a mesma, com algumas alterações no cardápio e no horário. Em virtude das altas temperaturas da estação, La Bella Vendemmia inicia às 18h às sextas-feiras, nos dias 11 e 18 de janeiro, 01, 08 e 15 de fevereiro. Nos dias 22 de fevereiro, 01 e 08 de março, o horário se mantém às 17h, a exemplo dos anos anteriores.

Villa Michelon (2)

Os ingressos vão de R$ 60 para crianças menores de seis anos; R$ 140 para crianças de seis a 12 anos e R$ 210 para adultos. No valor, está incluso o filó italiano com comida, vinho da casa, água e suco à vontade, um avental, um boné e uma taça personalizados do evento.

Abertura oficial da Vindima

Anfitrião da festa mais tradicional do Vale dos Vinhedos há mais de uma década, o Villa Michelon mantém o hábito e recebe autoridades, imprensa, comunidade e hóspedes a partir das 17h do dia 25 de janeiro de 2019, para celebrar a Abertura Oficial da Vindima, um espetáculo de gastronomia, costumes e religiosidade. Nessa ocasião, a solenidade não será aberta ao público.

LA BELLA VENDEMMIA 2019

Às sextas-feiras, de 11 de janeiro até 8 de março
18h de 11 de janeiro até 15 de fevereiro
17h no dia 25 de janeiro (Abertura da Vindima) e de 22 de fevereiro até 8 de março

PROGRAMAÇÃO

  • Recepção na Casa do Filó;
  • Visita Guiada ao Parreiral Modelo;
  • Colheita simbólica e orientada;
  • Pisa de Uvas na tina;
  • Filó com Coral Italiano Vicentino e música tradicionalista com a dupla Natália e Emanuel.

Villa Michelon (3)

CARDÁPIO

  • Vinhos M. Luiz Michelon em Bag (Chardonnay, Merlot ou Cabernet Sauvignon);
  • Suco de uva;
  • Água mineral com e sem gás;
  • Tábuas de queijo colonial, salame e copas fatiados;
  • Pão Colonial e Pão Recheado;
  • Cucas diversas;
  • Conservas (pepino, azeitonas e ovos de codorna);
  • Risoto Italiano;
  • Macarrão à bolonhesa;
  • Polenta na chapa com e sem queijo;
  • Linguiça suína na chapa (servida no pão);
  • Sagu e creme de confeiteiro.

RESERVAS

WhatsApp: (54) 98112.5443 Fone: 0800.703.3800 E-mail: reservas@villamichelon.com.br Localização: RS 444 – Km 18,9 – Estrada do Vinho – Vale dos Vinhedos

Sinta os sabores do final de ano na Ceia de Natal do Villa Michelon

Complexo Turístico abre suas portas para as últimas festividades de 2018

É inevitável comentar o quanto o ano de 2018 passou rápido. E na vertiginosa velocidade das coisas, é possível encontrar um tempo de paz, confraternização e reencontro com os prazeres de se viver entre família e amigos. A Ceia de Natal do Villa Michelon são conhecidas pela sua fartura, alegria e ambiente familiar e contagiante em meio à natureza do roteiro enoturístico mais famoso do Brasil. Este ano, ela também é aberta ao público em geral, mediante reserva.

vale-dos-vinheos-hote-villa-michelon-divulgação

No dia 24 de dezembro, o espírito natalino toma conta da atmosfera. O Natal, por si só, já é uma celebração lúdica, onde famílias saboreiam o prazer de voltar a ser criança, comprovando que a espera pelo Papai Noel não tem idade. No Villa Michelon, além da ceia que conta com 28 variedades, entre saladas, entradas, pratos quentes e sobremesas, há animação da música ao vivo do Sexteto Tempero Brasil, queima de fogos e, lógico, a presença do Papai Noel. “Nosso cardápio é sempre pensado com antecedência, de maneira a satisfazer os diversos paladares. Existem famílias que passam o Natal conosco há uns pares de anos; há pessoas também que vêm pela primeira vez e é sempre um prazer receber a todos para essa experiência inigualável de estar fora de casa mas se sentindo no aconchego do lar”, pontua a diretora geral do Villa Michelon, Elaine Michelon.

A Ceia de Natal possui espaço limitado sob reserva antecipada. As informações podem ser adquiridas pelo telefone (54) 2102.1800 ou mensagens de texto via WhatsApp para (54) 98112.5443.

Cardápio

SALADAS: Waldorf, Tomate Recheado, Salada à Primavera, Salada Italiana com Copa Assada, Salada Tropical
FRIOS: Fios de Ovos, Peru Festivo, Chester à Moda da Chef, Tábua de Frutas, Tender ao Molho de Damasco ao Espumante, Lombo Recheado com Molho de Laranja e Ameixa, Farofa Festiva
QUENTES: Arroz à Grega, Risoto de Morangos com Espumante, Ravióli de Ricota e Nozes ao Molho de Queijos, Espaguete Caseiro ao Molho de Tomate Seco, Escalopes de Filé ao Molho de Cogumelos Frescos e Funghi, Salmão Grelhado ao Molho de Laranjas e Amêndoas Tostadas
SOBREMESAS: Figo em Calda, Ambrosia, Pera ao Vinho Tinto, Frutas Secas, Torta Guirlanda de Uvas, Torta de Limão e Kiwi Diet, Cheesecake Frutas Vermelhas, Mousse Trufado, Salada de Frutas ao Moscatel, Docinhos Diversos, Mesa de Cafezinho.

SERVIÇO

CEIA DE NATAL
Data: 24 de dezembro de 2018
Horário: 20h30min
Local: CENTRO DE EVENTOS SPAZZIO VENETO
VALOR: R$ 330 por pessoa, incluso água, refrigerante e espumante da casa.
Informações: (54) 2102.1800 ou mensagens de texto via WhatsApp para (54) 98112.5443.