Posts

Fimma e Movelsul juntas em 2022

Feiras serão realizadas de 14 a 17 de março de 2022, reunindo num mesmo espaço toda cadeia produtiva de madeira e móveis

As duas principais feiras do setor moveleiro no Brasil – Fimma e Movelsul – estão unindo forças e terão suas próximas edições no mesmo período e integrando toda cadeia de madeira e móveis, de 14 a 17 de março de 2022, no Parque de Eventos de Bento Gonçalves (RS). A decisão inédita na história das feiras responde ao momento de excepcionalidade e oferece uma nova data alinhada ao calendário mundial de eventos do setor. A definição foi anunciada nesta sexta-feira pelos presidentes de suas entidades promotoras, a Associação das Indústrias de Móveis do Estado do Rio Grande do Sul (Movergs) e o Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindmóveis).

Com a Movelsul já agendada para março de 2022, a data oferece também uma janela de oportunidades para o expositor da Fimma dentro do calendário mundial de eventos.  Juntas, as feiras vão reunir num mesmo espaço toda a cadeia produtiva, desde máquinas, tecnologia, design, serviços, insumos, acessórios e ferramentas – chegando ao fabricante de móveis e varejo nacional e internacional. Não se trata de uma fusão, mas de duas feiras importantes para o setor moveleiro mundial sendo realizadas na mesma data e local, numa decisão pontual que responde ao momento de excepcionalidade. A realização concomitante de Fimma e Movelsul resultará em mais de 400 expositores.

Tradicionalmente, as feiras são promovidas em anos intercalados. A Fimma nos anos ímpares, sendo voltada à exposição de máquinas, matérias-primas e acessórios. Teria ocorrido em abril desse ano, mas acabou adiada pelas incertezas no ambiente de negócios e situação ainda não contornada da pandemia. Já a Movelsul ocorre nos anos pares, com expositores de mobiliário e decoração e não pôde ser realizada em março de 2020 em virtude do rápido agravamento mundial da Covid-19.

O presidente da Movergs, Rogério Francio, comenta que, após o adiamento da Fimma, a diretoria e equipe técnica das entidades envolvidas se debruçaram sobre uma análise de ambiente que mostrou muitos benefícios nesse somatório de forças, até mesmo pela identidade que as duas feiras têm entre si. “O mundo todo caminha para questões de economia compartilhada e potencialização de investimentos. Além disso, a aceleração de tendências foi um movimento que pudemos acompanhar em todos os setores como decorrência da pandemia. Por isso, a proposta nos soa muito coerente e natural”, afirma.

Da mesma forma, o presidente da Fimma, Euclides Rizzi, entende que se trata de uma excepcionalidade frente ao ambiente de negócios e o momento de pandemia, mas também um novo modo de olhar para o setor, somando forças. “No momento, o maior interesse da Fimma e Movelsul é construir dois eventos que se apoiem mutuamente com oportunidades de negócio para toda a cadeia moveleira num mesmo lugar”, analisa.

O presidente do Sindmóveis e Movelsul, Vinicius Benini, comemora a oportunidade de realização paralela das duas feiras. Em sua avaliação, os expositores de ambas as feiras têm muito a ganhar com a proposta, assim como a estrutura do turismo de negócios em Bento Gonçalves. “Temos confiança em um ambiente de negócios favorável para 2022, o que vai resultar em ótimas perspectivas tanto para Fimma quanto Movelsul. Inclusive, estamos convivendo num contexto de mudanças tão rápidas que o sucesso dessa união pode nos levar até mesmo a novas perspectivas depois da realização conjunta em março de 2022”, avalia.

Sobre o setor moveleiro

O RS é o maior produtor de móveis do país. Conta com aproximadamente 2800 indústrias moveleiras gerando aproximadamente 35 mil empregos diretos.  O estado também é o segundo maior exportador de móveis do Brasil. As principais indústrias do estado têm reputação internacional na produção de mobiliário residencial.

O polo moveleiro de Bento Gonçalves, por sua vez, é o principal do país em se tratando de tecnologia, inovação e produção. Com aproximadamente 300 indústrias localizadas no município-sede e também em Monte Belo do Sul, Pinto Bandeira e Santa Tereza.

Como entidade que representa localmente o setor moveleiro, o Sindmóveis fomenta, desde 1977, um cenário de desenvolvimento para o polo e o setor moveleiro nacional seja por meio da representação sindical ou ações de apoio aos associados, articulação política, ações comerciais e programas inovadores.

Atualmente, o polo moveleiro de Bento Gonçalves responde por 27,2% do faturamento do estado. Essa representatividade é a razão pela qual a associação estadual do setor, a Movergs, foi fundada e tem sede na mesma cidade desde 1987.

Desde outubro do ano passado, as entidades anunciaram sua fusão administrativa – o que significa que têm suas operações conduzidas por equipe técnica única, apesar de distintas diretorias compostas por empresários e executivos do setor moveleiro que atuam voluntariamente.

Sobre a Fimma

A Feira Internacional de Fornecedores da Cadeia Produtiva de Madeira e Móveis (Fimma Conexões e Negócios) é uma das maiores feiras do segmento no mundo e tem como objetivo apoiar o desenvolvimento do setor através da apresentação de tecnologias, insumos e equipamentos de ponta que se transformarão em oportunidades de negócios. O evento vem sendo realizado desde 1993 com um total de 14 edições até hoje e, recentemente, decidiu se reinventar criando uma série de plataformas e iniciativas voltadas à inovação e soluções, que tornaram a Fimma uma presença permanente na realidade dos expositores. Em sua última edição, em 2019, recebeu 23.657 visitantes de 30 países.

Sobre a Movelsul Brasil

Movelsul Brasil é a principal feira de móveis da América Latina em área de exposição, número de expositores e visitantes profissionais. Com 21 edições realizadas desde 1977 pelo Sindmóveis Bento Gonçalves, ocorre a cada dois anos no maior polo moveleiro do país: um evento com grande potencial de negócios no mercado interno atraindo lojistas e as principais redes de varejo, compradores corporativos, investidores, arquitetos e forte atração de importadores dos principais mercados-alvo da indústria brasileira de móveis. Em sua última edição, em 2018, teve 30.284 visitantes profissionais de 33 países.

Saiba mais sobre as feiras

Fimma Brasil

https://fimma.com.br/

https://www.facebook.com/fimmabrasil

https://www.instagram.com/fimmabrasil/

 Movelsul Brasil

https://www.movelsul.com.br/

https://www.facebook.com/movelsul.brasil/

https://www.instagram.com/movelsulbrasil/

Movelsul Brasil promove rodadas de negócios virtuais entre 295 empresas

Ação que teria ocorrido em março, na feira que fora adiada para 2022, será realizada em plataforma específica e customizada para essas rodadas 

Empresas de 25 países estão se preparando para as rodadas de negócios virtuais que a Movelsul Brasil vai promover de 10 a 20 de novembro. Essa é uma ação voltada a importadores de móveis, importadores e distribuidores de insumos para o fabricante moveleiro, lojistas internacionais de e-commerces, lojas físicas de design e lojistas brasileiros de moveis e decoração e estava prevista para ocorrer presencialmente na 22ª edição da feira, que seria em março desse ano e acabou sendo protelada para 2022. Trata-se de mais um movimento articulado pelo Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindmóveis), entidade promotora da Movelsul Brasil, em busca de novos caminhos para seguir seu propósito de construir pontes, estreitar laços e gerar negócios na cadeia do setor moveleiro.

A ação foi aberta a empresas expositoras da Movelsul Brasil e associados dos Projetos Orchestra Brasil e Raiz, projetos de incentivo às exportadores conduzidos pelo Sindmóveis Bento Gonçalves com aporte da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). A iniciativa tem como objetivo não apenas a manutenção das redes de contatos e cadeias de valor, mas também a geração de novos leads e construção de novas parcerias comerciais.

Os encontros virtuais estão sendo agendados previamente com as empresas brasileiras conforme os compradores demonstram seu interesse pelas marcas participantes. Os encontros serão realizados por meio de plataforma específica e customizada para essas rodadas, onde cada empresa nacional participante está apresentando seu perfil e disponibilidade de agenda para que os compradores possam fazer sua busca, selecionar as marcas de interesse e solicitar reuniões individuais.

 

Oportunidades de negócios

 

Ao todo, as rodadas terão a participação de 84 compradores estrangeiros e 110 lojistas nacionais negociando com 60 empresas de móveis, 21 fabricantes de insumos e 20 estúdios de design brasileiros. O presidente do Sindmóveis, Vinicius Benini, destaca que uma ação nesse sentido vem demandando um empenho ímpar por parte da área internacional do Sindmóveis. Além de estruturar as agendas de reuniões, a equipe técnica da entidade vem dando todo suporte com tutoriais para a montagem do perfil de cada empresa na plataforma e orientações para a participação. “A oportunidade de participação nesse modelo virtual e com agendamento acabou se avolumando e atendendo um grande número de empresas interessadas em ingressar ou fortalecer sua presença no mercado externo”, pontua.

Desde o início da pandemia, o Sindmóveis vem buscando apresentar oportunidades de negócios aos seus associados, minimizando o impacto do cenário da pandemia. São palestras e fóruns online com o objetivo de apresentar à indústria moveleira canais de vendas alternativos e formas de acesso a eles. Em sua maioria, essas oportunidades são focadas no mercado global. Ao mesmo tempo, os consultores de inteligência e estratégia do Sindmóveis estão à disposição para o agendamento de assessorias individuais com associados. E, além dos fóruns e webinares promovidos, também estão sendo realizados cursos rápidos sobre plataformas de informações de mercado gratuitas como ComexStat e Trademap.

Sindmóveis anuncia data para a Movelsul Brasil 2020

Feira de móveis é considerada a maior da América Latina para o lojista e importador

 A maior feira de móveis da América Latina para o lojista e importador – Movelsul Brasil – está mensurando os resultados de sua última edição, realizada em março, e preparando-se para o período de renovação com os expositores. Enquanto isso, a diretoria do Sindmóveis Bento Gonçalves anuncia a data confirmada para a feira em 2020: será de 16 a 19 de março, seguindo o modelo adotado este ano com quatro dias de evento, em detrimento dos cinco realizados até então.

A mais recente edição da Movelsul Brasil, realizada há dois meses, teve 246 expositores e reforçou seu caráter internacional com a presença de lojistas e distribuidores de 32 países além do Brasil, num público total de 30.284 visitantes profissionais.

As rodadas de negócios do Projeto Comprador para indústrias e designers brasileiros colocaram frente a frente as empresas exportadoras com compradores em potencial para o móvel brasileiro. Foram números recordes para o projeto, realizado na feira desde o ano 2000. Ao todo, 70 importadores convidados negociaram com 145 empresas.

Movelsul Brasil 2018

Com patrocínio de Sayerlack e Banrisul, a Movelsul Brasil é realizada desde 1977 pelo Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindmóveis). A feira promove o desenvolvimento do setor moveleiro nacional, estreitando as relações comerciais entre a indústria e seus clientes e incentivando as exportações através de ações direcionadas ao mercado internacional, consumidor do móvel brasileiro.

Para informações sobre a feira, seus projetos paralelos e expositores, acesse www.movelsul.com.br,www.facebook.com/movelsul.brasil e www.instagram.com/movelsulbrasil.

Movelsul Brasil 2018 encerra com 30.284 mil visitantes

Organização comemora a visitação e negócios gerados, mesmo com redução de um dia na feira

 A Movelsul Brasil reafirmou esta semana sua relevância para o setor moveleiro nacional com o sucesso de sua 21ª edição, realizada de 12 a 15 de março, no Parque de Eventos de Bento Gonçalves. Mesmo com redução de um dia frente às edições anteriores, a maior feira de móveis da América Latina para o lojista e o importador encerrou com 30.284 visitantes profissionais de 33 países.

Para os 246 expositores participantes, fica a expectativa de um bom desempenho no ano a partir dos negócios fomentados na feira, que devem ultrapassar os R$ 300 milhões projetados inicialmente pelo Sindmóveis Bento Gonçalves, entidade promotora da Movelsul Brasil. Para a organização, fica a satisfação do dever cumprido em mais uma edição do evento, que nesse ano trabalhou a temática do turismo aliado aos negócios para atrair o visitante ao coração da Serra Gaúcha.

Em todos os seus pronunciamentos antes e durante a feira, o presidente da Movelsul Brasil, Edson Pelicioli, salientou a relevância do trabalho realizado pelo Sindmóveis na promoção do setor moveleiro nacional. A Movelsul Brasil surgiu há 40 anos para engrandecer o setor moveleiro local. Mas, na sua trajetória, acabou fortalecendo a indústria moveleira nacional e levando o nome de Bento Gonçalves para o Brasil e para o mundo. “O Sindmóveis conhece as necessidades do setor e sabia que a necessidade desse momento era um impulso forte de retomada. Foram meses buscando alternativas, buscando reinventar, buscando atrair o expositor e o lojista. O resultado mostra que conseguimos”, salienta o presidente.

 movel1

Internacionalização da feira

O caráter internacional da feira comprovou-se pela circulação de lojistas e distribuidores de 32 países além do Brasil: África do Sul, Alemanha, Argentina, Bolívia, Camarões, Chile, China, Colômbia, Costa Rica, Curaçao, Equador, Escócia, Espanha, Estados Unidos, França, Gana, Guatemala, Irlanda, Itália, México, Moçambique, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Portugal, Porto Rico, Quênia, República Dominicana, Trinidad e Tobago, Reino Unido, Uruguai.

As rodadas de negócios do Projeto Comprador para indústrias e designers brasileiros colocaram frente a frente nossas empresas exportadoras com compradores em potencial para o móvel brasileiro. Foram números recordes para o projeto, realizado na feira desde o ano 2000. Ao todo, 70 importadores convidados negociaram com 145 empresas e a expectativa é uma geração de US$ 60 milhões em exportações a partir dessas reuniões.

Isso mostra a visão de longo prazo do Sindmóveis Bento Gonçalves e da Movelsul Brasil para exportações, considerando que o contato com as exigências e peculiaridades do mercado internacional torna as empresas ainda mais competitivas no mercado doméstico, promovendo o desenvolvimento do setor moveleiro como um todo. “Temos um cenário de retomada da competitividade da indústria brasileira no mercado internacional com oportunidades para todos os segmentos, desde o móvel RTA até o design inovador, com muitos casos de um mesmo comprador buscando linhas variadas para seu portfólio”, aponta a consultora do Sindmóveis para o mercado internacional, Ana Cristina Schneider.

Inovação e conhecimento em outras ações paralelas

A Movelsul Brasil 2018 teve quatro projetos paralelos que trouxeram design, conhecimento e inovação para a feira, fomentando ainda mais os negócios. Além do Projeto Comprador com suas rodadas de negócios voltadas às exportações, a feira provocou o expositor a criar novidades para o lojista nacional, desafiando as indústrias a desenvolverem lançamentos com design assinado no Projeto Varejo. Foram 19 expositores participantes, que criaram 50 novos produtos para as principais redes de varejo e e-commerce do país.

Prêmio Salão Design

Já o Prêmio Salão Design, em suas comemorações de 30 anos, revelou durante a Movelsul Brasil a classificação dos vencedores nas modalidades Estudante, Profissional e Indústria. Foram concedidos, ainda, três superprêmios para os melhores produtos da edição: primeiro superprêmio para a Luminária Costureira, de André Ferri (Belo Horizonte); segundo superprêmio para Biblioteca Latorna, do estúdio Enbruto (Cordoba); e terceiro superprêmio para linha Zina, do studio Zanini (Rio de Janeiro). Com patrocínio de Berneck e Interprint, o prêmio terá uma segunda mostra de produtos esse ano. Vai ser em agosto, na feira High Design Home & Office Expo, em São Paulo, durante o DW! São Paulo Design Weekend.

IMG_7268

Por fim, as palestras do primeiro Fórum Movelsul Brasil reuniram lojistas, expositores e representantes para refletir sobre o tema dos novos modelos de varejo e como o consumo all line vai impactar o setor moveleiro. Essa abordagem que a feira trouxe está alinhada às discussões mundiais sobre a relação com o consumidor. Na última edição da NRF Annual Convention, apelidada de Big Show do Varejo, realizada em Nova Iorque, o varejo all line foi tema principal. Além de quebrar todas as barreiras existentes entre as plataformas de compra física e eletrônica, o conceito all line prioriza o engajamento, a audiência e a jornada do consumidor até o produto.

Com patrocínio de Sayerlack e Banrisul, a Movelsul Brasil é realizada desde 1977 pelo Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindmóveis). A próxima edição da feira será em 2020.

De Mostra do Mobiliário a Movelsul, feira alavancou o crescimento do setor moveleiro em Bento Gonçalves

MOVELSUL BRASIL 2018

Feira alavanca o setor moveleiro nacional

Por Kátia Bortolini e Natália Zucchi

Na metade da década de 50, Bento Gonçalves começou a fabricar móveis tubulares cromados em série, mudando o perfil econômico e social do município. A precursora do produto foi a Barzenski Móveis, fundada em 1955, seguida pela Pozza Indústria de Móveis, fundada em 1963. Em poucos anos o setor moveleiro se tornou a principal atividade econômica da cidade, superando o setor vinícola. Em 1973, foi criada a Associação Profissional das Indústrias da Construção e do Mobiliário de Bento Gonçalves. Em 1977, a Associação passou a ser o Sindicato das Indústrias da Construção e do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindmóveis), que assumiu a promoção da feira.

D3X_G101517

A primeira edição, denominada Mostra do Mobiliário, ocorreu em 1977, com 24 empresas expositoras, como evento paralelo à 3ª edição da Festa Nacional do Vinho (Fenavinho). A denominação mudou para Movelsul na 6ª edição da feira, ocorrida em 1988, sob a presidência do empresário Dorvalino Pozza (in memoriam), com mais de 100 expositores. A mudança, divulgada por uma campanha publicitária com várias peças, incluindo um jingle até hoje lembrado por muitos, rendeu visibilidade nacional e muitos visitantes, uma vez que a exposição era aberta ao público em geral.

D3X_G101126

Outra inovação ocorrida na edição de 1988 foi a primeira edição do Prêmio Salão Design, que comemora agora 30 anos nesta edição da feira, fomentando o design como diferencial competitivo para a indústria moveleira. A internacionalização da feira consolida-se em 2000, quando acontece a primeira edição do Projeto Comprador. Atualmente, o polo moveleiro de Bento Gonçalves é formado por 300 indústrias que respondem por 41% da economia do município. Além disso, é o maior do Brasil em número de peças produzidas (IEMI). Em 2016, as indústrias moveleiras locais faturaram R$ 1,81 bilhão. Dentro da indústria de transformação, esse segmento é o que mais emprega em Bento Gonçalves, que tem 114 mil habitantes (IBGE, 2016).

Movelsul 1977 (1)

AF_linha_do_tempo_MOVELSUL

26ª edição reúne 246 expositores

A 26ª edição da Movelsul Brasil, que ocorre de 12 a 15 deste mês, das 12 às 20 horas, na Fundaparque, sob a presidência do empresário Edson Pellicioli, será focada na diversidade e inovação do mobiliário. Serão 246 expositores, entre os segmentos de escritório, cozinha, dormitórios, área de serviço, banho, móveis para jardim, eletros, copas, salas de jantar e estar, tapetes, estofados e colchões, apresentando suas novidades para um público estimado em cerca de 30 mil visitantes profissionais de 50 países. O evento é voltado para lojistas, representantes, arquitetos, designers, decoradores, importadores e jornalistas. A entrada é gratuita para pessoas credenciadas. Na edição de 2016, a Movelsul Brasil recebeu 29 mil visitantes profissionais de 48 países.

#Fórum Movelsul

A geração de conhecimento para a cadeia moveleira terá destaque na feira com a realização do Fórum Movelsul. Na programação do evento, palestras sobre o tema A reinvenção do varejo – Consumo all line, nos dias 13, 14 e 15 de março, das 9h30min às 12horas, no Centro Empresarial Bento Gonçalves (acesso pelo Parque de Eventos). Serão duas palestras por dia, com vagas limitadas e inscrições gratuitas, que poderão ser feitas pelo site da feira. Os palestrantes serão Alberto Serrentino, vice-presidente e membro do conselho deliberativo da SBVC (Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo); Ricardo Martinez Finger, da Netshoes México; Salvatore Figliuzzi, designer alemão da Interprint; Felipe Pojo, da IBM Watson; Francisco Lumertz, da Selcon RH, e Fabio Freitas Jacques.

salao-design-11

30 anos do Salão Design

O Prêmio Salão Design, maior premiação de design de produto da América Latina, apresentará os projetos finalistas e vencedores dessa edição, que marca os 30 anos de realização pelo Sindmóveis Bento Gonçalves. Destaque nesse ano para mudanças no regulamento. Em lugar das tradicio – nais categorias, serão concedidas premiações para primeiro, segundo e terceiro lugares para cada uma das modalidades – Estudante, Profissional e Indústria/Varejo. Haverá, ainda, três superprêmios para os melhores produtos da edição. Diariamente, o estande do Prêmio Salão Design também terá talks sobre design e inovação. O patrocínio é da Berneck e da Interprint.

movelsul2

Projeto Comprador

Apostando no otimismo do setor moveleiro em relação ao mercado internacional, a Movelsul Brasil 2018 vai sediar a maior edição de Projeto Comprador. Serão 50 lojistas e distribuidores estrangeiros convidados a negociar com 145 participantes, entre indústrias e designers brasileiros, em rodadas durante a feira. A ação tem apoio da Apex-Brasil por meio dos projetos setoriais Brazilian Furniture, da Abi – móvel, e Raiz, do Sindmóveis.

movelsul1

Projeto Varejo

Durante a feira, cerca de 50 empresas farão lançamen – tos de produtos assinados por designers, criados para aten – der demandas específicas do varejo nacional. A equipe do Sindmóveis fez uma pesquisa qualitativa para avaliar tipos de produtos, demandas de inovação e apelo de vendas com as principais redes de lojas clientes da indústria move – leira participantes da Movelsul Brasil.

Com a palavra, o empresário Edson Peliciolli, presidente da Movelsul 2018

Qual é expectativa em relação ao Projeto Varejo, preparado pelo Sindmóveis para essa edição da feira?

É a melhor possível. De forma geral, as empresas vêm para a feira com lançamentos adaptados ao cenário econômico e seu perfil de atuação no mercado. O ganho do Projeto Varejo é o de ter desafiado a indústria a criar produtos inéditos para o mercado nacional, com base num briefing transmitido pelos próprios lojistas a partir de uma pesquisa qualitativa conduzida pelo Sindmóveis. Esses lançamentos têm design agregado, pois uma das regras do projeto é que as peças sejam assinadas. Eles são a surpresa dessa edição da feira. É justamente a partir dessa proposta de aliar inovação e design que o Sindmóveis e a Movelsul 2018 querem gerar mais negócios para a indústria.

Qual é a importância do design no atual cenário de mercado?

As empresas que vinham investindo em design e inovação atravessaram de forma mais tranquila os últimos anos de crise econômica e política do Brasil, pois conseguiram captar melhor os nichos e tendências de mercado. 2018 é um ano decisivo para a retomada do crescimento das empresas e do polo moveleiro. O Sindmóveis, como entidade que representa e defende os interesses desse polo, já está diante do seu grande desafio no ano, que é a realização dessa edição da Movelsul Brasil, carregada de expectativas, tanto por parte dos expositores quanto visitantes. Todos esperam que a feira seja a virada da indústria moveleira.

Edson Pelicioli

Os negócios firmados dentro da feira, como no Projeto Comprador, costumam se tornar clientes fidelizados para as empresas nos anos seguintes?

Sim, para aquelas empresas que têm planejamento e estratégia consolidados de internacionalização, e também investimento em design, inovação e marca. Existe um grande potencial no qual as exportações brasileiras ainda têm muito espaço para crescer. Mas existem exigências no que se refere a maior preparação e investimento para realizar negócios no mercado internacional, muito em função da alta concorrência e exigência de competitividade.

Qual é a porcentagem de negócios gerados para exportação?

Ainda é muito baixa mas, aos poucos, a presença internacional vem se fortalecendo. Isso é de suma importância, pois acreditamos que a integração com o mercado internacional é essencial para a sustentabilidade dos negócios no próprio mercado doméstico, ampliando a competitividade global, além do desenvolvimento da cadeia moveleira como um todo.

 

Intensificados preparativos para a Movelsul 2018

Feira ocorre de 12 a 15 de março, no Parque de Eventos

Os preparativos para a Movelsul 2018, maior feira de mó- veis do Brasil, estão se intensificando. De 12 a 15 de março, 200 expositores estarão em Bento Gonçalves aguardando milhares de visitantes de todo o país, da América Latina e de outros continentes para a realização de bons negócios. Durante os quatro dias da feira, as principais tendências e soluções de móveis planejados para ambientes residenciais e corporativos estarão reunidas em diversos estandes no Parque de Eventos oferecendo o ambiente ideal para lojistas, engenheiros, arquitetos, decoradores, designers e jornalistas conhecerem o que está em alta no setor. Nomes de peso como Bertolini, BRV Móveis, Colchões Castor, Dalmóbile, Ditália Móveis, Gazin Colchões, Henn, Kappesberg, Móveis Carraro, Multimóveis, Telasul e Tramontina já estão confirmados para a 21ª edição da feira, promovida pelo Sindmóveis a cada dois anos.

Feira alinha negócios e incrementa vendas do setor

Desde 1977 a Movelsul aquece o setor moveleiro alinhando negócios e promovendo a indústria nacional para além das fronteiras do Brasil. Símbolo de notoriedade, a feira de móveis tem reconhecimento por parte de expositores, lojistas e especificadores. Com o Projeto Comprador, a partir dos anos 2000, o evento firmou sua relevância internacional e hoje a Movelsul gera negócios e serviços em escala mundial.

image description

Argentina, Chile, Colômbia, Paraguai, México, Peru, Emirados Árabes, Estados Unidos, Austrália, Qatar, Índia, Bolívia e Guatemala são apenas alguns dos países que a Movelsul espera receber representantes nas rodadas de negócios. Na edição passada, o Projeto Comprador agrupou 30 importadores em um total de 780 rodadas de negócios junto a 120 empresas brasileiras. Em 2018, a feira de móveis pretende alcançar a maior edição do Projeto Comprador, reunindo 50 importadores para rodadas de negócios e diversas empresas moveleiras nacionais.

Prêmio Salão Design

Maior premiação de design de produto da América Latina, o Prêmio Salão Design ocorre junto à feira de móveis com a premissa de estimular design no setor moveleiro, agregando conceito e valor aos produtos. Os projetos vencedores serão anunciados durante a programação da Movelsul 2018.

Feira de móveis reserva novidade em 2018

O Projeto Varejo é a grande novidade da Movelsul. A iniciativa consiste em desafiar os expositores a desenvolverem projetos assinados por designers, apresentando soluções para o varejo brasileiro. Serão disponibilizados selos para que os expositores sinalizem os resultados em seus estandes durante a feira de móveis.

Fórum Movelsul

A maior feira de móveis do Brasil também oferece o Fórum Movelsul, que neste ano apresentará palestras dentro do tema “A reinvenção do varejo – Consumo all line”. Os encontros ocorrem nos dias 13, 14 e 15 de março, das 9h30min às 12h, no Centro Empresarial Bento Gonçalves (acesso pelo Parque de Eventos, onde também ocorre a feira).

O Fórum Movelsul terá a realização de duas palestras por dia, mediante inscrição paga pelo site da feira (as vagas são limitadas). Ricardo Morales, da Netshoes México, Salvatore Figliuzzi da Interprint, e Felipe Pojo, da IBM Watson, são alguns dos nomes que falarão aos participantes.

Negócios, cultura e turismo

Os participantes da Movelsul Brasil terão acesso a traslados dos principais aeroportos e hotéis. Em Bento Gonçalves e outros municípios da região são disponíveis cerca de 7.600 leitos. Além dessa comodidade, os visitantes da feira de móveis são estimulados a “turistar” para conhecer a gastronomia, a cultura e as belezas naturais locais. Vinhos, espumantes e diversos pratos com influência dos imigrantes italianos prometem enriquecer ainda mais a estadia na Serra Gaúcha. A Movelsul Brasil 2018 acontece das 12h às 20h, com entrada gratuita para credenciados (lojistas, representantes, arquitetos, designers, decoradores, importadores, profissionais da construção civil e jornalistas).