Posts

26º BENTO EM DANÇA – O espetáculo vai continuar

CIC de Bento Gonçalves confirma apoio decisivo para Festival prosseguir

O Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves (CIC-BG) acaba de confirmar coparticipação, garantindo a cobertura de investimentos imprescindíveis para a realização da 26ª edição do Bento em Dança, em outubro de 2018.  Com edições anuais desde 1993, o evento ficou comprometido por falta de incentivo financeira anunciado em 2017.

 O apoio garante a locação do espaço que compreende o Pavilhão E do Parque de Eventos de Bento Gonçalves, além do consumo de água e energia elétrica. “O CIC abraçou o Bento em Dança e garantiu a continuidade do evento. Este apoio é de fundamental importância para seguir promovendo a arte da dança, formando bailarinos do Brasil e do exterior”, agradece a presidente do Bento em Dança, Erci Grapiglia.

 Junto ao Centro está a Fundaparque, administradora do Parque de Eventos. O presidente do CIC-BG, Elton Gialdi, anunciou o suporte em reunião com o secretário de Turismo, Rodrigo Parisotto, realizada no início da tarde desta quarta-feira, 7. O empresário adiantou que buscará respaldo junto a outras entidades da cidade. “O Bento em Dança é de Bento, promove a cidade, atrai visitantes e faz nossa economia girar. O CIC não poderia deixar que este sonho chegasse ao fim”, destaca o presidente Elton Gialdi. Parisotto se comprometeu com serviços de logística.

DSC_0025

 A interrupção do evento havia sido anunciada pela presidente Erci Grapiglia na cerimônia de abertura no ano passado. A falta de incentivo levou à decisão, que imediatamente resultou no movimento #ficaBentoemDança. Bailarinos e coreógrafos manifestaram-se a favor da continuidade, assim como Ana Botafogo e Carlinhos de Jesus, artistas que já participaram do Bento em Dança no palco e como jurados e professores. Na ocasião, o secretário de Cultura do Estado do Rio Grande do Sul, Victor Hugo Alves da Silva, também deu seu depoimento lamentando o fim do evento.

 “Agora vamos recuperar o tempo perdido e organizar a 26ª edição. As luzes do palco não se apagaram, pelo contrário, estão mais acesas do que nunca. Com certeza, hoje, o mundo da dança segue embalado pelo ritmo da felicidade”, finaliza Erci, que também aposta no apoio do Poder Público Municipal.

 Com a participação de 150 mil bailarinos de mais de 20 países, o evento é considerado um dos principais festivais de dança do país no gênero. Somente na edição anterior, o Bento em Dança reuniu mais de 6.327 bailarinos em 627 coreografias e 18 oficinas. O festival também premiou os destaques com 22 bolsas de estudo em escolas na Itália, no Uruguai e no Brasil.

 Fotos: Kauê Camargo / Conceitocom Brasil

Confronto Kids B-boys em Bento Gonçalves

Sábado de hip hop, dança breaking e atividades interativas com crianças e adultos

O evento terá cobertura fotográfica do projeto Respect Gang de Porto Alegre, e contará com o apoio de  Daymuns Sonorizações de Bento Gonçalves e da Fundação Casa das Artes.

“Eventos como este incentivam as crianças a dançar e seguir praticando. Neste dia, elas vão aprender posturas da dança, a importância da disciplina e o prazer de dançar. É um momento de lazer e divertimento, com muita energia positiva”, destaca o idealizador e  organizador do evento, Eder Barbosa, dançarino b-boy do Original Flavor Bboys. O dançarino também é o responsável por promover o evento Confronto Final há seis edições, a última ocorrida em janeiro de 2017. Além da dança, Bento Gonçalves recebeu diversos artistas que proveram a arte graffiti nos muros do Edifício Bento Gonçalves no centro da cidade e também nos muros do Estádio da Montanha, na avenida Osvaldo Aranha. O próximo Confronto Final está previsto para agosto de 2018.

Confira a programação:

13h – 14h: Workshops

Oficinas de DJ e B-boy com os também jurados das competições, Dj Hpood Rudimar Carmargo, de Caxias do sul RS, Fabio Soares, dançarino do Elemento BCrew de Bento Gonçalves, Julinho dançarino da Restinga Crew de Porto Alegre e Renata Schneider, dançarina da Essência Crew de Caxias do Sul.

14h15min – 15h: Apresentações de dança com dançarinos locais.

Participação do Studio de Fabrício Lisboa, de Bento Gonçalves, indo além do breaking com a mistura de outros ritmos como jazz, hip hop free style, ballet clássico, entre outros estilos. Na sequência, pockets shows de dança breaking com projetos e artistas de outras cidades e estados.

confronto kidsParticipam membros do projeto Coração Cidadão, de Bento Gonçalves, Cami São José de Caxias do Sul, Aprender Cemae de Igrejinha, projeto Danças Urbanas de Arroio dos Ratos, e outros projetos a serem confirmados, vindos de Porto Alegre e outros estados.

15h15min – 18h: Competições de dança breaking com o som do Dj Hood Rudimar Camargo   e da Percussão de Rodrigo Dias da banda Efeito Coringa, de Porto Alegre. Haverá coquetel para os participantes. As categorias serão intercaladas e não seguirão, necessariamente, a ordem a seguir:

Batalha kids b-boy e b-girl breaking – meninos e meninas de 8 a 14 anos competem na categoria 1vs1

Batalha kids modalidade All Style (estilos misturados) -meninos e meninas de 8 a 14 anos  na categoria 2vs2

Batalha adulto avançado b-boy e b-girl  breaking – homens e mulheres na categoria 1vs1

18h15min: Premiações

Categorias kids recebem brindes das lojas Manos Caps de Ararangua, Paraná, Bomic&Clyde de Carazinho, Deep Clothes de Bento Gonçalves  e também receberão os troféus confeccionado pela empresa Primoar, de Bento Gonçalves.

18:30- Fechamento com alguns MC’s de Rap de Bento Gonçalves.

Conjunto de Canicross bento-gonçalvense é vice campeã da corrida Anomati Trail

unnamed (3)A bento-gonçalvense Letícia Casonatto da equipe de canicross Cusco participou da primeira etapa da corrida Anomati Trail – corrida que duplica as distâncias percorridas por etapas – no último sábado, dia 25 e conquistou o segundo lugar da competição.  O evento aconteceu ao som das marchinhas de carnaval, nas dunas da beira-mar de Arroio do Sal, litoral norte do estado. Foram duas provas, uma de 6 e outra de 12 km. Além de Letícia, o conjunto Maurício Pinzkoski e Olívia também da Cusco participaram da corrida, aberta para cães. O evento ainda teve a participação inclusiva de uma deficiente auditiva e de uma mãe com uma bebê no carrinho. A segunda etapa da Anomati ainda está em fase de planejamento.

Interessados em conhecer e começar a praticar Canicross (modalidade de corrida realizada com cães) em Bento Gonçalves, pode entrar em contato com Letícia pelo telefone 54-98134-9005.

Eventos ciclísticos de 100 e 200 quilômetros acontecem em Bento Gonçalves e região

Por Natália Zucchi

unnamedBento Gonçalves sediará pela primeira vez o evento ciclístico Audax – modalidade não competitiva e de longa distância, no domingo, dia 19 de fevereiro. O evento será de 200 quilômetros entre os municípios de Garibaldi, Bento Gonçalves, Nova Roma do Sul e Farroupilha, percorridos em 13 horas e 30 minutos por ciclistas experientes, que vão testar os limites de corpo e mente em um trajeto de altimetria elevada, com muitas subidas e morros. Em paralelo ao Audax, acontecerá também o Desafio 100, sendo 100 quilômetros de trajeto. A previsão é de que os eventos reúnam cerca de 300 ciclistas de vários municípios da região Sul do Brasil.

Terra da Uva e do Vinho

O evento, intitulado Audax 200 & Desafio 100 – Terra da Uva e do Vinho, é promovido pelo Clube Bento Ciclismo de Bento Gonçalves. A concentração ocorre a partir das 5 horas no Hotel Villa Michelon, no Vale dos Vinhedos, onde também acontecerá a largada, programada para às 6 horas. As inscri- ções estarão abertas até 10 de fevereiro, através do site do Clube Bento Ciclismo.

Neste evento, os ciclistas passam por Bento Gonçalves, Barracão, Caminhos de Pedra e Nova Roma do Sul. Em seguida retornam ao Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio, passam pela Rota do Sol até o Trevo da empresa Frasle, em Caxias do Sul, e seguem para Mato Perso e Rodoviária de Farroupilha. Através da VRS 313, os ciclistas pedalam em direção a Garibaldi, via Borghetto, e retornam ao Hotel Villa Michelon.

Já o Desafio 100km, trajeto um pouco mais plano e indicado para iniciantes, é percorrido em rota similar, excluindo Nova Roma do Sul e Mato Perso. Em alguns pontos do trajeto, a velocidade pode chegar a setenta quilômetros por hora. Segundo a organização, as estradas foram escolhidas conforme as condições estruturais que se encontram, priorizando as de melhor tráfego.

Cicloturismo

unnamed (1)“Escolhemos trechos turísticos que mostram as belezas da região. É uma forma de divulgarmos nossas paisagens. Muitas pessoas que participam desses eventos, voltam com a família para conhecer as cidades. Isso movimenta o turismo, movimenta a economia e é satisfatório para quem está visitando”, ressalta o representante comercial Marciano Antônio Fontana, ciclista e responsável pelo Clube Bento Ciclismo.

Ao longo do percurso, os ciclistas contarão com pontos de apoio para hidratação e alimentação, além de cinco pontos de controle. “A pessoa tem que saber os limites do próprio corpo. As provas de Audax são um desafio particular, um desafio para o corpo e a mente. Em longas distâncias, que duram 70 horas, por exemplo, não dormimos. Então, se a mente disser para o corpo que ainda é possível manter a atividade, o ciclista vai continuar, mesmo cansado. É um desafio psicológico e que depende da vontade de cada participante”, destaca Fontana.

Pausas

O ciclista tem autonomia para organizar o tempo do seu passeio, conforme suas necessidades. Durante o trajeto, o ciclista também pode optar por pausas para descanso e alimentação. Conforme as dicas do ciclista Rodrigo Rubbo, é importante que as pausas não durem mais que 30 minutos, para não desacelerar demais a atividade física.

É necessário que os participantes utilizem adequadamente os equipamentos de segurança, pois trata-se de um trajeto em rodovias. O capacete é obrigatório, além do uso do farol dianteiro e sinaleira traseira na cor vermelha, equipamentos que auxiliam na identificação dos ciclistas. O participante também deve estar preparado para fazer a manutenção da bicicleta na ocorrência de contratempos. Por isso, é indicado o uso de uma pequena mochila com equipamentos básicos, como ferramentas, remendos, câmara e pneu reserva. No caso de falhas mecânicas na bicicleta, a organização realiza o resgate do ciclista.

Audax Club Parisien

Criado em novembro de 2015, o Bento Ciclismo é um clube sem fins lucrativos, formado por ciclistas amadores, com objetivo de promover e incentivar o ciclo turismo e o ciclismo de longa distância na região da Serra Gaúcha. Vinculado ao Audax Club Parisien (ACP) e ao Randonneurs Brasil, o clube está habilitado a organizar os “Brevets Randonneurs Mondiaux” (BRM) de 200, 300, 400, 600 e 1000 km, que preparam os ciclistas para provas com distâncias maiores por outras regiões e países. A prova mais antiga, reconhecida mundialmente, é a Paris-Brest-Paris, que ocorre a cada quatro anos na Fran- ça e reúne cerca de 5.000 ciclistas para o trajeto de 1230 km em até 90 horas.

Leia outras reportagens na edição digital nº 187 do jornal Integração da Serra, também disponível para download

Corre pra Vindima – Maratona do Vinho e La Sfida ocorrem em fevereiro

A Maratona do Vinho 2017 acontece no próximo dia 12 de fevereiro entre Bento Gonçalves, Vale dos Vinhedos, Monte Belo do Sul e Garibaldi, na Estrada do Sabor. O evento inicia no Morro da Antena, no Vale dos Vinhedos, com largada às 7h30min para Maratonistas e 7h35min para as equipes. Serão 42.195 quilômetros percorridos por atletas amadores e profissionais nas modalidades maratona e revezamento. Os kits para os atletas serão entregues um dia antes da prova, 11, na Casa das Artes, a partir das 13 horas. O evento pode ser acompanhado pelo público com degustação de produtos colonias por R$ 55. A premiação está prevista para ás 11 horas e 30 minutos.

maratona-do-vinho-74Durante a prova, haverá sete Vino Stops, onde os atletas fazem a troca do bastão do revezamento e aproveitam o lanche com produtos coloniais: uva, suco, vinho, pão, queijo e salame. O evento também contará com apresentações musicais e danças típicas da região.

Os cinco primeiros colocados receberão troféus, uma réplica da Pipa Pórtico e uma porcentagem do seu peso corporal em vinho. Os três atletas ou equipes mais bem caracterizados, com o tema Uva e Vinho, receberão cestas com produtos coloniais. Todos atletas receberão medalha de participação.

La Sfida

O evento esportivo-turístico La Sfida – Vindima 2017 irá percorrer os municípios de Pinto Bandeira, Garibaldi e Vale dos Vinhedos nos dias 17, 18 e 19 de fevereiro. Exclusivo para 300 atletas e acompanhantes, o evento conta com uma corrida matinal no meio dos parreirais, estradas e cidades da região. As largadas acontecem às 8 horas, na sexta-feira,17, na Igreja Matriz de Pinto Bandeira. No sábado, 18, na Vinícola Casa Peterlongo em Garibaldi e no domingo,19, na Vinícola Miolo em Bento Gonçalves.  Os participantes terão almoços típicos italianos, passeios de trem e degustação de uvas e vinhos, finalizando com um brunch junto a parreirais.

Clube Bento Ciclismo promove primeira prova oficial de AUDAX na Serra Gaúcha

12525640_1010803465671497_4483069481027039517_oO Clube Bento Ciclismo irá promover a primeira prova oficial de AUDAX – evento ciclístico não-competitivo e de longa distância, no domingo do dia 19 de fevereiro, o Audax 200 & Desafio 100 – Terra da Uva e do Vinho. O evento será na Serra Gaúcha, entre os municípios de Garibaldi, Bento Gonçalves, Nova Roma do Sul e Farroupilha. A concentração do evento ocorre a partir das 5 horas no Hotel Villa Michelon no Vale dos Vinhedos, onde também será o ponto de largada, programada para às 6 horas. As inscrições estarão abertas até o 10 de fevereiro.

Ocorrem em paralelo duas modalidades, o AUDAX BRM 200km, que compreende o trajeto mais longo e de alta dificuldade devido a altimetria elevada (morros). Os participantes passam por Bento Gonçalves, Barracão, Caminhos de Pedra, Nova Roma do Sul, Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio, Rota do Sol, Trevo da Frasle em Caxias do Sul, Mato Perso, Rodoviária de Farroupilha, VRS 313, Garibaldi via Borghetto e retorna ao Hotel Villa Michelon. Já o Desafio 100km, trajeto mais plano e indicado para iniciantes, realiza rota similar, excluindo Nova Roma do Sul e Mato Perso.

“Bento Gonçalves está repleta de ciclistas que participam das provas a longa distância, AUDAX. Essas pedaladas têm distância mínima de 200km que devem ser completadas em 13 horas. O ciclista administra seu tempo da forma que quiser, conforme seus conhecimentos sobre o próprio corpo. O pedal de 200km é o mais escolhido e também o que possibilita a realização de outros, como os de 300km, 400km, 600km, 1000km e 1200km, este somente realizado em Paris, no trajeto Paris-Brest-Paris” conta Marciano Antônio Fontana, ciclista e responsável pelo Clube Bento Ciclismo.

Para competir é necessário que os participantes utilizem adequadamente os equipamentos de segurança, ainda mais tratando-se de um trajeto em rodovias. O capacete é obrigatório, além do uso do farol dianteiro e sinaleira traseira na cor vermelha, equipamentos que auxiliam na identificação dos ciclistas por quem trafega na rodovia.

As inscrições podem ser feitas através do site do Clube Bento Ciclismo ou pelo link. Após, solicita-se o pagamento por depósito bancário no valor de R$ 50,00 para o Desafio 100km e R$ 70,00 para o desafio AUDAX BRM 200km.

O Clube

Criado em novembro de 2015, o Bento Ciclismo é um clube sem fins lucrativos, formado por ciclistas amadores, com objetivo de promover e incentivar o ciclo turismo e o ciclismo de longa distância na região da Serra Gaúcha. Até janeiro de 2017, o clube conta com cerca de 35 membros. O Clube aposta em alternativas para o ciclismo no dia-a-dia, apoiando o uso da bicicleta como meio de transporte para o trabalho, lazer e manutenção da saúde, além de buscar a superação e satisfação pessoal.

Vinculado ao Audax Club Parisien (ACP) e ao Randonneurs Brasil, o clube está habilitado a organizar os “Brevets Randonneurs Mondiaux” (BRM) de 200, 300, 400, 600 e 1000 km, que preparam os ciclistas para provas com distâncias maiores por outras regiões e países. A prova mais antiga, reconhecida mundialmente, é a Paris-Brest-Paris, que ocorre a cada 4 anos na França e reúne cerca de 5.000 ciclistas para o trajeto de 1230 km em até 90 horas.