Posts

Projeto Alvorada é apresentado para o governo do Estado

Ação visa ofertar cursos de formação profissional para egressos do sistema prisional. Reitor e pró-reitor de Ensino do IFRS apresentaram a iniciativa ao vice-governador na Prefeitura de Bento Gonçalves

O Projeto Alvorada do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) foi apresentado ao vice-governador e secretário da Segurança Pública do Estado, Ranolfo Vieira Júnior, na tarde desta segunda-feira, 28 de janeiro de 2019. O reitor do IFRS, Júlio Xandro Heck, e o pró-reitor de Ensino, Lucas Coradini, tiveram uma reunião com o vice-governador e com o prefeito de Bento Gonçalves, Guilherme Rech Pasin. A agenda ocorreu na prefeitura de Bento Gonçalves.

O projeto objetiva promover a inclusão social e produtiva de pessoas egressas do sistema prisional. É uma parceria com o Ministério da Justiça e ofertará cursos de formação profissional a ex-apenados. Serão disponibilizadas, ainda em 2019, 30 vagas em cursos de diferentes áreas.

O reitor e o pró-reitor solicitaram ao vice-governador uma aproximação com a gestão da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) do Estado. O objetivo é que a Susepe atue como parceira, selecionando os egressos do sistema prisional que participarão dos cursos. O vice-governador afirmou que encaminhará o agendamento de uma reunião entre as gestões da Susepe e do IFRS.

Júlio também solicitou apoio de Ranolfo Vieira Júnior para que a iniciativa possa ser expandida a outros municípios, o que depende da captação de mais recursos junto à Secretaria Nacional de Segurança Pública.

O Projeto Alvorada é uma ação conjunta entre Pró-reitoria de Ensino (Proen) do IFRS, Departamento Penitenciário Nacional, Ministério Público Estadual e Superintendência de Serviços Penitenciários (Susepe). Três campi serão responsáveis pela execução: Alvorada, Porto Alegre e Viamão, que contarão com o aporte financeiro do Fundo Penitenciário Nacional no valor de R$740 mil, destinado à operacionalização das capacitações.

Na foto, da esquerda para a direita: Júlio Xandro Heck, Ranolfo Vieira Júnior, Guilherme Pasin e Lucas Coradini. Crédito: Felipe David – Divulgação IFRS

O IFRS

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) é uma instituição federal de ensino público e gratuito. Conta com cerca de 20 mil alunos e mais de 200 opções de Cursos Técnicos e Superiores de diferentes modalidades em vários municípios do Estado. Oferece também Cursos de Pós-graduação e dos Programas do governo federal.

O IFRS atua com uma estrutura multicampi. Possui os campi de Alvorada, Bento Gonçalves, Canoas, Caxias do Sul, Erechim, Farroupilha, Feliz, Ibirubá, Osório, Porto Alegre, Restinga (Porto Alegre), Rio Grande, Rolante, Sertão, Vacaria, Veranópolis e Viamão. Entre seus objetivos está promover a educação profissional e tecnológica de excelência e impulsionar o desenvolvimento sustentável das regiões.

Foi criado em 29 de dezembro de 2008, pela lei 11.892, e pertence à Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica. A Reitoria está localizada em Bento Gonçalves. Saiba mais no endereço eletrônico www.ifrs.edu.br.

Cursos do IFRS obtêm destaque nacional no Enade

Instituto obteve quatro notas máximas e cursos figuram entre os melhores desempenhos do país

 Os cursos do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) avaliados no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) 2017 obtiveram um ótimo desempenho, com destaque nacional. Foram 16 cursos do IFRS avaliados e quatro obtiveram a nota máxima (5) no Conceito Enade; oito conquistaram a nota quatro, considerada muito boa; e quatro cursos registraram a nota três, também considerado um bom desempenho.

Com o curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, o IFRS conquistou duas notas máximas, nos campi Farroupilha e Canoas. Dos 386 cursos da área avaliados no país, o curso do Campus Farroupilha obteve o melhor desempenho do país, se considerado o Conceito Enade contínuo (4,9242). O do Campus Canoas figura em oitava posição (com conceito contínuo de 4,2751). Entre os 40 cursos de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas avaliados no Estado, apenas esses dois cursos do IFRS registraram o conceito máximo.

O curso de Licenciatura em Matemática do Campus Canoas obteve o terceiro melhor desempenho nacional, entre os 450 cursos avaliados, com um Conceito Enade contínuo de 4,8872.

Já o curso de Engenharia Mecânica do Campus Erechim do IFRS é o sétimo melhor colocado do Brasil, entre os 291 avaliados, com o Conceito Enade contínuo de 4,1080. Se considerado apenas o Rio Grande do Sul, foi o único conceito 5 entre os 27 cursos da área avaliados.

Confira abaixo os cursos do IFRS avaliados e o seu Conceito Enade (faixa)

Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Campus Rio Grande – 4

Campus Bento Gonçalves – 4

Campus Porto Alegre – 3

Campus Canoas – 5

Campus Sertão – 4

Campus Farroupilha – 5

Campus Osório – 4

Matemática (Licenciatura)

Campus Bento Gonçalves – 4

Campus Caxias do Sul – 4

Campus Ibirubá – 3

Campus Canoas – 5

Física (Licenciatura)

Campus Bento Gonçalves – 3

Pedagogia (Licenciatura)

Campus Porto Alegre – 3

Engenharia de Controle e Automação

Campus Farroupilha – 4

Engenharia Mecânica

Campus Erechim – 5 (único conceito máximo do Estado)

Campus Farroupilha – 4

Sobre o Enade

Os resultados do Enade 2017 foram apresentados pelo Ministério da Educação e pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O Conceito Enade é um indicador calculado a partir dos desempenhos dos estudantes concluintes dos cursos de graduação. É expresso em escala com cinco níveis, de 1 a 5, sendo 5 o melhor desempenho.

O IFRS

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) é uma instituição federal de ensino público e gratuito. Conta com cerca de 20 mil alunos e mais de 200 opções de Cursos Técnicos e Superiores de diferentes modalidades em vários municípios do Estado. Oferece também Cursos de Pós-graduação e dos Programas do governo federal.

O IFRS atua com uma estrutura multicampi. Possui os campi de Alvorada, Bento Gonçalves, Canoas, Caxias do Sul, Erechim, Farroupilha, Feliz, Ibirubá, Osório, Porto Alegre, Restinga (Porto Alegre), Rio Grande, Rolante, Sertão, Vacaria, Veranópolis e Viamão. Entre seus objetivos está promover a educação profissional e tecnológica de excelência e impulsionar o desenvolvimento sustentável das regiões.

Foi criado em 29 de dezembro de 2008, pela lei 11.892, e pertence à Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica. A Reitoria está localizada em Bento Gonçalves. Saiba mais no endereço eletrônico www.ifrs.edu.br.

Portal do Processo seletivo 2019/1 do IFRS está no ar

Está no ar o site do Processo Seletivo de estudantes para ingresso em cursos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) no primeiro semestre do próximo ano (2019/1). No endereço eletrônico ingresso.ifrs.edu.br, já é possível conferir o cronograma, saber os cursos que serão ofertados, informar-se sobre o sistema de cotas e acessar provas de processos seletivos anteriores.

Este processo seletivo vai ofertar vagas para cursos técnicos e superiores nos 17 campi do IFRS: Alvorada, Bento Gonçalves, Canoas, Caxias do Sul, Erechim, Farroupilha, Feliz, Ibirubá, Osório, Porto Alegre, Restinga (Porto Alegre), Rio Grande, Rolante, Sertão, Vacaria, Veranópolis e  Viamão.

É importante saber:

Para estudar em um dos cursos técnicos ou de graduação ofertados pelo IFRS, é preciso ser aprovado em processo seletivo. O candidato deve fazer a inscrição no período determinado, por meio do Site do Processo Seletivo do IFRS.

  •  Para cursos técnicos integrados ou concomitantes ao Ensino Médio, deve-se realizar a prova;
  • No caso dos cursos técnicos subsequentes ao Ensino Médio e dos superiores, pode-se optar por:

I – inscrever-se e utilizar a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como critério para classificação;

II – realizar a prova;

III – concorrer nas duas modalidades: prova e nota do Enem.

É importante lembrar que as informações, orientações e datas de cada processo de seleção são publicadas em um documento chamado de edital, o qual ficará disponível no site do Processo Seletivo. Os candidatos precisam ler o edital com atenção.

 Foto alunos IFRS

Datas importantes do Processo Seletivo 2019/1:

14/09 – Publicação do Edital de Isenção da Taxa de Inscrição

17 a 28/09 – Período de Solicitação de Isenção

02/10 – Publicação dos Editais do Processo Seletivo

03/10 – Resultado das Isenções

08/10 a 07/11 – Período de Inscrições

02/12 – Prova

 O IFRS

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) é uma instituição federal de ensino público e gratuito. Conta com cerca de 20 mil alunos, em 200 opções de cursos técnicos e superiores de diferentes modalidades em vários municípios do Estado. Oferece também cursos de pós-graduação e dos programas do governo federal.

O IFRS atua com uma estrutura multicampi. Possui os campi de Alvorada, Bento Gonçalves, Canoas, Caxias do Sul, Erechim, Farroupilha, Feliz, Ibirubá, Osório, Porto Alegre, Restinga (Porto Alegre), Rio Grande, Rolante, Sertão, Vacaria, Veranópolis e Viamão. Entre seus objetivos está promover a educação profissional e tecnológica de excelência e impulsionar o desenvolvimento sustentável das regiões.

Foi criado em 29 de dezembro de 2008, pela lei 11.892, e pertence à Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica. A Reitoria está localizada em Bento Gonçalves. Saiba mais no endereço eletrônico www.ifrs.edu.br.

Tecnologias desenvolvidas no IFRS serão modelo nacional

Centro Tecnológico de Acessibilidade do Instituto Federal do Rio Grande do Sul é escolhido pelo MEC como referência para a Rede Federal. 

Tecnologias desenvolvidas no Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) para auxiliar as pessoas com necessidades específicas a terem mais autonomia em sua vida escolar ou nas atividades do dia a dia serão agora disseminadas para todas as instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (EPCT). O Centro Tecnológico de Acessibilidade (CTA) do IFRS foi escolhido pelo Ministério da Educação (MEC) para ser Referência em Tecnologia Assistiva.

Para tratar sobre os detalhes da implantação do Centro de Referência, o assessor especial para Inclusão Social Produtiva e Diversidade na Educação Profissional e Tecnológica do MEC, Franclin Costa do Nascimento, visitou o CTA e a Reitoria do IFRS, em Bento Gonçalves, nesta quinta e sexta-feira, dias 7 e 8 de junho de 2018. Atualmente, o projeto está na fase de mapeamento das demandas que as instituições da Rede possuem relacionadas ao uso e ao desenvolvimento de Tecnologia Assistiva (TA) para melhor atender seus estudantes e servidores.

“Viemos conversar sobre como toda a Rede Federal poderá usufruir do conhecimento e dos recursos de tecnologia assistiva desenvolvidos no IFRS, uma referência na área. Nossa expectativa é que, a partir da disseminação do que é feito aqui, as instituições vejam que é possível trabalhar com as pessoas com necessidades específicas desde que seja oferecida uma tecnologia adequada”, frisou Nascimento.

CTA_Reitor_MEC2_fotoFernandoMenegatti

Os outros 37 institutos federais e os dois colégios federais da Rede receberam um formulário no qual podem informar demandas por recursos, dispositivos ou materiais adaptados, práticas, serviços, dicas e informações relacionadas a TAs ou a materiais didático-pedagógicos que sejam adaptados a diferentes necessidades de seus estudantes e servidores. A partir do levantamento, o CTA trabalhará na produção dos materiais e na promoção de atividades de capacitação. O Centro receberá recursos financeiros do MEC e os materiais produzidos não terão custo para as instituições.

O projeto é coordenado pela assessora de Ações Inclusivas do IFRS, Andréa Poletto Sonza, que explica: “A partir do mapeamento, iniciaremos a aquisição de matéria-prima e equipamentos necessários para a produção das tecnologias assistivas; a produção de TAs e/ou materiais didático-pedagógicos adaptados; a produção de vídeos, tutoriais, publicações e demais materiais informativos com o passo a passo para a produção de TA ou materiais adaptados; a publicização do que for produzido por meio de um portal que será o repositório dos itens produzidos; e o envio aos demandantes”.

Para isso, haverá um reforço na equipe do Centro, com a contratação de profissionais e estudantes para atuarem como bolsistas do projeto. Atualmente, o Centro conta com cinco servidores efetivos e parceria de pesquisadores de diferentes campi da instituição.

 

O que são recursos de Tecnologia Assistiva

De acordo com a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Lei 13.146/15), Tecnologia Assistiva ou ajuda técnica refere-se a produtos, equipamentos, dispositivos, recursos, metodologias, estratégias, práticas e serviços que objetivem promover a funcionalidade, relacionada à atividade e à participação da pessoa com deficiência ou com mobilidade reduzida, visando sua autonomia, independência, qualidade de vida e inclusão social.

Um recurso de Tecnologia Assistiva pode ser algo muito simples como uma bengala até um complexo sistema computadorizado. De modo geral, há recursos que são utilizados como auxílios para a vida diária, recursos para a comunicação, para a mobilidade, para controle do ambiente, para uso do computador, para adequação postural, para esporte e lazer, adaptações e projetos arquitetônicos para acessibilidade, adaptações em veículos, órteses e próteses, entre outros.

Na área da educação, alguns recursos de TA bastante utilizados são os de acesso ao computador, auxílios para leitura e escrita, materiais pedagógicos adaptados, auxílios para mobilidade e adaptações para acessibilidade.

Sobre o CTA do IFRS

O Centro Tecnológico de Acessibilidade (CTA) do IFRS desenvolve metodologias para a implementação de soluções acessíveis para pessoas com deficiência; trabalha na produção de Tecnologia Assistiva de baixo custo; cria sites, portais e sistemas web acessíveis; realiza avaliação de acessibilidade virtual; constrói materiais didático-pedagógicos acessíveis/adaptados; promove cursos, capacitações, palestras e oficinas. O trabalho é voltado para a comunidade acadêmica do Instituto, mas o Centro adquiriu um reconhecimento externo e seguidamente instituições dos mais variados estados visitam o CTA ou convidam a equipe para apresentar o trabalho desenvolvido.

Saiba mais sobre o Centro no site http://cta.ifrs.edu.br/

 

Sobre o IFRS

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) é uma instituição federal de ensino público e gratuito. Conta com cerca de 20 mil alunos e mais de 200 opções de Cursos Técnicos e Superiores de diferentes modalidades em vários municípios do Estado. Oferece também Cursos de Pós-graduação e dos Programas do governo federal.

O IFRS atua com uma estrutura multicampi. Possui os campi de Alvorada, Bento Gonçalves, Canoas, Caxias do Sul, Erechim, Farroupilha, Feliz, Ibirubá, Osório, Porto Alegre, Restinga (Porto Alegre), Rio Grande, Rolante, Sertão, Vacaria, Veranópolis e Viamão. Entre seus objetivos está promover a educação profissional e tecnológica de excelência e impulsionar o desenvolvimento sustentável das regiões.

Foi criado em 29 de dezembro de 2008, pela lei 11.892, e pertence à Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica. A Reitoria está localizada em Bento Gonçalves. Saiba mais no endereço eletrônico www.ifrs.edu.br.

IFRS abre concurso público 

O Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) divulgou a abertura de concurso público para cargos técnicos-administrativos em educação. Estão sendo ofertadas oito vagas, para quatro unidades da instituição: Reitoria (Bento Gonçalves) e nos Campi Rolante, Sertão e Vacaria.

São sete vagas que compreendem o nível de classificação D e uma vaga de nível E que estão distribuídas, respectivamente:

– Técnico de Tecnologia da Informação: duas vagas (Reitoria + Campus Rolante);

– Técnico de laboratório – Biologia: uma vaga (Campus Vacaria);

– Técnico de laboratório – Informática: três vagas (Campus Rolante + Campus Vacaria);

– Técnico de laboratório – Química: uma vaga (Campus Sertão);

– Engenheiro / Área: Eletricista: uma vaga (Reitoria)

Os interessados em solicitar isenção de inscrição poderão fazê-lo até o dia 04 de abril de 2018. O período de inscrição ocorre de 09 a 25 de abril, exclusivamente pela internet, através do site do IFRS (www.ifrs.edu.br), aba concursos, no qual estão publicados os editais e mais informações.  O valor da inscrição é de R$ 90,00 para o nível D e R$ 120,00 para o nível E. A remuneração inicial é de R$ 2.446,96 (nível D) e de R$ 4.180,66 (nível E) e entre os benefícios estão auxílio alimentação, auxílio transporte, auxílio pré-escolar, saúde suplementar, incentivo à qualificação e outros, de acordo com a legislação em vigor.

A aplicação das provas objetivas será no dia 20 de maio, no turno da tarde na cidade de Porto Alegre. O concurso compreenderá uma única etapa de avaliação, eliminatória e classificatória, com a aplicação de prova objetiva, constituída de 30 (trinta) questões de conhecimentos específicos e 10 questões de legislação, com duração de 3h30min.

Os requisitos com a descrição sumária e localidade de atuação dos cargos está disponível no edital, assim como todas as informações referentes a esse concurso podem ser encontradas no site www.ifrs.edu.br/concursos. O conteúdo programático e as bibliografias serão publicadas antes da abertura das inscrições. É de responsabilidade do candidato a leitura completa dos documentos e seus anexos. Não serão dadas informações através de telefone. Caso precise tirar alguma dúvida contate pelo e-mail [email protected].

 > Datas importantes

Período para solicitar a isenção da taxa de inscrição: 27 a 04/04

Período de inscrições: 09 a 25/04

Divulgação do resultado de solicitação de isenção da taxa de inscrição: 06/04

Interposição de recursos dos pedidos de isenção da taxa de inscrição: 06 e 07/04

Resultado dos recursos de pedido de isenção: 09/04

Data limite para pagamento do valor de inscrição: 26/04

Prova: 20/05 – no turno da tarde

 

O IFRS

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) é uma instituição federal de ensino público e gratuito. Conta com cerca de 19 mil alunos e mais de 200 opções de Cursos Técnicos e Superiores de diferentes modalidades em vários municípios do Estado. Oferece também Cursos de Pós-graduação e dos Programas do governo federal.

O IFRS atua com uma estrutura multicampi. Possui os campi de Alvorada, Bento Gonçalves, Canoas, Caxias do Sul, Erechim, Farroupilha, Feliz, Ibirubá, Osório, Porto Alegre, Restinga (Porto Alegre), Rio Grande, Rolante, Sertão, Vacaria, Veranópolis e Viamão. Entre seus objetivos está promover a educação profissional e tecnológica de excelência e impulsionar o desenvolvimento sustentável das regiões.

Foi criado em 29 de dezembro de 2008, pela lei 11.892, e pertence à Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica. A Reitoria está localizada em Bento Gonçalves. Saiba mais no endereço eletrônico www.ifrs.edu.br.

Campus do IFRS Bento Gonçalves estará presente na FiemaBrasil 2018

O Campus Bento Gonçalves do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) estará presente na edição 2018 da FiemaBrasil (Feira de Negócios, Tecnologia e Conhecimento em Meio Ambiente), que vai acontecer em Bento Gonçalves nos dias 10, 11 e 12 de abril, nos pavilhões da Fundaparque. Junto a  Embrapa Uva e Vinho e o Sindicato Rural da Serra Gaúcha, o Campus promove  a sexta edição do Seminário Brasileiro de Gestão Ambiental na Agropecuária, evento que integra a programação da feira.

agropecuaria2016-1

 Com o tema “Redução dos Passivos em Busca de uma Agropecuária Sustentável”,  Alexandre Gomes Ribeiro e Luis Carlos Rupp , ambos professores do IFRS, serão os palestrantes do dia 11 de abril. Durante a manhã, Ribeiro explanará sobre “Contaminantes Biológicos” em um painel que discutirá sobre “Os passivos da agropecuária brasileira”. À tarde, Rupp tratará sobre a “Produção Orgânica”, em um painel sobre “Soluções para reduzir a produção de passivos na agropecuária”.

capa_site_fiemacon_2018_agropecuaria

O Campus também terá um estande para divulgação institucional  durante toda a feira, para que a comunidade conheça os cursos e as ações desenvolvidas na unidade. Mais informações sobre o Seminário Brasileiro de Gestão Ambiental na Agropecuária e também sobre inscrições estão disponíveis no site https://fiema.com.br.

IFRS oferece curso preparatório para o Processo Seletivo de estudantes

O Pré-IFRS é online, gratuito e auxilia os candidatos na preparação para o Processo Seletivo dos cursos técnicos e superiores da instituição 

Os candidatos aos cursos técnicos e superiores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) podem contar com um reforço em sua preparação para o processo seletivo. A instituição oferta o Pré-IFRS, curso gratuito e na modalidade a distância (EaD) formatado para auxiliar os candidatos em seus estudos para a prova própria do Instituto.

Entre os conteúdos oferecidos no Pré-IFRS estão provas simuladas de processos seletivos anteriores próprios e de outras instituições de ensino, a maioria resolvida e comentada pelos professores. E ainda informações sobre o IFRS, seus campi e possibilidades.

Qualquer pessoa pode participar. As inscrições são online e gratuitas. O Pré-IFRS possui três modalidades de inscrição: para o processo seletivo de cursos técnicos integrados ou concomitantes do Ensino Médio; para cursos subsequentes ao Ensino Médio; e para cursos superiores. Esta separação se dá pela diferença de conteúdos programáticos das provas aplicadas.

O link para as inscrições e mais informações podem ser encontradas no site ead.ifrs.edu.br, na aba “Pré-IFRS”.