Posts

Feira Internacional do Vinho terá 250 marcas nacionais e internacionais

Profissionais e apreciadores do universo do vinho estão na contagem regressiva para a WINE SOUTH AMERICA 2018, que ocorre na Serra Gaúcha entre os dias 26 e 29 de setembro e promete uma safra de excelentes tintos, brancos, rosés e espumantes

De 26 a 29 de setembro, os profissionais e apreciadores do universo do vinho tem encontro marcado na Serra Gaúcha. Bento Gonçalves, capital brasileira do vinho, será sede da primeira edição da Wine South America 2018 – Feira Internacional do Vinho, que reunirá cerca de 250 marcas expositoras dos principais países produtores de vinhos, com o intuito de apresentar os lançamentos nacionais e internacionais em tintos, brancos, rosés e espumantes.

Idealizada para promover e ampliar a geração de negócios dos vinhos brasileiros perante o mercado global, a feira apresentará a excelência da produção nacional e a diversidade das suas regiões vinícolas através de exposição de rótulos da Serra Gaúcha – a principal região produtora brasileira -, e também de outras áreas do Rio Grande do Sul, como a Campanha e os Campos de Cima da Serra, além de Santa Catarina e de São Paulo.

Diversas ações estão sendo realizadas pela feira para promover o Brasil como nação produtora. Cerca de 120 compradores e importadores desembarcarão em Bento Gonçalves através do Projeto Comprador. Além desse, 20 jornalistas, visitarão a feira por meio do Projeto Imagem – ambos realizados em parceria com o Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin). “Acredito que será uma feira importante para mostrar o potencial não só dos nossos produtos, mas também do nosso enoturismo”, avalia o presidente do Ibravin, Oscar Ló. “Estávamos carentes de uma feira deste tipo no Brasil”, observa o presidente da Associação Brasileira de Enologia (ABE), Edegar Scortegagna. “Será uma ótima oportunidade para ajudar a fomentar e divulgar o vinho e o consumo do mesmo no Brasil.

Alberto_04 - Rafael Bosi (2)

O encontro contará, também, com apresentação de rótulos internacionais, provenientes da Argentina, Chile, Uruguai, Austrália, Itália, Eslovênia, Áustria e Suíça e de produtores de café, cachaças e azeites que enriquecerá a experiência e os negócios do público participante.

Além da exposição de produtos, a Wine South América terá uma robusta grade de conteúdos voltada à valorização da produção de vinhos e da formação profissional do setor, com degustações, premiações, treinamentos e palestras conduzidas por profissionais que são referência no mercado nacional e internacional.O grande destaque da programação fica por conta da participação do Master of Wine inglês Alistair Cooper, que conduzirá degustações exclusivas de espumantes brasileiros e ministrará a palestra degustação de Vinhos Sul-Americanos Elaborados a partir da Vitivinicultura Extrema. Alistair Cooper – MW é um dos poucos a ostentar o cobiçado título de ‘master of wine’, concedido pela tradicional escola britânica Wine & Spirit Education Trust. Desde a criação do curso, na década de 50, pouco mais de 300 pessoas conseguiram concluí-lo.

Voltada aos negócios, mas com muito a entreter os visitantes, a Wine South America oferecerá visitas guiadas às vinícolas da região, num tour devidamente informativo sobre os diferentes vinhos e espumantes brasileiros. “O setor vai capitalizar muito em cima de tudo isso”, projeta Ló. “Muito mais do que uma grande feira de vinhos, a Wine South America é um projeto elaborado sob medida para o setor. Estamos atraindo os olhares e os interesses do mercado mundial colocando o Brasil no mapa das principais feiras de vinho do mundo. Queremos explorar bem o enoturismo da região, transformando o evento em uma experiência única para os visitantes”, diz Alberto Piz, diretor da Milanez & Milaneze, empresa promotora da feira e subsidiária da italiana Veronafiere.

A Wine South America é o cenário ideal para que profissionais do setor, enófilos, enólogos, produtores e consumidores troquem experiências, conhecimento e façam negócios. O funcionamento da feira será das 12h às 21h. Informações sobre ingressos: winesa.com.br/site/2018/pt/ingressos.

Inscrições abertas

Quem anseia por conferir todos os detalhes do universo vinícola que será apresentado na primeira edição da Wine South America – Feira Internacional do Vinho já pode realizar sua inscrição antecipada e garantir presença no encontro. No site www.winesa.com.br profissionais do setor e consumidores podem efetuar o credenciamento antecipado (valores especiais e modalidades sob consulta).

Serviço

O quê: Wine South America 2018 – Feira Internacional do Vinho

Quando: de 26 a 29 de setembro, das 12h às 21h

Onde: Bento Gonçalves – RS

Local: Parque de Eventos de Bento Gonçalves (Alameda Fenavinho, 481)

Informações: (54) 3455-6711 e www.winesa.com.br

Foto: Rafael Bosi

Master of Wine britânico palestra pela primeira vez no RS na Wine South America

Alistair Cooper está entre os 370 profissionais do mundo que ostentam esse título de qualificação e apresentará vinhos sul-americanos produzidos em condições climáticas extremas

A primeira edição da Wine South America (Feira Internacional do Vinho que ocorre de 26 a 29 de setembro na Serra gaúcha) presenteia os enófilos com uma rara oportunidade de acesso ao conhecimento: assistir à explanação de um Master of Wine – título de especialização atualmente ostentado por apenas 370 experts em todo o mundo. O britânio Alistair Cooper palestrará pela primeira vez no Rio Grande do Sul durante a feira: nos dias 26 e 27, apresentará um panorama sobre vinhos brasileiros e sul-americanos produzidos em condições climáticas extremas. Na explanação, comentará sobre a importância de elementos como terroir, clima, poda e adubos na produção de vinhos e espumantes, resultando em bebidas de excelência. Ele também comandará uma degustação com diferentes estilos de espumantes brasileiros.

Apaixonado pela cultura latino-americana, Cooper obteve seu Master of Wine com um estudo focado no Vale de Itata, no Chile. Escritor e consultor em vinhos, ele é juiz regular na Decanter World Wine Awards e na International Wine Challenge – as principais competições de vinhos do mundo. A vinda do especialista ao Brasil será uma oportunidade ímpar para profissionais e amantes de vinhos qualificarem seus conhecimentos.

Para assistir à palestra do Master of Wine Alistair Cooper é necessário adquirir o ingresso para a feira e, também, a inscrição adicional antecipada para o encontro pelo site www.winesa.com.br. As vagas são limitadas a 40 participantes.

 AC

O que é um Master of Wine

O título de formação Master of Wine, concedido pelo Institute of Masters of Wine, é o mais respeitado no mundo – principalmente em razão do rigor e dos altos padrões de exigência associados a sua concessão. Apenas 370 pessoas possuem essa capacitação, atualmente – que as qualifica como gabaritados entendedores sobre o mundo do vinho. Para obter a titulação é preciso vencer uma série de exames ministrados pelo programa de ensino britânico.

Vinhos ‘Made in Brazil’

De acordo com balanço divulgado pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), o setor vitivinícola nacional teve crescimento de 17% no valor das exportações em 2017. A venda de vinhos e espumantes lidera o desempenho positivo, sinalizando 60% dos US$ 15 milhões exportados no último ano, com aumento de 47% no valor comercializado. Países da América Latina, os Estados Unidos e o Reino Unido configuram os cinco principais compradores das bebidas brasileiras.

 A Wine South America

Principal destino enoturístico do Brasil, a Serra gaúcha respira a cultura do vinho – por isso, não poderia haver melhor lugar do que Bento Gonçalves (Capital Brasileira da Uva e do Vinho) para a realização da Wine South America. Promovida pela Milanez & Milaneze, subsidiária da italiana Veronafiere, que promove a Vinitaly, a feira reunirá cerca de 250 marcas expositoras, entre elas as principais vitivinícolas brasileiras e prestadores de serviços para o segmento. No encontro, os participantes terão a oportunidade de promover o consumo e a comercialização dos produtos da indústria sul-americana de vinhos, especialmente brasileira, mirando na internacionalização do setor. Também haverá espaço para produtores de destilados, azeite e olivicultores. São aguardados cerca de 10 mil visitantes do Brasil e do exterior.

SERVIÇO

O quê: Wine South America 2018 – Feira Internacional do Vinho.

Quando: de 26 a 29 de setembro

Onde: Bento Gonçalves, RS

Endereço: Parque de Eventos de Bento Gonçalves (alameda Fenavinho, 481)

Inscrições: Valores para consulta no site www.winesa.com.br

Foto: Divulgação

Vinhos, negócios e turismo na Serra gaúcha

Feira internacional será oportunidade para conhecer a maior região produtora de vinhos e espumantes do Brasil

Principal destino enoturístico do Brasil, a Serra gaúcha reúne atrativos que conquistam visitantes do país inteiro e também de fora dele. São opções como rotas históricas, roteiros de cicloturismo, tour de compras, turismo de aventura, rotas gastronômicas e, principalmente, as inúmeras possibilidades no mundo dos vinhos.

Inserida nesse cenário, Bento Gonçalves foi a escolhida para abrigar a Wine South America – feira internacional de negócios direcionada ao setor vinícola. A cidade é o principal polo de produção nacional do vinho – oferecendo aos visitantes a experiência única de conhecer não só os melhores rótulos produzidos na região, o potencial, a qualidade e a estrutura da cadeia produtiva – mas, sobretudo, a história por trás de cada garrafa. Em meio a paisagens deslumbrantes, o público pode realizar visitas técnicas às vinícolas e descobrir o local onde são cultivadas as uvas e a forma como os vinhos são elaborados – com a melhor combinação entre tradição e inovação, zelo artesanal e apuro tecnológico.

Local estratégico para a realização da feira, a Serra gaúcha responde por cerca de 85% da produção nacional de vinhos, aproveitando o solo basáltico e o clima temperado, úmido e com noites amenas para cultivar uvas com personalidade forte. A região abrange as quatro áreas de produção enológica certificadas do país – tendo no roteiro passagens obrigatórias como os municípios de Bento Gonçalves, Garibaldi, Flores da Cunha, Farroupilha, Pinto Bandeira, entre outros. Saiba por que visitar a Wine South America será uma oportunidade para realizar ótimos negócios e como aproveitar a estadia na Serra gaúcha para turistar:

POR QUE VISITAR A WINE SOUTH AMERICA

Promovida pela Milanez & Milaneze, subsidiária da italiana Veronafiere, que promove a Vinitaly, a Wine South America reunirá as principais e melhores vitivinícolas brasileiras e prestadores de serviços para o segmento vitivinícola reunidos com foco em negócios, networking e conhecimento. Além disso, expositores e especificadores terão a oportunidade de promover o consumo e a comercialização dos produtos da indústria sul-americana de vinhos, especialmente brasileira, mirando na internacionalização do setor. Também haverá espaço para produtores de café, destilados, azeite e olivicultores.

Entre os visitantes, são aguardados empresários, importadores, distribuidores, enólogos, sommeliers, pesquisadores, bem como consumidores. Além das novidades levadas pelos expositores, a feira terá uma programação com cursos e degustações. Outro atrativo diferenciado são as palestras técnicas conduzidas por profissionais de gabarito internacional.

CAPITAL BRASILEIRA DA UVA E DO VINHO

 Experiências turísticas diferenciadas, novas vivências, conforto de bons hotéis e pousadas, deliciosa culinária e inúmeras opções de roteiros turísticos para todas as idades fazem de Bento Gonçalves um destino inesquecível. Considerada a Capital Brasileira da Uva e do Vinho, a cidade está localizada a 122 quilômetros de Porto Alegre (RS). É a primeira região do Brasil a obter a Indicação de Procedência e também Denominação de Origem para o Vale dos Vinhedos, cenário tão deslumbrante que já foi palco para gravação de filmes e telenovelas, bem como escolhida para integrar a Cidade do Vinho. O local reúne dezenas de vinícolas, hotéis, restaurantes, lojas e outros atrativos para acolher os turistas.

Outras rotas são: Caminhos de Pedra (um dos mais importantes roteiros de turismo cultura no meio rural, expressando a história da imigração italiana por meio da interatividade com os visitantes); Vale do Rio das Antas (paisagem tropical de um vale que se funde com o Rio das Antas, parcialmente encoberto por parreiras e bananeiras); Cantinas Históricas (um dos mais tradicionais distritos na elaboração de uvas de cepas diferenciadas, tem bons restaurantes e vinhos); Encantos de Eulália (passeio repleto de charme e encanto, composto por belas paisagens e uma variedade de atrativos como degustar vinhos, saborear comidas típicas e encantar-se pela aventura). Mais informações em bento.tur.br.

GARIBALDI

Já o município de Garibaldi é conhecido como ‘Capital Brasileira do Espumante’, reservando atrativos que conquistam pelo charme da vida no interior. A cidade preserva a arquitetura histórica da colonização italiana – perfeita para passear, fazer compras, tomar um café da tarde, curtir o mirante no alto de um vale e tirar fotos de cartão postal. Mas o destaque mesmo fica para as experiências nas vinícolas, como degustação às cegas, cinema a céu aberto em meio a vinhedos, harmonizações com chocolates e visitas guiadas. Destaques: Rota dos Espumantes; Via Orgânica; Passadas – a arquitetura do olhar; Estrada do Sabor. Informações adicionais no site turismo.garibaldi.rs.gov.br. Distâncias: 13,6 quilômetros de Bento Gonçalves e 112 quilômetros de Porto Alegre.

FLORES DA CUNHA

O município é contornado por belezas naturais, praças aconchegantes, igrejas, torres, cascatas e pelo sabor da farta gastronomia e dos vinhos que exalam o perfume da uva. No turismo, são cinco roteiros turísticos encantadores: Apromontes (visitação e degustação às vinícolas da rota); Caminhos da Colônia (rota enogastrônomica que percorre o interior de Flores da Cunha e Caxias do Sul); Melhor Idade (atrações para pessoas acima de 60 anos); Compassos da Mérica, Mérica (roteiro rural) e Vales da Serra (atrações integradas dos municípios Antônio Prado, Caxias do Sul, Flores da Cunha, Nova Pádua, Nova Roma do Sul e São Marcos). Mais informações no site www.floresdacunha.rs.gov.br. Distâncias: 62 quilômetros de Bento Gonçalves e 146 quilômetros de Porto Alegre.

PINTO BANDEIRA

Pinto Bandeira é um destino para quem quer passar bem, admirar a natureza, provar boa comida e degustar ótimos vinhos e espumantes. Com apenas três mil habitantes, o pequeno município possui excelenteterroir para o cultivo de uvas que dão origem a espumantes de excelência, além de reunir atrativos como wine bar, jardins e passeios em meio à natureza na sede de vinícolas conceituadas. Outras informações no sitewww.pintobandeira.rs.gov.br. Distâncias: 20 quilômetros de Bento Gonçalves e 140 quilômetros de Porto Alegre.

FARROUPILHA

O município é berço da colonização italiana no Rio Grande do Sul, recebendo as primeiras famílias de imigrantes vindas da província de Milão. Além de oportunidade para conhecer de perto o cultivo de uvas, o município tem atrativos turísticos como o Salto Ventoso (cachoeira com 55 m de queda caindo sobre uma gruta em forma de ferradura). Na rota também é possível passar por belas paisagens rurais, uma antiga ferraria movida por roda d’água e conhecer o sistema de trabalho dos minifúndios do interior. Outra opção é o Vale Trentino, perfeito para conhecer cantinas, degustar excelentes vinhos e sucos e ainda conhecer o processo de maturação da uva para a fabricação do vinho.

Já o centro da cidade abriga uma catedral construída em 1932 em estilo gótico, com duas torres de 49 metros de altura. Outra visita imperdível é ao Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio – maior santuário religioso do sul do Brasil. Distâncias: 26,5 quilômetros de Bento Gonçalves e 111 quilômetros de Porto Alegre.

VERANÓPOLIS

Mais do que lugares a serem visitados, Veranópolis tem investido no turismo de experiências. Localizado no Vale das Antas, o município tem mirantes de tirar o fôlego, como o do Espigão ou da Cascata dos Três Monges. Os atrativos já começam na própria central de informações turísticas (Casa Saretta), construída em 1906 e tombada como patrimônio histórico – vale fazer algumas fotos. Ao lado da Igreja Matriz está o primeiro prédio da Sociedade Alfredo Chavense, hoje Casa da Cultura. Esse espaço abriga o Museu Municipal e o Memorial José Lewgoy, reunindo fotos, roupas e artefatos pessoais do ator natural de Veranópolis – já falecido.

Foto Leonardo Boufleur

Impossível passar por Veranópolis sem conferir o Restaurante Giratório, na BR-470, junto ao Mirante da Serra (torre com quase 80 metros de altura). Além de se fartar com boa gastronomia, o visitante pode admirar a vista da cidade. O sítio Tedesco Villa D’Asolo é outro ponto tradicional, localizado na comunidade de Nossa Senhora da Paz. O destaque fica para o turismo rural e à educação ambiental, com criação de peixes, aves e ovelhas, além de trilhas, fonte de água e balanços. Claro, não poderiam faltar atrações envolvendo a bebida símbolo da Serra gaúcha. São cerca de três vinícolas produtoras com atendimento ao público e degustação de produtos (atendimento mediante agendamento). Distâncias: 38,5 quilômetros de Bento Gonçalves e 159 quilômetros de Porto Alegre.

NOVA PÁDUA

No início de 1886, sete famílias do Vêneto chegaram no Rio Grande do Sul para habitar a 16ª Légua do Campo dos Bugres, hoje Nova Pádua. Uma das características marcantes no pequeno município com cerca de três mil habitantes é a harmonia entre o trabalho e a natureza. Boa parte da economia é movimentada por 27 vinícolas, que juntas produzem mais de 5,5 milhões de litros de vinho por ano. Além de cultura, história, natureza e hospitalidade, Nova Pádua oferece mesa farta com deliciosos pratos típicos da gastronomia italiana – mantendo a tradição de comer e beber bem.

Vale conhecer a Capela das Almas e a história curiosa sobre seu nome. Indispensável conferir o Cachoeirão do Rio das Antas – formação rochosa em meio ao Rio das Antas, que chega a altura de 15 metros, formando quedas e corredeiras. Para conhecer mais paisagens, cascatas e paredões, é só fazer a travessia de balsa no Rio das Antas. Cantinas e adegas completam o charme interiorano, apresentando a simplicidade de quem produz vinho com amor e tradição. Distâncias: 77,4 quilômetros der Bento Gonçalves e 161 quilômetros de Porto Alegre.

SERVIÇO

O quê: Wine South America 2018 – Feira Internacional do Vinho.

Quando: de 26 a 29 de setembro

Onde: Bento Gonçalves, RS

Local: Parque de Eventos de Bento Gonçalves (alameda Fenavinho, 481)

Videiras - foto Maísa Marson

Foto Menino: Leonardo Boufleur
Foto Videiras: Maísa Marson

Wine South America tem 80% dos espaços comercializados

A Wine South America comemora a aceitação do mercado para transformar o Rio Grande do Sul em epicentro global da vitivinicultura em setembro deste ano. Faltando três meses do início da feira, 80% dos espaços voltados ao segmento vitivinícola, o principal da mostra, estão comercializados, sinalizando para o sucesso da proposta em promover o vinho brasileiro para o mundo. O bom desempenho é mérito do engajamento do setor, que tem abraçado a proposta do encontro de negócios. São grandes vinícolas, pequenas e familiares que percebem a Wine South America como a vitrine para se aproximarem de compradores, importadores, enófilos e outros profissionais da área.

E o melhor é que não falta argumento de venda. A qualidade do vinho nacional foi atestada pelas cerca de 200 premiações em concursos internacionais, realizados em solos tradicionalíssimos de produção vinícola, como Espanha e França. A feira contará com programação destinada a compradores e também estará aberta ao público para exposição de marca – serão cerca de 250 – e busca por novos clientes. Além do segmento vitivinícola, a Wine South America terá espaço para produtores de café, de destilados e olivicultores. A feira ocorrerá de 26 a 29 de setembro, no Parque de Eventos de Bento Gonçalves.

Espumantes tintos e brancos do Vale - Carlos Ben -

Sobre a Wine South America

A Wine South America 2018 – Feira Internacional do Vinho, será realizada em Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha, entre os dias 26 e 29 de setembro, para promover o consumo e a comercialização dos produtos da indústria sul-americana de vinhos, especialmente brasileira. Promovida pela Milanez & Milaneze, subsidiária da Veronafiere, realizadora da Vinitaly – empresa italiana especializada em eventos de negócio, a Wine South America tem expectativa de integrar 250 expositores nos pavilhões do Parque de Eventos, atraindo cerca de 10 mil visitantes. Também abrirá espaço para produtores de café, destilados e olivicultores. Entre os visitantes, são aguardados empresários, compradores, distribuidores, enólogos, sommeliers, enófilos, pesquisadores e estudantes. Além das novidades levadas pelos expositores, haverá uma programação com cursos, seminários e degustações. Outras informações sobre a feira podem ser obtidas em http://www.winesa.com.br

SERVIÇO

O quê: Wine South America 2018 – Feira Internacional do Vinho.

Quando: de 26 a 29 de setembro

Onde: Bento Gonçalves, RS

Local: Parque de Eventos de Bento Gonçalves (Alameda Fenavinho, 481)

Wine South America será oportunidade para expositores alavancarem bons negócios

Feira de abrangência internacional promete reforçar a presença dos vinhos brasileiros dentro e fora do país

 Grandes negócios, networking e muito conteúdo prometem fazer da Wine South America uma feira de importância mundial, especialmente para os expositores da América Latina. Principal polo vitivinícola do Brasil, Bento Gonçalves, na Serra gaúcha, receberá a visita de profissionais de toda a cadeia produtiva, inclusive consumidores, entre os dias 26 e 29 de setembro, para divulgar a imagem dos vinhos nacionais e prospectar vendas dentro e fora do país.

DSC_3442

 Realizada pela Milanez & Milaneze, empresa do Grupo Veronafiere, líder na realização de exposições na Itália e segundo em volume de negócios da Europa, a Wine South America terá o know-how da Vinitaly, que por mais de 50 anos é a feira referência mundial do setor de vinhos. “Planejando ações voltadas para atrair visitantes ligados à importação e exportação de vinhos, a feira funcionará como cartão de visitas para os expositores apresentarem ao mundo o que têm de melhor em produtos e serviços relacionados ao segmento”, comenta o diretor da Milanez & Milaneze, Alberto Piz. “Com uma safra de qualidade tão memorável como foi a de 2018, o momento é totalmente oportuno para as vinícolas brasileiras divulgarem suas apostas para o mercado, além de sua história e seus diferenciais”, completa.

O perfil dos expositores é formado por produtores nacionais de vinho, distribuidores, representantes, empresas prestadoras de serviços ligados ao segmento vitivinícola e fabricantes de acessórios para o consumo de vinho. Já o público-alvo está baseado em importadores e exportadores de bebidas; distribuidores e atacadistas; supermercados e hipermercados; sommeliers; estudantes de Hotelaria, Turismo, Gastronomia e Enologia; varejistas; bares, restaurantes, hotéis e lojas de conveniência; lojas especializadas em artigos de luxo e consumidor final das classes A e B.

 Além dos espaços de expositores, a Wine South America terá cinco programações com foco em networking e vendas. São elas: Projeto Comprador (Convidados pela feira, em parceria com o Ibravin, importantes compradores internacionais visitarão o evento para fazer e alinhar novos negócios); Exporta + Wine South Amercia (serviço exclusivo às empresas exportadoras presentes na feira para promover suas marcas no exterior); Programa de Distribuidores (atacadistas e distribuidores de todo o Brasil, indicados pelos expositores, visitarão o evento para conhecer lançamentos e comprar); Caravanas Wine South America (presença de varejistas do interior e de outros estados para ampliar a geração de negócios durante a feira) e Projeto Imagem (implementado em parceria com o Ibravin, busca divulgar os produtos brasileiros nas mídias internacionais especializadas, fortalecendo a imagem do Brasil como grande produtor e exportador mundial de vinhos).

Para promover a harmonização de conhecimentos, palestras relacionadas ao universo vitivinícola devem atrair a visita de pesquisadores, estudantes e apreciadores de vinhos para intercâmbio de saberes durante a feira. “Entendemos que a troca de experiências é um dos instrumentos mais eficientes para fortalecer a cadeia produtiva da uva e do vinho. Por isso, a Wine South America irá reunir quem faz, vende, compra, estuda e degusta a bebida”, explica Piz.

A expectativa da organização é integrar 250 expositores nos pavilhões do Parque de Eventos, totalizando cerca de 10 mil visitantes, como empresários, importadores, distribuidores, enólogos, sommeliers, enófilos (consumidores das classes A e B), pesquisadores e estudantes. Também haverá espaço para produtores de café, destilados e olivicultores.

SERVIÇO

O quê: Wine South America 2018 – Feira Internacional do Vinho.

Quando: de 26 a 29 de setembro

Onde: Bento Gonçalves, RS

Local: Parque de Eventos de Bento Gonçalves (alameda Fenavinho, 481)

Perfil dos expositores: produtores nacionais e internacionais de vinho, exportadores, distribuidores, representantes, empresas prestadoras de serviços ligados ao segmento vitivinícola e fabricantes de acessórios para o consumo de vinho.

Público-alvo: importadores e exportadores de bebidas; distribuidores e atacadistas; supermercados e hipermercados; sommeliers; estudantes de Hotelaria, Turismo, Gastronomia e Enologia; varejistas; bares, restaurantes, hotéis e lojas de conveniência; lojas especializadas em artigos de luxo e consumidor final das classes A e B.

Informações: www.winesa.com.br

Legenda: Produção vitivinícola brasileira ganha em oportunidades de negócios com a Wine South America

Crédito: Divulgação Ascom

Feira latino-americana de vinhos será lançada nesta sexta-feira

Realizada por um grupo italiano, a primeira edição da Wine South America, que ocorrerá em em Bento Gonçalves nos dias 26 a 29 de setembro na Fundaparque, será lançada nesta sexta-feira, dia 02 de março. O evento de lançamento ocorrerá no novo centro empresarial do CIC/BG a partir das 18h30, com coletiva de imprensa, seguida pela cerimônia e jantar a partir das 19h30. “A Wine South America nasce pela necessidade da indústria brasileira de mostrar sua variedade de vinhos e lançamentos, bem como do desejo de expandir seus negócios para novos mercados consumidores, ou seja, consolidar a presença do Brasil no mapa mundial do vinho – além de valorizar os produtores da América do Sul, com as presenças da Argentina, Chile e Uruguai”, resume Alberto Piz, diretor da Milanez & Milaneze, empresa promotora da feira e subsidiária da italiana Veronafiere.

 Rodadas de negócios e o Projeto Imagem

A expectativa da Wine South America 2018 é reunir 10 mil visitantes (importadores, distribuidores, profissionais da área, apreciadores, consumidores, pesquisadores e estudantes) e 250 expositores, entre empresas produtoras nacionais e internacionais de vinho, fabricantes de máquinas e equipamentos, prestadoras de serviços e fabricantes de acessórios para o segmento. A feira abre espaço, também, para os produtores de café, de cachaças e destilados, e olivicultores.

LEIA TAMBÉM: Vinícola Aurora participa de feiras e rodadas de negócios em 3 continentes

Além da exposição de produtos e serviços da indústria vitivinícola, a Wine South América terá uma robusta grade de conteúdos voltada à valorização da produção de vinhos e da formação profissional do setor, com degustações, premiações, treinamentos e palestras conduzidas por profissionais que são referência no mercado nacional e internacional.

Outro destaque dessa primeira edição serão as rodadas de negócios e o Projeto Imagem, em parceria com o Ibravin. O primeiro prevê a participação de compradores internacionais; já o segundo a vinda de jornalistas estrangeiros.

SAIBA MAIS: Henrique Tecchio assume a presidência da FIMMA Brasil 2019