Posts

Clube Esportivo anuncia novo Vice-Presidente de Futebol Profissional

Guilherme Salton assume a função e prepara novidades para os próximos dias

 Com foco total na preparação para a temporada 2019 – que marca a histórica comemoração do centenário – o Clube Esportivo de Bento Gonçalves anuncia seu novo Vice-Presidente de Futebol Profissional: Guilherme Salton. No clube desde 2015, Salton assume o cargo com a principal missão de auxiliar na formação de um plantel competitivo para que o grande objetivo do próximo ano seja alcançado: o acesso à elite do futebol gaúcho.

De 2016 a 2017, Guilherme assumiu a presidência do Esportivo pela primeira vez. Após esse período, permaneceu no clube como diretor das categorias de base. “A principal motivação para assumir o cargo foi pelo projeto do centenário do clube, um marco na nossa história”, aponta. A relação dele com o alviazul é de longa data. O pai, Orval Salton, ocupou o cargo de vice-presidente em 1976, enquanto o avô, Antônio Salton, foi um dos fundadores do clube, jogou pela equipe principal e, na década de 1940, doou o terreno para a construção do antigo estádio da Montanha.

Nos próximos dias devem ocorrer os primeiros anúncios sobre a formação da comissão técnica e, a partir de então, a divulgação dos jogadores que farão parte do grupo alviazul para a disputa da Divisão de Acesso de 2019.

Clube Esportivo apresenta ações comemorativas ao centenário

Campanha prevê a realização de 100 atividades temáticas até agosto do próximo ano

 A grandiosidade da história do Clube Esportivo merece ser celebrada à altura do que essa valiosa instituição representa para Bento Gonçalves – e será imortalizada por meio de cem ações temáticas, alusivas às festividades do centenário de sua fundação, em agosto de 2019. Esse robusto plano de valorização e engajamento comunitário foi apresentado na noite de 04 de outubro, durante um jantar comemorativo ao aniversário de 99 anos do alviazul, realizado no Bento Gonçalves Centro Empresarial.

Perante um público de mais de 300 pessoas – entre lideranças, autoridades, dirigentes esportivos, torcedores e parceiros que ajudaram a construir a trajetória do clube – o Esportivo apresentou as propostas de uma campanha desenvolvida para aproximar o time da comunidade. “Vamos reativar a paixão de Bento Gonçalves pelo clube”, definiu o diretor de marketing, Diego Bertolini. A meta é ousada: chegar aos mil sócios até o próximo ano.

Dirigentes e apoiadores comemoraram aniversário do clube alviazul

A mobilização rumo a esse objetivo começou a ser edificada com o lançamento da campanha de comunicação ‘coleTIVO – ninguém chega aos 100 anos sozinho’, cuja proposta é resgatar a legião de apoiadores que contribuíram para edificar a trajetória do clube. Um vídeo institucional com depoimentos de personalidades ligadas ao time emocionou o público – e começa a circular pelas redes sociais. Também nos meios digitais o Esportivo reforça a campanha de captação de associados – que podem fazer sua adesão via online.

Quem quiser exibir o orgulho de fazer parte da história do Esportivo poderá adquirir, também, camisetas da série especial lançada de forma comemorativa: uma edição limitada, com dois modelos vintage, remetendo ao modelo do primeiro uniforme do clube, datado de 1919. Há apenas 100 unidades numeradas de cada modelo, que podem ser encomendadas diretamente na secretaria do Esportivo.

Jantar comemorativo aos 99 anos do Clube Esportivo

Embalando a apresentação das propostas comemorativas, o público foi presenteado com uma audição inédita do hino do Esportivo, com releitura do músico Rodrigo Soltton, acompanhando o arranjo ao piano.

História imortalizada em livro

Cada capítulo que compõe a história centenária do Clube Esportivo de Bento Gonçalves será eternizada nas páginas de um livro temático, que está sendo produzido sob a curadoria do jornalista Fabiano Mazzotti. A publicação contará episódios marcantes e resgatará as principais conquistas que se acumulam na trajetória do alviazul. Esse material ganhará, também, versão cinematográfica, no formato de documentário.

Interação com a comunidade

Um momento tão marcante como é a comemoração do centenário de fundação de um clube precisa ser compartilhado com aqueles que dão vida e energia ao Esportivo – os bento-gonçalvenses. A comunidade será convidada a participar de uma programação festiva, que começa na noite de 25 de agosto de 2019 – quando haverá um jantar temático, com expectativa de reunir duas mil pessoas. Já no dia 28 daquele mesmo mês (um domingo), o Esportivo quer lotar o estádio Montanha dos Vinhedos para um circuito de atividades especiais: uma partida amistosa, para festejar a data em campo. Nessa data haverá, também, desfile de carros alegóricos temáticos, apresentações musicais e artísticas. “A valorização do papel do Esportivo segue, também, com um projeto especial que desenvolveremos juntos às escolas do município, demonstrando, mais uma vez, o apreço que o clube tem pela comunidade onde está inserido”, disse o diretor de eventos, Leocir Glowacki.

Rumo à elite do futebol

No ano do centenário, o Esportivo pretende estar de volta ao lugar que entende ser seu por direito: a elite do futebol gaúcho. Essa foi a promessa do presidente Anderson Zanella, durante o jantar comemorativo aos 99 anos do clube. “Estamos organizados, estruturados, trabalhando com total determinação para recolocar o nosso querido alviazul junto aos grandes do futebol gaúcho”, assegurou.

Para isso, o clube espera contar, mais uma vez, com o apoio da comunidade. “Precisamos da força de cada bento-gonçalvense. Nossa campanha quer, justamente, resgatar esse espírito coletivo e engajar toda a comunidade não só na celebração da história do Esportivo, mas no compromisso de construir um futuro de sucesso para ele”, disse o presidente do Conselho, Gilberto Durante.

Essa visão a longo prazo impressionou o primeiro vice-presidente da Federação Gaúcha de Futebol, Luciano Hocsman durante a festividade da noite de 04 de outubro. “Vejo aqui personalidades que ajudaram a construir a história do Esportivo, e isso representa a valorização de sua história. Encontro pessoas trabalhando pelo clube, demonstrando a força de seu presente. E, com emoção, encontro aqui crianças, que daqui a cem anos estarão relembrando esse momento e comemorando um futuro de muitas conquistas”, disse.

Grande bandeira de Bento Gonçalves, o Esportivo é motivo de orgulho pelo legado de contribuições que já edificou – e certamente ainda vai gerar – para o município. “São histórias que se confundem e, certamente, nos emocionam”, disse o prefeito Guilherme Pasin. Por essa representatividade, o Clube é merecedor do apoio de todos, recomendou o presidente do CIC-BG, Elton Paulo Gialdi – entidade cuja sede foi anfitriã do jantar alusivo aos 99 anos do alviazul. “Cada um de nós pode e deve fazer sua parte em reconhecimento à grandiosidade da história do Esportivo, contribuindo para que sua trajetória de conquistas se perpetue”, disse.

 Fúria Alviazul dá apoio ao Esportivo nas arquibancadas

O que torna um clube grande e reconhecido é o amor de sua torcida. Presentes para apoiar o time em todas as partidas, os torcedores alviazuis podem se orgulhar por fazer parte da história de um clube quase centenário. Um grupo de apaixonados pelo Esportivo tem ainda mais motivos para comemorar a proximidade desse marco histórico: a torcida organizada Fúria Alviazul acompanha o time desde 2004 seja onde for e participa ativamente na construção dessa trajetória.

O líder da Fúria, Cristian Cassinelli, prospecta uma temporada vitoriosa para o clube no ano do centenário. “Sem dúvidas a expectativa é de que o nosso clube consiga o tão almejado acesso à primeira divisão, corrigindo os erros cometidos no ano de 2018. Como representante da torcida, posso garantir que não pouparemos esforços no apoio incondicional aos jogadores durante as partidas. Queremos todos trabalhando pelo objetivo principal. O clube pode contar conosco, assim como sempre foi, pois estamos presentes em praticamente todos os jogos, tanto no Montanha dos Vinhedos como fora dele, percorrendo centenas de quilômetros para apoiar o Esportivo”, ressalta.

Para que essa expectativa se torne realidade, Cassinelli acredita que é preciso concretizar outro projeto do clube: a efetivação da categoria sub-19. Isso porque, segundo ele, a continuidade do trabalho com os jovens após os 17 anos é capaz de garantir parte da sustentabilidade de uma instituição esportiva. Por isso, o clube trabalha com afinco para a instalação dessa categoria e espera em um futuro breve a concretização desse projeto. Para o líder da organizada, a satisfação em liderar a torcida organizada de um dos principais clubes do interior gaúcho é imensa. “O sentimento é de gratidão, pois o Esportivo é um clube que tem uma história vitoriosa, mesmo com as dificuldades enfrentadas por times do interior. Então, liderar a torcida desse clube que está prestes a completar cem anos e possui uma estrutura e planejamento que nos fazem acreditar e almejar sempre mais é a motivação para continuar trabalhando e sentindo orgulho do que faço”, reforça.

A Fúria Alviazul também colaborou com a organização do evento comemorativo aos 99 anos do clube. A banda organizada entoou cânticos característicos do clube a fim de aproximar a sensação de estar no Montanha dos Vinhedos aos presentes no evento. A Fúria está preparando uma nova canção para comemorar o centenário e uma reformulação na banda.

Foto: Jeferson Soldi

Clube Esportivo concentra forças na formação de atletas

Alviazul não disputará competições oficiais no segundo semestre, direcionando esforços para o trabalho nas categorias de base e em projetos fora das quatro linhas durante o segundo semestre deste ano

Clube que carrega a tradição de uma história centenária – mas nem por isso desvia o olhar dos desafios que o futuro reserva – assim o Esportivo de Bento Gonçalves posiciona-se estrategicamente para o segundo semestre de 2018. Com entendimento pleno de suas responsabilidades – financeiras, sociais e comunitárias –, a diretoria traçou importantes definições não apenas para os próximos meses, mas planejando a perenidade da atuação institucional.

Em coletiva de imprensa realizada na manhã de 19 de junho, houve o anúncio de que a equipe profissional não disputará competições oficiais no segundo semestre de 2018. “Essa decisão é reflexo de um planejamento seguro e consciente para as próximas temporadas. O futebol é paixão, promove o engajamento das pessoas, por isso a nossa vontade era de, logicamente, continuar atuando dentro das quatro linhas. Porém, optamos pela razão: é essencial, antes, nos organizarmos fora de campo e, assim, projetar um time cada vez mais preparado para voltar ao seu lugar de destaque no futebol gaúcho”, esclarece o presidente do clube, Anderson Zanella.

Zanella

Isso não significa, porém, que o Esportivo ficará inativo pelos próximos meses – o trabalho continuará durante o ano inteiro, com foco em outras prioridades. Uma delas é focar nas ações que tornam o clube uma referência na formação de jovens atletas.

Foco na formação de atletas

A aposta nas bases é o diferencial do clube para o restante da temporada. O compromisso do Esportivo está na continuidade das atividades de sua escolinha, que atualmente atende 200 jovens. Esse valioso serviço social oferecido à comunidade se mantém pelo apoio do clube e por meio de mensalidades. A intenção da diretoria é buscar leis de incentivo e recursos que permitam ampliar a oferta, se possível de forma gratuita. “Nossa proposta é a de buscar os jovens na comunidade, oferecer a eles uma espécie de contra turno escolar. Assim, podemos atuar de maneira mais efetiva na formação de atletas, o que reflete tanto no futebol profissional, pois formamos as pratas da casa, como em futuras vendas que nos auxiliam economicamente”, comenta o presidente.

Dentro de campo, os atletas mirins também são os protagonistas no restante de 2018. A sub-17 é a categoria que disputa competições mais avançadas, a nível estadual. E, nessa perspectiva, a implantação do sub-19 promete qualificar ainda mais o projeto formador do clube.

Projetos paralelos

O Esportivo também tem assinalados projetos paralelos como as reformas estruturais do complexo Montanha dos Vinhedos. No curto prazo, está prevista a instalação de elevadores no estádio – dentro de 30 dias serão entregues -, a fim de, cada vez mais, facilitar a acessibilidade da comunidade em apoiar o time nos jogos. Outro projeto essencial é o andamento das obras de construção dos campos suplementares. Projetos licitatórios estão em andamento, e também serão formulados, para a conclusão da estrutura.

Já preparando a comunidade para as comemorações do centenário do clube – o Esportivo completa 100 anos em agosto de 2019 – uma nova facilidade está sendo planejada para aumentar o envolvimento dos sócios e torcedores do clube: a instalação de um moderno software no site da instituição para que possam ser vendidos produtos oficiais e realizadas novas associações. Em breve o sistema deve ser apresentado ao público.

Ainda no decorrer das próximas semanas, o clube pretende socializar a prestação de contas do semestre, priorizando a transparência na gestão pela qual a atual diretoria quer que o Esportivo seja cada vez mais reconhecido.

Crédito foto: Exata Comunicação

Esportivo aposta na formação de jovens por meio das categorias de base

Objetivo do clube é ir além da simples formação profissional, contribuindo para o desenvolvimento pessoal dos jovens. No total, são 180 crianças e adolescentes atuando nas categorias de base

A medida da atuação de um clube vai muito além de seu desempenho dentro das quatro linhas do gramado – e está relacionada, também, à responsabilidade social que ele exercita junto à comunidade onde está inserido. O Esportivo, de Bento Gonçalves, entende bem esse compromisso: acredita e trabalha de forma contínua no desafio de formar cidadãos por meio do esporte. Exemplo disso são os projetos desenvolvidos com as categorias de base.

Muito mais do que celeiro de jogadores para a equipe profissional, a iniciativa contribui de forma prática com a promoção do bem-estar social, integrando jovens talentos e mostrando-lhes que há alternativas para quem almeja um futuro promissor. A base do Clube Esportivo é, atualmente, referência em Bento Gonçalves e região. Ali estão concentradas 150 crianças de 6 a 15 anos, que frequentam a escola do clube, e 30 jovens na categoria sub 17.

Categorias de base 4

Além de incentivar o talento futebolístico da garotada, o trabalho visa a formação de cidadãos íntegros e preparados para o convívio social. “Essa iniciativa logo começou a ser mais do que apenas futebol. O projeto entrou na vida desses meninos como uma oportunidade de adquirem senso de organização, de responsabilidade, de respeito e de comprometimento com algo maior. Em muitos casos, está ligado à esperança de que existem, sim, outros caminhos a seguir”, diz o presidente do clube, Anderson Zanella.

Como funcionam as categorias e suas rotinas

Quem pretende fazer parte das categorias de base do Esportivo precisa de disposição para encarar uma rotina regrada de treinamentos. Ao ingressar no projeto, os jovens são organizados conforme a idade em divisões que são do Sub 6 ao Sub 17. Logo passam a cumprir uma agenda de compromissos no clube, com treinos pelo menos duas vezes por semana, no Estádio da Montanha (na Av. Osvaldo Aranha). São cerca de cinco horas de atividade que ocorrem sempre no turno oposto ao das aulas – estar estudando é requisito indispensável para integrar o grupo. Essa regra contribui para estimular o desenvolvimento dos atletas na escola.

Categorias de base 5

Os jogadores mirins têm uma agenda que valoriza o cumprimento de obrigações e responsabilidades, ajudando-os a se transformarem em cidadãos mais disciplinados. Uma das recompensas por esse esforço vem com a participação em competições locais e estaduais. Durante essas atividades, o clube oferece aos atletas subsídio em alimentação e transporte. Atualmente, as categorias sub 10, sub 11, sub 12, sub 13, sub 14 e sub 15 disputam o “Estadual Inovação de Futebol”. Já o “Campeonato SESC de Futebol de Base” tem a participação das categorias sub 14 e sub 16.

De olho no futuro

Quando chegam ao sub 17, os atletas são avaliados e capacitados para o ingresso em uma possível carreira profissional. Por isso, os nascidos nos anos de 2001 e 2002 têm treinamentos diários no turno da tarde, das 13h30 às 16h30. Essa categoria, atualmente, disputa o campeonato estadual de juvenil A, da Federação Gaúcha de Futebol. Para eles, há também o auxílio de hospedagem e alimentação. Hoje, são cerca de 15 adolescentes que residem no alojamento alviazul – alguns deles vindos de outras cidades em busca de oportunidades no clube bento-gonçalvense.

Categorias de base 3

O ingresso no clube

Os jovens interessados em participar da escolinha devem fazer a matrícula na secretaria do clube, acompanhados de pais ou responsáveis. O período da chamada “peneira”, onde são feitas seleções mais amplas para a categoria sub 17, é no início do mês de fevereiro de cada ano. Há uma série de documentos necessários para a inscrição, como atestado médico e de escolaridade, além do pagamento de uma taxa de inscrição e de mensalidade. Mais informações podem ser obtidas com o coordenador geral das categorias de base, Acácio Eggres, pelo [email protected] ou pelo fone (54) 3452-2165.

Fotos: Divulgação Clube Esportivo

Esportivo sensibiliza diretoria do CIC-BG em busca de apoio

Clube procura parcerias com a comunidade empresarial para a manutenção da estrutura das categorias de base

Um time de todos: assim se define o Clube Esportivo de Bento Gonçalves, da mensagem que acompanha seu logo até a proposta de atuação social. Visando a continuidade de sua trajetória quase centenária, e de suas contribuições junto à comunidade, a agremiação está procurando parceiros que colaborem com a manutenção das atividades da categoria amadora planejadas ao longo deste ano.

Sensibilizando o empresariado para essa realidade, integrantes da diretoria do Esportivo apresentaram os projetos de trabalho e compartilharam detalhes sobre a situação financeira do clube aos diretores do Centroda Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves.

Estadio copy

Uma das estratégias na captação de aliados é utilizar as leis de incentivo ao esporte para que empresas possam destinar parte de seus impostos à instituição. “Para mantermos a base e o time jogando, nesse ano ainda precisamos de um aporte financeiro de em torno de 100 mil reais”, diz o diretor financeiro do clube, Edgar Brandelli.

O Parque Esportivo Montanha dos Vinhedos é um dos complexos mais bem estruturados do interior do Brasil e o clube continua em processo de expansão. Além de contar com alojamento e academia, tanto para a base quanto para os profissionais, a diretoria está investindo na construção de um campo complementar. Parte da receita do clube é oriunda da venda de camisetas, das mensalidades dos sócios, das vendas de placas publicitárias, da bilheteria e de patrocínios em geral. Contudo, o montante não é suficiente para superar um déficit que o clube possui em relação à divisão amadora. As despesas se dão pela desproporcionalidade entre o que é lucrado com o profissional e o que é oferecido à base.

Reunião CIC

O clube é um dos orgulhos da cidade. Muitos empresários e políticos emprestaram seus conhecimentos na administração do Esportivo e contribuíram na conquista de importantes feitos, como o vice-campeonato gaúcho de 1979 e seis títulos de Campeão do Interior. Assim como a Maria Fumaça, a Fenavinho e a Pipa Pórtico, o Esportivo é um dos símbolos de Bento Gonçalves e um dos pilares no desenvolvimento de sua sociedade.

Aposta nas categorias de base
A base do clube Esportivo, atualmente, é referência na região. São mais de 200 crianças e adolescentes com idade entre 6 e 17 anos atuando nas categorias. Os treinos ocorrem no antigo estádio da Montanha dos Vinhedos, na avenida Osvaldo Aranha, região central de Bento Gonçalves. Cada categoria treina duas vezes por semana, totalizando cerca de cinco horas de atividade que ocorrem sempre em turno oposto ao das aulas. Eles também participam de competições locais e estaduais, sendo que, nessas ocasiões, o Clube Esportivo oferece aos atletas subsídio em alimentação e transporte.

A proposta, mais do que formar atletas, é preparar esses jovens para vida, constituindo cidadão íntegros para o convívio em sociedade. “Esse projeto é muito mais do que simplesmente futebol, é uma oportunidade de organização, de responsabilidade, que realmente faz a diferença para esses jovens e pode ajuda-los a ter uma vida melhor. Fazer parte desse processo é fabuloso”, comenta o presidente do Conselho Superior do CIC e conselheiro do Esportivo, Laudir Miguel Piccoli.

Como ajudar
Os interessados em conhecer mais sobre a atuação do clube na esfera de contribuições sociais podem contatar o CIC-BG pelo fone 2015.1999 e descobrir, também, de que formas é possível contribuir com as ações e projetos do clube para 2018.

50 anos do Clube Caça e Pesca Santo Huberto comemorados em festa com atrações musicais

md_8nsjopMuitas atrações estão sendo preparadas para a comemoração dos 50 anos do Clube Caça e Pesca Santo Huberto, no próximo dia 8 de abril, a partir das 18 horas, na sede da entidade. É uma festa para a família toda, com shows, djs, food trucks, e espaço kids. A Escola Mancha Verde, campeã do Carnaval de Caxias do Sul de 2016, se apresenta a partir das 20 horas entre o Ginásio de Esportes e a sede social. A banda gaúcha Papas da Língua dá continuidade ao embalo, a partir da 21h30min, em apresentação no ginásio.

A partir das 23 horas, a Banda Aeroporto anima baile na sede social do complexo. No subsolo da sede, um espaço mais tranquilo, para repor as energias e saborear sushis e drinks. A cervejaria Sud Brau e os vinhos e espumantes da Vinícola Dom Candido serão os responsáveis pelo fornecimento das bebidas

. No quiosque social, crianças de 3 a 12 anos poderão brincar sob os cuidados de recreacionistas, enquanto os responsáveis prestigiam os shows. O valor é de R$ 10,00 com direito a lanchinho.

Ingressos: à venda na secretaria do Clube, nas lojas da Vizia Óptica de Bento e no Katsu Sócios – R$ 30,00 |Não sócios – R$ 50,00

O ingresso dá acesso aos shows. Comidas e bebidas são à parte. Será entregue uma taça alusiva ao evento. Os sócios só poderão retirar os ingressos na Secretaria do Clube.