Posts

Vinícola Salton recebe premiação em Minas Gerais

A Associação Mineira de Supermercados (AMIS) entregou troféu para as empresas que se destacaram no setor em 2018

 A Salton foi uma das empresas agraciadas com o Troféu Gente Nossa 2018 – etapa Fornecedor, da Associação Mineira de Supermercados (AMIS). A vinícola foi destaque na categoria Bebidas Alcóolicas (exceto cerveja), junto com a Campo Largo/ Famiglia Zanlorenzi e a Concha y Toro. Criada em 1985, a premiação tem como objetivo reconhecer o trabalho de empresas e profissionais que se destacam no setor por meio da votação de seus associados.

 A Salton é finalista da premiação mineira há oito anos. Entre 2010 e 2014, participou da categoria Vinho. Em 2015, ficou em primeiro lugar na categoria Bebidas Alcóolicas (exceto cerveja), da qual também foi finalista nos dois anos seguintes. A entrega do Troféu Gente Nossa 2018 aconteceu na noite de 21 de maio, no Renaissance Work Center, em Belo Horizonte.

Foto (esq para dir) Pablo Rossi (Campo Largo Famiglia Zanlorenzi), André Lira (Concha y Toro), Cléber Slaifer (Salton) e João José de Melo (Stalo Supermercado) - Credito Ignácio Costa

Vinícola Aurora tem aumento de 258% em exportações no primeiro quadrimestre

Foram 8 países compradores nesses 4 primeiros meses, 4 deles na Ásia, continente que absorveu 62% do volume embarcado

 A Vinícola Aurora registrou um aumento de 258% em seu volume exportado nesse primeiro quadrimestre de 2018, em relação a igual período do ano passado. Em valor dos produtos exportados, o aumento foi de 234%.

 O suco de uva foi o item que apresentou maior percentual de crescimento nas exportações em relação ao ano passado: 32%. De janeiro a abril deste ano foram vendidas 24408 garrafas do produto, o que representa 15% do volume total exportado pela Aurora no período. Taiwan, China e Paraguai, nesta ordem, foram os principais compradores de suco de uva nesse quadrimestre.

 Os vinhos (brancos, tintos e espumantes) formam a fatia mais exportada em volume no período, respondendo por 43% do total. Os maiores países compradores de vinhos da Vinícola Aurora foram Japão, Estados Unidos, Cingapura e França. Há praticamente um empate com Keep Cooler, linha que representa 42% das exportações da Aurora no quadrimestre. O embarque mais recente ocorreu na última sexta-feira (dia 27), para Shangai: 54432 garrafas Brazilian Soul Cooler (marca exclusiva para exportação). 

Mais países

A Vinícola Aurora vendeu para 8 países neste quadrimestre, 5 a mais em relação ao mesmo período de 2017.  A Ásia (com China, Japão, Cingapura e Taiwan) foi o continente maior comprador, com 62%. A América do Sul comprou 28% do volume exportado, América do Norte 7% e Europa, 3% no quadrimestre.

LEIA TAMBÉM: Diretoria da ExpoBento 2018 anuncia atrações da feira

 “Seguimos a linha de crescimento nas exportações desde 2015”, afirma Rosana Pasini, gerente de Exportação e Importação da Vinícola Aurora. “Já temos novos embarques confirmados em maio, para novos clientes na Irlanda e no Perú e para clientes atuais da China e Estados Unidos, de todas as linhas, o que manterá o alto crescimento das exportações em 2018 comparado ao ano anterior”, adianta Rosana.

SAIBA MAIS: Dia das Mães não pode ser sinônimo de dívidas

Vinícolas e importadoras ganham mais uma semana para inscrever amostras

Associação Brasileira de Enologia prorroga prazo até 10 de abril

Com amostras chegando de diversas partes do mundo, a Associação Brasileira de Enologia (ABE) prorrogou o prazo para vinícolas e importadoras inscreverem seus rótulos no 9º Brazil Wine Challenge, um dos mais importantes concursos internacionais de vinhos das Américas. O Brazil Wine Challenge acontecerá de 5 a 8 de junho, no SPA do Vinho Hotel & Condomínio Vitivinícola, no Vale dos Vinhedos. A data limite passa a ser dia 10 de abril, com recebimento das amostras até 20 de abril. As inscrições podem ser feitas pelo site www.brazilwinechallenge.com.br. O Concurso é o único  do Brasil com a chancela da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV) e da União Internacional de Enólogos (UIOE).

Dez países já figuram entre os participantes: Argentina, Austrália, Bolívia, Brasil, Bulgária, Chile, Grécia, Nova Zelândia, Portugal e Uruguai. A expectativa é de que esta representatividade aumente, reunindo centenas de amostras de diferentes procedências que disputarão espaço nesta que é a principal vitrine de vinhos no Brasil. “Ter um vinho ou um espumante premiado no Brazil Wine Challenge é ter o reconhecimento de especialistas de diversos países. É associar sua marca aos melhores rótulos avaliados no concurso, atraindo olhares de conhecedores e de quem está ingressando neste universo de sensações”, destaca o presidente da ABE-, enólogo Edegar Scortegagna.

 O concurso conta com um sistema de avaliação totalmente informatizado, que garante maior agilidade e segurança na captação e tabulação dos dados. Implantado ainda na edição de 2010, o sistema apresenta excelente desempenho, colocando a avaliação entre as mais organizadas do mundo.