Posts

Praça CEU passa a contar com oficinas esportivas

Atividades iniciam no dia 3 de setembro. As inscrições são gratuitas

A partir do dia 3 de setembro, adolescentes, jovens, adultos e terceira idade passam a contar com oficinas esportivas no Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU), no bairro Ouro Verde. Ministradas pelo professor de Educação Física Fábio Ruffoni, o espaço irá contar com seis modalidades: Futsal Masculino e Feminino, Atividade Recreativa Infantil, Atividade Recreativa para Melhor Idade, Basquete Misto e Vôlei Misto.

_DSC0312

Segundo Ruffoni, “a parte esportiva é fundamental para todas as idades. As oficinas na Praça CEU têm o intuito de proporcionar uma atividade que irá desenvolver atividades complementares para o dia-a-dia de quem frequenta o espaço, pois os benefícios para quem pratica esportes são inúmeros”, destaca.

O CEU promove acesso à educação, cultura e esporte a cerca de quatro mil pessoas de todas as faixas etárias, dos bairros Zatt, Aparecida, São Roque, Ouro Verde e Loteamento Bertolini.

As inscrições para as oficinas são gratuitas e podem ser realizadas presencialmente no local. Mais informações: 3452-0003.

Confira os dias e horários disponíveis:

Futsal Feminino – Segundas e quartas-feiras – 9h às 10h e segundas e quintas-feiras – 14h às 15h

Futsal Masculino – Segundas e quartas-feiras – 10h às 11h e segundas e quintas-feiras – 15h às 16h

Atividade Recreativa Infantil – Terças e sextas-feiras – 9h às 10h30

Atividade Recreativa Melhor Idade – Sextas-feiras – 8h às 9h

Basquete Misto – Sextas-feiras – 14h às 15h

Vôlei Misto – Sextas-feiras – 15h às 16h

Foto: Arquivo ASCOM/Davi Da Rold

Praça CEU passa a contar com Telecentro Comunitário

O espaço é aberto para pesquisas, jogos e acesso às redes sociais e conta com instrutora de informática

O Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU), localizado no Bairro Ouro Verde, passou a contar com uma nova atividade nesta semana: o Telecentro Comunitário. O espaço conta com mais de dez computadores com acesso à internet. Em quatro dias de funcionamento, cerca de 140 pessoas frequentaram o local.

“Desde a abertura, o espaço permanece lotado. As crianças e adolescente frequentam a praça para realização de oficinas e prática de esportes, e no intervalo dessas atividades utilizam os computadores para pesquisas, jogos, música e acesso às redes sociais. Eles estavam numa grande expectativa à espera da abertura do Telecentro”, observou a coordenadora da Praça CEU, Patrícia Da Rold. O ambiente é aberto também para adultos.

Para dar orientação aos usuários foi contratada, em forma de estágio, a instrutora de informática Daniele Giotto. Ela foi beneficiada por meio do Projeto Acessuas Trabalho, da Secretaria de Habitação e Assistência Social, e participou do Curso Básico de Informática promovido pela Coordenadoria de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTEC). Após concluir a formação, foi oportunizada a vaga de estágio no Telecentro.

Daniele é moradora do Ouro Verde e já participava das atividades realizadas na Praça. Junto com sua mãe Terezinha, ela buscou se qualificar e juntas participaram do Curso de Informática. “Não tenho palavras para descrever a oportunidade que tive fazendo o curso. Aprendi várias coisas que não fazia nem ideia, jeitos mais faceis de pesquisar os conteúdos e até mesmo coisas que nunca mais vou esquecer. Quando me falaram que o professor tinha me indicado para trabalhar no Telecentro, eu fiquei muito feliz, pois não estava esperando. Sei que com este estágio irei aprender muitas coisas novas que me ajudarão a conseguir entrar na área de trabalho com mais facilidade”, afirma.

IMG_5024

O Programa Acessuas Trabalho visa articular, mobilizar e encaminhar pessoas em situação de vulnerabilidade ou risco social para garantir o direito de cidadania e à inclusão ao mercado de trabalho.

Segundo a coordenadora do setor de educação da CTEC, Fernanda Nardini Tecchio, futuramente serão implantados no Telecentro cursos de inclusão digital para crianças, adolescentes e terceira idade.

Foto: José Estefanon

Praça do CEU é inaugurada em Bento 

150 alunos, entre crianças, adolescentes e grupos da melhor idade participam de oficinas no local 

Dança, música, artesanato, assistência social e inclusão digital. Todas estas atividades podem ser encontradas em um único local, no Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) de Bento Gonçalves. O complexo foi inaugurado nesta sexta-feira, 06, com a presença do Secretário de Infraestrutura Cultural (SEINFRA), Paulo Edy Nakamura e do Prefeito Guilherme Pasin.

articiparam do evento o Presidente da Câmara de Vereadores, Moises Scussel Neto, vereadores Eduardo Vírissimo e Idasir dos Santos. Além dos Secretários de Cultura, Evandro Soares, de Habitação e Assistência Social, Milena Bassani, de Juventude Esporte e Lazer, Adão Valtamir Atzler, promotor, Elcio Resmini de Meneses, a coordenadora do CEU, Patrícia Da Rold e o presidente do bairro, Edson Corrêa.

 IMG_5208

Uma iniciativa do Governo Federal em parceria com as administrações municipais, os CEUs tem o objetivo de promover a cidadania acesso à educação, cultura e esporte. Em Bento beneficia cerca de quatro mil pessoas de todas as faixas etárias, dos bairros Zatt, Aparecida, São Roque, Ouro Verde e Loteamento Bertolini.

A estrutura conta com quadra poliesportiva coberta, pista de caminhada, academia ao ar livre, pista de skate, mini palco de apresentações, biblioteca, telecentro, salas multiuso e um Centro de Referência e Assistência Social (CRAS).

Para o presidente da Câmara “o local ganha vida, e deve ser um espaço aproveitado ao máximo por toda comunidade”, disse.

Principal - geral

O secretário Nakamura destacou que a Praça CEU do Município é uma iniciativa que merece ser divulgada para o restante do país. No Estado 22  praças estão em funcionamento. “Quero parabenizar toda a Administração, as secretarias de Cultura e de Assistência Social do Município, pelo bom trabalho desenvolvido. Este é um exemplo de sucesso e de uma boa gestão. O desejo do Governo Federal é que possamos replicar este tipo de proposta pra diversos outros municípios. O que estamos inaugurando hoje será um diferencial na vida dessas pessoas daqui há alguns anos”, pontuou.Definir imagem destacada

No local são ofertadas oficinas culturais e artísticas de forma gratuita: artesanato e madeira, de violão, de capoeira, de danças urbanas, de grafite e de crochê e amigurumi para aproximadamente 150 alunos, entre crianças, adolescentes e grupos da melhor idade.

 LEIA TAMBÉM: Número de prevenção ao suicídio, 188, se torna gratuito em todo o Brasil

O Prefeito Guilherme Pasin comemorou a entrega. “Que todos vejam esse local como um pedacinho do CEU. Um espaço onde as mais variadas atividades são oferecidas para comunidade. Local que se encontra no coração de um bairro que evoluiu ao longo dos anos, que hoje tem essa praça, um Ginásio que agora é da comunidade, uma nova Unidade de Saúde que atende os moradores do bairro e ruas asfaltadas. Que a comunidade ocupe com muita alegria esse espaço”, destaca.

Foto: José Martin Estefanon

Foto Aérea: Thiago Sacchet