Posts

Edital de Criação e Formação – Diversidade das Culturas, da Fundação Marcopolo e Sedac RS, tem 6591 inscrições

O Edital Criação e Formação – Diversidade das Culturas, realizado pela Secretaria de Estado da Cultura em parceria com a Fundação Marcopolo com recursos oriundos da Lei nº 14.017/2020, a Lei Aldir Blanc, encerrou suas inscrições na terça-feira à noite contabilizando 6591 inscrições, sendo 3389 de Pessoas Físicas e 3202 de Pessoas Jurídicas. Com recursos de R$ 20 milhões, este é o maior edital para a Cultura realizado no Rio Grande do Sul.

O edital recebeu propostas de Pesquisa, Criação, Formação e Qualificação nas áreas do audiovisual, artesanato, artes visuais, circo, culturas populares, cultura viva, dança, diversidade linguística, livro, leitura e literatura, música, teatro, memória e patrimônio, e museus.

A distribuição de recursos chegará aos municípios do Rio Grande do Sul de acordo com a divisão demográfica da população do RS COREDES – Conselhos Regionais de Desenvolvimento. A seleção também contemplará pontuação específica para Diversidade e, nos projetos de Pessoa Física, 50% para cotas sociais.

“Foi um desafio incomensurável. Foi como estrear um espetáculo, sem ensaio e com as folhas da partitura embaralhadas.  Muitos que estão na gestão do projeto e que ficaram encarregados da busca ativa não se conheciam. Alcançar esse número recorde de inscritos foi uma bela finalização para um primeiro movimento desse grande concerto, mas exigiu muito esforço, dedicação e empatia”, comemora o coordenador do Edital, Luciano Balen.

“O número de inscritos traduz o sucesso que foi a parceria formalizada com a Fundação Marcopolo, garantindo que esses 20 milhões de reais, o maior investimento já feito em um edital da Cultura, chegue a trabalhadores e trabalhadoras do setor, por meio da Lei Aldir Blanc”, destaca a secretária da Cultura, Beatriz Araujo.

A nova etapa do Edital prevê a Habilitação e Seleção das propostas. Esta fase deve durar cerca de 15 dias. Depois, disso, os projetos selecionados deverão ser anunciados ao público. O acompanhamento de todo o andamento do edital pode ser feito através do site da Fundação Marcopolo (www.fundacaomarcopolo.com.br), além das redes sociais da instituição. Dúvidas também podem ser resolvidas em contato pelo e-mail: [email protected]br.

Câmara Municipal de Bento Gonçalves aprova seis matérias

Cinco projetos de lei seguem agora para a sanção ou o veto do prefeito municipal

Cinco projetos de lei e um requerimento foram aprovados pela Câmara Municipal de Bento Gonçalves na Sessão Ordinária desta segunda-feira (19). Os cinco projetos de lei aprovados seguem agora para a sanção ou o veto do prefeito municipal.

A primeira matéria aprovada, por unanimidade, foi o Projeto de Lei Ordinária (PLO) nº 24/2018, protocolado pelo Executivo municipal. A proposição autoriza a abertura de um crédito especial de R$ 83.186,87 ao município.

Em seguida, foi aprovado, de forma unânime, o PLO nº 25/2018, também de autoria do Poder Executivo. A matéria autoriza o município a desafetar e permutar áreas de terras com a Mitra Diocesana de Caxias do Sul.

Na sequência, foram aprovados o PLO nº 36/2018 e o PLO nº 37/2018. Ambas as matérias protocoladas pelo Executivo municipal tratam da contratação administrativa, temporária e emergencial de servidores. Enquanto o primeiro projeto foi aprovado por unanimidade, o segundo recebeu o voto contrário do vereador Moacir Camerini (PDT).

O plenário também aprovou de forma unânime o PLO nº 26/2018, de autoria do vereador Neri Mazzochin (PP). A proposição denomina “Rua Alceu Liviera” uma via do loteamento Reserva Grasselli, no bairro Borgo.

Também foi aprovado por unanimidade o Requerimento nº 7/2018, protocolado pelos vereadores Anderson Zanella (PSD), Gustavo Sperotto (DEM), Idasir dos Santos (MDB), Marcos Barbosa (PRB), Moacir Camerini (PDT), Paulo Roberto Cavalli (PTB) e Sidinei da Silva (PPS). A matéria pediu autorização para a formação de uma comissão especial para apresentar propostas de alteração à Lei Orgânica do Município de Bento Gonçalves e ao Regimento Interno da Câmara Municipal de Bento Gonçalves.

f_001896_img_6703

Por fim, foi rejeitado, por maioria de votos, o Requerimento nº 8/2018, de autoria do vereador Moacir Camerini. Por meio da matéria, o parlamentar pretendia requerer “à Mesa Diretora desta Casa, através do Presidente, que providencie junto à empresa Alvo Global, agência responsável pela publicidade desta Casa, e encaminhe a este vereador, cópias dos comprovantes de pagamento e das notas fiscais de cada publicação da Câmara, realizadas entre outubro de 2017 e março de 2018”. Somente os vereadores Agostinho Petroli (MDB) e Moacir Camerini manifestaram-se favoravelmente à matéria.

Assista à gravação na íntegra da Sessão Ordinária no canal do Youtube da TV Câmara Bento.