Posts

Cedenir Fortunatti é escolhido enólogo do ano pela Associação Brasileira de Enologia

Enólogo e gerente industrial da Fante Bebidas, Cedenir foi eleito em votação entre associados da ABE

Cedenir Fortunatti, da Fante Bebidas, foi eleito o enólogo do ano pela Associação Brasileira de Enologia (ABE). Enólogo e gerente industrial da Fante, Fortunatti foi escolhido em votação promovida entre os associados e agraciado no último sábado, em solenidade comandada pelo presidente da ABE, Edegar Scortegagna, no Dall’Onder Grande Hotel, em Bento Gonçalves. O jantar de confraternização foi alusivo ao Dia do Enólogo e aos 41 anos da entidade, comemorados em 22 de outubro.

O 15º profissional escolhido pela ABE é natural da comunidade de Restinga, interior de Flores da Cunha, sede da Fante Bebidas, e cresceu em meio aos parreirais. “Minha família sempre trabalhou com uvas. Eu fui criado em meio aos parreirais”, relembra o enólogo. Sua carreira no mundo do vinho teve início no ano de 1994, quando ingressou na então Escola Agrotécnica Federal de Bento Gonçalves (hoje Cefet), onde cursou o curso de Técnico em Enologia. 

IMG-20181029-WA0007

Após a formatura, em 1999, entrou na Fante, onde começou a trabalhar como auxiliar de laboratório. Incansável por conhecimento, em 2004 entrou no Curso Superior de Tecnologia em Viticultura e Enologia na Cefet e, após a graduação, especializou-se em Vitivinicultura pela UCS de Caxias do Sul, formando-se em 2011. Em 2013, assumiu toda a elaboração de vinhos finos e de mesa, espumantes, sucos e destilados da Fante, considerada uma das maiores empresas de bebidas do país.  Pela UCS, também é formado em MBA em Desenvolvimento de Lideranças.

O “alquimista das bebidas”, como os colegas o chamam, Fortunatti comenta que a premiação tem um sentimento de muita alegria e realização profissional. ”A Fante Bebidas confiou em mim, no meu trabalho, e propiciou as ferramentas necessárias para o meu crescimento e desenvolvimento profissional. Sou muito grato à Fante pela confiança em mim depositada”, destaca.

Segundo o diretor-geral, Júlio Fante, Fortunatti entrou muito jovem na empresa, se formou enólogo e foi conquistando, aos poucos, conhecimento e experiência para chefiar o setor enológico da Fante. Hoje, o enólogo acumula experiência de quase 20 anos no mundo do vinho, toda ela dedicada à Fante. “O título de enólogo do ano é um grande atestado de qualidade dos nossos produtos”, destaca Júlio Fante.

Votação para o Enólogo do Ano 2018 encerra nesta sexta-feira

Associados da ABE têm até dia 19 para votar e escolher o 15º homenageado

Outubro é sempre muito aguardado pelos enólogos do Brasil. O mês marca o aniversário da Associação Brasileira de Enologia (ABE), criada em 22 de outubro de 1976, data que também festeja o Dia do Enólogo, uma conquista e reconhecimento à profissão no Brasil. Para brindar as comemorações, a entidade realiza desde 2004 o Enólogo do Ano, uma distinção a quem se destaca pela sua atuação no setor. Este ano, o 15º enólogo entra para esta seleta galeria de grandes artistas do vinho. A votação está aberta e segue até 19 de outubro pelo link https://www.enologia.org.br/enologo-do-ano/votacao/. A divulgação e premiação acontecerá em jantar de confraternização no dia 26 de outubro, a partir das 20h, no Centro Empresarial de Bento Gonçalves.

A celebração foi ganhando status ao longo do tempo. Amadurecendo, assim como o vinho, vem reunindo dezenas de enólogos de todo o Brasil. “Há anos este dia é sagrado para os enólogos brasileiros. É quando brindamos o trabalho de um ano, seja na videira, na vinícola ou na entidade. E celebramos tudo isso da forma que mais sabemos fazer: brindando com amigos e colegas de profissão. Escolher o Enólogo do Ano é nosso dever. E ser eleito pelos próprios enólogos amplia ainda mais a importância da distinção”, destaca o presidente da ABE, Edegar Scortegagna.

A divulgação do vencedor acontecerá durante o jantar em comemoração ao Dia do Enólogo e 42 anos da ABE. O enólogo mais votado será premiado com uma viagem com a finalidade de visitar uma feira do setor vitivinícola. A distinção tem o objetivo de enaltecer a trajetória do profissional que, durante sua trajetória, soube conduzir seu trabalho, não só qualificando o vinho, mas aportando ao mundo do vinho algo a mais.

Além de ter formação em Enologia e Viticultura, o indicado deve trabalhar em prol do profissional de Enologia, ter cinco anos de experiência no ramo, estar exercendo a atividade, ter atuação setorial, contemplar inovação tecnológica, ser associado da ABE, no mínimo há três anos, além de estar em dia com a tesouraria. O presidente não pode concorrer. “Este prêmio é uma justa homenagem a todo enólogo que se dedica, incansavelmente, a não apenas transformar a uva em vinho, mas a engarrafar qualidade e emoção, contribuindo para posicionar o Brasil entre os principais produtos mundiais”, destaca o presidente da ABE, enólogo Edegar Scortegagna.

 

ENÓLOGOS HOMENAGEADOS

Enólogo do Ano 2004 – Antônio Czarnobay

Enólogo do Ano 2005 – Gilberto Pedrucci

Enólogo do Ano 2006 – Firmino Splendor

Enólogo do Ano 2007 – Adriano Miolo

Enólogo do Ano 2008 – Ismar Pasini

Enólogo do Ano 2009 – Nauro José Morbini

Enólogo do Ano 2010 – Lucindo Copat

Enólogo do Ano 2011 – Daniel Dalla Valle

Enólogo do Ano 2012 – Dirceu Scottá

Enólogo do Ano 2013 – Juliano Daniel Perin

Enólogo do Ano 2014 –  Delto Garibaldi

Enólogo do Ano 2015 – Christian Bernardi

Enólogo do Ano 2016 – Flávio Zílio

Enólogo do Ano 2017 – Carlos Abarzúa

Foto: Lucinara Masiero / Conceitocom Brasil