Posts

CERAN comemora 10 anos de atuação

A Companhia Energética Rio das Antas (CERAN) comemora seus 10 anos de atuação em um evento que será realizado nesta quarta-feira, 22 de agosto.  Representantes de empresas acionistas, diretores, colaboradores e lideranças políticas e comunitárias vão acompanhar as atividades que serão realizadas, a partir das 14 horas, na SOAL (Sociedade Alfredochavense), em Veranópolis. Na programação estão previstos lançamento do vídeo institucional da CERAN, apresentações culturais de projetos apoiados pela empresa, pronunciamento de diretores e conselheiros, bolo de aniversário e coquetel.

Formada pela união das empresas CPFL Geração de Energia S.A., CEEE-GT (Companhia Estadual de Geração e Transmissão de Energia Elétrica) e Statkraft, a CERAN opera as Usinas Hidrelétricas Monte Claro, 14 de Julho e Castro Alves, cuja potência instalada total alcança 360 MW.

A construção do empreendimento revela a ousadia de seus protagonistas. Iniciada em março de 2002, as três hidrelétricas exigiram o remanejamento de 32 famílias residentes na área posteriormente ocupada pela formação do reservatório. Além disso, a CERAN recebeu a missão de cumprir um conjunto de 27 programas ambientais, divididos em três áreas: meios físico, biótico e antrópico. São programas previstos no Projeto Básico Ambiental, como monitoramento do clima, recuperação das áreas degradadas, salvamento da flora e da fauna, remanejamento da população, apoio aos municípios do entorno, educação ambiental, comunicação social e outros. A maioria desses programas já foi concluída, mas alguns seguirão em execução por toda a vida útil do empreendimento.

Foto 01

Outro aspecto relevante é a expressiva atuação social na região. Em 10 anos, a CERAN soma mais de R$ 3,6 milhões investidos em projetos e ações em municípios de seu entorno, proporcionando benefícios significativos nas áreas de educação, saúde, esporte, cultura, assistência social, terceira idade, infância e adolescência, meio ambiente e outras.

O repasse mensal de recursos, decorrente da Compensação Financeira pela Utilização de Recursos Hídricos (CFURH), constitui uma contribuição relevante para o desenvolvimento da região. Trata-se de um valor pago mensalmente aos municípios da área de abrangência da CERAN, ao estado do Rio Grande do Sul e a órgãos do governo federal em razão do uso de recursos hídricos para a geração de energia.

Como a formação do reservatório ocupou parcialmente terras dos municípios do entorno  do empreendimento, é necessário que a CERAN compense financeiramente esses locais, o estado gaúcho e também órgãos do governo federal. Para se ter uma ideia, somente nos anos de 2016, 2017 e 2018, esse montante alcançou R$ 19,7 milhões.

Por tudo que desenvolve, a CERAN é reconhecidamente um bom exemplo para o setor elétrico brasileiro, gerando energia de modo sustentável, com excelente desempenho operacional e contribuindo para o desenvolvimento socioeconômico da região onde está inserida.