Posts

Apocalypse lança novo álbum ao vivo

Banda caxiense, com 35 anos de história e destaque internacional, lança novo álbum ao vivo

Acaba de ser lançado o novo álbum ao vivo da banda gaúcha Apocalypse, de renome internacional, com CDs lançados na Europa e participação em festivais americanos.

Disponibilizado apenas nas plataformas digitais, “The 35th Anniversary Concert” celebra 35 anos de história e abre caminho para uma nova fase do grupo, através das faixas inéditas “Hard Long Road” e “It ́s All Gone”. Este é o terceiro registro ao vivo da banda que, no decorrer destas déca das, lançou um disco ao vivo gravado nos EUA, chamado “Live in USA”, de 2001. Mais tarde, em 2007, saiu “Live in Rio”, gravado na capital carioca, seguido por “Bridge of Light” (2008) e “Magic Spells” (2010). A tradição em lançar material ao vivo também foi seguida em DVDs, com o mesmo show no Rio de Janeiro, “Live in Rio”, o box comemorativo “Apocalypse – The 25th Anniversary Concert” e “The Bridge of Light” (2013).

Apocalypse - Press

Gravado em show realizado no dia 3 de junho de 2015, na cidade de Porto Alegre, “The 35th Anniversary Concert” conta com um track list de 15 faixas, focando no material recente do Apocalypse, destacando os novos arranjos para “Not Like You”, “Last Paradise” e “Till Another Side” e uma versão instrumental para a música “2012 Light Years From Home”.O álbum está disponível no Spotify.

Formado atualmente por Gustavo Demarchi (vocal), Ruy Fritsch (guitarra), Eloy Fritsch (teclados), Daniel Motta (baixo) e Rainer Steiner (bateria), o grupo já conta com uma agenda de shows ativa, e o primeiro show do ano aconteceu no Camp Celta Festival, em Três Coroas, no Raft Adventure Park.

A Apocalypse surgiu em 1983, em Caxias do Sul, quando Eloy Fritsch formou uma banda de rock com colegas de escola. Inspirado nos grupos Pink Floyd, Yes, Genesis, Rush, ELP e Marillion, o grupo sempre esteve na ativa, tocando art rock.

US+THEM

Por Natália Zucchi

Pink Floyd foi o que eu mais vi ao vivo nessa minha turnê pelas bandas que tanto gosto. Claro, uma parte assisti com Waters e outra com Gilmour, separados desde 1985. The Wall, inclusive, foi meu primeiro show internacional, lá em 2012, na capital. Roger Waters, baixista e um dos fundadores da banda, tocou o álbum na íntegra, enquanto o muro gigantesco era construído, atravessando o Beira Rio.

Comecei minha tour de shows em grande estilo: Roger Waters entregou um concerto repleto de efeitos visuais inesquecíveis. Mas se já não bastasse o título do primeiro show, somado à estrutura surpreendente, o espetáculo me deixou outra marca: aos 14 anos, adolescente, enfrentava o início da separação dos meus pais, quando meu pai saiu de casa nas vésperas. Meu muro estava em construção também.

Já em 2015, foi a hora de ver David Gilmour com toda sua sensibilidade na Arena do Grêmio. Foi INCRÍVEL! Fui pelo Pink Floyd, mas também curtindo o pouco trabalho solo que conheço do cara. A tour Rattle That Lock foi linda, com menos efeitos especiais em comparação ao Waters, mas com direito a lasers dançantes e a animações nas características do Pink passando no telão. Gilmour precisa de pouco. Coming Back To Life ficou como performance inesquecível do show.

Voltando ao Waters

Seis anos depois do The Wall, comprei novamente o ingresso para o show da turnê US +THEM do Roger Waters, em Porto Alegre, no último dia 30 de outubro. Dói admitir que todo o estresse das eleições e manifestações políticas me deram uma boa intoxicada criativa, diga-se de passagem. Acabei anestesiada, sem ansiedade ou expectativa.

Uma pena. Para quem só vive o momento do show, não sabe como é gostoso passar pelos dias que antecedem o espetáculo ouvindo toda a discografia de quem você vai assistir, ficar repassando as letras para não errar nos refrões, relembrar os momentos já vividos com aquelas músicas e sentir aquela energia viva de ansiedade boa e motivadora. O efeito dos shows para mim duram muito, por isso invisto tanto neles. Mas no último show, na verdade, eu não esperava nada até às19h30, quando Renato Borghetti fez as aberturas.

Animals

Felizmente, Waters não decepcionou no repertório, muito menos nos efeitos visuais do show. Misturou sucessos de álbuns como Dark Side of The Moon, Wish You Were Here, The Wall e Animals com suas canções em carreira solo. Another Brick In The Wall foi o momento para o coro do público e novamente cantei contra meu muro interno. Entre latidos de cachorros e grunhidos de porcos, Dogs e Pigs, duas pérolas brilhantes na noite. Dogs pelos mais de 16 minutos de execução impecável e riffs hipnotizantes e Pigs, bom, por ser Pigs. O grande porco passeou pelo estádio com a mensagem #StayHuman. Trump no telão, no mínimo, tirou umas risadas da galera. Importante para descontrair os momentos mais tensos do show, não devido às imagens, mas pelas pessoas.

Pagando para arranjar briga

Roger Waters sempre foi um cara político e não tinha como esperar algo diferente em seus shows. Tudo bem. Mas também me ensinaram que o significado da arte não é gerado somente por quem a cria, mas, sim, pela interpretação de quem com ela interage.

Roger Waters chegou com sua tour no Brasil incendiando ainda mais o conturbado período eleitoral de 2018. Porém, no show que sucedeu a eleição, Waters não tocou no nome do presidente eleito. Nem foi preciso. O público se encarregou de pegar para si toda e qualquer manifestação do telão e retribuir com algum mantra de protesto hit nessas eleições. Totalmente previsível e esperado. Porém, a frequência dos protestos foi exaustiva. Já na metade do show, tenho minhas dúvidas se as vaias eram contrárias ao conteúdo ou se já eram um pedido de basta de quem não aguentava mais o “Ele Não” ou o “Fora PT”. Não acreditei quando percebi os seguranças correndo de um lado para o outro devido às brigas e discussões geradas, muito provavelmente por divergências políticas. Assustador, triste, cansativo e chato. Pra mim, esse show só reforçou que o discurso de ódio e a intolerância são independentes da sigla política.

Ouvidos em outro Estádio

Outro momento inusitado, que me faz questionar o potencial auditivo das pessoas, foi o flagra no senhor que passou o show com fones de ouvido, acompanhando o jogo do Grêmio. Cada um com seu fanatismo

The Great Gig In The Sky

A noite do último dia 30 foi marcada por um temporal feio que atacou o RS. Em Porto Alegre, a eletricidade acima do estádio chegou na parte 02 do show e complementou os efeitos de luzes, com raios rosados iluminados no céu. Interferências naturais durante os shows: comece a observá-las 😉 Pena ter sido o motivo pelo corte de Mother no setlist.

Elipse e Brain Damage

Vivi para ver a capa de Dark Side of The Moon nas proporções do gramado do Beira Rio, pairando no ar. Duvido que quem presenciou um dia irá esquecer as luzes coloridas atravessando o grande prisma. Esperança de que quando passamos pela arte, saímos renovados.

Cultura lança programação do Celebra Rock Bento 2

Evento ocorre de 12 a 15 de julho, em alusão ao Dia Mundial do Rock

O maior festival colaborativo de Bento Gonçalves de celebração ao rock chega à sua segunda edição em três pontos da cidade: Rua Coberta, Ferrovia Live e Fundação Casa das Artes,  de 12 a 15 de julho.

Tendo como missão reunir bandas locais e o público apaixonado que sempre fizeram essa veia pulsar forte no Município, o evento contará com atrações e performances de mais de 20 bandas – autorais, cover e tributos – e terá ainda artistas expositores, cerveja e farta gastronomia.

Com ou sem chuva, o Celebra Rock vai ocorrer para homenagear o Dia Mundial do Rock, comemorado no dia 13 de julho. O evento é realização da Casa da Vó Studio, com o apoio da Secretaria da Cultura e da Fundação Casa das Artes.

Programação:

12/07 – Quinta-feira

20h, Casa das Artes: Show Tributo a Raul Seixas

13/07, – Sexta-feira

 22h, Ferrovia Live: Casa da Vó Festival. Shows com Banda Antro, Locos Live – Ramones Tribute e Evicult.

14/07 – Sábado

15h, Rua Coberta: Shows com Electric Jack (15h), VenaRock (16h), The Madalena Rock Band (17h), Rainha de Espadas (18h), Kurufudus (19h) e Malvina’s Rock (20h). Aberto ao público.

23h, Ferrovia Live: Festival Tributos, shows com Wishmoon (tributo a NightWish), Hard Rockets (tributo a AC/DC) e AxxOn Soad (tributo a System Of A Down).

15/07 – Domingo

15h, Rua Coberta: Shows com Still Crazy (15h), Jogo Sujo (16h), Paradise (17h), Dolly Dagger (18h), Os Bardos da Pangéia (19h) e Elixir Inc (20h). Aberto ao público.

O festival na Rua Coberta ainda contará com exposição de Lua Verruck, Diogo DBNS, Val Flores, Fenix Street and Music Wear, Quarteto e Arabella’s Brechó, além da presença das cervejarias Basílico, Primo Octávio, Senhor do Malte e Ferrovia Live, Food Truck Nega Maluca, Espaço Pet e Espaço Kids e o apoio da Magik Decor para a infraestrutura.

35922768_1851927361778137_8902927133945364480_n

Celebra Rock Bento II para comemorar o Dia Mundial do Rock

O maior festival colaborativo de celebração ao rock do município de Bento Gonçalves chega na sua segunda edição.  Do dia 12 a 15 de julho, a cidade vivenciará uma maratona de shows com bandas autorais e locais, em diferentes ambientes.

A programação começa na próxima quinta-feira, 12 de julho, com um grande show tributo à lenda do rock nacional Raul Seixas num espetáculo promovido pelo SESC na Fundação Casa das Artes.

Na sexta, 13 de julho, Dia Mundial do Rock, o Ferrovia Live abre as portas para a Casa da Vó Festival com shows das bandas Antro, Locos Live e Evilcult.

No sábado, 14, oO Ferrovia estará aberto novamente  para um Festival Tributos com as bandas AxxOn Soad (System Of A Down), Wishmoon (Nightwish) e Hard Rockets (ACDC).

No sábado e domingo, o festival se concentra na Rua Coberta com shows de 12 bandas da região: Electric Jack, VenaRock, Rainha de Espadas, Malvinas Rock, Still Crazy, Kurufudus, Jogo Sujo, Madalena Rock Band, Paradise, Dolly Dagger, Os Bardos da Pangeia e Elixir Inc.

Em ambos dias, haverá exposições artísticas, food trucks e cerveja artesal.

Conforme a organização, com ou sem chuva, o Celebra Rock vai acontecer!
O evento é realizado pelo Casa da Vó Studio, Ferrovia Live, com o apoio da Secretaria da Cultura de Bento Gonçalves.

35922768_1851927361778137_8902927133945364480_n

Raul Seixas terá show em sua homenagem na Semana do Rock

Rodrigo Seixas, cover de Raul, irá se apresentar no Anfiteatro da Fundação Casa das Artes

Inspirado na obra de Raul Seixas, o cantor Rodrigo dos Santos irá se apresentar no dia 12 de julho, às 20h, no Anfiteatro da Fundação Casa das Artes. Realizado pelo Sistema Fecomércio-RS/Sesc com apoio da Fundação Casa das Artes e Secretaria de Cultura, o evento terá ingressos com valores entre R$ 12 e R$ 26, comercializados no Sesc Bento Gonçalves (Rua General Cândido da Costa, 88). Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (54) 3452-6103, no site www.sesc-rs.com.br/bentogoncalves e na página www.facebook.com/sescbentogoncalves.

Há 20 anos, Rodrigo dos Santos trabalha como cantor e desde 2001 como cover de Raul Seixas – de lá para cá assina o seu nome artístico como Rodrigo Seixas. O artista revive nos palcos os melhores momentos do “Maluco Beleza”, com ênfase na fase mais jovem de Raul, mas sem se esquecer de sucessos como “Gita”, “Metamorfose Ambulante” e “Há 10 mil anos atrás”.

Tributo a Raul Seixas (3)

Tributo a Raul Seixas

Data: 12/07

Local: Anfiteatro da Fundação Casa das Artes (R. Herny Hugo Dreher, 127 – Planalto)

Horário: 20h

Ingressos à venda no Sesc (Rua General Cândido da Costa, 88):

R$ 12,00 + doação de 1kg de alimento não perecível – Categoria Comércio e Serviços do Cartão Sesc/Senac
R$ 18,00 + doação de 1kg de alimento não perecível – Categoria Empresários do Cartão Sesc/Senac
R$ 26,00 + doação de 1kg de alimento não perecível – Público em geral

R$ 13,00 + doação de 1kg de alimento não perecível – Estudantes, professores, idosos e classe artística

MEDI IN ROCK LEGENDS 2018 de Veranópolis divulga primeira atração

O tradicional festival “MEDI IN ROCK”, que é realizado anualmente em Veranópolis divulgou a primeira atração do evento: QUEEN Tribute, reproduzido pelos porto-alegrenses da The WORKS.

Para esse ano a edição denomina-se “Legends”, e dessa vez serão três dias de celebração ao Rock:15, 16 e 17 de novembro no Parque Municipal de Eventos do CTG Rincão da Roça Reúna, em Veranópolis. Além dos shows, o Medi contará com área de gastronomia, bar e camping.

Os ingressos do lote promocional que incluem copo e camiseta exclusiva já estão à venda. Confira os passaportes:

https://www.sympla.com.br/medi-in-rock-legends-2018__300253

Lote Promo Classic – entrada nos 3 dias + copo oficial = R$ 40,00

Lote Promo Legend – entrada nos 3 dias + copo oficial + camiseta exclusiva = R$ 60,00

 Mais informações: facebook.com/mediinrock/ ou (54) 991752911

Queen

Programação Ferrovia Live de 14 a 16 de junho

Atrações no Ferrovia Live em Bento Gonçalves

Quinta-feira com entrada gratuita. O pub abre às 18 horas e oferece várias promoções:

• Na compra de 1 Hambúrguer leve 1 cerveja Eisenbahn 🍔🍺
• Dose dupla de cerveja artesanal (300ml) das 20h às 22h 🍻
• Vodka + Energético = R$10

Sexta-feira com o arraiá BEATS – 15 de junho, a partir das 23 horas

🌾🌼 AS 50 PRIMEIRAS PESSOAS QUE CHEGAREM CARACTERIZADAS GANHAM DOSE DE VODKA 🌾🌼

💌 CORREIO ELEGANTE pra mandar aquele recado amoroso
💏 BARRACA DO BEIJO nas nossas placas interativas
🍬 DOCES JUNINOS
🍷 PINGABONG
🍹 PROMO SURPRESA NO BAR

INGRESSOS:
💰 ANTECIPADOS NO @Mr Birra do Shopping Bento: R$15
💰 NA HORA: R$25

ARRAIÁ BEATS
SEXTA,
FERROVIA LIVE, Duque de Caxias 148, Cidade Alta
Bento Gonçalves RS

❶Obrigatório a apresentação de um documento com foto para entrada na festança.

33363960_2092874447664329_6816587533724418048_n

SÁBADO DE HARD ROCK COM COVER DE KISS

A partir das 22 horas, o pub recebe a banda Parasite Kiss Cover para um tributo a banda KISS. Formada em 1997 em Porto Alegre,  a Parasite Kiss Cover representa fielmente a banda KISS tanto na sonoridade quanto nos figurinos, maquiagens, efeitos sonoros e cênicos.

Em 1999, com a vinda da turnê “Psycho Circus” ao Brasil, a Parasite ficou oficialmente encarregada da divulgação na capital gaúcha. Exposição na mídia e diversas apresentações popularizaram o seu trabalho, culminando com a gravação do show “Alive!” dos seus 12 anos e “Dia Mundial do Rock” quando comemorou 15 anos.

Em 2016, teve o privilégio de tocar ao lado de Bruce Kulick, ex-guitarrista do KISS. A banda se apresentou nas principais casas noturnas do Brasil e turnê internacional a banda se esforça para levar o mais longe possível o Rock and Roll consagrado da lendária banda KISS.

✭ INGRESSOS ANTECIPADOS ✭

– R$ 15,00 com Alessandro Trentin ou no próprio Ferrovia durante a semana das 14h às 18h.

– R$ 20,00 no local

33900390_932106390301113_4790908857591267328_n

VenaRock lança seu primeiro disco em junho

Por Natália Zucchi

A VenaRock, banda bento-gonçalvense de rock autoral, está trabalhando para lançar seu primeiro disco no dia 30 de junho deste ano, no Ferrovia Live. Firmada no Rock n’roll e no Hard Rock, a Vena é formada por Junior Marini (vocal e guitarra), Leandro Cavali – Tatuíra (baixo e backing vocal), Diego Perin (bateria e backing vocal) e Rodrigo Capitani (guitarra solo). O grupo, fundado em 2015, passou dois anos inativo. Retornando em janeiro deste ano, com energia e motivação, logo começou a trabalhar nas músicas que estarão no primeiro disco. O álbum, ainda sem nome, será totalmente autoral, com lançamento independente, reunindo 12 músicas.

IMG-20180317-WA0007

Inspiradas no dia a dia dos integrantes da banda, as músicas falam de emoções intensas, uso de drogas e superações pessoais. “Viver de Cara”, a exemplo de outras composições da banda, foi escrita em 2005 por Tatuíra, em internação para tratamento da dependência de álcool e drogas. “Ela traz uma mensagem sobre o que a pessoa pode perder durante o uso de drogas e o que se pode ganhar de volta, estando em recuperação”, ressalta Tatuira.

LEIA TAMBÉM:MegaDrivers: Disco autoral comemorou um ano de lançamento

LEIA TAMBÉM: Acústicos na Serra: William Hamom e Electric Jack

A maioria das composições é criada por Junior, Tatuira e Diego, com a participação do produtor Nani da Soundstorm. As influências vão desde Cascavelletes e Nirvana a Black Sabbath e Iron Maiden. “Queremos que nossas músicas alcancem inúmeras pessoas e que elas possam se emocionar e curtir como nós curtimos ao tocá-las”, destaca Junior.

Por que VenaRock?

O nome da banda tem origem peculiar. A inspiração partiu de um presente de Tatuira ao Junior: uma aranha caranguejeira. “A palavra Vena também vem de veia – por isso, rock na veia”.

Contato para shows através do Facebook e Instagram ou pelo contato (54) 98171.6005 com Tatuira.

SAIBA MAIS: Nova geração de bandas autorais de rock and roll em Bento Gonçalves

IMG-20180415-WA0000

Festa Nacional da música confirmada em Bento Gonçalves

Bento Gonçalves é uma cidade turística com destaque na gastronomia e lazer, e neste ano será a Capital da Música. Nesta sexta-feira, 29, o Município foi confirmado como a sede da Festa Nacional da Música. Considerado o maior encontro da Música Popular Brasileira, a Festa se tornou referência para artistas e gravadoras de todo o país. As últimas edições foram realizadas em Canela e Porto Alegre.

O evento, que acontecerá em outubro, conta com uma programação que contempla apresentação de diversos artistas, noite de premiação, palestras, jam sessions e shows, além de lançamentos de novos artistas, novos trabalhos de artistas já consagrados, divulgação de parcerias e projetos.

Conforme o organizador e jornalista Fernando Vieira, em três dias, cerca de 600 artistas passarão pelo Município. “É um passo muito grande, estamos apostando em Bento Gonçalves  para realização deste grande evento. Levaremos música para as ruas, para as escolas, quando centenas de alunos terão a oportunidade de se reunir com seus ídolos. É uma parceria de sucesso, que será um marco para o Festival”, disse.

Festa-Nacional-da-Musica-2016

O secretário Municipal de Turismo, Rodrigo Parisotto, comenta que a atração do evento é resultado de um amplo trabalho do poder público. “É uma conquista para o Município. Um trabalho que iniciou há meses, e nossas potencialidades para atração de eventos, foram fundamentais para escolha de Bento. Um evento que será transmitido para todo o Brasil. Serão dias que a nossa comunidade irá se envolver e respirar música”, afirma.

SAIBA MAIS: Secretaria de Cultura lança concurso Ilustra’s Stock

O prefeito Guilherme Pasin comemorou a notícia dada pelos organizadores do evento. “Estamos orgulhosos por receber esse grandioso festival em nosso Município. O que era um sonho há algumas semanas começa a se tornar realidade. Será um presente para a  nossa comunidade, que conviverá com artistas de todo o Brasil”, salienta.

Rock com Alcemir & Rosa Cruz no Ferrovia Live!

Rock nacional e internacional interpretado por Alcemir, guitarrista da banda Daltons, e por Rosa Cruz,  baterista da banda cover “Só Creedance” será neste sábado, 13 no Ferrovia Live, em Bento Gonçalves. No repertório, Engenheiros do Hawai, Lobão, Zé Ramalho, Depeche Mode, Elvis, Stones, Steppenwolf, entre o som autoral dos caras. Para curtir com as cervejas artesanais do pub!

Ingressos antecipados: R$15,00
Local: R$20,0025660121_847168545461565_4494502797349761298_n

LEIA TAMBÉM: Metal na Serra: Rotten Penetration e Hollow