Posts

Consepro compartilha otimismo com avanços na obra do novo presídio de Bento Gonçalves

Um dos órgãos que trabalharam para que Bento Gonçalves tivesse um novo presídio longe da área central da cidade, o Consepro comemora os avanços na obra da casa prisional, prevista para ser inaugurada em janeiro do próximo ano, na Linha Palmeiro, em São Pedro.

Com a desativação do presídio no Centro, haverá um duplo ganho: mais segurança para os moradores da região e melhores condições para os apenados – hoje, cerca de 300 presos superlotam um espaço projetado para 98 pessoas. “Um presídio em más condições numa área com escolas, hospital, creches, entre outros estabelecimentos, sempre representou um risco. Agora estamos eliminando esse risco. Hoje o novo presídio, que terá capacidade para receber 420 apenados, receberia com folga toda a população carcerária do presídio do Centro. O risco de um motim sempre é menor num presídio com melhores condições”, avalia o presidente do Consepro, Laércio Pompermayer.

Presidente-do-Consepro-em-2018-Laercio-Pompermayer

Para ele, a localização do presídio não acarretará em afastamento ou redução do fluxo de público naquela região. “O local é apropriado. Em nenhum momento acho que vai depreciar o desenvolvimento turístico da cidade. Acredito, ainda, que ajudará a melhorar a infraestrutura da região com obras como saneamento e pavimentação”, pondera.

O novo presídio, cujo investimento é de R$ 30,8 milhões, também prevê uma ala para os presos do regime semiaberto.

Governo de Estado assina ordem de serviço para construção do presídio

Assinatura do contrato para construção do presídio em Bento Gonçalves motiva ausência dos vereadores em dia de Sessão Ordinária

Em virtude dos vereadores da Casa acompanharem um momento histórico para o município, a sessão ordinária da tarde dessa segunda-feira, 9, precisou ser encerrada. Às 14h no Palácio Piratini na capital gaúcha, ocorreu a solenidade de assinatura de contrato de permuta por área construída, que visa a construção do presídio em Bento Gonçalves.

A área permutada, incluída no Programa de Gestão e Aproveitamento de Imóveis da Secretaria da Modernização Administrativa e Recursos Humanos (Smarh), é de propriedade do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer/RS). O terreno fica situado na Rua Eugênio Valduga, 103, bairro São Francisco, em Bento Gonçalves.

c8d27b27-bfc6-48a5-beba-5fd78f8f6a87

O presídio será construído pela empresa Verdi Sistemas Construtivos Ltda em uma área de 5.616,80 metros quadrados, na Estrada do Barracão. O terreno foi dado ao Estado pela Prefeitura. Pelo contrato, o investimento é de R$ 30.892.312,74. O imóvel do Daer, permutado à Verdi, é de R$ 19,1 milhões. A diferença (R$ 11.792.312,74) será paga com recursos provenientes do Fundo Estadual de Gestão Patrimonial (Fegep).
Para o presidente da Câmara Municipal Vereador Moisés Scussel Neto(PSDB), este momento ficará marcado na história da segurança pública de Bento Gonçalves. “A retirada do presídio na região central, e o início das obras da casa prisional é um avanço e garante o atendimento de medidas essenciais para ressocialização de detentos. Há mais de 30 anos a construção é esperada pela população.”, enfatiza
O novo presídio terá 420 vagas e as obras começam nos próximos dias. A previsão de conclusão é de 10 meses.
A Sessão Ordinária foi convocada para a próxima segunda-feira (16), às 15h.