Posts

IEMI apresenta dados do mercado de móveis no Brasil durante o 28º Congresso Movergs

Marcelo Prado, diretor do IEMI Inteligência de Mercado, discutirá as dimensões, desafios e oportunidades no mercado brasileiro de móveis no pós-crise

A Associação das Indústrias de Móveis do Estado do Rio Grande do Sul (Movergs) realiza, no dia 05 de julho, o 28º Congresso Movergs, no Salão Malbec, do Dall’Onder Grande Hotel, em Bento Gonçalves. Nesta edição, o evento contará mais uma vez com uma palestra do economista Marcelo Prado, diretor do IEMI Inteligência de Mercado, às 8h30, sobre “Os números da indústria de móveis no Brasil”, logo após a abertura oficial do evento.

O Congresso que terá como tema “É a Informação que Transforma o Comum em Extraordinário” trará às empresas do setor um ambiente para atualizar conhecimentos, reciclar práticas e ter acesso a novas informações.

Segundo dados recentes do IEMI, da edição 2018 do estudo sobre o Mercado Potencial de Móveis em Geral, a produção física de móveis em 2017 voltou a crescer após as quedas consecutivas nos três anos anteriores (2014, 2015 e 2016), quando caíram 16,3% no período. O crescimento, embora tímido, de 0,3% em 2017 sobre 2016, é um importante resultado para a indústria, indicando uma estabilização e início de retomada no mercado nacional moveleiro.

Outro importante resultado foi a retomada das importações de móveis que, mesmo representando apenas 2,6% no consumo interno de móveis (consumo aparente), apresentou alta de 46,1% no ano passado com o desembarque de cerca de 10,5 milhões de peças, apresentando recuperação, após a retração de 41,5% registrada nos três anos anteriores. Esse resultado contribuiu para o aumento de 1,5% no consumo aparente de móveis em 2017 frente ao ano anterior, após o índice desabar 17,5% entre 2014 e 2016. No total, 396,1 milhões de peças foram disponibilizadas ao varejo e outros canais de vendas (corporativos, licitações, atacadistas, etc).

Já as exportações de móveis se mantiveram estáveis nos últimos cinco anos, sendo exportadas cerca de 3,4% em média da produção nacional de móveis. Em 2017 foram embarcadas cerca de 14,1 milhões de peças.

Evolução da produção física de móveis (milhões de peças)


Fonte: IEMI

Para 2018, as estimativas preliminares apontam para um crescimento mais expressivo na produção física de móveis, 4,2% sobre 2017. A disponibilidade destes itens no mercado interno brasileiro deverá apresentar crescimento um pouco mais acentuado, de 5%, atribuído à alta de 41,2% prevista para as importações em 2018, que deverão apresentar participação de 3,6% no consumo aparente. As exportações devem se manter mais estáveis, representando cerca de 3,7% da produção nacional.

Falando em valores da produção nacional moveleira, a evolução se mostra, diferentemente da produção física e exceto pelo ano de 2016, como uma tendência ascendente. Ou seja, nos últimos anos, quando se agravaram as instabilidades econômicas no País, a produção de móveis sofreu quedas acentuadas em volumes, porém, altas nos valores de produção. Marcelo Prado, diretor do IEMI, indica alguns dos principais pontos desta dinâmica: “Na crise, principalmente entre as classes mais baixas, a demanda por móveis novos é menor, afetando a produção como um todo, porém a produção de móveis mais elaborados, com maior valor agregado, demandada pelas classes mais altas, sofre menos impacto e também se recupera mais rápido, ganhando participação na produção e aumentando o valor médio das peças. Outro fator muito impactante nesta alta foram os preços dos insumos da produção, as chapas principalmente e outros fatores”. Sobre a inflação na produção, o índice de preços ao produtor (IPP – IBGE) foi de 3,2% em 2016 e de 5,2% em 2017.

Evolução do valor da produção de móveis (R$ bilhões)


Fonte: IEMI

Para 2018, as estimativas apontam para um crescimento expressivo nos valores da produção de móveis, 8% sobre 2017.

No varejo de móveis, as estimativas são de reação

As vendas de móveis no varejo em 2017 voltaram a apresentar quedas em volumes, de 0,2% sobre ano de 2016, porém, queda menos acentuada em relação aos três anos anteriores (2014, 2015 e 2016), quando apresentaram redução média de 8,2% no período. Para 2018, as estimativas são de crescimento de 4,2% sobre 2017.

Já as vendas em receita no varejo apresentaram crescimento de 2,8% em 2017 sobre 2016, chegando a R$ 67,1 bilhões. Crescimento atribuído ao aumento no preço médio nas peças de móveis, cerca de R$ 194,00 em 2017 (2,9% sobre 2016). Para 2018, as estimativas apontam crescimento de 10,7% sobre 2017 no varejo de móveis em valores.

Evolução do varejo de móveis em volume e valores
. Varejo de móveis 2014 2015 2016 2017(1) Var. 2017 / 2016(1) Var. 2018 / 2017(1)
  Em 1.000 peças 410.196 375.023 345.724 345.076 -0,2% 4,2%
  Em R$ 1.000 66.515.935 66.894.471 65.323.709 67.122.966 2,8% 10,7%

Fonte: IEMI.
Nota: (1) Estimativas.

Sobre o IEMI
O IEMI – Inteligência de Mercado (www.iemi.com.br) foi criado em 1985 para atender a crescente demanda por dados numéricos e comportamentais relativos aos mercados das empresas e entidades de todos os tamanhos, bem como a ajudar a sustentar o planejamento de suas ações. O IEMI tornou-se a principal fonte de informações para importantes setores da economia brasileira, como o de móveis e colchões, contribuindo para seu melhor entendimento e evolução.

7º Congresso Latino-Americano de Enoturismo inicia nesta quarta em Bento

Palestras com especialistas no tema, visitas técnicas e festival aberto ao público ocorrem de 27 a 30 de junho

 Bento Gonçalves será, mais uma vez, referência em enoturismo. O município sedia a 7ª edição do Congresso Latino-Americano de Enoturismo, que inicia nesta quarta-feira, 27, e segue até o dia 30, no Vale dos Vinhedos. Com o tema “Território, vinho e turismo: harmonização que dá certo”, é esperado um público de mais 250 pessoas provenientes de diversos estados brasileiros e de países da América Latina. Esta é a quarta vez que a Serra Gaúcha recebe a atração.

O Congresso será composto por palestras conduzidas por especialistas brasileiros e internacionais que abordarão temas relacionados ao desenvolvimento, inovação, tendências e oportunidades para o segmento do turismo do vinho, além de painéis que discutirão as políticas públicas de incentivo ao enoturismo.

A programação ocorrerá no turno da manhã, com exceção da abertura oficial, que será à noite. Para o período da tarde, e durante o sábado, estão programadas visitas técnico-turísticas para destinos já consolidados da Serra Gaúcha. A programação completa está disponível no www.congressoenoturismo.com.br.

O evento é destinado aos profissionais do setor do turismo, enólogos, empresários e gestores do setor vitivinícola, gestores públicos, estudantes e demais interessados. As inscrições podem ser efetuadas no local, mediante disponibilidade.

SPA DO VINHO

Paralelo a isso, a combinação de vinho, gastronomia e atrações musicais ganham destaque na sexta-feira, 29, na terceira edição do Wine Festival. A iniciativa gratuita e aberta ao público reunirá sete vinícolas nacionais, cinco food trucks e duas apresentações artísticas, das 17h às 23h30, na Rua Coberta.

O 7º Congresso Latino-Americano de Enoturismo é uma realização do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), Vinhos do Brasil, Aenotur e Governo do Estado e conta com apoio da Prefeitura de Bento Gonçalves, por meio da Secretaria de Turismo, Spa do Vinho, Bento Convention Bureau, Vale das Vinhas Turismo, Viaggiotur, Giordani Turismo e Sebrae.

A edição será transmitida ao vivo por meio da página de Facebook do projeto setorial Vinhos do Brasil.

Serviço

7º Congresso Latino-Americano de Enoturismo

Data: 27 a 30 de junho de 2018

Local: Hotel e Spa do Vinho, RS 444 Km 21, Vale dos Vinhedos – Bento Gonçalves

Tema: Território, vinho e turismo: harmonização que dá certo

Foto: Marina Teles 

Inscrições prorrogadas até o dia 22 de junho para o  Congresso Latino-Americano de Enoturismo

Evento ocorre no fim deste mês, no Vale do Vinhedos. Programação inclui palestras e painéis com representantes internacionais e brasileiros, além de visitas técnico-turísticas em cinco roteiros

Foram prorrogadas até o próximo dia 22, sexta-feira, as inscrições para 7º Congresso Latino-Americano de Enoturismo, que ocorrerá de 27 a 30 deste mês, no Spa do Vinho Autograph Collection Hotel, no Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves. Mais de 70% das vagas já foram preenchidas. O tema desta edição é “Território, vinho e turismo: harmonização que dá certo”.

As adesões devem ser feitas no site do evento, em www.congressoenoturismo.com.br. A entrada para os três dias de palestras e painéis custa R$ 250. Estudantes e profissionais de vinícolas brasileiras registradas junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) têm 50% de desconto. Grupos de 10 pessoas ganham como cortesia a 11ª inscrição. As matrículas coletivas, bem como as adesões para vitivinicultores devem ser feitas pelo e-mail [email protected].

Além das palestras com representantes dos Estados Unidos, da Europa e da América Latina (Argentina, Brasil, Chile e Uruguai), de painéis sobre as políticas e projetos para o desenvolvimento do enoturismo no Brasil e das apresentações de seis micro e pequenas vinícolas brasileiras como cases de turismo, o Congresso contará com visitas técnico-turísticas em cinco roteiros enoturísticos da Serra Gaúcha. Os valores para cada uma variam de R$ 120 a R$ 155 (veja programação abaixo). As atividades são exclusivas para os congressistas, por adesão.

O gerente de Promoção do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), Diego Bertolini, acredita que as visitas técnicas serão uma ótima oportunidade para que os participantes do Congresso comprovem na prática o que os palestrantes abordarão no evento.

“A escolha do cronograma foi feita pelas secretarias de Turismo dos municípios ou pelas entidades de cada roteiro, sendo que algumas desenvolveram as agendas em conjunto. Tivemos como critério contemplar os roteiros da Serra Gaúcha próximos ao local de realização do evento para otimizar os deslocamentos, porém o Rio Grande do Sul tem outras regiões com atrativos enoturísticos e com potencial para crescer ainda mais na atividade”, assinala.

Os destinos que receberão os congressistas são o Vale do Vinhedos, os distritos bento-gonçalvenses de Tuiuty e Faria Lemos e os municípios de Pinto Bandeira, Garibaldi, Farroupilha e Flores da Cunha. Todas as visitas técnico-turísticas oferecidas pelo Congresso são compostas de almoço harmonizado, atividade lúdica e transporte oficial com saída no evento e retorno para os hotéis Laghetto Viverone e Spa do Vinho Autograph Collection Hotel. As inscrições devem ser feitas também no site www.congressoenoturismo.com.br.

PROGRAMAÇÃO DAS VISITAS TÉCNICO-TURÍSTICAS

Garibaldi | 28 de junho (quinta-feira), das 14h às 18h
Almoço típico da imigração italiana no restaurante Osteria Della Colombina, harmonizado com os vinhos e espumantes elaborados em Garibaldi. Após, visita ao centenário castelo da vinícola Peterlongo, seguido de participação no Wine Movie, na cave do empreendimento, para sessão do filme “O Julgamento de Paris”.
Investimento: R$ 120

Vale dos Vinhedos | 28 de junho (quinta-feira), das 14h às 18h
Minifestival de vinhos, espumantes e sucos de uva elaborados nos municípios que integram a região do Vale dos Vinhedos (Bento Gonçalves, Monte Belo do Sul e Garibaldi), realizado na vinícola Almaunica, com a participação dos produtores locais. Também serão servidos antepastos, prato quente e sobremesas. Os participantes poderão fazer passeio de quadriciclo pelos parreirais, em um momento de aventura com a Gasper Vale dos Vinhedos.
Investimento: R$ 120

Pinto Bandeira | 29 de junho (sexta-feira), das 14h às 18h           
Almoço harmonizado no restaurante da vinícola Don Giovanni, caminhada nos vinhedos e degustação de vinhos e espumantes no mirante, para contemplação do pôr-do-sol, acompanhada de pinhão,  semente típica da região Sul do Brasil. Serão servidos produtos elaborados pelas vinícolas que integram a associação: Aurora, Cave Geisse, Don Giovanni e Valmarino. Em caso de mau tempo, as atividades externas serão transferidas para áreas internas da vinícola.
Investimento: R$ 120

Tuiuty e Faria Lemos | 29 de junho (sexta-feira), das 14h às 18h
Almoço harmonizado na cave da Vinícola Salton, seguido de apresentação da região e das possibilidades de enoturismo que cada vinícola oferece. Degustação comentada dos vinhos e espumantes das empresas Casa Postal, Cristofoli Vinhos de Família, Dal Pizzol Vinhos Finos, Vinícola Cainelli e Vinícola Salton. Para encerrar, um happy hour com produtos da gastronomia local.
Investimento: R$ 120

Flores da Cunha e Farroupilha | 30 de junho (sábado), das 8h30min às 17h
Manhã (Flores da Cunha): visita à vinícola Monte Reale, onde será ensinada a técnica do sabrage – abrir o espumante com um sabre ou espada –, seguida de degustação de vinhos com queijos e frios na cave da vinícola. Após, almoço no Restaurante Clô, localizado junto à vinícola Luiz Argenta, com vista panorâmica para os vinhedos do empreendimento.
Tarde (Farroupilha): Enotrekking – caminhada entre vinhedos e cachoeira, guiada pela vinícola Casa Perini. Ao final, uma fogueira aguardará o grupo. Em volta dela serão servidos frios e quentão (bebida quente feita a base de vinho com especiarias).
Investimento: R$ 155

SERVIÇO
7º Congresso Latino-Americano de Enoturismo

Quando: 27 a 30 de junho de 2018
Onde: Spa do Vinho Autograph Collection Hotel (Rodovia RS-444, km 21), em Bento Gonçalves (RS)
Inscrições: até o dia 22 de junho, pelo site www.congressoenoturismo.com.br. Profissionais do setor vitivinícola e grupos acima de 10 participantes devem se inscrever através do e-mail [email protected] para obtenção de benefícios
Valores: R$ 250 (profissionais do setor vitivinícola e estudantes têm 50% de desconto). Visitas técnico-turísticas custam R$ 120 (quinta e sexta-feira) e R$ 155 (sábado), cada
Informações: [email protected]
Realização: Associação Internacional de Enoturismo (Aenotur), Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) e Governo do Estado do Rio Grande do Sul

FOTO
Legenda: 
Visitas técnico-turísticas em roteiros da Serra Gaúcha, como o distrito bento-gonçalvense Tuiuty, mostrarão aos congressistas atrativos e produtos elaboradas nas regiões 
Crédito: 
Dandy Marchetti/Ibravin

3º Congresso de COMTURs é marcado por cases internacionais e homenagens

Garibaldi foi sede de um importante evento voltado ao planejamento do turismo. O 3º Congresso de COMTURs que ocorreu na quinta-feira, 14, foi realizado na CIC local e teve como foco de discussão a “inovação e criatividade na gestão pública do turismo”.

Promovido pela Associação de Turismo da Serra Nordeste (Atuaserra), Conselheiros Municipais de Turismo e profissionais do setor turístico de diversas cidades do RS, inclusive representantes de instâncias turísticas de outros Estados, como Santa Catarina e Paraná, integraram o congresso.

Na abertura do evento, o vice-prefeito de Garibaldi, Antonio Fachinelli, reforçou a importância de trabalhar o setor de forma conjunta. “O turismo precisa de soluções regionais”, definiu. Para o presidente da Atuaserra e presidente do Comtur de Garibaldi, César Nicolini, a necessidade é de um turismo sustentável. “Queremos que moradores e turistas se sintam bem em nossas cidades, evitando o turismo de massa”. Citou ainda a importância das cidades buscarem sua verdadeira identidade para oferecem produtos e experiências genuínas aos visitantes.

3 Congresso de COMTURs Federico Vignati Créditos Alexandra Ungaratto (10)

Após, as apresentações internacionais foram os grandes destaques do dia. O Dr. Douglas Pearce explicou, com o auxílio de um tradutor, como é realizada a gestão de destinos turísticos da Nova Zelândia, um país pequeno em território, mas que recebe um número expressivo de turistas. Já o peruano Dr. Federico Vignati abordou com simplicidade e simpatia a inovação e a criatividade no setor público, e ainda deixou questionamentos para reflexão: “será que realmente falta criatividade e inovação na gestão pública ou nos falta execução, foco na entrega?”. Além da experiência internacional, os professores Dra. Fábia Trentin; Dr. Vander Valduga; Dr. José Elmar Feger; Dr. Carlos Eduardo Silveira; Me. Rosi Fritz; e Esp. Gilberto Durante se apresentaram ao longo da quinta-feira.

Outro momento importante desta edição foram as homenagens prestadas a dois grandes incentivadores do turismo regional: Lourdes Fellini, uma das pioneiras no Estado a participar da criação dos Conselhos Municipais de Turismo da Serra Gaúcha – Região Uva e Vinho, e Tarcísio Michelon, empreendedor que acreditou e investiu no desenvolvimento do turismo, tanto no segmento hoteleiro, quanto no turismo rural.

Coube ao Secretário de Turismo e Cultura de Garibaldi, Paulo Salvi, realizar a fala de encerramento. “Agradecendo a todos que estiveram na Capital do Espumante durante este memorável congresso, que trouxe palestrantes renomados e experiências únicas aos congressistas”.

3 Congresso de COMTURs Créditos Alexandra Ungaratto (11)

O 3º COMTURs teve o Patrocínio de Sicredi e apoio de: Prefeitura Municipal de Garibaldi, por meio da Secretaria de Turismo e Cultura; Câmara de Indústria, Comércio, Avicultura e Serviços – CIC de Garibaldi; Associação de Pequenas e Médias Empresas de Garibaldi – Apeme; Sindicato Empresarial de Gastronomia e Hotelaria Região Uva e Vinho – SEGH; Roteiro 1ª Colônia da Imigração Italiana; Universidade Feevale; Instituto Federal do Rio Grande do Sul; Faculdade Cenecista de Bento Gonçalves – CNEC; Universidade Federal do Paraná – UFPR; Universidade Federal Fluminense – UFF; VideoMakers; Enterprise; Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer do Estado do Rio Grande do Sul – SEDACTEL.

As palestras foram transmitidas ao vivo no Facebook da entidade: https://www.facebook.com/atuaserra. Os slides disponibilizados pelos palestrantes estão disponíveis para download no endereço: https://bit.ly/2tixpuH. O próximo congresso já está marcado para o dia 23 de maio de 2019 em Flores da Cunha.

Nesta segunda encerra desconto de 50% na inscrição em Congresso de Enoturismo

Apoio institucional do Sebrae Nacional possibilitará que profissionais de empresas formalizadas paguem R$ 125. Matrículas devem ser realizadas até a próxima segunda-feira, dia 11 de junho

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) confirmou o apoio institucional para a realização do 7º Congresso Latino-Americano de Enoturismo, que será promovido de 27 a 30 de junho, no Spa do Vinho Autograph Collection Hotel, no Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves (RS). O aporte será destinado para isenção de 50% do valor da inscrição de qualquer profissional registrado em vinícolas brasileiras. O preço especial, de R$ 125, é para as matrículas efetuadas e pagas até o dia 11 de junho, segunda-feira.

Para receber o benefício, o interessado deve enviar seus dados pessoais (nome completo, CPF, telefone e função/cargo na empresa), além do nome e do CPNJ da vinícola para o e-mail [email protected]. É obrigatório que a empresa seja formalizada junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). No caso das vinícolas gaúchas, é necessário também que o pagamento do Fundo de Desenvolvimento da Vitivinicultura (Fundovitis) esteja em dia com o governo estadual.

Os profissionais de vinícolas que já se inscreveram com o valor de R$ 250 poderão matricular mais uma pessoa no preço já pago ou solicitar a devolução de 50%. Para ambos os casos, é necessário que os dados pessoais do participante, o nome e o CPNJ da vinícola sejam informados através do e-mail[email protected].

O gerente de Promoção do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), Diego Bertolini, salienta que o subsídio será uma grande oportunidade para que o setor se aprimore, além de apresentar os benefícios do enoturismo para as empresas que ainda não oferecem o serviço. “O apoio do Sebrae é de extrema importância. Primeiro por viabilizar um desconto especial para os profissionais do setor vitivinícola. Além disso, com esta possibilidade, estamos trabalhando e reforçando um dos principais pilares de competitividade do setor: o enoturismo, que gera renda não só para a vitivinicultura, mas para toda cadeia de serviços, como restaurantes e hotéis”, completa.

O Sebrae apoia a cadeia vitivinícola há mais de duas décadas, focando no desenvolvimento de ações que fomentam a formalização e legalização das pequenas vinícolas, a capacitação dos produtores em processos de qualidade e gestão do empreendimento e do produto, além da comercialização dos vinhos do Brasil para o consumidor final. “A produção associada ao turismo promove o aumento do consumo dos produtos. A vitivinicultura possui atributos perfeitos para o turismo: cultura, qualidade e história que integra o turista em uma experiência diferenciada junto ao vinho brasileiro”, reforça Augusto Togni, gerente de agronegócios do Sebrae.

Além dos profissionais do setor vitivinícola, as inscrições para os demais interessados em participar do 7º Congresso Latino-Americano de Enoturismo seguem abertas até o dia 11 de junho (segunda-feira). As adesões devem ser feitas no site do evento, em www.congressoenoturismo.com.br. Os ingressos para a programação de palestras e painéis custam R$ 250 e estudantes têm 50% de desconto. Grupos de 10 pessoas ganham como cortesia a 11ª inscrição. As matrículas coletivas devem ser feitas através do e-mail [email protected].

7º Congresso Latino-Americano de Enoturismo

Promovido pela Associação Internacional de Enoturismo (Aenotur), pelo Ibravin e pelo Governo do Estado do Rio Grande do Sul, o Congresso contará com seis palestras, três painéis e apresentações de seis cases, que terão tradução simultânea para as línguas portuguesa e espanhola. O tema desta edição é “Território, vinho e turismo: harmonização que dá certo”.

Estão confirmadas as palestras internacionais da norte-americana Liz Thach (Master of Wine e professora da Sonoma State University, no Wine Business Institute) e dos europeus José Calixto (presidente da Rede Europeia das Cidades do Vinho – Recevin) e José Arruda (diretor da Associação dos Municípios Portugueses do Vinho – AMPV). Também estão previstos painéis sobre as regiões enoturísticas da América Latina, com representantes do Brasil, Argentina, Chile e Uruguai; e sobre as políticas e projetos para o desenvolvimento do setor no Brasil, com o Ministério do Turismo, Instituto Brasileiro do Turismo (Embratur), Sebrae e Frente Parlamentar de Defesa da Valorização da Produção Nacional da Uva, Vinho, Espumante e Derivados.

Além das explanações, o Congresso conta com visitas técnicas por adesão em cinco roteiros enoturísticos da Serra Gaúcha. Os valores para cada uma variam de R$ 120 a R$ 155.

Detalhes da programação e dos destinos das visitas técnico-turísticas podem ser conferidas no site www.congressoenoturismo.com.br.

Além dos realizadores, Aenotur, Ibravin e Governo do Estado do Rio Grande do Sul, o 7º Congresso Latino-Americano de Enoturismo tem o patrocínio do Spa do Vinho Autograph Collection Hotel e apoio institucional do Sebrae, Vale das Vinhas e Bento Convention Bureau.

SERVIÇO

7º Congresso Latino-Americano de Enoturismo

Quando: 27 a 30 de junho de 2018

Onde: Spa do Vinho Autograph Collection Hotel (Rodovia RS-444, km 21), em Bento Gonçalves (RS)
Inscrições: até o dia 11 de junho, pelo site www.congressoenoturismo.com.br. Profissionais do setor vitivinícola e grupos acima de 10 participantes devem se inscrever através do e-mail [email protected] para obtenção de benefícios

Valores: R$ 250 (profissionais do setor vitivinícola e estudantes têm 50% de desconto). Visitas técnico-turísticas custam R$ 120 (quinta e sexta-feira) e R$ 155 (sábado), cada
Informações: [email protected]

Foto: Dandi Marchetti

IV Congresso Estadual da AEARV ocorrerá em novembro

Marcando a passagem de seu quadragésimo aniversário de fundação, associação confirma mais uma edição do seu mais importante seminário técnico, em Bento Gonçalves

 No ano em que celebra o marco de 40 anos de história, a Associação dos Engenheiros e Arquitetos da Região dos Vinhedos confirma a realização de seu principal seminário técnico. A quarta edição do Congresso Estadual da AEARV ocorrerá nos dias 8 e 9 de novembro, tendo como mote a reflexão acerca dos contornos, bases, inovações e, sobretudo, ideais que norteiam a atuação da entidade e o exercício das profissões que representa.

A programação ocorrerá na Fundação Casa Das Artes, com ciclo de explanações reunindo uma expressiva nominata de palestrantes dispostos a contribuir com a qualificação da categoria. “Nosso quarto Congresso vem consolidado pelo sucesso das três primeiras edições. O desafio é manter o alto nível do encontro, trazendo temas e palestras relevantes que realmente contribuam com o exercício das atividades dos profissionais”, planeja a coordenadora do Congresso em 2018, Gicele Netto.

Para esta edição especial, a organização investe em apresentações mais aprofundadas, dissecando com mais tempo e propriedade os assuntos tratados e oportunizando mais interação entre palestrantes e público. Ao confirmar a realização do encontro em 2018, a entidade revisa seu ideal de não apenas valorizar e representar a classe, mas principalmente ajudar a sociedade a construir uma nova visão do trabalho da categoria. “Exercemos com autonomia nosso papel representativo, convidando os profissionais a buscarem qualificação, atualização e reflexão sobre o papel da arquitetura e da engenharia na sociedade”, diz o presidente da AEARV, o engenheiro civil Diego Panazzolo.

Atenção aos temas atuais e futuros

Nas três primeiras edições, o Congresso Estadual da AEARV valorizou temáticas condizentes com as urgências impostas pela necessidade de uma vida mais conectada à sustentabilidade, a cidades mais humanas, a moradias mais verdes e a espaços urbanos mais abertos.

Congresso Aearv 2017 (1)

No ano passado, o tema escolhido foi Coletividade, reunindo nomes como dos arquitetos Marcelo Ferraz e Edson Matsuo e dos engenheiros Marcus Daniel e Luiz Carlos Pinto Silva Filho. Conceitos de Urbanidade: Cidades para Pessoas foram o mote no congresso de 2016, quando participaram relevantes nomes internacionais como o arquiteto Ricardo Montezuma, um dos responsáveis pela execução do plano de mobilidade urbana de Bogotá, na Colômbia, e Grégory Bousquet, do premiado escritório Triptyque Architecture.

Na primeira edição, em 2015, a escolha recaiu sobre Ideias Sustentáveis: Reflexão e Consciência, reunindo um time com nomes como Tarcísio de Paula Pinto, Roberto Teitelroit e Allan Lopes.

Crédito das fotos: Barbara Salvatti

Inscrições para o Congresso Latino-Americano de Enoturismo já estão abertas

Matrículas para a 7ª edição da conferência vão até o dia 8 de junho, com vagas limitadas. Valor do investimento é de R$ 250. Encontro ocorrerá entre os dias 27 e 30 de junho, na Serra Gaúcha

 Promovido pela Associação Internacional de Enoturismo (Aenotur), pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) e pelo Governo do Estado do Rio Grande do Sul, o 7º Congresso Latino-Americano de Enoturismo contará com seis palestras, três painéis e apresentações de seis cases, que terão tradução simultânea para as línguas portuguesa e espanhola. O evento será realizado em Bento Gonçalves 27 a 30 de junho, no Hotel e Spa do Vinho, Vale dos Vinhedos. As inscrições abriram na última quinta-feira, 29 de março, podendo serem feitas no site do evento (www.congressoenoturismo.com.br), até o dia 8 de junho, com vagas limitadas para 250 participantes. O tema desta edição é “Território, vinho e turismo: harmonização que dá certo”.

Enoturismo na Serra Foto Banco de Imagens Ibravin_Dandy Marchetti

 Os ingressos para a programação de palestras e painéis custam R$ 250 e estudantes têm 50% de desconto. Grupos de 10 pessoas ganham como cortesia a 11ª inscrição. As matrículas coletivas devem ser feitas através do e-mail [email protected]. Além das explanações, o Congresso conta com visitas técnicas por adesão em cinco roteiros enoturísticos da Serra Gaúcha. Os valores para cada uma variam de R$ 120 a R$ 155.

VEJA MAIS: Wine South America vem com expectativa de somar 250 marcas expositoras

LEIA TAMBÉM: Festa Nacional da música confirmada em Bento Gonçalves

 Estão confirmadas as palestras internacionais da norte-americana Liz Thach, Master of Wine e professora da Sonoma State University, no Wine Business Institute; do argentino Gabriel Fidel, especialista em enoturismo e presidente da Fundación ProMendoza; e dos europeus José Calixto, presidente da Rede Europeia das Cidades do Vinho (Recevin), e José Arruda, diretor da Associação dos Municípios Portugueses do Vinho (AMPV). Também estão previstos painéis sobre as regiões enoturísticas da América Latina, com representantes do Brasil, Chile e Uruguai; e sobre as políticas e projetos para o desenvolvimento do setor no Brasil, com o Ministério do Turismo, Instituto Brasileiro do Turismo (Embratur), Sebrae e Frente Parlamentar de Defesa da Valorização da Produção Nacional da Uva, Vinho, Espumante e Derivados. As programações ocorrerão pela manhã, com exceção da abertura oficial, que será no turno da tarde.

SAIBA MAIS: Clima, que antecipou colheita da safra 2018, também contribuiu para a qualidade da uva

 “O Ibravin, além de promover os produtos vinícolas, tem um compromisso muito grande com o enoturismo. Para o setor, é muito importante que o evento ocorra aqui, pois fomentará o turismo da região e ajudará na consolidação da cadeia junto aos formadores de opinião de diferentes países que estarão durante a realização do evento”, acredita Oscar Ló, presidente do Ibravin.

 O encerramento oficial do Congresso Latino-Americano de Enoturismo será no dia 29 de junho, com a realização da 3ª edição do Wine Festival. A iniciativa promovida pelo Ibravin será aberta ao público, na Rua Coberta, próxima à Casa das Artes, também na cidade de Bento Gonçalves. Haverá shows, food trucks e venda vinhos e sucos em taça e garrafa. No sábado (30), será realizada a última visita a um dos roteiros enoturísticos da programação. Os destinos turísticos que receberão os congressistas são o Vale do Vinhedos, Pinto Bandeira, Garibaldi, os distritos bento-gonçalvenses de Tuiuty e Faria Lemos e os municípios de Farroupilha e Flores da Cunha.

 Além dos realizadores, Aenotur, Ibravin e Governo do Estado do Rio Grande do Sul, o 7º Congresso Latino-Americano de Enoturismo tem o patrocínio do Hotel e Spa do Vinho.

 SERVIÇO

7º Congresso Latino-Americano de Enoturismo

Quando: 27 a 30 de junho de 2018

Onde: Hotel e Spa do Vinho (Rodovia RS-444, km 21), em Bento Gonçalves (RS)
Inscrições: até o dia 8 de junho, pelo site www.congressoenoturismo.com.br. Grupos acima de 10 participantes devem se inscrever através do e-mail [email protected] (para obtenção de cortesia)

Valores: R$ 250 (estudantes têm 50% de desconto). Visitas técnico-turísticas custam R$ 120 (quinta e sexta-feira) e R$ 155 (sábado), cada
Informações: [email protected]

Bento Gonçalves conquista 1º Congresso Gaúcho de Cidades Digitais

O evento é gratuito para servidores públicos. Inscrições já estão abertas

produto_58f7a0de8eeb9434144980bb6eb0cefb5f20af4cbcf4181055eb06Em agosto, Bento Gonçalves será o ponto de encontro de prefeitos, gestores e vereadores que buscam informatizar a gestão e inovar em suas localidades através do uso das Tecnologias da Informação e Comunicação. O município da Serra Gaúcha será a sede do 1º Congresso Gaúcho de Cidades Digitais, promovido pela Rede Cidade Digital (RCD) em parceria com a Prefeitura, nos dias 10 e 11.

O evento, gratuito para servidores públicos, é o maior do gênero direcionado para pequenos e médios municípios, por tratar de iniciativas, soluções e modelos aplicáveis nestas localidades, além de aproximar gestores da iniciativa privada interessada neste mercado desatendido pelas gigantes das telecomunicações. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas pelo site http://redecidadedigital.com.br/.

O diretor da RCD, José Marinho, explica que o Congresso tem como objetivo principal promover a troca de experiência entre os gestores e levar informações sobre os impactos positivos ao se investir em tecnologia, facilitando o planejamento dos municípios. “A tecnologia é transversal no setor público e precisa ser incorporada no planejamento estratégico das cidades que pensam em desenvolvimento, ser mais eficientes e conectadas, incluindo o cidadão no processo de gestão”, destaca.

O diretor da Coordenadoria de Tecnologia de Informação e Comunicação, Roberto Carraro, ressalta os benefícios que a rede digital traz à população. “Esta é uma grande oportunidade para a comunidade de Bento Gonçalves e dos municípios vizinhos conhecerem o que é feito em nossa cidade em áreas digitais, e  o que há de melhor em tecnologia para desenvolvimento e melhora dos serviços junto às cidades. Benefícios nas áreas de educação, serviços públicos, empregabilidade, empreendedorismo e compartilhamento de informações passam a fazer parte de modo constante da vida de todos”, salienta.