Posts

Ação solidária proporciona momentos de reflexão na AAPECAN

Iniciativa da Parceiros Voluntários, com o apoio dos projetos Encanto mulher e COMpaixão, promoveu bate-papo com mulheres acometidas pelo câncer. Brindes foram distribuídos ao grupo

Momentos de acolhida e reflexão fazem a diferença na rotina de pessoas que passam por dificuldades na vida, especialmente por causa de doenças, como o câncer. Com esse intuito, a Parceiros Voluntários promoveu uma ação na AAPECAN – Associação de Apoio a Pessoas com Câncer, no último 25 de maio. A iniciativa teve realização do Projeto COMpaixão, coordenado pelo Instituto Federal do Rio Grande do Sul de Bento Gonçalves, e do projeto Encanto Mulher, da voluntária Michele Zanella. A ação foi em homenagem ao Dia das Mães, comemorado em maio.

Um grupo de quase 20 pessoas teve a oportunidade de acompanhar a conversa com Michele, que abordou a importância da autoestima, principalmente para as mulheres com algum tipo de câncer. “Nós temos que nos amar do jeito que somos. Olhar no espelho pela manhã e gostar do que está lá, de frente para nós. E isso é importante para mostrar a força que a mulher tem na sociedade”, considera.

_DSC0051

Além do bate-papo, alunas do 1º ano do ensino médio do IFRS embalaram a tarde com músicas ao longo da atividade. Em paralelo, foram distribuídos batons, oferecidos pela Parceiros e pelo Encanto Mulher, e plantinhas, do tipo suculentas, produzidas pelos alunos participantes do projeto COMpaixão. A iniciativa também ofertou pulseiras de pérolas, feita pelas alunas do IFRS, e sachês perfumados confeccionados pela voluntária Lenir Nunes de Freitas.

A psicóloga da AAPECAN, Scheila Romagna, confirma a relevância desse tipo de ação para as mulheres que passam por situações complicadas na vida. “Nós vemos o brilho no olhar de cada uma delas. Uma palavra acolhedora e incentivadora pode fazer toda a diferença no dia a dia, por mais simples que seja”, comenta.

_DSC0036

Sobre a AAPECAN

A Associação de Apoio a Pessoas com Câncer de Bento Gonçalves nasceu em março de 2006. A entidade oferece oficinas, palestras e grupos de apoio para a comunidade no geral, mas com foco em pessoas que possuem algum tipo de câncer. Também são ofertados medicamentos, cestas básicas e outros mantimentos para quem necessita. Para isso, é necessário estar cadastrado na associação com a comprovação de documento. Para realizar o cadastro na AAPECAN, é necessário agendar horário com a assistente social da entidade, portando a documentação necessária. Mais informações, sobre o cadastro e também sobre como doar, podem ser obtidas pelo fone (54) 3055-9400.

Sobre o voluntariado

O projeto COMpaixão existe desde 2016 e realiza diversas ações ao longo do ano. A iniciativa agrega alunos de todos os cursos do Campus do Instituto Federal de Bento Gonçalves. Para mais informações, é possível entrar em contato com a Coordenadoria de Apoio ao Educando do IFRS pelo fone 3455-3200 ou pela página do projeto no Facebook. Já o projeto Encanto Mulher existe desde 2017, a partir de uma iniciativa própria de Michele Zanella.

LEIA TAMBÉM: Junho Vermelho começa em todo Brasil

A Parceiros Voluntários, no município mantida pelo Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves, oferece modalidades de participação para pessoas físicas ou jurídicas – que podem escolher ações relacionadas às suas habilidades e que, ao mesmo tempo, proporcionam bem-estar. As ações variam conforme o interesse de cada instituição ou indivíduo: voluntariado individual, reforma de espaços, bingo com idosos, piquenique com crianças, captação de materiais para entidades e caminhadas por causas sociais são alguns dos exemplos. Mais informações podem ser obtidas pelo fone (54) 2105-1999.

Crédito das imagens: Exata Comunicação

Mulheres com câncer tornam-se personagens do mundo fantasy em Mostra Fotográfica

Mulheres que venceram o câncer fazem parte de um mundo mágico no ensaio fotográfico realizado pelo projeto Borboletas da Rede do Bem. A mostra está exposta na Fundação Casa das Artes até o dia 31 de março. As visitações ocorrem nos horários das 8h às 11h45min e 13h30min às 17h45min.

16602642_1439603779418066_5702952855082877529_nCada uma das nove mulheres participantes, entre 20 e 88 anos, se tornarem fadas, magas, anjas, guerreiras e índias, personagens que tivessem semelhanças com cada uma das modelos.  Participaram das fotos Angela Bissolotti, Jaqueline Borile Fávero, Aline dos Santos, Rachel Casagrande, Salete De Toni, Liziane Firmini, Simone Dias Jannke, Sheila Caron Matevi e Nona Maria Putton. “A experiência de estar viva para fazer parte deste projeto me enche de amor e gratidão”, agradece Aline dos Santos, 39 anos.

O nome da Mostra Borboletas foi isnspirada na frase de Rubem Alves “Não haverá borboletas se a vida não passar por longas e silenciosas metamorfoses” e buscou retratar a beleza das metamorfoses na vida das modelos. Segundo Eliana Passarin, fotógrafa do projeto, “as mulheres quando foram convidadas encantaram-se com a proposta, pois era algo alegre, com estética feliz, longe do culto apenas da doença e com cunho solidário.”

16708258_1439603836084727_3556829724361868909_nO projeto foi desenvolvido pela fotógrafa Eliana Passarin, com o apoio da maquiadora Letícia Gowaski, do design Alexandre Pillotti, apresentação da jornalista Rosane Marchetti e do ator João Signorelli.

Rede do Bem

A Rede do Bem é coordenada por Salete De Toni e não é ligada a nenhuma ONG ou instituição. São voluntários que arrecadam recursos por meio da venda de cartões postais do projeto e de camisetas. A renda é doada para mulheres que estão passando pela doença e em situação de vulnerabilidade social.