Sobre o Integração

Foto 1Integração da Serra: muito além do comum

Veículo se reinventa
Seguindo tendência mundial, em maio de 2020, as edições do Integração da Serra começaram a ser totalmente virtuais, intensificando a geração de conteúdo jornalístico “muito além do comum”, diferencial do impresso em seus 18 anos de circulação mensal gratuita em Bento Gonçalves e outros municípios da região da Serra Gaúcha.
A mudança permite o acréscimo de periodicidade das edições e do envio da versão online, iniciado ainda em 2010, além de novidades. Para receber nosso conteúdo, basta se cadastrar no rodapé da home. Estaremos cada vez mais conectados!

Distinção Prêmio ARI/Banrisul 
Foto 2 - Matheus PicciniO conteúdo diferenciado do Jornal Integração da Serra, em sua trajetória impressa, colocou o veículo entre os finalistas da 61ª edição do Prêmio ARI/Banrisul de Jornalismo, considerado a principal premiação do jornalismo gaúcho, com certificação ocorrida em Porto Alegre, no dia 18 de dezembro de 2019. A matéria “Ritual do Exorcismo Desmistificado”, publicada na edição nº 213, de abril de 2019, foi distinguida com menção honrosa na categoria Reportagem Cultural. A reportagem, escrita pelo jornalista Rodrigo de Marco e editada pela jornalista Kátia Bortolini, obteve excelente repercussão na Serra Gaúcha. O Integração da Serra foi um dos poucos veículos de comunicação do interior do Estado entre os finalistas do prêmio, disputado por expoentes do jornalismo gaúcho. Em 2019, foram inscritos 484 trabalhos, 375 de jornalistas diplomados e109 de universitários. Na edição de 2018, foram 331 inscrições.

Trajetória inovadora
Em 20 de junho de 2001 surgia uma nova proposta de jornalismo para Bento Gonçalves e região. Uma proposta que levaria às comunidades rurais da Serra Gaúcha informações de seu interesse, de forma gratuita. Com tiragem de dois mil exemplares, periodicidade mensal e distribuição gratuita inicia o Jornal de Pinto Bandeira, circulando em Pinto Bandeira, São Pedro e em alguns estabelecimentos comerciais de Bento Gonçalves.
Em 2003, diante da boa aceitação da proposta junto aos produtores rurais, foi ampliada a circulação para os municípios de Santa Tereza e Monte Belo do Sul e para outros distritos de Bento Gonçalves (Vale dos Vinhedos, Tuiuty e Faria Lemos), com acréscimo da tiragem para quatro mil exemplares e mudança de nome: o Jornal de Pinto Bandeira vira Jornal Integração da Serra. Em curto espaço de tempo, a circulação gratuita foi estendida para a sede de Bento Gonçalves, com acréscimo de tiragem para oito mil exemplares. A partir dessas mudanças, o Jornal Integração da Serra começa a se firmar como um dos principais veículos de comunicação da região de Bento Gonçalves.
Em 2006, o Integração, que foi o primeiro veículo a circular de forma gratuita na região, novamente inovou no cenário jornalístico de Bento Gonçalves, criando um site com postagem da versão do impresso para leitura online.

Foto 3Capas ilustradas 
Em 2008, o Integração aprimorou sua linha editorial com a introdução das entrevistas especiais de sobrecapa, ilustradas pelo cartunista Ernani Cousandier.
Em 2009, o jornal começou a ser impresso em papel hibrite, mudança que aumentou a qualidade do produto na apresentação do conteúdo editorial e dos anúncios.
Em 2010, a versão online do jornal começou a ser enviada para endereços eletrônicos.
Em 2013, foi criado o Caderno Mosaico, voltado ao acréscimo da valorização da arte, da cultura e da educação na região de Bento Gonçalves.
Em 2015, iniciou a trajetória nas redes sociais, ampliando o acesso à informação para diferentes públicos.
Em 2020, se antecipando às mudanças mundiais de consumo, ocasionadas pela pandemia do coronavírus, migrou para o formato digital.