Dall’Onder Cicloturismo pelo Vale dos Vinhedos

Por Natália Zucchi

vai de bike 222Turismo de bike na região de morros da Serra é mesmo possível. O Dall’Onder Grande Hotel, de Bento Gonçalves, primeiro do segmento no Brasil a investir no cicloturismo, oferece passeios para os principais roteiros turísticos de Bento Gonçalves, Garibaldi e Farroupilha através do Dall’Onder Cicloturismo. As opções são Vale dos Vinhedos, Estrada do Sabor, Caminhos de Pedra, Vale do Rio das Antas e Salto Ventoso, com durações opcionais de quatro, seis ou oito horas de percurso, flexibilidade que o visitante encontra para se aventurar sobre duas rodas.

Que tal de bike no Vale dos Vinhedos? Numa manhã ensolarada do último mês de fevereiro testei o roteiro de quatro horas e me senti completamente turista na minha cidade natal – a experiência da bike traz novas perspectivas das paisagens que cercam a cidade – e encantam!

vai de bike3Por volta das nove horas da manhã, saímos do Dall Onder Grande Hotel com o carro de apoio com destino ao Vale dos Vinhedos. No grupo estavam as paulistanas Marcia Regina Colavite de Oliveira e Mariana Oliveira Tripoli de Mattos, mãe e filha que também realizaram o passeio pela primeira vez. Fomos guiadas por Roger Leonardo e Luciano Pacheco, condutor e instrutor da equipe do Dall’Onder Cicloturismo. Chegamos ao posto DiTrento na RS 444, onde fizemos alguns alongamentos, recebemos os equipamentos de segurança e nossas bikes – super confortá- veis. No carro de apoio, bicicletas elétricas também disponíveis para ajudar nos trechos mais íngremes.

Na Estrada Buarque de Macedo iniciamos o cicloturismo com uma leve subida, tranquila para iniciantes. Enquanto pedalávamos em companhia do carro de apoio, Pacheco contava a história da região caracterizada por elementos do trajeto que íamos avistando. Nossa primeira parada foi na Gruta Nossa Senhora de Lourdes. Seguimos para a Rota dos Espumantes até a Borghetto Estrada Geral. Nela, visitamos os parreirais a família viticultora de Olivio Milani, passeio perfumado por grandes cachos das variedades de uva Itália Branca e Ruby. Seguimos para a visita e degustação na vinícola Dom Laurindo, a primeira do roteiro.

Através da RS 444, chegamos até a Via Trento. A adrenalina das descidas fica por conta da velocidade alcançada pelas bikes e pela paisagem composta por vinhedos e propriedades históricas. Visuais incríveis! Entre as belezas naturais da região e as subidas, chegamos na vinícola familiar Mariani, produtora de produtos orgânicos, com degustações e visita a propriedade.

vai de bike que tal de bikeApós, seguimos por estrada de chão até a Pizzato Vinhas e Vinhos, na Linha Santa Lúcia, parada final do nosso passeio. Antes da degustação, confraternizamos com picnic na área externa da vinícola, com uma vista linda para os parreirais. Foram servidos iogurtes da Casa da Ovelha, biscoitos, pães e sucos produzidos pelo Dall´Onder, além de frutas diversas. Abastecidos, após a última degustação de vinhos e espumantes finos, retornamos para o hotel no carro de apoio, onde ainda é possível apreciar as paisagens do roteiro.

Com tanta beleza, não poderíamos ter ficado menos satisfeitas com a experiência. “Achei fantástico, um roteiro encantador, foi uma experiência completa. O auxilio e as explicações dos guias tornou o passeio muito rico. A forma de vida e trabalho passada de geração e geração é muito bonita aqui e para nós foi uma forma bem íntima de conhecer a cultura da região”, salienta a turista Márcia.

vai de bike 5Dall’Onder Cicloturismo

Desde novembro de 2014, a equipe do Dall’Onder Cicloturismo já atendeu mais de 900 pessoas, 99% delas turistas. A maioria são jovens, de 25 e 35 anos, de São Paulo e do Rio de Janeiro. O maior movimento é no verão. Até agora, o recorde de público é o de fevereiro de 2016, com 95 pessoas envolvidas, entre os cinco roteiros.

Mas no inverno não é diferente. Conforme o instrutor Ariel Kafer, o frio tem atraído ciclistas já adaptados ao clima rigoroso desses passeios. Kafer lembra que no ano passado, foram feitos passeios nos meses de junho a agosto com temperaturas a -2ºC.

“É um atrativo turístico que está crescendo. Em meio a crise, é uma inovação. O turista busca o contato com a natureza, a tranquilidade. Nossos roteiros são longe das rodovias, em meio a cenários agradáveis para o visitante”, observa o empreendedor Tarcísio Michelon.

Primeiras Palavras: Carpe Diem de Botequim

 Rogério Gava 

sem-titulo-1

A máxima é conhecida: Carpe Diem. “Aproveita, colhe o dia”. Nos foi legada pelo poeta romano Horácio, que em suas Odes escreveu: “A vida é curta; abrevia as remotas expectativas. Mesmo quando falamos, o tempo, malvado, nos escapa. Aproveita o dia, e não te fies tanto no amanhã”. Uma verdadeira pérola de sabedoria.

Horácio escreveu esse texto há dois mil anos. Sua mensagem continua simples e encantadora. Pena que acabou mal interpretada. O Carpe Diem, coitado, virou sinônimo de puro hedonismo, de busca pelo prazer desenfreado. Afinal, se algum dia vamos morrer, o melhor é aproveitar ao máximo o aqui e agora. E que se dane o resto! É o “Carpe Diem de Botequim”, típico da conversa de bar. Pobre Horácio: ficaria triste em saber que rumo tomou seu ensinamento.

Nestes tempos vaporosos, onde o novo fica velho em um dia e os valores estão um tanto desbotados, o “Carpe Diem de Botequim” ganhou lugar de destaque: “Viva o hoje, esqueça do amanhã. Aproveite enquanto é tempo! Goze ao máximo! Afinal, você tem o direito de ser feliz”. O culto ao prazer instantâ- neo virou a religião moderna. Repare como ele domina a propaganda, os anúncios nas revistas e na televisão. Na internet. E vai entupindo a cabeça de todos nós, com a falsa promessa de que aproveitar a vida dessa forma exacerbada é o segredo da felicidade. Ledo engano.

Se tudo fosse “aproveitar o presente”, então para que se preocupar com as gerações futuras? Com nossos filhos e netos? Por que lutar contra as injustiças? Se preocupar com as crianças abandonadas, refugiadas? Com a corrupção que grassa? Para que, afinal, ser honesto? Fiel às pessoas que amamos? Se o negócio é aproveitar o dia, então, quem pode mais, chora menos! Eis justamente a falha do “Carpe Diem de Botequim”. Ele nos reduz a meros hedonistas festeiros, irresponsáveis, para quem curtir a vida é a única coisa que importa. Triste existência essa, subjugada pelo prazer egoísta e insensato.

O Carpe Diem legítimo tem outro significado. Ele nos fala que nossa existência é curta, sim, frágil como a chama de uma vela ao vento. Que não temos certeza de nada, a não ser do instante que estamos vivendo. E que, cientes disso, não devemos perder o momento presente. O Carpe Diem verdadeiro não propõe que esqueçamos nossos projetos, dando de ombros ao dia de amanhã. Tampouco que devemos nos atirar ao gozo de todas as nossas veleidades. Ele só nos lembra que somos mortais, e, ao final, o que importa é viver enquanto é tempo. É bom fazer planos, mas, sejamos honestos, não sabemos se vamos estar aqui para realizá-los. O certo, então, é seguirmos com eles, mas sem jogarmos a felicidade para algum ponto futuro. O que importa é o caminho; não a chegada. Mais vale a paisagem da estrada do que o próprio destino.

Horácio nos diz que o tempo não deve ser desperdiçado. Isso não significa, contudo, que devamos viver de forma irresponsável. Tresloucada. Pelo contrário: saber que a areia da ampulheta está escorrendo deve nos fazer viver “a cada dia o seu dia”. Sabiamente. De que forma? Por exemplo, quando não deixamos para amanhã aquilo que podemos fazer hoje, estamos sabendo “aproveitar o dia”. Quando, em meio à correria cotidiana, lembramos de dizer “eu te amo” para as pessoas especiais de nossa vida, estamos vivendo no verdadeiro espírito do Carpe Diem. Parar para contemplar o pôr do sol, admirar o firmamento estrelado, saborear uma refeição singela feita com carinho. Sentir o cheiro da grama molhada. Tomar banho de chuva e voltar a ser criança. Tudo isso é Carpe Diem.

“Tempus fugit”, cantava Virgílio – outro poeta famoso –, lembrando que “o tempo voa”, foge de nossas mãos. Colhe o dia, responde Horácio. Mas, colhe-o com sabedoria. Há que se viver o hoje, sem dúvida. Mas, não há que se querer fazer tudo neste exato instante. “Apressa-te lentamente”, diziam os sábios antigos. Isso nos ensina a passear pelo nosso singelo jardim sem perder tempo, mas saboreando o instante. Sem a ansiedade de querer percorrê-lo em um só dia. Querendo todas as flores que encontramos pelo caminho. O Carpe Diem autêntico nos lembra que colher flores, por certo, não é o mesmo que arrancá-las.

1ª edição do projeto Unir para Crescer ocorre em Bento Gonçalves, na Fundação Casa das Artes

Bento Gonçalves foi escolhida entre os municípios da Serra Gaúcha para receber a primeira edição do projeto Unir para Crescer, no próximo dia 15 de março. O evento tem como proposta a troca de conhecimento em prol do crescimento econômico do país e será realizado na Fundação Casa das Artes das 9h às 20h. Inspirado no evento italiano Festival della Crescita, que busca fomentar a reação econômica do país por meio de uma cultura colaborativa entre empresas, o projeto percorrerá o Brasil durante o ano de 2017. Inscrições através do site http://unirparacrescer.com.br/bento-goncalves/ no valor de R$ 110.

A ideia de trazer uma versão brasileira do Festival della Crescita é do grupo Focus Excelência, liderado pela socióloga, antropóloga e pesquisadora Marinez Pretto, que viu no festival uma possibilidade de auxiliar a economia brasileira a se reerguer do cenário atual. “Atualmente o Brasil é um país sem perspectivas para voltar a crescer à altura de seu potencial. É por isso que mais do que nunca é preciso ser criativo para voltar a crescer e de forma sustentável”, explica Marinez.

A proposta consiste em eventos de integração entre empresariado, instituições, universidades, profissionais liberais, e cidadãos com a fim de encorajar e impulsionar o crescimento através da troca de informações e experiências. A meta é de que essa união entre setores e saberes auxilie os envolvidos a pensar fora da caixa e combater a estagnação. O evento é destinado para empresas, comércio em geral, profissionais liberais, universidades, pesquisadores, estudantes e governo.

Os principais eixos discutidos serão: Os novos paradigmas do futuro, educar e cultivar, inventar e criar, comunicar e transmitir, empreender e inovar. A parte final do evento está destinada para uma consultoria dada por profissionais especializados na área a fim de auxiliar do pequeno ao grande empreendedor a alcançar seus objetivos.

 

 

Programação

08:30 – ABERTURA

09:00  – INTRODUÇÃO AO PROJETO “UNIR PARA CRESCER”
Francesco Morace }
Future Concept Lab (on line)
09:45 – OS NOVOS PARADIGMAS DO FUTURO
Marinez Pretto
10:30 – EDUCAR E CULTIVAR
Gustavo Borba
Unisinos
Case Anderson Yanzer
11:30 –  O PODER TRANSFORMADOR DA CRIAÇÃO ARQUITETÔNICA: DO MACRO AO DETALHE
Flama Savio
12:30 – ALMOÇO
14:00 – MOMENTO CULTURA
14:30 – COMUNICAR E PARTILHAR
Melissa Lesnovski
Case Dinamize
15:45 – EMPREENDER E INOVAR
Guilherme Masseroni
Case Bruno Pazzin (Operação Serenata do Amor)
17:00 – RAÍZES E INOVAÇÃO
Case Valduga
17:30 – NETWORKING
Coquetel Unir para Crescer
18:30 – CLÍNICA DE SOLUÇÕES
19:30 – ENCERRAMENTO

 

Garibaldi Vintage ocorre na próxima sexta-feira, dia 17.

unnamed (4)A 4ª edição do Garibaldi Vintage, evento que celebra os costumes e modas das décadas de 20 a 60, ocorre no próximo dia 17 de março, a partir das 19 horas, no charmoso centro da cidade, caracterizado por um conjunto de 35 casarões construídos no início do século passado, preservados como patrimônio histórico do município. O evento remete ao século passado, enfatizando o glamour, os costumes e moda das décadas de 20 a 60.

O entretenimento é por conta de atrações musicais, de artistas que circulam pela rua Buarque de Macedo interagindo com o público e da exposição de carros da época. O público é convidado a participar com roupas características do período.

unnamed (3)Gastronomia, vinícolas e cervejarias artesanais, num total de 24 estabelecimentos comerciais, disponibilizarão seus produtos em pontos estratégicos da área central. A última edição do Garibaldi Vintage ocorreu em outubro de 2016, reuniu cerca de 15 mil pessoas.

Os veículos da época ficam estacionados ao longo da avenida Rio Branco, numa exposição organizada pela AntiGar – Carros Antigos de Garibaldi e do Veteran Car Club dos Vinhedos. Criado no início de 2014, o Garibaldi Vintage se consagrou como um dos eventos que reflete a identidade do município. Participam desta edição os estabelecimentos Dolce Mattina, Famiglia Giovanaz, Gerson Ben, Novalle, Retrô 81, Trattoria Primo Camilo, Rer Divino, Sushiame, Valle Rustico, Estrada Do Sabor, Hostaria Casacurta, Caça e Pesca, Le Pankê e Devorata Trufas Artesanais. Entre os pratos, variedades de massas, carnes, frutos do mar, hamburgeres e doces diversos.

unnamed (5)Integram o evento, por meio da Rota dos Espumantes, a Cooperativa Vinícola Garibaldi e as vinícolas Courmayeur, Casa Pedrucci, Domno, Don Laurindo, Vaccaro e La Cantina, além da presença da Cooperativa de Produtores Ecologistas de Garibaldi (Coopeg). Também participam as cervejarias artesanais Leopoldina, Guarnieri, Trinker e Ricompensa.

Nesta edição, também acontecerá a apresentação dos trajes oficiais das soberanas da Fenachamp 2017, rainha Valéria Carniel e princesas Mônia Meneghetti e Gabriela Mattei.

O Garibaldi Vintage é uma realização da Prefeitura de Garibaldi, por meio da Secretaria de Turismo e Cultura. O evento conta com o apoio das secretarias de Obras, de Segurança e Mobilidade Urbana, de Agricultura e Pecuária, de Meio Ambiente, do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares (SHRBS) de Garibaldi e da Brigada Militar.

unnamed (1)Atrações musicais

Além das canções de época nos postes que perpassam os prédios do centro histórico, o Quarteto de Jazz da Orquestra Municipal de Garibaldi e o Coro Canarinhos de Garibaldi circularão entre o público dando um toque ainda mais clássico à noite.

O Quarteto de Jazz da Orquestra Municipal de Garibaldi é um grupo que se apresenta de forma itinerante e busca a interação com o público. Formado por saxofones, tuba e percussão, no repertório estão standards de jazz como In The Mood e When The Saint’s Go Marching In, além de temas de filme como Pink Panther, de Henry Mancini, e outros grandes clássicos do blues e jazz.

unnamed (2)Já o Coro Canarinhos de Garibaldi, que desde 2015 passou a se apresentar em formato musical, irá circular pelo Garibaldi Vintage apresentando uma seleção musical do seu último espetáculo “Nos Tempos da Brilhantina”. Ao retratar a alegria dos jovens com suas jaquetas de couro, vestidos de bolinhas, em um clima de romance e descontração, o grupo convida o público a dançar e se divertir numa grande festa a céu aberto.

Alterações no trânsito para o Garibaldi Vintage

A Rua Buarque de Macedo será fechada a partir das 7h no trecho entre o Banco Bradesco e a loja Bellini (Av. Independência e Júlio de Castilhos) em todos os seus acessos: Rua Arduíno D’Arrigo (após a Escola Carlos Gomes), Rua Borges de Medeiros (a partir da padaria Ponvalli) e Avenida Presidente Vargas (em frente à Praça Loureiro da Silva). A organização pede atenção especial aos moradores e a quem circula pelo local, visto que nesta edição o horário foi antecipado.

Cardápios Garibaldi Vintage 

CAÇA E PESCA

Massa pene ao molho de tomate seco;

Espetinho de carne.

DOLCE MATTINA

Ravióli ao molho de tomate seco ou pesto;

Bolinho de bacalhau;

Brigadeiro de colher.

DEVORATA TRUFAS ARTESANAIS

Torta de profiteróles trufados;

Trufa Devorata com sorvete;

Trufas.

ESTRADA DO SABOR

Nhoque a três queijos com salaminho defumado.

FAMIGLIA GIOVANAZ

Camarão a milanesa;

Espetinho de camarão.

GERSON BEN

Asinha de frango envolta em massa folhada;

Espetinhos de carne ou frango ou suíno.

HOSTARIA CASACURTA

Le Burguer Casacurta (pão de brioche, hambúrguer, cebola caramelada, molho de Roquefort, mostarda Dijon).

LE PANKÊ

Batatas rústicas com orégano;

Burrito de carne de panela com fritas e queijo e salsa mexicana (massa de crepe).

NOVALLE

Risoto de cordeiro assado com lascas de amêndoas.

RETRÔ 81

Hambúrguer de pão de brioche, com carne bovina, cebola caramelada, rúcula, gorgonzola e maionese;

Hambúrguer vegetariano de feijão branco com pão de brioche e couve-flor, cebola caramelada, rúcula, gorgonzola e maionese;

Brownies de nozes.

RER DIVINO

Capeletti ao molho de carne ao vinho e molho branco.

SUSHIAME

Temakis e yakitoris.

TRATTORIA PRIMO CAMILO

Risoto de bacalhau;

Nhoque recheado de mussarela de búfala à caçadora;

Docinhos sortidos.

VALLE RUSTICO

Choripan Valle Rustico (pão artesanal de cebolinha, linguiça de pernil suíno, chimi-churri de ervas frescas, creme de queijo provolone) com chips;

Sonho rústico com doce de leite da artesanal.

 

Bento Gonçalves: palestra “Na Cabeceira da Mesa” incentiva o protagonismo feminino

unnamedBento Gonçalves recebe a palestra “Na Cabeceira da Mesa: Mulheres Felizes Valorizam suas Conquistas”, com a jornalista Marciele Scarton, que incentiva o protagonismo feminino ao evidenciar os avanços conquistados pelas mulheres. O evento acontece dia 16 de março, às 19h30, no Teatro do Sesc Bento Gonçalves (Av. Cândido Costa, 88, Centro).

Os ingressos estão à venda no Sesc e têm valor de R$ 10 para comerciários e dependentes com Cartão Sesc/Senac, estudantes, idosos e classe artística; R$ 15 para empresários e dependentes com Cartão Sesc/Senac; e R$ 20 para o público em geral.

A cabeceira da mesa ilustra o empoderamento das mulheres, mostrando que, diferentemente de outras épocas, elas ocupam lugar de destaque, são líderes e têm autonomia em suas escolhas, decisões e atitudes. Um posto que  evidencia como a mulher atual chegou ao topo, na comparação com as mulheres de um passado recente,  instigando-a  a pensar no que deseja e almeja para a sua vida.

  Ao revisitar as histórias das mulheres do passado – a palestra é inspirada no Livro Mulheres do Interior (2013), do qual a palestrante é coautora –  Marciele propõe à plateia a valorização de sete importantes conquistas femininas, que vão do direito de desejar e agir conforme suas vontades, ao direito de encontrar o equilíbrio, passando pelo direito à independência, sendo protagonistas no mercado de trabalho. A apresentação também aborda a praticidade da vida moderna, a importância da vaidade e o direito de praticar a sua espiritualidade sem imposições.

“O objetivo é que a plateia reflita sobre a importância de uma série de direitos que foram conquistados e fazem parte da vida das mulheres nos últimos cem anos, aspectos hoje tão incorporados em nossa rotina, que deixamos de dar a eles a devida importância. Valorizar essas conquistas, priorizá-las e praticá-las todo dia é fundamental para a nossa felicidade, além de ser a chave para minimizar  uma série de sentimentos negativos que acometem as mulheres, como ansiedade, angústia e insatisfação”, afirma Marciele.

 

Últimos dias: Senac Bento Gonçalves inscreve para cursos técnicos presenciais e a distância

Segundo informações do Censo da Educação Básica do Ministério da Educação (MEC), em 2015 foram feitas 1.916.112 matrículas em cursos técnicos. Ciente do interesse por essa modalidade profissional, o Senac Bento Gonçalves oferece diversos cursos presenciais e a distância. O prazo para as inscrições é até o dia 19 de março.

Confira as qualificações disponíveis:

  • Técnico em Recursos Humanos – presencial
  • Técnico em Administração EAD
  • Técnico em Segurança do Trabalho EAD
  • Técnico em Transações Imobiliárias EAD
  • Técnico em Qualidade EAD

Matrículas para as capacitações devem ser feitas no Senac Bento Gonçalves, localizado na Rua Saldanha Marinho, 820. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (54) 3452-4200 ou através do site www.senacrs.com.br/bento. Comerciários têm desconto de 20% mediante a apresentação, no ato da matrícula, do cartão Sesc/Senac, nas categorias empresário e comerciário.

 

CineSesc Bento Gonçalves traz um catálogo de produções alternativas

Cine SescO CineSesc Bento Gonçalves traz um catálogo de produções alternativas na programação de cinema para o mês de março, em sessões gratuitas. A agenda foi aberta com o filme árabe “O Sonho de Wadjda” (2012), com exibição gratuita no dia sete. Os próximos títulos a serem exibidos são “Amar, Beber e Cantar” no dia 14, e “Uma Viagem Extraordinária” no dia 21 de março, ambos a partir das 20h. Após a exibição de cada filme será realizado um bate-papo sobre as questões apontadas nas tramas, conduzida por profissionais que vão de encontro com a temática do longa.

Amar Beber e Cantar
Quando: 14 de março

Sinopse: Um grupo de teatro amador está ensaiando uma nova peça, quando uma notícia triste abala a todos: George, amigo próximo da trupe, está doente. De acordo com os médicos, ele tem no máximo seis meses de vida. Enquanto as mulheres do grupo começam a relembrar a antiga paixão pelo mulherengo George, os homens têm uma ideia inusitada: e se o amigo doente fosse chamado para interpretar um dos personagens da peça?
País de origem: França
Gênero: Comédia/ Drama
Tempo de duração: 108 min
Indicação: 12 anos

Uma Viagem Extraordinária
Quando: 21 de março

Sinopse: Aos doze anos de idade, T.S. Spivet é um garoto superdotado, apaixonado por cartografia. Quando ele ganha um prêmio científico de prestígio, o garoto decide abandonar sua família em Montana para atravessar sozinho os Estados Unidos, até chegar em Washington. O único problema é que o júri não sabe que o vencedor ainda é uma criança.
País de origem: França
Gênero: Aventura
Tempo de duração: 105 min
Indicação: 10 anos

Dall’Onder Grande Hotel lança evento inédito voltado para a saúde e bem-estar

dia da mulher dallPapo só entre elas marca a primeira edição do projeto “Dall’Onder é vida e mais saúde com Laura Medina”, que acontece no dia 17 de março, às 20h, no Centro de Eventos Malbec do Dall’Onder Grande Hotel. O encontro propõe um bate-papo sobre saúde da mulher, beleza, comportamento e sexualidade.

Atualmente, estar de bem com o corpo, com a saúde, ter vitalidade, bons amigos é mais que um objetivo: é um estilo de vida. Isso não significa seguir à risca todas as regras para se manter 100% saudável. “ É preciso ter prazer e saber como construir um novo jeito de se relacionar com a gente mesmo, com a nossa saúde, com as nossas emoções, com a nossa felicidade”, reforça a jornalista Laura Medina, que irá comandar o encontro ao lado da ginecologista e sexóloga Sandra Scalco e da hair styler Jane Beauty

De acordo com a gerente geral, Denise Araújo, a ideia é organizar outros encontros ao longo do ano, com a mesma proposta de saúde e bem-estar, também com a participação da Laura Medina e convidados especiais das áreas, para compartilhar dicas, novidades e tudo aquilo que contribua para um estilo de vida mais saudável.

As inscrições são limitadas: R$ 50,00 convite (10% de desconto para estudantes). A programação inicia com recepção com espumante e atendimento da equipe Jane Beauty, apresentação das palestrantes e dos patrocinadores, bate-papo sobre saúde, sexualidade, comportamento e beleza com Laura Medina, a ginecologista e sexóloga Sandra Scalco e a hair styler Jane Beauty. O evento é patrocinado pela Don Diovanni e pela marca Carmen Steffens, que estará presente com um STAND de roupas exclusivas para divulgar o lançamento da nova loja em Bento Gonçalves.  No final, confraternização com espumante e sorteios especiais de beleza.

Ovelha Café: grãos de café especiais, literatura e charme em Bento Gonçalves

ovelha cafe 2Quem gosta de café vai adorar a novidade: no próximo dia 14, às 10 horas, inaugura em Bento Gonçalves o Ovelha Café, da jovem empreendedora Bruna Bello. A cafeteria, com proposta literária e gastronômica, fica situada na parte térrea de uma residência de alvenaria construída em 1920, na esquina da rua Agnaldo da Silva Leal com a travessa Manaus, no bairro Cidade Alta.

Bruna procurou referências nos anos 40 a 60 e aplicou diversos elementos e mobílias restauradas para dar ao ambiente um toque retrô. “Sempre tive vontade de abrir um pub, um café, um espaço cultural em Bento. Em outubro do ano passado percebi que o momento tinha chegado quando vi a placa de “aluga-se” nessa casa. O nome eu já tinha bem claro na minha mente, seria Ovelha, porque minha família até hoje me chama de “ovelha negra” devido aos meus gostos peculiares e minha paixão por livros. Sem contar que eu adoro ovelhas e as relaciono muito bem com café. A lã e o próprio desenho dela trazem aconchego. Queria que o ambiente fosse acolhedor, literário e ao mesmo tempo vintage, com ar de nostalgia. Para mim, o café também é nostálgico”, revela Bruna.

Bruna belloInicialmente serão quatro grãos diferentes disponíveis: Moka de origem Alta Mogiana/São Paulo, Topázio Amarelo de origem Chapadão de Ferro/Minas Gereais, Catuaí Vermelho de origem Santa Maria de Jetibá/Espírito Santo e o Bourbon Amarelo de origem Cerrado Mineiro. São quatro formas de preparação para cada grão, ampliando uma gama de 16 aromas e sabores disponíveis no cardápio, cada um apelidado carinhosamente com o nome de um personagem, livro ou ator de literaturas. Cafés com leite integral, desnatado e sem lactose também estão no menu.

Além deles, o caseiro e gostoso café passado no pano será a opção mais econômica para quem busca simplicidade. Haverá ainda opções de cafés doces e alcoólicos, brownie, cookies, torta e sanduíches com quatro opções de pão também serão feitos na confeitaria própria. O interior da cafeteria segue a linha retrô na decoração e mobília e abrigará livros e histórias em suas prateleiras e mesas, sendo também possível locar os exemplares.

Na decoração do ambiente, rádios antigos, máquina de escrever, luminárias resgatadas em antiquários e cadeiras personalizadas. As xícaras, de porcelana, estampam bordados exclusivos do Ovelha. Além do charme, elas ajudam a manter a temperatura ideal da bebida. Investindo na arte da cidade, o local disponibilizará espaço para exposições transitórias de artistas locais. As primeiras, já a partir do dia 14, serão de Bruna Maria e Diogo Carlet.

ovelha cafeMuitos livros estarão dispostos no ambiente entre obras do acervo da proprietária e de seu marido Tom Miele e outras doadas por amigos do casal. A troca de livros entre os clientes e a possibilidade de retirar os exemplares fixos do Ovelha também faz parte da proposta. “Será um espaço para a convivência de todas as gerações e idades. Haverá saraus, grupos de discussões e teatros. O empreendimento contará ainda com um espaço infantil para atender a garotada mais nova”, ressalta Bruna

O Ovelha Café estará em funcionamento de terças a sextas-feiras, das 10 às 20 horas, aos sábados, das 8h30 às 18 horas e aos domingos, das 14 às 18 horas, com brunch especial pela manhã (café da manhã americano com panquecas ao molho canadense Maple Syrup, que também será produzido pelo empreendimento) mais café ou suco de laranja.

ovelhaCom atendimento personalizado, Bruna e seus colaboradores têm a missão de apresentar as características de cada café para o cliente, numa conversa ao pé da mesa. Para aqueles que querem se aprofundar, o Ovelha realizará workshops e degustações para grupos fechados, que também podem ser agendados previamente. “Minha ideia é apresentar aos clientes cafés de qualidade, para que a bebida possa ser apreciada e esse hábito possa ser cultivado de maneira saudável”, ressalta.

Se o cliente não quiser beber o café na hora, a Ovelha terá copos personalizado da própria marca, no estilo Starbucks, para o transporte da bebida. Água fresca gratuita disponível para todos os clientes também será como um dos pontos diferenciais do Ovelha Café. O local também terá um espaço para a venda de produtos personalizados da Ovelha e souveniers, como almofadas, camisetas e canecas, entre outros.

Faria Lemos promove a 8ª edição da Sagra Trevisana

unnamedA comunidade de Faria Lemos e a Paróquia de Nossa Senhora do Rosário promovem a 8ª edição da Sagra Trevisana “…uno encontro dele fameie…” no próximo dia 12 de março. A festa busca restituir a tradição e cultura dos imigrantes da Província de Treviso, norte da Itália. O evento inicia às 9h30 na Igreja Matriz com missa em Talian, animada pela Fanfara Bersaglieri e pelo Coro Caminhos de Faria Lemos. Sagra significa “festa” em italiano e para os imigrantes era o grande dia onde as famílias celebravam a vida, a fé, as conquistas e repartiam as alegrias e dificuldades, tudo em comunidade.

Às 12h30min acontece o almoço típico com cantorias e às 15h30min, café da tarde, no salão paroquial. Já na praça, ocorrem apresentações de saberes e fazeres dos imigrantes – confecção de cestos com vime, artesanato em palha de trigo, pão de forno a lenha, pisa de uva, além de brincadeiras de antigamente com os alunos da Escola Ângelo Chiamolera, de Faria Lemos. Reservas para o almoço pelo telefone (54) 999055997 ou (54) 34391110 com Milena