Quebra-cabeça

Por César Anderle

O ser deve sempre ser mais importante que o fazer. Temos a ilusão de que fazendo seremos melhores, porém não tem sentido em somente acumular riquezas para mim, para minha família, para meu bairro. Muito melhor é fazer o bem, para que mais pessoas possam usufruir de momentos agradáveis. Nossas ações são consequência de quem somos. A ideia de querer ser alguém, nos tira do caminho do bem. Podemos ser mais humanos, objetivando o bem-estar do outro, fazendo políticas públicas justas, ações coletivas para uma comunidade fraterna, para uma sociedade mais íntegra, digna e motivadora.

A minha responsabilidade pode influenciar a sua e assim, sucessivamente, exemplos do ser para motivar o fazer dos outros, tornando o ser humano cada vez mais harmonioso.

A preocupação de ver apenas um grande resultado, não pode nos intimidar e agir pequeno. Ações pequenas, somadas a outras ações, nos darão um grande resultado coletivo. Todos precisam de todos. Somos uma sociedade onde a interdependência deve ser mais aceita pelas pessoas. Nada somos sozinhos.

Pertencemos a um grande-quebra cabeça, onde cada peça tem vital importância na sua posição.

Individualmente somos pequenos, mas somos grandes quando nos unimos. Essência do amor universal.

Chegará um dia em que nossa consciência nos cobrará o que fizemos. Prestaremos contas de nossas ações e pensamentos. Essa etapa está passando despercebida pela sociedade atual, não está explícita na imagem visual de nosso dia a dia, rodeado de compromissos.

Em contrapartida, temos um certo desconforto em sermos submetidos a outra pessoa com autoridade espiritual, seja ela de qualquer instância de fé. Nesse sentido, a reflexão que fica é: o que o Senhor espera de cada um de nós? Justiça, humildade, sensatez, coerência. Diante Dele e das pessoas, pode até não ser agradável o sentimento, mas é necessário senti-lo para que possamos enfrentar a prestação de contas no final de nossa vida, sem medo do Juiz. Não que ele irá nos punir, mas para que possamos ter uma passagem de espírito mais tranquila.

Deus deve ser a rocha sobre a qual construímos nossa vida. Com ele sempre estaremos alinhados para o caminho do bem, independente das experiências que possamos estar vivenciando.

Seja mais você sempre, mas nunca se esqueça do grande espírito do Bem que existe dentro de você.

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *