Circulytics: ferramenta online gratuita ajuda empresas a medir e melhorar seu desempenho na economia circular

Ferramenta da Fundação Ellen MacArthur agora está disponível em português e espanhol para facilitar a avaliação das empresas latino-americanas e permitir que avancem em suas ambições de economia circular

Mais de 900 empresas de todo o mundo se inscreveram para avaliar seu desempenho na economia circular usando Circulytics, a ferramenta premiada da Fundação Ellen MacArthur lançada em 2020.

As empresas estão sob pressão crescente para ir além da simples medição do impacto em termos de receita, lucro e valor para o acionista. Cada vez mais, elas estão reconhecendo sua responsabilidade e poder de desempenhar um papel fundamental no enfrentamento de alguns dos desafios mais urgentes do mundo, como mudanças climáticas, perda de biodiversidade, resíduos e poluição. A economia circular oferece a essas empresas as ferramentas para cumprir tais objetivos, mas para tomar decisões estratégicas que levem aos melhores resultados, as empresas precisam ter acesso aos dados certos. Até o momento, no entanto, mensurar a circularidade de todo um negócio, não apenas seus fluxos de produtos e materiais, tem sido difícil. Isso pode retardar a adoção de práticas de economia circular e tem dificultado o aproveitamento completo das suas oportunidades pelas empresas.

“O Circulytics fornece os insights necessários para ajudar as empresas na tomada de decisões estratégicas, mensuração do desempenho de economia circular e acompanhamento do seu progresso em relação às metas. Essas percepções são vitais para as empresas que estão se voltando para a economia circular para cumprir seus Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e metas de mudança climática. Também permite que as empresas demonstrem como são circulares – ajudando a fornecer transparência para clientes e investidores, que estão cada vez mais dedicando recursos à atividade de economia circular e buscando ativamente investir em negócios que estão liderando o caminho”, afirma Luísa Santiago, líder para América Latina, Fundação Ellen MacArthur.

Empresas em todo o mundo já estão aplicando os insights de suas avaliações do Circulytics para informar decisões estratégicas:

“À medida que transitamos para uma forma circular de fazer negócios, estamos usando o Circulytics para ajudar na nossa tomada de decisão estratégica e garantir que nossas ambições de economia circular estejam alinhadas com nosso trabalho sobre resíduos e mudanças climáticas”. – Michael Goltzman, VP Global, Política, Sustentabilidade e Impacto Social, The Coca-Cola Company.

“O Circulytics é a ferramenta mais abrangente disponível quando se trata de medir o progresso em relação às metas, informar a estratégia e demonstrar desempenho para as partes interessadas e investidores”, Isabelle Gubelmann-Bonneau, Vice-presidente sênior de estratégia de sustentabilidade, líder de economia circular, Solvay.

“Acreditamos que o Circulytics é uma ferramenta abrangente para medir o desempenho da economia circular porque fornece uma imagem da empresa como um todo. Esta autoavaliação ajuda a levantar o véu sobre nossas práticas, demonstrando como empresas como a HP podem cumprir melhor nossa estratégia de economia circular, permitindo-nos assim acelerar nossa transição para uma economia circular de baixo carbono e, em última instância, um mundo sem desperdícios”, Ellen Jackowski – Diretora de Sustentabilidade e Impacto Social, HP.

O Circulytics foi desenvolvido com mais de 30 empresas da rede da Fundação e agora está disponível em inglês, português, espanhol e chinês. É gratuita, pode ser usada por qualquer empresa – independentemente do tamanho, setor ou região – e é vital para quem leva a sério a transição para uma forma circular de fazer negócios.

ㅤㅤㅤㅤㅤ

Como funciona o Circulytics

Qualquer empresa pode se inscrever para concluir uma avaliação do Circulytics gratuitamente. Uma vez admitidas, as empresas devem reunir dados relativos à aplicação da economia circular nas áreas-chave da sua atividade e preencher um formulário de avaliação. Depois que uma empresa envia seus dados, ela recebe um relatório com uma pontuação geral e percepções sobre os sucessos, bem como as oportunidades para adotar ou incorporar práticas de economia circular.

Os indicadores cobrem os seguintes temas:

  • Estratégia e planejamento
  • Pessoas e competências
  • Operações
  • Inovação
  • Envolvimento externo
  • Produtos e materiais
  • Serviços
  • Ativos imobilizados
  • Água
  • Energia
  • Finanças

Saiba mais sobre o Circulytics no link.

ㅤㅤㅤㅤㅤ

Sobre a Fundação Ellen Macarthur

A Fundação Ellen MacArthur desenvolve e promove a ideia de uma economia circular para enfrentar alguns dos maiores desafios da atualidade, como poluição por plástico, mudança climática e perda de biodiversidade. A Fundação trabalha e inspira empresas, universidades, legisladores e instituições para mobilizar soluções sistêmicas em escala global. Em uma economia circular, os modelos de negócios, produtos e materiais são projetados para aumentar o uso e a reutilização, criando uma economia em que nada se torna desperdício e tudo tem valor. Cada vez mais construída com base em materiais renováveis e sustentada por uma mudança para a energia renovável, uma economia circular é distribuída, diversa e inclusiva. Mais informações: www.ellenmacarthurfoundation.org/pt

ㅤㅤㅤㅤㅤ

Sobre a Energia Circular

O atual modelo industrial extrativo “extrair, produzir, desperdiçar” depende do consumo de recursos finitos. A economia circular oferece um caminho positivo ao redefinir o crescimento para se concentrar em benefícios para toda a sociedade. Implica redesenhar fluxos materiais e sistemas de produção para construir capital econômico, natural e social. Apoiada por uma transição para fontes de energia renováveis, a economia circular é construída em três princípios: eliminar resíduos e poluição; manter produtos e materiais em uso; e regenerar sistemas naturais

A economia circular está ganhando atenção graças às oportunidades que oferece às empresas de capturar valor adicional a partir de operações e recursos existentes, por exemplo, redesenhando produtos e modelos de negócios, construindo novos relacionamentos com clientes e aproveitando a tecnologia para aumentar a utilização de ativos.

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *