sedes_2_1_1

Atendimentos da assistência social aumentaram 144% durante a pandemia

Desde o início da pandemia do coronavírus, a Secretaria de Esportes e Desenvolvimento Social (SEDES) teve um aumento no número de atendimentos, passando de 9 para 27 mil. Com o objetivo de conferir as ações realizadas, na quarta-feira (31), o Secretário Eduardo Virissimo esteve visitando os serviços.

Os serviços atendem por procura espontânea dos munícipes ou por meio de encaminhamentos da rede socioassistencial, demais políticas públicas ou órgãos de outros poderes. “Desde o início da pandemia, as pessoas procurando atendimento na assistência social aumentou, e tivemos que reestruturar nossos serviços para que pudéssemos atender todos com qualidade. Nossa área lida diretamente com as pessoas. Estamos junto com a realidade de cada bairro. As ações são realizadas com recursos municipais, estaduais e federais”.

Sendo a principal porta de entrada da política de assistência social, os três Centros de Referência de Assistência Social (CRAS’s), localizados nos bairros Ouro Verde, Juventude e Vila Nova, de janeiro a março, realizaram 3.267 atendimentos a famílias e indivíduos em situações de vulnerabilidade social, por meio do Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF), atendimentos individuais, visitas domiciliares e buscas ativas.

 

Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos

As seis unidades dos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) – Programa AABB, Balão Mágico, Carrossel da Esperança, Sest/Senat, Toquinha da Amizade e CECI, oferecem 600 vagas para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, sendo que até o momento 440 crianças estão em atendimento. Neste ano, as atividades ainda não retornaram devido à pandemia do coronavírus. Mas, a Secretaria seguiu dando suporte para as famílias por meio de atendimento remoto semanal.

 

Programa Criança Feliz e Primeira Infância Melhor

Neste ano, o Programa realizou 400 visitas à crianças de 0 a 06 anos e gestantes que tiveram acompanhamento semanal.

 

Centro de Referência Especializado de Assistência Social

Outro serviço oferecido em Bento Gonçalves é o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) que realiza proteção e atendimento especializado a famílias e indivíduos. Até o momento foram realizados 794 atendimentos, entre os serviços de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos (PAEFI), medidas socioeducativas e abordagem social.

 

Casa de Passagem

A Casa de Passagem é destinada às pessoas em situação de rua ou que estão na condição de trecheiros, disponibilizando abrigo para pernoitar. No local, os acolhidos podem se alimentar, tomar banho e serem inseridos nas políticas públicas, para que haja uma reinserção à sociedade e à reconquista de direitos básicos. O serviço está organizado dentro das normas de prevenção ao coronavírus, e neste ano, 123 pessoas foram acolhidas no local.

O local atende das 19h às 7h, na Rua Francisco Navarini, 136, no bairro Maria Goretti.

 

Distribuição de cestas básicas

Nesse período da pandemia, aumentou consideravelmente o número de pessoas atendidas nos CRAS com demanda de cestas básicas. A entrega de cestas básicas é um benefício eventual para as pessoas em situação de vulnerabilidade social, que atendam critérios previstos em Lei.

Quem não tiver cadastro junto ao CRAS e atender o critério da Lei dos Benefícios Eventuais, poderá realizar o cadastramento mediante agendamento por telefone.

 

Telefones dos CRAS’s:

CRAS I: 3451-4833 CRAS II: 3055-7013 CRAS III: 3451-4884

 

Documentação necessária para cadastro: – Documento de identificação (RG, CPF e certidão de nascimento) de todos integrantes da família; – Comprovante de residência; – Comprovante de renda de todos que trabalham na família; – Carteira de Trabalho.

 

Documentação necessária para quem já possui cadastro: – Documento de identificação (RG, CPF e certidão de nascimento) de todos integrantes da família

 

Recursos recebidos no combate a pandemia

A Secretaria também recebeu recursos destinados para o combate ao coronavírus. R$ 461.340,00 que destinam-se a aumentar a capacidade de resposta do Sistema Único de Assistência Social – SUAS no atendimento às famílias e aos indivíduos em situação de vulnerabilidade e risco social.

Os recursos foram investidos para aquisição de Equipamentos de Proteção Individual – EPI, de alimentos e aquisição de bens de consumo, eletroeletrônicos e mobiliários, e despesas correntes e manutenção dos serviços.

 

Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *