Primeira dama Cláudia Remus - Divulgação

“Com sua sensibilidade, a mulher pode dominar o mundo”

Dentro da estrutura da prefeitura de Bento Gonçalves há o Gabinete da Primeira-Dama, a ser coordenado pela esposa do Prefeito eleito, para promoção de ações sociais, como por exemplo, a tradicional Campanha do Agasalho. Que ações você prevê para serem promovidas neste ano pelo seu Gabinete?

Cláudia – As ações do gabinete da Primeira-Dama iniciaram, neste ano, com o engajamento ao já consolidado projeto Padrinhos da Escola, que arrecada materiais escolares para crianças carentes de nossa cidade. Apesar das dificuldades decorrentes da pandemia, a população abraçou a causa e, em 2021, o projeto atendeu 22 escolas públicas e até 3.772 alunos.

O Dia da Mulher foi organizado com muito carinho, com apoio das entidades parceiras, porém, será realizado em momento oportuno, a fim de que as mulheres possam desfrutar, de forma segura, das atividades e serviços oferecidos. Neste ano, em parceria com a Delegacia da Mulher, Consepro, Polícia Civil e SMED, serão realizadas, também, rodas de conversa com os jovens nas escolas de nossa cidade, buscando fortalecer os direitos femininos.

O projeto Transformando Vidas, em sua 8ª edição, atenderá adolescentes estudantes oriundos de famílias de baixa renda em atividades e ações planejadas e organizadas com o apoio do poder público municipal e da comunidade, em áreas abrangendo saúde, cultura, trabalho e empreendedorismo, educação e comportamento, entre outras, oportunizando a convivência social e a vivência de novas experiências visando a sua apresentação à sociedade. A culminância do projeto acontece tradicionalmente num jantar baile, mas provavelmente deverá ser adaptada neste ano.

A Campanha do Agasalho, tradicionalmente realizada no inverno, está movimentando o gabinete, secretarias e entidades parceiras no intuito de torná-la contínua, para que possa atender as necessidades da população ao longo de todo o ano. Este projeto não é de curto prazo, porém, sua execução já iniciará neste ano.

A primeira-dama faz parte, também, do Comdim – Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, bem como do Combea – Conselho Municipal do Bem-Estar Animal, participando ativamente das campanhas por eles desenvolvidas, como as atividades em defesa dos direitos da mulher e ações de adoção e castração de animais.

Além disso, no intuito de promover a qualificação profissional de jovens carentes de nossa cidade, o gabinete da primeira-dama está, em parceria com a Sedes, fazendo um levantamento das áreas de maior demanda de mão-de-obra em Bento Gonçalves, buscando, também, empresas parceiras para emprega-los. Nosso objetivo é aproximar o ramo de formação às reais necessidades das empresas.

 

 Você gosta de ser mulher?

Cláudia – Com certeza! Amo ser como sou: mulher, mãe, esposa, professora, primeira-dama… desdobrar-se em mil, uma diária superação e reinvenção! Ser mulher é um misto de firmeza, sensibilidade, sonho e força de superação. E é muito bom ser assim!

 

Você gosta de política?

Cláudia – A política integra nosso dia-a-dia, é o instrumento de transformação da sociedade. Não participar da política também é um ato político, porém, não te permite sentir-se parte integrante da mudança. Desde criança fui muito participativa em diversos setores da comunidade. Errei e acertei nos momentos de decisão, mas, com toda a certeza, aprendi muito com tudo isso.

 

O que você pensa em relação ao processo de empoderamento feminino?

Cláudia – É um processo necessário diante das discriminações que as mulheres sofrem. Existem muitas diferenças entre homens e mulheres. Somos diferentes! Porém, é inaceitável que se questione a capacidade de uma mulher simplesmente por ser mulher!

 

Um exemplo de empoderamento feminino acontece na prefeitura de Bento: as duas maiores secretarias (em orçamento e funcionários), Saúde e Educação, são comandadas por mulheres, bem como a própria Secretaria de Finanças.

 

É importante, então, que cada mulher possa demonstrar seu poder, sua força e seus direitos em tudo o que faz.

 

Você se sente empoderada como Primeira Dama de Bento Gonçalves?

Cláudia – Sim, pois estou tendo a oportunidade de participar ativamente de debates e decisões que influenciam o futuro de nosso município. 

 

De que forma o Gabinete pode contribuir com as mulheres de Bento nesse processo de aumento da autoestima?

Cláudia – O gabinete da Primeira-Dama é uma das representações de força da mulher, mostrando a possibilidade de influenciar e de inserir-se em diversos setores da sociedade. Dessa forma, acredito que todas as mulheres podem sentir-se representadas.

 

Sua geração avançou na conquista de mais espaços públicos para as mulheres?

Cláudia – Ao longo dos anos, as mulheres têm conquistado mais espaços públicos, alcançando direitos e mostrando seu potencial. Considero a Lei Maria da Penha uma grande conquista feminina da minha geração, pois permite que as mulheres sejam, de certa forma, protegidas de seus agressores ou possíveis agressores.

 

Em que espaços públicos há demanda urgente de mais atuação feminina?

Cláudia – Acredito que, hoje em dia, a mulher está apta a qualquer espaço de liderança.

 

Que manifestos de respeito você gostaria que fossem demonstrados a sua filha Martina, de seis anos, a partir de sua adolescência?

Cláudia – Gostaria que a Martina fosse respeitada como mulher ao longo de toda a sua vida. Procuro mostrar a ela diariamente como as coisas acontecem em casa: divisão de tarefas, participação de todos nas decisões e demonstração da importância do papel de cada um na vida familiar. Se ela valorizar essas atitudes e levá-las como lição para sua vida, já estarei satisfeita, pois acredito que, assim, conseguirá avaliar se as atitudes dos outros condizem com o que ela merece.

 

Que atitudes a mulher deve tomar para melhor delimitar seu espaço?

Cláudia – Na minha opinião, a delimitação do espaço da mulher deve ocorrer de forma sutil, conquistando uma autoridade natural, já que, com sua sensibilidade, ela tem o poder de dominar o mundo!

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *