WhatsApp_Image_2021_02_19_at_133937

Reunião debate dados do coronavírus na cidade

Com a circulação no Estados das variantes possivelmente mais transmissíveis da Covid-19, o avanço da doença e o crescimento no número de pacientes diagnosticados com o coronavírus, foi realizada nesta sexta-feira (19), uma reunião do Comitê de Atenção ao coronavírus. Na oportunidade, foram analisados os dados e debatidas ações de combate à doença.

Estiveram presentes o prefeito, Diogo Siqueira, secretária de Saúde, Tatiane Misturini Fiorio, promotor de Justiça, Alécio Silveira Nogueira, subprocurador do Município, Gustavo Baldasso Scharamm, superintendente do Hospital Tacchini, Hilton Mancio e a diretora técnica médica do Hospital, Roberta Pozza. Também participaram o comandante do 3º Bpat, e futuro secretário de Segurança, Tenente Coronel Paulo Cesar de Carvalho e o subcomandante, major Luis Fernando Becker.

De acordo com a diretora técnica do Hospital, nos últimos 14 dias, houve um aumento na busca dos pacientes por atendimento respiratório no Tacchini, um discreto aumento nas internações, e ocupação nos leitos críticos da UTI, ficando próximo aos 85%. “Precisamos manter as precauções. O que não pode acontecer é um grande número de pessoas com a necessidade de atendimento ao mesmo tempo, e que não tenhamos capacidade de internação e UTI para receber este paciente. Por isso, reforçamos os cuidados lá do início da pandemia, que são evitar aglomerações, usar máscara, lavar as mãos e o uso do álcool gel”, disse.

A secretária de Saúde, também, destacou que o aumento da procura por atendimento foi analisado no sistema público de saúde. “Estávamos há cerca de três semanas em uma estabilização da doença, e nos últimos dias notamos o aumento na procura por atendimento na UPA chegando a um pico de 500 atendimentos em um dia. Isso nos preocupa, e com essa mudança brusca nos indicadores, a macrorregião da serra está com indicadores de bandeira vermelha nesta semana, muito próximo ao limite para bandeira preta”, salienta.

Para Tatiane, a procura por atendimento rápido é essencial para uma rápida identificação da doença. “Ao surgirem os primeiros sintomas, nós pedimos que o paciente procure imediatamente o sistema de saúde para identificação ágil, e tratamento rápido da doença, assim estaremos evitando que a doença evolua para um quadro mais grave”.

Neste cerca de um ano de combate ao coronavírus a Serra ampliou o número de leitos disponíveis passando de 155, para 299 leitos. Em Bento Gonçalves, o número de leitos de UTI foi ampliado de 20 para 45. Ainda na estruturação do sistema de saúde foram construídos 40 leitos de isolamento no Complexo Hospitalar de Saúde, com apoio da sociedade civil.

Distanciamento controlado

O comandante do 3º Bpat destacou que as ações de cumprimento do decreto de Distanciamento controlado seguem intensas neste fim de semana. “Estaremos com operações para evitar aglomerações desnecessárias, acidentes e cumprindo o determinado no decreto. Precisamos trabalhar em conjunto para que não tenhamos uma sobrecarga no sistema de saúde”, concluiu o Tenente Coronel Carvalho.

Confira mais informações no podcast https://anchor.fm/emanuele-nicola/episodes/Reunio-Comit-Coronavrus-eql3kj

 

Assessoria de Comunicação Social Prefeitura

Foto: Emanuele Nicola

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *