Asprovinho projeta ano de desafios e conquistas

A Associação dos Produtores de Vinhos de Pinto Bandeira (Asprovinho) conta com quatro vinícolas associadas: Família Geisse, Valmarino, Don Giovanni e Aurora. A Asprovinho, recentemente, recebeu da Embrapa uma documentação técnica de futura Denominação de Origem de Espumantes, considerada uma grande conquista, de acordo com o presidente da Associação, Rodrigo Arpini Valério.

“É uma fase em que estamos nos organizando para que, quando for emitido o certificado da Denominação de Origem, possamos divulgar da melhor forma possível. É um momento de traçar a melhor estratégia, de pensar sobre o assunto. Após a emissão desse certificado pelo INPI, certamente, será uma nova fase para todos os empreendimentos que fazem parte da paisagem desse local tão bonito. Principalmente as vinícolas, que terão nos seus produtos um selo de tamanha representatividade de qualidade”, afirma.

Para Valério, que não esconde o entusiasmo com o início da safra, 2021 deve ser um ano de desafios e também de muitas conquistas. “A safra se iniciou de uma forma brilhante, com as variedades precoces chegando com muita qualidade e sanidade. Certamente teremos ótimos espumantes para celebrar cada momento da nossa vida em breve”.

“Para a Associação, 2021 vai ser um desafio muito interessante pois, se tudo der certo, e os processos no INPI forem ágeis, será hora de divulgar o que é a DO Altos de Pinto Bandeira. Será um momento de atrair mais associados para a Asprovinho. Em paralelo a isso, uma aproximação com o trade do turismo e com a prefeitura de Pinto Bandeira será necessária para que o conjunto possa ter um crescimento sólido e sustentável. A união dos esforços fará toda a diferença. Além dessa parceria com todo o trade, contamos com o apoio do Sicredi Serrana nas inúmeras ações que vão se suceder em 2021”, salienta Valério.

Rodrigo Arpini Valério - Créditos Augusto Tomasi (1)

Rodrigo Arpini Valério, presidente da Asprovinho

Crédito: Augusto Tomasi

Crédito capa: Wagner Meneguzzi

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *