Prefeito de Monte Belo diz que município colhe os frutos do investimento em turismo

O município de Monte Belo do Sul, inserido no Vale dos Vinhedos, a 618 metros acima do nível do mar, tem muito a comemorar no aspecto econômico. A comunidade, emancipada de Bento Gonçalves em 1992, hoje com 2.564 habitantes, tem uma economia forte, liderada pelo cultivo da uva em 2.900 hectares, agora incrementada pelo turismo. O prefeito Adenir José Dallé, reeleito no último pleito com 69,48% dos votos válidos, comemora os resultados do Plano Municipal de Turismo, assinado pela turismóloga Ivane Fávero e implementado em 2017. O projeto está motivando empreendedores locais e de outros municípios a investirem em enoturismo, hotelaria e gastronomia.

Dallé - Monte Belo

Vieni Vivere la Vita

O projeto denominado Vieni Vivere la Vita, foi pensado para atrair ao município a leva de milhares de turistas que anualmente visita o Vale dos Vinhedos. Pela RS 444, a distância entre o Vale dos Vinhedos e a sede do município, que lembra as pequenas cidades do Norte da Itália, é de apenas dez quilômetros. O projeto abrange desde sinalização turística e o preparo da comunidade até a mudança do sistema viário, com a abertura de duas perimetrais. Também abrange intervenções na paisagem urbana, com o já concluído mirante, com vista para o Vale dos Vinhedos e para Bento Gonçalves, e a construção de um pórtico de entrada, com início de obras previsto para breve.

Retorno dos jovens ao interior

O prefeito Dallé, em seu terceiro mandato à frente da prefeitura, detalha o investimento em turismo e adianta prioridades de sua administração para 2021.

Integração – Como foi o decorrer da implementação do Plano Municipal de Turismo?

Dallé – Iniciamos em 2017, com a criação do Conselho Municipal de Turismo, envolvendo 12 empreendedores locais. Atualmente, são 40 empresas, incluindo as locais, entre elas 13 vinícolas e estabelecimentos de investidores de outras localidades.  Cada vez mais aparecem interessados em investir no turismo em Monte Belo do Sul. O que tem nos dado muita satisfação é observar o retorno dos jovens às pequenas propriedades do interior, para trabalhar com o enoturismo e gastronomia.

Integração – O centenário Hotel Bruschi foi adquirido por investidores do ramo hoteleiro?

Dallé – Sim. O prédio antigo será restaurado para abrigar a recepção, entre outros cômodos. Nos fundos, será construído um prédio, com capacidade para 80 apartamentos. O empreendimento vai suprir a demanda de hospedagem. Na parte da gastronomia estão surgindo belos restaurantes, tanto na sede como nas comunidades do interior. Monte Belo é muito bonita, preservamos muito a nossa cultura, as nossas tradições.

Integração – Quais são as condições das estradas de acesso às comunidades do interior do município?

Dallé – Boas. Continuamos com o projeto de pavimentação que, além de facilitar a vida do agricultor, é de grande valia para o desenvolvimento do turismo rural. A maioria dos trechos já conta com acesso asfáltico. Agora, estão sendo pavimentados mais dois quilômetros de estrada de terra.

Integração – Na área da saúde pública, muita demanda?

Dallé –  Sim.  Além da atenção básica, que é obrigação, trabalhamos com encaminhamentos para exames e cirurgias em centros maiores. Vamos incrementando, estamos instalando o SAMU 24 horas. Vamos disponibilizar, além do motorista, médico e enfermeiro.

Integração – Há eventos do município previstos para este ano, se o controle da pandemia permitir? 

Dallé – Sim, o Polentaço, para a metade do ano e a Festa da Vindima, para o final do ano. Esses eventos envolvem os moradores de Monte Belo, tanto da sede como do interior, de forma festiva e descontraída, como toda boa confraternização “a moda italiana”. Sintam-se todos convidados!

Mirante Monte Belo - Foto Marlove Perin

Monte Belo do Sul

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *