Documentário sobre Hip Hop em Bento ganha premiação nos Estados Unidos

E a história do Hip Hop bento-gonçalvense ganha cada vez mais destaque mundo afora. Agora, o documentário da Nest Panos, “Nem eu sei tudo”, concorreu na categoria Viagem/Cultura/Artes no Docs Without Borders Film Festival. O média-metragem foi avaliado de maneira remota devido a pandemia, e foi premiado com Excelência pelo festival norte americano.

Para Fernanda Turchetto, diretora do filme “receber um prêmio internacional já na nossa primeira produção cinematográfica tanto nos dá a certeza da importância deste documentário para a sociedade, quanto nos empolga ainda mais a continuar produzindo”.

Para 2021 a equipe pretende concorrer e exibir em festivais nacionais “no mês de dezembro, fomos convidados para participar do festival de dança Mova-Se, de Manaus, onde foi exibido em uma sala de cinema independente e fizemos um bate papo virtual com os presentes”, conta Pedrinho Festa, produtor cultural do projeto que completa “a mensagem do Nem Eu Sei Tudo é a transformação que o Hip Hop promove, vamos propagá-la o máximo possível”.

De acordo com o secretário de Cultura e presidente da Fundação Casa das Artes, Evandro Soares “é emocionante de ver e de acompanhar o crescimento dos segmentos que compõem o quadro vivo da nossa Cultura bento-gonçalvense. As premiações evidenciam a qualidade artística e transversal de duas artes: o Hip Hop e o Cinema. Dessa forma, o que se constata é a força, a garra e a quebra de paradigmas que faz com que tenhamos um cenário plural que permite o acesso e promove a cidadania de todos dentro de uma perspectiva transformadora e democrática”, finaliza.

Foto: Divulgação/Nest Panos/Âncora Produções

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *