Cesar-Anderle

Ponto negro em folha branca

Por César Anderle

 

Imagine-se diante de uma folha branca contendo um ponto preto no meio, o que você observa?

 

Muitos de vocês já devem ter presenciado ou sido questionados com este exercício. Não estamos acostumados a perceber os benefícios. Geralmente, senão sempre, olhamos o pequeno detalhe, nos deixamos influenciar pelas dificuldades, pelos borrões da vida, pelos percalços e arestas do cotidiano. O ponto nos deixa “alucinados”, não conseguimos explorar o lado branco da folha, a imensidão e a plenitude da folha.

 

Nos deixamos trair pela negatividade das coisas, pelo pequeno ponto escurecido da folha.

 

Pensemos agora na grande dimensão da folha, na exuberância do papel aberto para ser preenchido, ser pintado, ser decorado e emoldurado. Já pensou nas grandes maravilhas que podemos criar com o restante da folha?

 

Vamos analisar a plenitude da Vida, na obra de Deus que nos quer bem, a natureza, o ar, o sol, a chuva, o frio, o calor, a temperatura amena da manhã, o pulsar do corpo humano, a respiração normal do pulmão, o pulsar do coração e o bombear do sangue que dá alimento aos nossos órgãos.

 

Podemos e devemos enxergar o bem em tudo que olhamos, nas ruas, nas pessoas, nas empresas, nos governos. Mas, para isso, é necessário ter a consciência de que fazemos parte desta sociedade. De nada importa se olharmos apenas os defeitos de alguns. Precisamos olhar o lado bom das pessoas, das coisas, dos governos e devemos nos cobrar para também sermos bons. Não podemos ser hipócritas e acusar apenas os outros. O que eu faço para ajudar a situação caótica que está ali fora? Será que eu estou olhando a página branca a ser desenvolvida em conjunto, ou estou somente olhando o ponto obscuro?

 

Façamos a nossa parte, meus amigos, assim criaremos um universo melhor, uma sociedade melhor, um bairro melhor. As decisões da vida passam por nossas mãos. Saibamos utilizá-las com sabedoria, inteligência, carinho e muito amor.

 

Cometemos o grande equívoco que é olhar apenas para os defeitos dos outros. Vamos criar uma página melhor e desenhar, escrever e projetar coisas interessantes para o nosso futuro. Comecemos por hoje, por este instante. Amanhã estaremos melhor, tenho certeza, e isso nos dará subsídios para uma semana mais harmoniosa, um mês acolhedor e um ano cheio de dádivas felizes.

 

Sejamos coerentes e sensatos!

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *