Abraçaí

Abraçaí é beneficiada com projeto Desenhando Emoções

A Associação Bentogonçalvence de Convivência e Apoio à Infância e Juventude (Abraçaí) foi uma das 12 entidades do estado beneficiadas com o projeto da Bom Princípio Alimentos, Desenhando Emoções, que distribuiu em Bento Gonçalves, produtos da linha doces de festas às 250 crianças e adolescentes atendidas pela Abraçaí.

De acordo com a coordenadora executiva da Entidade, Daiana França de Oliveira, os doces foram destinados às famílias dos beneficiários que estão sendo acompanhadas pela Abraçaí durante esses meses de pandemia do Covid 19. “A doação foi de extrema relevância, pois fez deste momento tão difícil em que vivemos, mais alegre e especial. Os doces foram disponibilizados a todas as crianças, adolescentes e suas famílias, os quais ficaram muito felizes e agradecidas”, reforça Daiana.

O gestor de marketing da Bom Princípio Alimentos, Marcelo Carvalho, explica que um ponto que merece destaque neste momento, é a situação enfrentada pelas entidades, que estão sofrendo muito com a redução de doações, em função da pandemia. “Datas como o dia das crianças são momentos especiais do calendário. Essas entidades fazem um trabalho muito sério e dedicado com esses meninos e meninas, ao longo de todo ano! E a Bom Princípio Alimentos é uma empresa brasileira comprometida no desenvolvido diversas ações contínuas, que visam auxiliar a comunidade, num crescente engajamento social da empresa”, adianta Carvalho.

Também foram contemplados pelo projeto, as entidades Fundação Pão dos Pobres, o Instituto do Câncer Infantil, a ONG Renascer da Esperança, o Lar Santo Antônio dos Excepcionais, o Lar Esperança, o Centro Social Padre Leonardi, o Centro de Promoção da Criança e do Adolescente, o Educandário São João Batista, em Porto Alegre. O orfanato Menino Jesus de Praga, de Montenegro, a Kombi do Bem de Bom Princípio e o projeto Abraçaí, em Bento Gonçalves. A Bom Princípio Alimentos iniciou as entregas das 3 toneladas de doces da linha festas no dia 07 de outubro de 2020.

abraçaí 2

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *