Vieira- Festa Nacional da Música

Homenagem póstuma a Fernando Vieira

Por Kátia Bortolini 

katia@integracaodaserra.com.br 

Apagaram-se as luzes da ribalta. A música silenciou. O dia cinza ficou ainda mais cinza, com a partida inesperada, por volta das 16h30min da última quarta (16), do jornalista, radialista e empresário Fernando Vieira, 72 anos, vítima de um infarto fulminante. A morte ocorreu em Bento Gonçalves, cidade que teve a honra de sediar as duas últimas edições da Festa Nacional da Música. O evento, criado por ele em 2005, foi um marco no encontro de músicos e gravadoras. As primeiras edições da Festa Nacional da Musica foram promovidas em Porto Alegre, cidade natal do jornalista e, posteriormente, no município de Canela.

 

Tanto a edição de 2018 como a de 2019, ocorridas em Bento Goncalves, vão deixar saudades. Por alguns dias, a laboriosa população de Bento Goncalves respirou música. E como foi bom!

 

A junção de inúmeros artistas no Dall´Onder Grande Hotel e as apresentações de vários gêneros musicais, ocorridas na Fundação Casa das Artes e na praça Ismar Scussel, agradaram a “gregos e troianos”. As noites dos eventos foram de gala, com entrega de distinções e quebra de preconceitos, numa mistura de várias tribos, conectadas pela música que, no palco, reinava imperiosa.

 

O nosso colega e amigo jornalista estava em Bento Gonçalves preparando a próxima edição da Festa Nacional da Música, prevista para ocorrer em dezembro deste ano. Partiu rápido, de forma imprevista, em nossa cidade, sedenta de manifestações culturais. Apesar do pouco tempo de convivência com a comunidade, deixa saudades em muitos corações. Entre eles o do prefeito Guilherme Pasin, que o define da seguinte forma: “uma pessoa única, de personalidade forte, um profissional incrível e que, através da música, levava alegria para todos os cantos. Fernando acreditava em nossa cidade, e a transformou na capital da música. Com tristeza me despeço de um amigo que a vida me presenteou”.

 

A equipe do Integração da Serra, que teve a honra de prestar serviços para o evento e de receber Vieira na redação, consternada, resta desejar que nosso “mecenas” da música descanse em paz junto ao pai celestial.

 

Perfil de um comunicador apaixonado pela música

 

De personalidade forte e a paixão externada pela comunicação, Vieira dedicou mais de 40 anos à música e à TV no Estado. Sua carreira teve início em 1971, na TV Difusora (atual TV Bandeirantes). O apresentador trabalhou 17 anos na TV Guaíba, sendo contratado em 1982. No canal 2, ele produziu e apresentou programas como “Guaíba ao Vivo”. Em 1981, Vieira lançou a Festa Nacional do Disco que, durante 15 anos, foi um marco no encontro de músicos e gravadoras.

 

Em 2005, o jornalista foi para a TV Pampa, onde produziu e apresentou o programa Zoom. Neste mesmo ano, ele retomou a Festa Nacional da Música, que teve edições em Canela, Porto Alegre e, mais recentemente, em Bento Gonçalves. Em julho de 2016, o apresentador foi agraciado pela Câmara Municipal de Porto Alegre com o título de Cidadão Emérito.

 

Em entrevista ao portal Coletiva.net em 2011, Vieira destacou o seu gosto pela música: “Não importa se a música é de alguém que esteja começando ou já encerrou a carreira. Admiro grandes intérpretes como Emílio Santiago, Cauby Peixoto e Nelson Gonçalves”, disse na ocasião. Ele deixa a esposa Antonela e dois filhos, Manoela e Fernando.

Foto: Festa Nacional da Música/Divulgação

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *