live do orgulho

Live do Orgulho: Espaço Coletivo das Artes promove Live com artistas para falar sobre diversidade

Nesta terça-feira (30), a partir das 20 horas, o Espaço Coletivo das Artes (ECOA), de Garibaldi, receberá cinco artistas da região pra fazer arte e falar sobre diversidade de gênero, especialmente dentro de suas experiências pessoais.

 

No Mês do Orgulho LGBTQIA+, muito é debatido e lembrado à respeito da comunidade e às diferenças. Pensando nisso, o Espaço Coletivo das Artes convidou artistas que se identificam como membros da comunidade LGBTQIA+ para falar sobre seus trabalhos, suas vidas e as adversidades e apresentarem-se como artistas. A Live é um convite ao debate e ao diálogo com respeito e busca especialmente dar visibilidade aos artistas. A programação será transmitida a partir das 20h pelo Instagram do ECOA: @espacocoletivodasartes.

 

Sobre os artistas:

 

Dentre os muitos artistas da região, foram convidados cinco que pudessem expressar suas opiniões e mostrar seus trabalhos artísticos. O artista Guilherme Carniell irá conduzir os debates e apresentações.

 

Conheça os convidados

 

Paloma Trevisam, moradora de Bento Gonçalves, 27 anos. Multi Instrumentista. Vive de arte e atua em vários meios artísticos. “A música é a minha vida.”

 

Angel, morador de Garibaldi, 16 anos. Cantor e compositor desde os 10 anos e está produzindo seu primeiro single. “Estar na indústria da música sempre foi meu objetivo e, a partir daí, continuar compondo e expressando meus sentimentos através do som. Acredito nas formas honestas de se expressar e construir um mundo onde nossa arte seja valorizada, creditada e reconhecida. Estou nos meus primeiros passos, mas desde sempre soube que eles não serão finitos.”

 

Rodrigo De Marco, 29 anos, jornalista e escritor, morador de Bento-Gonçalves. Lançou em 2017 o livro “Escritos da Carne”, com poesias escritas em português e também em espanhol e neste ano lança o livro “Imerso”, também de poesias. De Marco é ainda diretor e roteirista do curta-metragem “Lola 27”, filme sobre a história de uma drag queen gaúcha lançado em agosto de 2019. Em julho de 2017, De Marco organizou o primeiro e único debate LGBT num espaço público de Bento Gonçalves. O evento ocorreu na Rua Coberta de Bento, reunindo aproximadamente 100 pessoas. Ao longo da carreira de jornalista, também já trabalhou em inúmeras pautas que abordaram sobre a cena LGBT de Bento e região.

 

AJeff Ghenes, trans não-binárie, artista. “Dessa pulsação e anseio por ARTE & CULTURA, se atravessam nesse corpo transbordamentos das mais variadas vertentes artísticas… Junto a isso, além da experimentação do teatro vem o peso das vivências. Eis que desse Sampleamento surge então a persona, Jessie Sunshinne – das divas, das marginais, das cultas e das putas. Do Queer e do Queen minha Drag se molda e se Desencaixa… Empoderada pelo sagrado feminino e perturbada pelo frágil masculino!”

 

Bruno César Soares, não-binário, artista e designer, bento-gonçalvense. “Trabalho com direção de arte e ilustrações. Estou pra lançar uma série de ilustrações que envolvem vivências e sentimentos, bem subjetiva, mas relacionável com experiências de pessoas queer no geral. Representatividade é uma coisa muito importante. Em Bento eu nunca me identifiquei com alguém, penso que se eu tivesse mais apoio teria facilitado muito.”

 

Serviço:

LIVE do Orgulho

Dia 30.06.2020 – Terça-Feira

Horário: 20h

Local: Espaço Coletivo das Artes

Transmissão ao vivo pelo Instagram @espacocoletivodasartes

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *