Serra Gaúcha permanece com a bandeira laranja no distanciamento controlado

A terceira atualização do Distanciamento Controlado manteve a região da Serra Gaúcha com a bandeira laranja com risco epidemiológico médio para o novo coronavírus. 12 de um total de 20 regiões foram classificadas com a bandeira no levantamento realizado e divulgado no sábado (23).
A principal mudança é em três regiões que estavam com cor laranja e tiveram nível de restrição reduzido. Uruguaiana, Capão da Canoa e Santa Cruz do Sul recebem a bandeira amarela. As novas bandeiras e os respectivos protocolos que regram o funcionamento (ou não) de mais de 100 atividades econômicas passaram a valer nesta segunda-feira (25) e seguem até o próximo domingo (31).

 

A mudança anunciada durante a semana pelo governador Eduardo Leite no cálculo do Distanciamento Controlado, que seria adotada somente a partir da próxima rodada, já foi aplicada neste sábado. Com isso, apenas os casos de Covid-19 que geraram hospitalização foram usados para medir a propagação do vírus levando em consideração os seus locais de residência.

 

Até então, o governo vinha usando todos os casos confirmados por testes moleculares (RT-PCR) para medir dois dos 11 indicadores usados no cálculo de risco: velocidade do avanço, que mede o número de novos casos confirmados em relação aos casos anteriores, e incidência de novos casos na população, que mede os novos casos nos últimos sete dias para cada 100 mil habitantes.

 

No entanto, o dado vinha gerando distorções entre as regiões, aumentando o nível de risco e de restrição para aquelas que vinham realizando um número maior de testes.

 

Com a continuidade da bandeira laranja seguem os mesmos regramentos para as cidades da Serra Gaúcha.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *