Programa Melhor em Casa orienta pacientes do grupo de risco sobre o coronavírus

Bento Gonçalves tem ampliado a adoção de medidas preventivas contra o Coronavírus (Covid-19). A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do programa Melhor em Casa, tem reforçado as orientações para os pacientes que são atendidos pela iniciativa, que integram o grupo de risco de contágio pela doença.

 

O Melhor em Casa presta assistência multiprofissional (por meio de médicas, fisioterapeutas, enfermeiras e técnicas de enfermagem) àqueles que não dependem de leitos hospitalares, mas têm necessidade de reabilitação, doenças crônicas sem agravamento ou estão em recuperação pós-cirúrgica, cuidados paliativos em finitude de vida e administração de antibiótico sem precisar de internação hospitalar.
“No momento, o Programa está atendendo cerca de 40 pacientes, todos em grupo de risco. Já realizamos contato telefônico avisando sobre os cuidados e agora estamos entregando orientações do Ministério da Saúde nas visitas”, explica a coordenadora do Melhor em Casa, a enfermeira Rosenilda Imperatori.
Além disso, a equipe do Melhor em Casa está dando um suporte para a Vigilância Epidemiológica para realizar a coleta de exames laboratoriais em domicílio de casos suspeitos de Coronavírus. Cabe ressaltar, que o Melhor em Casa realizará somente as coletas solicitadas pelo setor de Vigilância Epidemiológica.
“Com essa ação estamos evitando que esse paciente que já está debilitado vá até as unidades básicas de saúde e entre em contato com outras pessoas, diminuindo o risco de contágio da doença”, destaca o secretário de Saúde, Diogo Segabinazzi Siqueira.
Entre as medidas preventivas estão:

– Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;

– Realizar lavagem frequente das mãos, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o meio ambiente;

– Utilizar lenço descartável para higiene nasal;

– Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;

– Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;

– Higienizar as mãos após tossir ou espirrar;

– Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;

– Manter os ambientes bem ventilados;

– Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença.

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *