Exposição LUX DIVINÆ, de Sottomaior, estreia na Casa das Artes no dia 1º de agosto

A partir desta quinta-feira, dia 1º de agosto, a Fundação Casa das Artes sedia a exposição LUX DIVINÆ, do artista plástico porto-alegrense Sottomaior. Composta por 12 obras, a mostra traz uma temática envolta na mitologia greco-romana e católico-romana. A proposta consiste em explorar a plasticidade da luz, no seu aspecto simbólico de imagem e manifestação divina, bem como, no que tange ao seu caráter material (cores e movimento), inerente à própria experiência da visão, que traz “ao mundo” tudo aquilo que a escuridão encobre.

Sottomaior, que tem 23 anos (nasceu em 1995), sempre teve facilidade de desenhar, e, nessa caminhada, o ofício de pintor nasceu naturalmente, sem influências familiares ou próximas. Com 18 anos vem a lume sua primeira exposição na Galeria Arte&Fato, em 2014. No mesmo ano, recebe menção honrosa no 20º Salão de Artes de Porto Alegre. Desde então, fez diversas exposições, entre MACRS, MARGS, Biblioteca Pública do Estado / RS e galerias privadas. LUX DIVINÆ é a sua décima terceira exposição.

Nesta jovem jornada, porém intensa, suas referências artísticas remetem a três grandes mestres: “o pintor italiano, Caravaggio, que me ensinou a monumentalidade da luz; Velazquez, que me ensinou como aplicar-la da forma mais expressiva possível, e Picasso, que me ensinou a transcender as regras anteriores, sendo livre para criar.”

Para Sottomaior, suas obras figurativas e simbólicas tem um objetivo que “possam sensibilizar e aguçar a inteligência dos que a observam, para que a arte possa alcançar o seu principal objetivo, que ao meu ver é a educação, a transformação do Homem em um ser digno, elevado”.

Serviço

O que: Exposição LUX DIVINÆ, de Sottomaior

Vernissage: 1º de agosto

Visitação: 1º de agosto até 7 de setembro de 2019

Horário: Segunda à sexta-feira, 08h às 11h45 e das 13h30 às 22h

Onde: Salão Orlikowski da Fundação Casa das Artes – Rua Herny Hugo Dreher, 127, bairro Planalto

Imagens: Divulgação/SECULT

artista 2

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *