Bento volta a ter Casa de Passagem

Após sete anos, Bento Gonçalves volta a ter uma Casa de Passagem. O espaço começou a funcionar na última segunda-feira, dia 20, na rua Francisco Navarini, 136, bairro Maria Goretti.

A Casa de Passagem é destinada à pessoas em situação de rua. No local, os acolhidos dispõem de pernoite com alimentação e higiene pessoal banho. As Casas de Passagem são unidades para acolhimento e proteção de indivíduos afastados do núcleo familiar e famílias que se encontram em situação de abandono, ameaça ou violação de direitos. A porta de entrada para o serviço é o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), que orienta e encaminha os cidadãos para Assistência Social nos municípios.

A estrutura tem espaço para acomodar 25 pessoas (com possibilidade de ampliação do espaço) e conta com quartos, cozinha, sala, banheiro e lavanderia. O período de permanência na Casa de Passagem é das 19 às 7 horas.

A Casa de Passagem, além de abrigar pessoas em situação de rua, também está recebendo moradores de outras cidades que tenham familiares hospitalizados no município. Por meio da rede de assistência social do município o acolhido poderá ser encaminhado ao serviço ou buscar o atendimento diretamente no endereço, no período da noite. Nesse caso, será feito um cadastro do usuário na própria Casa de Passagem.

Lideranças políticas se pronunciaram na inauguração em prol dos direitos humanos.

A antiga casa de passagem 

Entre 2011 e 2012, nos dois últimos anos do governo do então prefeito Roberto Lunelli (PT), Bento Gonçalves teve uma outra Casa de Passagem com capacidade para 13 leitos, situada na rua Assis Brasil, 94, bairro centro.

Casa de Passagem

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *