Terapias alternativas: em busca do equilíbrio

Terapias alternativas

A busca por um estado mental, espiritual e físico saudável tem gerado um aumento na procura por terapias alternativas, incluindo uma série de opções de tratamentos. É por isso que o mercado de trabalho para profissionais de saúde que optam pelas terapias não convencionais, como homeopatia, acupuntura, uso de fitoterápicos e até mesmo a realização de sessões de hipnose têm crescido nos últimos anos. O Jornal Integração da Serra conversou com duas profissionais que trabalham com métodos alternativos para o tratamento de diversos sintomas físicos e psicológicos.

Reiki (1)

Saúde energética alquímica

Psicoterapeuta holística, Katia Ramona Fiedler, explica técnicas da proposta à serviço do bem-estar e da qualidade de vida das pessoas

“O amor, que permeia a tudo e a todos, é a representação do Onipresente em nós”, afirma a psicoterapeuta holística Katia Ramona Fiedler, que há 15 anos atua na área de saúde energética alquímica voltada à cura do corpo físico, pelo trato do emocional, mental e espiritual. “O processo alquímico, que propicia a limpeza do campo energético, vai ao encontro da necessidade de elevação da consciência individual e coletiva da raça humana, envolta em amarras mentais, emocionais e crenças limitantes”, explica Katia Ramona. De acordo com ela, o processo ajuda as pessoas a se conectarem com o que já são, limpando bloqueios, travas, crenças limitantes, trazendo equilíbrio para desvendar a essência e propósito de vida de cada ser humano. Somos todos importantes e temos todos um papel, uma tarefa a cumprir, seja ela pequena ou grande.

 

Katia Ramona, formada pela Escola de Alquimia e Florais Joel Aleixo, acrescenta que as técnicas complementares voltadas à saúde energética são indicadas em situações de desequilíbrios físicos e emocionais, estresse, depressão, ansiedade, insônia, bloqueios, traumas, medos, inseguranças, luto, conflitos pessoais e profissionais, entre outras de fundo emocional, mental e/ou espiritual. Katia Ramona trabalha com florais, interpretação de mapa natal, alinhamento de chakras com óleos essenciais e/ou com pedras/cristais, massagem sensitiva, aromaterapia, geobiologia e mesa radiônica quântica. De acordo com ela, essas técnicas podem ser aplicadas em todas as pessoas que estão em busca de saúde, energia, motivação e equilíbrio emocional. “Também são indicadas para quem está se sentindo fora do seu propósito de vida”, complementa.

 

Katia Ramona atende no espaço Cuore Coaching Terapias Integrativas, na rua Humaitá, 234, centro de Bento Gonçalves, fone (51) 99695-1824.

 

Katia Ramona

Florais Alquímicos

A terapia floral alquímica é um sistema de cura holística, que equilibra a mente, o corpo e a alma. Para a Alquimia, ao longo da vida, criamos uma memória energética de tudo que vivenciamos. Os florais do Sistema Joel Aleixo são essências vibracionais que seguem técnicas alquímicas específicas na sua elaboração, que atuam/trabalham sobre essas memórias que, quando negativas ou traumatizantes, podem ser somatizadas como desequilíbrios físicos, emocionais ou mentais.

 

Alinhamento dos Chakras

Com a aplicação de Reiki, que além de alinhar os chakras, também reduz e alivia o estresse, provocando no organismo uma profunda sensação de paz, relaxamento, conforto e tranquilidade. Auxilia ainda na cura de doenças, reduzindo os efeitos colaterais de medicamentos (incluso câncer e os efeitos nocivos da quimioterapia) e na desintoxicação de órgãos importantes ao bom funcionamento do corpo humano, como rins, fígado, bexiga e intestinos.

 

Massagem Alquímica

A massagem alquímica ou sensitiva estimula e ativa o sistema límbico, encarregado de várias funções, entre elas, a do aprendizado e da memória. Benefícios: regula o sono, a libido, o apetite, a temperatura corporal; tonifica o poder do olfato e da visão, melhora o sistema de defesa do ser, do instinto primordial.

 

Geobiologia

A Geobiologia é a ciência que estuda o impacto das interferências do espaço físico sobre a vida das pessoas que nele habitam ou trabalham. A técnica detecta as interferências contidas no ambiente e a quantidade e qualidade dessas energias para posterior harmonização do imóvel e ativação do fluxo de prosperidade e abundância.

Hipnose Clínica

Tratamento é disponibilizado em Bento Gonçalves pela hipnóloga Liara Nunes, no Centro Clínico Oswaldo Cruz. Técnica tem sido aplicada com êxito em casos de origem psicológica, fisiológica e comportamental

 

A Hipnose Clínica é um recurso para promoção e restabelecimento da saúde. Tem sido aplicada com êxito em casos de origem psicológica, fisiológica e comportamental. O atendimento é disponibilizado em Bento Gonçalves pela hipnóloga Liara Nunes, cruzaltense de 44 anos, que há nove anos reside no município. Ela domina diversas técnicas da terapia, entre elas Hipnose Condicionativa, Hipnose Transpessoal, Hipnose Ericksoniana e Hipnose Regressiva. Liara é filiada ao Instituto Brasileiro de Hipnologia e à Sociedade Brasileira de Hipnose.

Liara, que esbanja simpatia e bom humor, não esconde a paixão pela hipnose e suas técnicas. Ela é graduada em Letras e Psicopedagogia, tem duas pós-graduações e um mestrado em Linguística. Também possui certificação em Psicologia Positiva e é Terapeuta Floral.

Ela explica que o principal é entender a necessidade de cada paciente.“Como conheço as várias linhas da hipnose, utilizo as técnicas que melhor se ajustam ao processo terapêutico”.

Hipnóloga Liara Nunes 2

“Um dos modelos criados para melhor exemplificar como a nossa mente funciona no estado de hipnose é o desenvolvido pelo hipnotista americano Gerald Kein (1939-2017). Ele dividiu a mente em três: consciente, subconsciente e inconsciente. O cérebro é a parte física, como se fosse o hardware do computador, e a mente é a parte não tangível, como o software. A mente consciente é onde estamos o tempo todo, é você no seu dia a dia e como você lida com a rotina. Temos a mente subconsciente, que é quem nós somos em essência, aquilo que está lá guardado no fundo. Cinco por cento da nossa mente é consciente e noventa e cinco por cento é subconsciente. A hipnose atua na mente subconsciente”, afirma.

“Através da hipnose conseguimos ultrapassar o fator crítico da mente consciente e, desta forma, estabelecer comportamentos e emoções desejáveis. Por meio de uma regressão de idade, o paciente consegue localizar a primeira vez que sentiu determinado mal estar. Desta forma, é capaz de ressignificar emoções e comportamentos. A hipnose é um método terapêutico curto, com média de cinco consultas, centrada em uma terapia breve”, salienta.

Bem-estar do paciente

O trabalho de Liara é centrado no bem-estar do paciente, aliando sua empatia ao profissionalismo. Mesmo após o término da terapia, a hipnóloga tem por hábito continuar acompanhando o progresso da pessoa que fez o tratamento. De acordo com a profissional, “o querer” parece óbvio, mas há pessoas que vão ao consultório motivados por outra pessoa, normalmente a mãe ou o cônjuge. “Sendo assim, é fundamental deixar claro que só entra em transe hipnótico quem quer entrar, ninguém hipnotiza ninguém. O transe é sempre uma auto-hipnose, em que o hipnólogo, que é um técnico hábil, guia o paciente. O paciente precisa confiar em você para ser guiado a um estado de transe hipnótico, como é necessário também que ele permita que você seja o guia nesse processo de autocura. Esses fatores são primordiais para o sucesso da hipnose”, diz.

 

“Às vezes as pessoas pensam que vão ter que contar segredos e coisas que não querem porque estarão hipnotizadas. Isso não acontece, elas irão falar o que desejam falar. O hipnotizador não controla o desejo do paciente, como também não existe a possibilidade da pessoa não voltar do transe. Estaremos juntos para resolver o problema, somos uma dupla. Esse é o primeiro ponto! Depois é se entregar ao processo. A mente subconsciente será “reprogramada” para comportamentos e pensamentos, sempre respeitando os valores éticos e morais da pessoa”, salienta.

 

“A hipnose é indicada para uma série de questões e não tem contraindicação. Tratamos fobias, traumas, medos, ansiedade, insônia, preparação para o parto e para provas escolares, de CNH, concursos, vestibulares, entre outros, por diminuir a ansiedade e aumentar a concentração. Também é indicada para tratamento de alergias, gagueira, emagrecimento, sinusite, bronquite, asma, tabagismo e alcoolismo”, destaca.

 

Liara cita o um caso de uma paciente que antes do tratamento levava uma vida repleta de medos. “A paciente chegou até mim queixando-se de isolamento, falta de motivação e de vontade de viver em comunidade. Ela sofria de fobia social. Nós conseguimos chegar às causas que a levaram a esse sentimento. Com o tratamento, suas emoções e comportamentos se modificaram. Sua vida tomou um novo rumo”.

 

O consultório de Liara Nunes está localizado no Centro Clínico Oswaldo Cruz, sala 1001, na rua General Osório, 309, em Bento Gonçalves. Contato através do Whatsapp/celular: (54) 99197 8034.

 

Em Bento, duas terapias alternativas são disponibilizadas pelo SUS

 

Atualmente o Sistema Único de Saúde (SUS) disponibiliza 29 práticas alternativas de tratamento, sendo que 10 foram introduzidas no último ano. Em Bento Gonçalves, de acordo com o Secretário Adjunto de Saúde e Coordenador da Fisioterapia do Município, Gilberto Junior, são disponibilizadas as técnicas de Acupuntura e Auriculoterapia.

 

“Adotamos essas técnicas em 2018. A acupuntura, aplicada na Central de Fisioterapia por três profissionais, é voltada ao atendimento de pacientes crônicos, com um quadro de dor prolongada”, explica.

 

De acordo com a enfermeira Nubia Beche Lopes, a Auriculoterapia também é indicada para amenizar dores, através da utilização de sementes e cristais. “Todas as quintas-feiras a técnica é aplicada em até 15 pacientes. Na terça-feira pela manhã aplicamos em funcionários da saúde. O ambulatório da Auriculoterapia está localizado na Unidade central do SUS”, enfatiza.

FLORAL Imagem Matéria

acupuntura

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *