Orquestra Municipal de Carlos Barbosa apresenta Concerto Integração Especial de Natal neste domingo

Sob a regência do maestro Dirceu Andrioli a Orquestra Municipal de Carlos Barbosa convida as Orquestras de Sopros de Veranópolis e Fanfarra Bersaglieri de Faria Lemos (Distrito de Bento Gonçalves) e os solistas Giovanni Marquezeli – tenor e Giovana Sartori – soprano, para o espetáculo Natalino que integra a programação do “Natal Caminho das Estrelas”, promovido pela Prefeitura Municipal de Carlos Barbosa.

O concerto acontece no dia

16 de dezembro, domingo, às 20h30min, no Palco da Estação em Carlos Barbosa.

A entrada é franca e em caso de chuva o evento será transferido para a Rua Coberta.

Evento tradicional da Orquestra Municipal de Carlos Barbosa – OMCB, o espetáculo de natal, assim como todos os concertos da orquestra, busca trazer um diferencial em suas apresentações, seja com convidados especiais ou temas distintos. Para essa edição, o foco é fortalecer o verdadeiro espírito que a data propõe e com esse propósito de fortalecer os laços, a convivência amigável, o amor ao próximo é que as três orquestras se juntam num verdadeiro exemplo de solidariedade e realizam uma turnê desse grande espetáculo nas cidades envolvidas, a começar por Carlos Barbosa.

Orquestra de CarlosBarbosa

O espetáculo que conta com mais de 60 artistas no palco apresenta um repertório que envolve música instrumental, valorizando a integração entre as orquestras e canções que provocam a reflexão e inspiram à comunhão e o deleite num estado de paz e harmonia, nos sons dos instrumentos e nas vozes dos solistas.

O espírito é, sem dúvida, proporcionar à comunidade de Carlos Barbosa uma noite memorável para festejar essa data que é tão especial para o mundo inteiro – O Natal!

Nesse sentimento comunitário convidamos todos a trazer sua cadeira, seu chimarrão, mentes e corações dispostos a envolver-se por este momento.

As demais apresentações acontecem nas seguintes datas e horários:

19.12 – Praça XV de Novembro | Veranópolis

21.12 – Igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário | Faria Lemos-Bento Gonçalves

Esse concerto é uma realização da Orquestra Municipal de Carlos Barbosa e conta com o apoio cultural do Centro Educativo Crescer e da Prefeitura Municipal de Carlos Barbosa | Proarte.

Saiba mais sobre nossos convidados:

GIOVANA PAOLA SARTORI – Soprano

Soprano lírico nascida em Francisco Beltrão – PR, iniciou seus estudos musicais aos 7 anos de idade, em Caxias do Sul -RS. Aos 16 anos direcionou seus estudos musicais para o canto lírico. Estudou sob a orientação de grandes professores como Neyde Thomas, Vera Campos, Lori Kehler, Silvio Correia e Floriana Cavalli (Milano-IT). Em 2001, venceu o Concurso Jovens Solistas da Ospa.

Em 2002, transferiu-se para Itália onde permaneceu durante 3 anos estudando sob a orientação da soprano Floriana Cavalli. Apresentou-se em várias cidades italianas como solista da Casanova Venice Ensamble, sob a regência de Constatino Carollo. Ainda na Itália, no ano de 2003, foi a primeira brasileira a frequentar a Accademia d’Arti e Mestieri dello Spettacolo Del Teatro Alla Scala di Milano.

No seu retorno ao Brasil, seguiu apresentando-se em concertos acompanhada pelas Orquestras Sinfônica de Porto Alegre, Orquestra Sinfônica da Universidade de Caxias do Sul, Orquestra Sinfônica de Pelotas e Orquestra Municipal de Sopros de Caxias do Sul, sob a regência de renomados maestros, dentre os quais, Nestor Wennholz (in memorian), Manfredo Schmiedt, Túlio Bellardi, Sérgio Sisto, Leonardo Khun, Gilberto Salvagni. Ao longo de sua carreira cantou ao lado de grandes artistas como Agnaldo Rayol e Franco Simone (IT).

Giovanni Marquezeli  – tenor

Tenor paulista nascido em Rio Claro, estado de São Paulo. Começou seus estudos na música aos 4 anos de idade, tocando violão e piano. Seus estudos no canto lírico tiveram início em 2005, sob orientação do professor Silvio Correa e hoje continua seu aperfeiçoamento com a soprano Rosimari Oliveira.

Em 2003 foi integrante do Coral Nacional de São Paulo -SP com regência do maestro Paulo Moura, onde gravou junto com o compositor Mario Zan a música oficial dos 450 anos da cidade de São Paulo.

Em 2009 realizou uma turnê de doze dias na Itália, onde se apresentou em tradicionais metrópoles culturais como Torino, Roma e Veneza. Com canções italianas no repertório, gravou seu primeiro CD Romantici, com doze faixas cantadas na língua do país europeu.

Em 2012 surpreendeu o país ao quebrar uma taça com apenas o som emitido pela sua voz. Em 32 segundos, o tenor conseguiu quebrar um desafio que estava intacto há sete meses, transmitido no programa da apresentadora Eliana, do SBT.

Em 2013 foi convidado para participar do 1º Festival Canoro de Napoli – Itália, onde estudou com o tenor napolitano Vincenzo Villani e em 2015, passou 6 meses, também na Itália, para se aprofundar nos estudos e se apresentar em várias cidades da região do Vêneto.

Em 2018, participou do Master Class com a soprano Carla Maffioletti, cantora da orquestra do Maestro André Rieu.

Atua como solista junto a Orquestra Sinfônica de Gramado, Orquestra Sinfônica da Universidade de Caxias do Sul, Orquestra de Sopros de Caxias do Sul e Orquestra de Sopros de Carlos Barbosa. Cantou sob a regência de grandes maestros como: Manfredo Schmiedt (BRA), Linus Lerner (BRA/EUA), Bernardo Grings (BRA), Gilberto Salvagni (BRA) e Dirceu Andrioli (BRA). Como concertista, cantou árias dos seguintes personagens: Rodolfo (La Boheme), Caravadossi (Tosca), Calaf  (Tuandot), Radamés (Aida), Il Duca (Rigoletto), Manrico (Il Trovatore) e Alfredo Germont (La Traviata).

Principais cidades que se apresentou: São Paulo, Rio de Janeiro, Campo Grande, Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre, Caxias do Sul. Na Itália: Torino, Napoli, Sorrento, Bologna, Roma e Veneza. Na Holanda: Amsterdã.

Orquestra Municipal de Carlos Barbosa:

Desde 2002, ano de sua criação, a Orquestra Municipal de Carlos Barbosa, trabalha para ter seu espaço no cenário cultural local e regional. Realiza atividades regulares e de qualidade como o concerto anual, de Natal, concerto em comemoração ao aniversário do município e apresentações com grupos de música de câmara com a orquestra jovem e escola de música, durante todo o ano. A Orquestra Municipal de Carlos Barbosa representa importante mecanismo de atuação musical para a comunidade em geral. Um dos seus principais objetivos é a integração com seu meio social, transformando seu trabalho em ponto de convergência dos músicos da região, além de fomento para o desenvolvimento regional e crescimento cultural da comunidade.

Criada pela administração municipal, atualmente tem como regente titular e diretor artístico o maestro Dirceu Andrioli, seu quadro de músicos é composto por aproximadamente 40 músicos que variam conforme o repertório. É gerida e administrada pela Associação Orquestra Municipal de Carlos Barbosa. A Orquestra apresenta um repertório diversificado, com interpretação desde a música de concerto, especialmente escrita para Orquestra de Sopros, à música popular brasileira, também muito utilizada para esse perfil orquestral.

Mantém desde 2009, uma Escola de Música com os objetivos voltados para a formação de músicos que futuramente terão na Orquestra a oportunidade de trabalho e realização profissional. Criou a Orquestra Jovem, que é formada exclusivamente por alunos da escola de música acompanhados por seus professores. A Orquestra Municipal de Carlos Barbosa tem como objetivo principal o crescimento cultural e social de toda a comunidade.

Orquestra de Sopros de Veranópolis:

Por iniciativa de Aníbal José Costa, com a colaboração de alguns amigos e apoio do poder público, no ano de 1987 tiveram início as atividades da atual Orquestra de Sopros de Veranópolis. Inicialmente denominada “Banda Municipal de Veranópolis”, o grupo que era regido pelo maestro Carlos Alberto Zancan, ensaiava regularmente no mesmo prédio do Corpo de Bombeiros, em uma sala cedida. Segundo o depoimento de Carlos, o grupo levou em torno de um ano até realizar a primeira apresentação em público, já nos anos seguintes, foram diversas apresentações em Veranópolis e também em outras cidades do Estado participando de diversos festivais. No decorrer dos anos outros maestros tiveram a tarefa de conduzir o grupo entre eles Gerson Carvalho o saudoso Pernambuco (in memorian), e mais tarde Davi Dessotti, mas foi em 1998 quando o grupo era regido pelo Maestro Gilberto Salvagni, que sua denominação passou para Orquestra de Sopros de Veranópolis, desde então passou a realizar concertos anualmente, sempre com temáticas diferentes de relevância cultural e artística proporcionando ao público através de uma maneira irreverente de fazer música, espetáculos de ótima qualidade. Atualmente mantém através de parceria com a Casa da Cultura e com o poder público de Veranópolis, a escola de música Matilde Cagliari. Os ensaios são realizados semanalmente em sala própria e a regência está nas mãos do maestro Dirceu Andrioli.

Fanfarra Bersaglieri:

A Fanfara Bersaglieri di Faria Lemos foi criada com intuito de resgatar a história do Distrito de Faria Lemos, município de Bento Gonçalves. A música é tradição e legado deixado pelos imigrantes italianos que colonizaram a região. O Distrito possuía banda de sopro desde a década de 40, e boa parte dos músicos do município tinha formação em Faria Lemos. A Associação Caminhos de Faria Lemos atuante no desenvolvimento do distrito e buscando manter viva as tradições culturais, criou em 2007, um grupo

de aprendizado em música instrumental, com a missão de promover, com excelência, a educação musical e a prática coletiva de música. Inicialmente com partituras de Fanfaras Bersaglieris da Itália, onde temos como madrinha a Fanfara Bersaglieri San Doná Del Piave. Fanfara Bersaglieri, em sua origem são bandas de soldados militares.

Depois, a Fanfara, foi acrescentando músicas de nossos antepassados italianos, e atualmente tocando músicas dos mais variados estilos musicais. Suas apresentações acontecem em toda a nossa região, em eventos religiosos, cívicos, populares e sociais.

 

Repertório:

  • Ode To Joy- Ludwig van Beethoven
  • Angels We Heave on high – tradicional
  • Nella Fantasia – Ennio Morricone

solista: Marcos Tironi

  • You Raise me up – música: Rolf Lovland | letra: Brendam Graham

solista: Giovana Sartori

  • Somewhere over the rainbow – música: Harold Arlen | letra: E.Y. Harburg

Solista: Giovana Sartori

Piano: Leandro Zen

  • Caruso – Lucio Dalla

Solista: Giovanni Marquezeli

Piano: Leandro Zen

  • Mia Gioconda- Antônio Vicente Filipe Celestino

Solista: Giovanni Marquezeli

  • Noite Feliz – Franz Gruber

Solistas: Giovana Sartori | Giovanni Marquezeli

  • The Sound of Silence – Paul Simon

Solistas: Giovana Sartori | Giovanni Marquezeli

  • Canto de La terra – Andrea Bocelli

Solistas: Giovana Sartori | Giovanni Marquezeli

SERVIÇO:

O quê: Concerto Integração – Especial de Natal

Apresentação: Orquestra Municipal de Carlos Barbosa | Orquestra de Sopros de Veranópolis e Fanfarra Bersaglieri

Solistas: Giovana Sartori – soprano e Giovanni Marquezeli – tenor

Quando: 16 de dezembro de 2018 – domingo

Onde:   Palco da Estação – Centro – Carlos Barbosa – RS

ENTRADA FRANCA

Apoio Cultural: CEC e Prefeitura de Carlos Barbosa | Proarte

Realização: Orquestra Municipal de Carlos Barbosa

* se chover o evento será transferido para a Rua Coberta

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *