Bento é destaque no Estado em ações de qualificação do Pré-Natal Masculino

Com este Programa, o Município reduziu em 30% os casos de Sífilis Congênita

A Secretaria Municipal da Saúde, através do Programa Saúde do Homem se destacou entre os cinco municípios do Estado a realizar consultas de Pré-Natal do Parceiro. Com este trabalho desenvolvido desde 2014, o Departamento de Ações em Saúde do Governo do Estado, incluiu o Município no Projeto de Qualificação do Pré-Natal do Pai/Parceiro.

 O objetivo do Programa é qualificar e identificar as ações de pré-natal masculino, ampliar a adesão de equipes dos municípios e adquirir expertise na estratégia, possibilitando desenvolver protocolos de práticas do pré-natal do pai/parceiro para municípios do Estado.

 Bento Gonçalves iniciou em 2016 os atendimentos relacionados ao Parceiro da gestante nas Unidades Básicas de Saúde, através de consultas médicas e de enfermagem para realização de exames, testes rápidos para HIV, Hepatites B e C e Sífilis. As vacinas são atualizadas e agendadas consultas com dentista, nutricionista e psicóloga se necessário.

20160924_105221

 O parceiro é convidado a visitar ao Centro obstétrico do Hospital Tacchini e a participar de grupos educativos. Na oportunidade também é abordado sobre a Lei do Acompanhante (Lei 11.108/05), que garante que todas as gestantes têm o direito de escolher uma pessoa para ficar com ela no hospital durante o seu trabalho de parto e pós-parto (cesariana e normal).

 De acordo com os dados da Secretaria de Saúde, o resultado deste trabalho mostrou que no ano de 2017, Bento Gonçalves cadastrou 989 gestantes pelo Sistema Único de Saúde e deste total, foram atendidos 271 parceiros (27,4%). Das 46 gestantes que tiveram diagnóstico de sífilis, 19 parceiros foram tratados (41%).

 Já em 2018, de janeiro a maio, do total das 394 gestantes cadastradas pelo SUS, 158 parceiros foram atendidos (40,1%). Das 28 gestantes que tiveram diagnóstico de sífilis neste período, 14 parceiros foram tratados (50%).

 Fazendo uma análise entre os anos de 2016 e 2017, Bento Gonçalves, reduziu em 30% os casos de Sífilis congênita (conforme quadro abaixo):

2016 2017 2018 (Jan a Mai)
Sífilis Total 262 285 184
Sífilis Gestantes 35 47 28
Sífilis Congênita 25 (71%) 19 (40%) 5
Parceiros Tratados 18 19 14

 “O homem pode e deve participar de todos os momentos que envolvem uma gestação, inclusive da decisão e preparação para ter uma criança”, salienta a coordenadora do Programa Saúde do Homem, enfermeira Cristiane Wottrich. Através da Portaria GM Nº 1944, de 27 de agosto de 2009, do Ministério da Saúde, foi implantada a Política Nacional de Atenção Integral á Saúde do Homem, com o objetivo de promover a saúde integral dos homens, priorizando o acesso/acolhimento, com vistas a reduzir os índices de internações por causas sensíveis á atenção básica.

LEIA TAMBÉM: PIS/Pasep: por que é importante resgatar?

 “O parceiro da gestante precisa ter cuidado não só com a sua saúde para estar mais preparado para receber um bebê, mas também desenvolver o exercício da paternidade, apoiando a sua parceira em todos os momentos, incluindo o puerpério. Ele deve se sentir parte integrante do trinômio materno/paterno e infantil para que todos tenham saúde durante o processo do gestar e do nascimento do bebê”, ressalta a Coordenadora.

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *