Clube Esportivo concentra forças na formação de atletas

Alviazul não disputará competições oficiais no segundo semestre, direcionando esforços para o trabalho nas categorias de base e em projetos fora das quatro linhas durante o segundo semestre deste ano

Clube que carrega a tradição de uma história centenária – mas nem por isso desvia o olhar dos desafios que o futuro reserva – assim o Esportivo de Bento Gonçalves posiciona-se estrategicamente para o segundo semestre de 2018. Com entendimento pleno de suas responsabilidades – financeiras, sociais e comunitárias –, a diretoria traçou importantes definições não apenas para os próximos meses, mas planejando a perenidade da atuação institucional.

Em coletiva de imprensa realizada na manhã de 19 de junho, houve o anúncio de que a equipe profissional não disputará competições oficiais no segundo semestre de 2018. “Essa decisão é reflexo de um planejamento seguro e consciente para as próximas temporadas. O futebol é paixão, promove o engajamento das pessoas, por isso a nossa vontade era de, logicamente, continuar atuando dentro das quatro linhas. Porém, optamos pela razão: é essencial, antes, nos organizarmos fora de campo e, assim, projetar um time cada vez mais preparado para voltar ao seu lugar de destaque no futebol gaúcho”, esclarece o presidente do clube, Anderson Zanella.

Zanella

Isso não significa, porém, que o Esportivo ficará inativo pelos próximos meses – o trabalho continuará durante o ano inteiro, com foco em outras prioridades. Uma delas é focar nas ações que tornam o clube uma referência na formação de jovens atletas.

Foco na formação de atletas

A aposta nas bases é o diferencial do clube para o restante da temporada. O compromisso do Esportivo está na continuidade das atividades de sua escolinha, que atualmente atende 200 jovens. Esse valioso serviço social oferecido à comunidade se mantém pelo apoio do clube e por meio de mensalidades. A intenção da diretoria é buscar leis de incentivo e recursos que permitam ampliar a oferta, se possível de forma gratuita. “Nossa proposta é a de buscar os jovens na comunidade, oferecer a eles uma espécie de contra turno escolar. Assim, podemos atuar de maneira mais efetiva na formação de atletas, o que reflete tanto no futebol profissional, pois formamos as pratas da casa, como em futuras vendas que nos auxiliam economicamente”, comenta o presidente.

Dentro de campo, os atletas mirins também são os protagonistas no restante de 2018. A sub-17 é a categoria que disputa competições mais avançadas, a nível estadual. E, nessa perspectiva, a implantação do sub-19 promete qualificar ainda mais o projeto formador do clube.

Projetos paralelos

O Esportivo também tem assinalados projetos paralelos como as reformas estruturais do complexo Montanha dos Vinhedos. No curto prazo, está prevista a instalação de elevadores no estádio – dentro de 30 dias serão entregues -, a fim de, cada vez mais, facilitar a acessibilidade da comunidade em apoiar o time nos jogos. Outro projeto essencial é o andamento das obras de construção dos campos suplementares. Projetos licitatórios estão em andamento, e também serão formulados, para a conclusão da estrutura.

Já preparando a comunidade para as comemorações do centenário do clube – o Esportivo completa 100 anos em agosto de 2019 – uma nova facilidade está sendo planejada para aumentar o envolvimento dos sócios e torcedores do clube: a instalação de um moderno software no site da instituição para que possam ser vendidos produtos oficiais e realizadas novas associações. Em breve o sistema deve ser apresentado ao público.

Ainda no decorrer das próximas semanas, o clube pretende socializar a prestação de contas do semestre, priorizando a transparência na gestão pela qual a atual diretoria quer que o Esportivo seja cada vez mais reconhecido.

Crédito foto: Exata Comunicação

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *