Vereador Camerini alerta para o descaso com o interior de Bento

Em sua manifestação na Tribuna da Câmara de Bento Gonçalves, na Sessão Ordinária da última segunda-feira, dia 7, o Vereador Camerini voltou a alertar para sérios problemas estruturais verificados no interior do município. A principal preocupação diz respeito às péssima condições das estradas do meio rural, onde os moradores convivem com a poeira e o barro, em função dos raros serviços de patrolamento e britagem executados pela prefeitura, bem como dos inexistentes projetos de pavimentação.

Como exemplo do descaso denunciado, Camerini citou recentes visitas aos distritos de Tuiuty e do Vale dos Vinhedos. “É lastimável, com o potencial turístico que temos, ver estradas abandonadas. Ou estradas, muitas vezes, que são patroladas até a entrada da casa de alguns, e outras partes ficam sem”, lamenta.

Vereador Camerini 0705

Também com relação ao interior, Camerini falou sobre a canalização de água potável do Vale dos Vinhedos à Linha Zemith, a qual ele vinha cobrando de forma intensa desde o ano passado, e agora começou a sair do papel. O vereador auxiliou os moradores com a elaboração de um abaixo-assinado, e encaminhou o caso ao Ministério Público, tanto pela demora como pelo sumiço dos canos adquiridos para a obra.

SAÚDE SEM MÉDICOS
Problemas na saúde também pautaram o pronunciamento de Camerini durante a Sessão. “Uma pessoa me mandou um relato de que ficou mais de 15 horas esperando atendimento na UPA 24H. Recebi mensagens dizendo que havia apenas um médico em uma unidade daquele tamanho. Há falta de médicos no bairro Progresso e de psiquiatra no CAPS 2, no bairro Maria Goretti. Além disso, as pessoas que ficam internadas na UPA, aguardando encaminhamento para hospitais ou clínicas, encontram-se sem alimentação e sem os cuidados necessários. O que está acontecendo com a nossa saúde?”, questiona.

LEI SECA PARA PEDESTRES
Camerini abordou, ainda, a sanção do prefeito à lei seca para pedestres, que proíbe as bebidas alcoólicas nos espaço públicos do município. “Quem estiver consumindo bebidas nas ruas e praças, por exemplo, poderá ser multado. Mas nós já estamos nos organizando com a população para ver o que faremos para anular essa lei inconstitucional”, adianta o vereador.

ESTRUTURA DE TRÂNSITO
Outro tema levantado por Camerini na Tribuna foi o acidente que vitimou um motociclista no Centro da cidade, tragédia que teve como um dos fatores responsáveis a estrutura do guarda-corpo instalado próximo à esquina da rua Saldanha Marinho com a Ramiro Barcelos. “Uma vida que se foi por profissionais que falharam. Acredito que a prefeitura já está tomando as iniciativas para corrigir esse tipo de situação e não termos mais vidas ceifadas nas ruas”, destaca.

GUARDA MUNICIPAL
Durante a discussão de projetos, Camerini apresentou duas emendas à proposta de criação da Guarda Municipal: uma para retirar o limite de 30 anos de idade imposto para o cargo de agente, e outra para permitir que os atendimentos do efetivo fossem realizados de forma integral, sem que seja preciso “entregar a ocorrência” a outro órgão de segurança. Ambas foram rejeitadas pela maioria dos demais parlamentares.

Mesmo assim, Camerini votou de forma favorável à criação da Guarda, uma de suas bandeiras desde o primeiro mandato como vereador. “Claro que 20 cargos é pouco, mas temos que começar com algo”, avalia. Ele destacou, contudo, que o projeto poderia ter sido remetido à Casa anteriormente, junto com a proposição que criou a Secretaria de Segurança, o que faria com que os trabalhos já estivessem adiantados.

PEDIDOS APROVADOS
Durante a Sessão, todos os pedidos do Vereador Camerini, solicitados pela população, foram aprovados. As demandas abrangem as seguintes comunidades: Zatt, Centro, Vila Nova 2, Salgado, Progresso, Conceição, Santa Marta, Santa Helena, Tuiuty, Ouro Verde, Glória, São Roque e Buratti.

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *