Mais premiações chegam da Espanha

Vinhos e espumantes brasileiros arrematam medalhas no Bacchus

O XVI Concurso Internacional de Vinhos – Bacchus 2018 amplia o ranking de medalhas dos vinhos e espumantes brasileiros. Foram duas Medalhas de Ouro e três de Prata, num universo de 1.740 amostras de 20 países, avaliadas por 82 degustadores. O concurso foi realizado de 8 a 12 de março, em Madri.

 O diretor da Associação Brasileira do Enologia (ABE), enólogo Michel Zignani, representou o Brasil no júri. Segundo ele, o Bacchus é o concurso de referência dos vinhos espanhóis, embora haja uma grande diversidade de países participantes. “É um concurso muito técnico, com um quadro de jurados multidisciplinar nas áreas do vinho, formado por enólogos, jornalistas especializados, master of wine e coordenadores de outros concursos internacionais. O nível de exigência é bastante alto. Percebe-se que é priorizado a elegância e a fineza dos vinhos em detrimento da potência”, relata.

Bacchus 2018

LEIA MAIS: Clima, que antecipou colheita da safra 2018, também contribuiu para a qualidade da uva

O Bacchus 2018 homenageou a República Tcheca, que apresentou seus vinhos mais emblemáticos durante a cerimônia de abertura realizada na embaixada do país na capital espanhola.

 PREMIAÇÕES

Medalha de Ouro

Garibaldi Espumante Moscatel – Cooperativa Vinícola Garibaldi

Casa Valduga Gran Leopoldina Chardonnay DO 2017 – Casa Valduga Vinhos Finos

VEJA TAMBÉM: Casa DiPaolo de Bento Gonçalves recebe SELO aMANHÊsendo – CRIANÇA BEM-VINDA

Medalha de Prata

Casa Valduga Identidade Gran Corte 2012  – Casa Valduga Vinhos Finos

Aurora Reserva Chardonnay 2017 – Cooperativa Vinícola Aurora

Miolo Terranova Brut – Miolo Wine Group Vitivinicultura

Foto: Divulgação ABE

0 respostas

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *