Pediatra Ângela aplica conhecimentos adquiridos em nutrição infantil em pós pela Universidade de Boston

A pediatra Ângela Rech Cagol agora é também pós-graduada em Nutrição Infantil pela Boston University School of Medicine. Dra. Ângela, em 2016, foi a única de Bento Gonçalves, entre os 200 médicos brasileiros convidados pela Nestlé, a participar do programa de pós-graduação on-line a distância. A oportunidade surgiu através da parceria entre a Universidade de Boston e a Medlnscribe, apoiada pela Nestlé Nutrition Institute. A médica fez a pós-graduação entre março e novembro do ano passado. A formatura aconteceu em São Paulo, em novembro de 2016, ocasião em Ângela foi certificada internacionalmente.

O curso de pós-graduação em nutrição infantil foi dividido em sete módulos, aplicados um em cada mês. Durante o período, conteúdo online em inglês foram disponibilizados através da plataforma da Universidade de Boston. Além das leituras, videoaulas explicativas. No início de cada módulo, o conteúdo foi entregue ainda de forma impressa por um representante da Nestlé. A coordenação da pós-graduação, em Boston, também ligava para cada participante passando orientações sobre as etapas do programa. O módulo, estudado em 30 dias, finalizava com prova online. Em caso de reprovação de cada etapa, o participante seria desclassificado imediatamente. “Ser convidada para esse pós foi uma grande surpresa. Me senti valorizada no meio acadêmico”, afirma Ângela.

A especialização veio para somar ainda mais os conhecimentos e o extenso currículo da pediatra. Dra Ângela é formada em Medicina pela Universidade de Caxias do Sul (UCS) desde 1998. Concluiu mestrado em 2004 e doutorado em 2009, ambos em pediatria pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Natural de Vacaria, a médica está atuando na pediatria há 18 anos, entre treze em Caxias do Sul e cinco em Bento Gonçalves. Ângela também foi professora no curso de Medicina da Universidade de Caxias do Sul (UCS) durante sete anos, ministrando e coordenando a disciplina de Pediatria. Hoje, a médica é preceptora de residentes de pediatria do Hospital Geral de Caxias do Sul (HGCS), supervisionando e orientando o desenvolvimento dos futuros médicos.

Os conhecimentos adquiridos nessa última pós em nutrição infantil já estão sendo aplicados em consultas com gestantes, recém-nascidos e crianças. “Foi muito interessante o conteúdo abordado porque trouxe uma visão global da nutrição infantil. O curso também ampliou minha visão nas consultas de pré-natal. Oriento as mães que estão gestando sobre o que é importante na alimentação delas durante a gravidez. Nesse período, temos orientações aos pais para que a criança possa nascer o mais saudável possível. São orientações dentro da visão de programação metabólica voltada aos primeiros mil dias de vida, incluindo a intrauterina. A alimentação dos primeiros mil dias de vida é determinante para a criação de hábitos saudáveis para toda a vida”, acentua a Dra. Ela acrescenta que atualmente há muitas crianças obesas ainda na primeira e segunda infância, vítimas da má alimentação.

Nessa pós, ela também aprofundou seu conhecimento sobre patologias de intolerância a lactose e alergia à proteína do leite de vaca (APLV). “Tenho me aperfeiçoado através de cursos, entre outras ferramentas, para qualificar ainda mais o atendimento em pediatria”.

1 responder

Deixe uma resposta

Escreva um comentário
Sinta-se livre para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *