Posts

Cooperativa Vinícola Garibaldi atinge recorde de faturamento

Impulsionado pela venda de espumantes, crescimento levou a número histórico de R$ 155 milhões

 Os números provam que, definitivamente, o ano de 2018 foi emblemático na história da Cooperativa Vinícola Garibaldi (Garibaldi, RS). Com um trabalho de gestão focado no desenvolvimento de toda a pirâmide produtiva, a gaúcha registrou faturamento recorde de R$ 155 milhões – crescimento percentual de 16% em relação a 2017. Os resultados foram impulsionados pela venda de espumantes que hoje já representam 32% do faturamento total da cooperativa, bebida consagrada como carro-chefe da marca. Sucos de uva, Vinhos finos, filtrados e atrações do complexo enoturístico completam o sucesso de desempenho.

“A ascensão da Cooperativa Vinícola Garibaldi nos últimos anos, especialmente em 2018, é fruto de uma gestão comprometida com qualificação e união das famílias produtoras; investimentos em produção; diversidade no enoturismo e atenção em cada detalhe na elaboração das bebidas para oferecer experiências únicas aos consumidores. Nossa meta, agora, é trabalhar para encerrar 2019 com crescimento em torno de 20% no faturamento total”, comenta o presidente Oscar Ló.

Vinícola Garibaldi brinda o desempenho em 2018 - foto Cassius André Fanti

Atualmente, os estados brasileiros com maior representatividade nas vendas da Cooperativa Vinícola Garibaldi são Rio Grande do Sul, São Paulo e Minas Gerais. Já os estados onde a marca mais cresceu foram Mato Grosso (57%), Pernambuco (50%) e Santa Catarina (37%). Os três rótulos mais comprados pelos brasileiros em 2018 foram os espumantes Garibaldi Moscatel (premiado como Melhor espumante do Cone Sul) e Garibaldi Vero Brut, além do suco de uva Garibaldi Integral.

 Retrospectiva

            Outro número importante para a Cooperativa Vinícola Garibaldi em 2018 foram as 86 premiações conquistadas no período, atingindo o status de marca nacional mais premiada no ano. O complexo enoturístico também encerrou o ano com recorde: a estrutura recebeu 128 mil pessoas em busca de experiências no universo vitivinícola, um crescimento de 15% em relação ao total recebido em 2017.

O reconhecimento também veio do varejo gaúcho: Melhor Fornecedora de Espumantes (Prêmio Mérito Lojista promovido pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do RS) e, pelo 4º ano consecutivo, Carrinho Agas – categoria Melhor Fornecedor de Espumantes.

Sobre a Cooperativa Vinícola Garibaldi

A história da Cooperativa Vinícola Garibaldi começou a ser escrita em 1931, pela união de diversas famílias de agricultores como alternativa para vencer as dificuldades econômicas do país na época. Atualmente, são 400 famílias associadas, localizadas em 15 municípios da Serra gaúcha. Seu portfólio tem 70 produtos distribuídos em 12 marcas, entre espumantes, vinhos tintos e brancos, linhas de exportação, frisantes, filtrados, sucos de uva e opções orgânicas.

Foto: Cassius André Fanti

Cooperativa Vinícola Garibaldi realiza ação solidária na comunidade

Atividade em parceria com a Cooperativa Cairú integra a programação do Dia C

Engajada na programação nacional do Dia C – série de ações voluntárias capitaneadas pelas cooperativas de todo o país na busca por um mundo mais justo e igualitário –, a Cooperativa Vinícola Garibaldi compartilhou seu compromisso social com a participação em diversas atividades no município. Uma delas presentou duas escolas do bairro Fenachamp com momentos especiais de valorização e integração. Cerca de 230 crianças das escolas Municipal Valentin Tramontina e Estadual Santa Mônica curtiram um lanche diferenciado, com Suco de Uva Garibaldi e sanduíches – e também puderam se divertir com brinquedos infláveis. A ação ocorreu nos dias 19 e 20, respectivamente, e foi realizada de forma combinada entre as Cooperativa Vinícola Garibaldi e Cooperativa Cairú.

Crianças da escola Valentin Tramontina curtiram um lanche diferenciado, com Suco de Uva Garibaldi e sanduíches - Crédito Divulgação Cooperativa Garibaldi

Externando sua postura ativa no que tange à responsabilidade social, a participação na agenda de atividades temáticas revela, também, o propósito da Cooperativa de contribuir ativamente com a comunidade. “Entendemos e procuramos desempenhar nosso papel no processo de transformação por meio do engajamento. Essa série de ações é uma forma carinhosa e espontânea de estarmos mais presentes e atuantes no município que tão bem nos acolhe”, comenta o presidente da Cooperativa, Oscar Ló.

Escola Santa Mônica também foi contemplada na programação do Dia C - crédito Cooperativa Garibaldi

A ação nas escolas soma-se a outras que ocorreram – no dia 11 de junho, mais de 30 alunos da FTEC Bento Gonçalves estiveram na Cooperativa Garibaldi participando de uma palestra sobre gestão cooperativa, quando também houve recolhimento de alimentos. A arrecadação desses donativos segue com ponto de coleta na cooperativa, acompanhando a programação que se estende até o dia 30 de junho, quando está prevista a doação de sangue numa iniciativa em parceria com o Leo Clube.

Fotos: Divulgação Cooperativa Vinícola Garibaldi

Cooperativa Vinícola Garibaldi traz medalha do Oriente

Garibaldi Espumante Prosecco foi destaque em concurso realizado na China

Uma das filosofias seguidas pela Cooperativa Vinícola Garibaldi no decorrer dos seus 87 anos é o cuidado primoroso na produção de vinhos e espumantes – desde os parreirais até o engarrafamento. E seu desempenho em concursos internacionais prova que a marca está indo pelo caminho certo. A honraria mais recente vem do Oriente, onde o Espumante Garibaldi Prosecco recebeu medalha de Prata no 25º Concours Mondial de Bruxelles, realizado em Pequim, na China, de 10 a 14 de maio.

Neste ano, o concurso teve 9.180 amostras inscritas, oriundas de 48 países produtores de vinho. Um time com cerca de 330 jurados de mais 50 nacionalidades ficou encarregado de degustar todas as amostras às cegas. Este é o único concurso itinerante do planeta, que também realiza controle de qualidade dos vinhos premiados.

Garibaldi Espumante Prosecco

Visual marcado por tom de amarelo palha, reflexos esverdeados e excelente formação de perlage são as principais características deste espumante elaborado pelo método Charmat. Aromas com notas de pera, marmelo e um pouco de limão conquistam o olfato dos apreciadores. Em boca, é delicado e cremoso, com acidez equilibrada e refrescante.

Sobre a Cooperativa Vinícola Garibaldi

Em 2018, a Cooperativa Vinícola Garibaldi ergue as taças para comemorar a passagem de seu 87º aniversário, celebrando a concretização de mais um ano em sua história – que começou a ser escrita pela união de diversas famílias de agricultores como alternativa para vencer as dificuldades econômicas do país na época. Atualmente, congrega 400 famílias associadas, distribuídas em 15 municípios da Serra gaúcha. Seu portfólio tem cerca de 60 produtos distribuídos em 15 linhas, entre vinhos tintos e brancos, espumantes de diversas variedades, linhas de exportação, frisantes, filtrados, sucos de uva e opções orgânicas.

Controle de qualidade na cantina

Foto crédito Cassius Fanti

Cooperativa Vinícola Garibaldi amplia previsão de investimentos para R$ 7,5 mi em 2018

Montante será aplicado em melhorias no parque fabril, aumentando a capacidade produtiva

 Depois de cravar um faturamento de R$ 134 milhões em 2017 – valor 10% maior do que o registrado em 2016 –, a Cooperativa Vinícola Garibaldi impressiona mais uma vez ao rever sua previsão de investimentos para esse ano: serão cerca de R$ 7,5 milhões aplicados em melhorias estruturais no setor produtivo ao longo de 2018. O montante é praticamente o dobro do inicialmente previsto para ser aportado na vinícola nesse período.

 Tamanho otimismo tem uma justificativa bastante forte: a necessidade de aumentar a capacidade produtiva da vinícola para atender à crescente demanda dos consumidores pelos espumantes da marca. A comercialização dos rótulos da Garibaldi cresceu 37% em 2017. “Tivemos um evidente ganho de mercado no segmento de espumantes, o que antecipou a consolidação de uma das diretrizes do planejamento da Cooperativa Vinícola Garibaldi: investir na ampliação do recebimento de uvas brancas, apostando na consolidação desse filão como carro-chefe da marca”, explica o presidente Oscar Ló.

 Os investimentos confirmados para 2018 permitirão aumentar a capacidade produtiva em cerca de 20%.  Estão programadas as compras de equipamentos para modernizar o setor produtivo, agregando mais agilidade e eficiência aos processos. Já no segundo semestre deste ano, a vinícola receberá um novo filtro tangencial e dois tanques de pressão. Também haverá a mecanização de uma linha de produção, automatizando desde o recebimento da uva entregue pelo produtor até a expedição das garrafas destinadas ao mercado.

 Filtração

Outro investimento nos planos da Cooperativa é a qualificação dos colaboradores, para que consigam acompanhar as evoluções tecnológicas implantadas no parque produtivo e contribuam com o desafio de agregar resultados ainda melhores ao processo. Atualmente, a vinícola emprega 180 profissionais – quadro que deve apresentar crescimento ao longo do ano. Além desses colaboradores internos, a Cooperativa Garibaldi congrega 400 famílias associadas, distribuídas em 15 municípios da Serra gaúcha. Na safra deste ano, os produtores entregaram à vinícola cerca de 20 milhões de quilos de uva.

Foto: Cassius Fanti

Vinícola Garibaldi encerra safra 2018 com quase 20 milhões de quilos de uva recebidos

Do total, 20% será destinado para produção de espumantes, segmento em que a vinícola aposta para o crescimento no mercado

 O trabalho árduo das cerca de 400 famílias associadas à Cooperativa Vinícola Garibaldi no preparo do solo, cultivo das videiras e colheita dos frutos apareceu de forma marcante nos resultados da safra deste ano – foram 19,6 milhões de quilos de uva entregues desde o início da vindima, em dezembro de 2017. O encerramento do recebimento, dia 2 de março, veio acompanhado de uma avaliação positiva no quesito qualidade. “Por mais uma vez, estamos entregando uma safra de excelência, motivo de grande orgulho para a Cooperativa, que evolui a cada ano no nível de produtos apresentados ao mercado. Esse ganho crescente de qualidade é, sem dúvida, consequência do comprometimento de cada família associada em melhorar permanentemente o nível das uvas. Certamente esse é um dos nossos grandes diferenciais”, afirma o presidente Oscar Ló. Os resultados completos da safra serão apresentados aos produtores em Assembleia geral ordinária, no dia 29 de março.

Safra Cooperativa Garibaldi - Cassius Fanti

 Do total recebido, 20% será destinado à produção de espumantes, bebida que tem se consolidado com um dos carros chefe da marca, tanto em participação de mercado quanto no reconhecimento por meio de premiações em concursos brasileiros e internacionais. Atualmente, a Cooperativa Garibaldi tem mais de dez rótulos desse tipo de bebida em seu portfólio, com destaque para a linha Espumantes Garibaldi VG (Brut, Extra Brut, Brut Rosé) – e para o Prosecco Brut, em 2015 avaliado como um dos dez melhores vinhos do mundo pelo WAWWJ. “Identificamos nesse segmento uma grande oportunidade de expansão para os negócios, especialmente porque temos uma variedade de produtos capazes de atender a diversas preferências de paladar – desde aquelas mais suaves, para quem está iniciando nas degustações, até as de notas mais complexas”, ressalta Ló. Atualmente, os espumantes respondem por 26% do faturamento da Cooperativa Vinícola Garibaldi e são comercializados para todos os estados do país.

 Sobre a Cooperativa Vinícola Garibaldi

 A Cooperativa Vinícola Garibaldi ergue as taças para comemorar, em 2018, a passagem de seu 87º aniversário. Além de celebrar a concretização de mais um ano em sua história – que começou a ser escrita pela união de diversas famílias de agricultores como alternativa para vencer as dificuldades econômicas do país na época –, compartilha os números positivos que encabeçam o balanço do exercício de 2017. Graças a um trabalho sólido de planejamento e investimentos, a Cooperativa viu seu faturamento aumentar mais de 10% no comparativo com 2016, batendo na casa dos R$ 134 milhões. Hoje, são quase 400 famílias associadas, de 12 municípios gaúchos, que cultivam mais de 900 hectares de vinhedos.