Posts

Desligamento do sinal analógico de TV em Caxias do Sul e região ocorre na metade de março

Quem não estiver preparado para receber o sinal digital até o dia 14 de março ficará sem ver TV aberta

 O próximo dia 14 de março é a data final para o desligamento do sinal analógico de televisão em Caxias do sul e em outras 106 cidades da região. Para continuar assistindo à programação, todas as residências precisam estar como aparelho de televisão preparado com conversor, que pode ser embutido na TV ou externo, além de uma antena digital. Os equipamentos podem ser encontrados no varejo local e são de fácil instalação.

Por decisão do GIRED, Grupo de Implantação da TV Digital, os canais de TV da região estão autorizados a desligar o sinal analógico desde o dia 31/1. O processo se encerra em 14 de março e após essa data, só será possível assistir à programação da TV aberta pelo sinal digital.

As famílias de menor renda atendidas pelo Governo Federal devem verificar se têm direito a receber um dos mais de 490 mil kits gratuitos, com antena digital e conversor e controle remoto. A população deve acessar o site sejadigital.com.br/kit ou ligar gratuitamente para o número 147 com o NIS (Número de Identificação Social) em mãos. Se o nome estiver na lista, é só escolher o dia, horário e local para retirar os equipamentos que permitem que televisores antigos tenham acesso ao sinal digital.

Sobre a Seja Digital

A Seja Digital (EAD – Entidade Administradora da Digitalização de Canais TV e RTV) é uma instituição não governamental e sem fins lucrativos, responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para o sinal digital da televisão no Brasil. Criada por determinação da Anatel, tem como missão garantir que a população tenha acesso à TV Digital, oferecendo suporte didático, desenvolvendo campanhas de comunicação e mobilização social e distribuindo kits para TV digital para as famílias cadastradas em programas sociais do Governo Federal. Também tem como objetivos aferir a adoção do sinal de TV digital, remanejar os canais nas frequências e garantir a convivência sem interferência dos sinais da TV e 4G após o desligamento do sinal analógico. Esse processo teve início em abril de 2015 e, de acordo com cronograma definido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, mais de 1300 municípios terão o sinal analógico desligado até 2018.

Campanha de coleta responsável de televisores é realizada na Serra Gaúcha

Ao todo, 38 pontos de coleta estão disponíveis no Rio Grande do Sul. Lista completa disponível no site www.sejadigital.com.br/recicle

 Encontrar um destino adequado para os eletrônicos quebrados é um dos principais desafios da atualidade. Muitos desses produtos não podem ser descartados no lixo comum, pois possuem metais tóxicos que contaminam o meio ambiente. Com o desligamento do sinal analógico de TV, que já começou na região e será concluído em 31 de janeiro, muitas pessoas podem aproveitar para descartar televisores quebrados ou trocar aquele televisor antigo – o que não é necessário, uma vez que, com o conversor instalado e antena adequada, qualquer televisor pode transmitir a programação de TV aberta por meio do sinal digital.

26047494_1453829194714656_8417297472459274964_n

 Pensando nisso, a Seja Digital, entidade responsável pela operação do processo de migração do sinal de TV no Brasil, em parceria com o DMLU (Departamento Municipal de Limpeza Urbana) disponibiliza 2 pontos de coleta em Bento Gonçalves e 2 em Caxias do Sul. A ação tem como objetivo estimular o descarte correto e responsável de televisores e outros equipamentos eletrônicos. O projeto acontece até o dia 31 de janeiro de 2018 e os pontos funcionam de segunda a sexta-feira.

Além da coleta, a Seja Digital, que tem como missão informar e orientar a população sobre essa mudança, disponibiliza um espaço para o tema no site www.sejadigital.com.br/recicle. Ali, é possível saber mais informações sobre o descarte adequado e encontrar o ponto de coleta mais próximo de cada residência, por meio do CEP.

 Mudança do sinal de TV

O sinal analógico de TV será desligado de forma definitiva em 107 cidades gaúchas em 31 de janeiro. Após essa data só será possível assistir à programação da TV aberta por meio do sinal digital. As famílias de baixa renda atendidas pelo Governo Federal têm direito a um kit gratuito, com antena digital e conversor com controle remoto. Para saber se tem direito e agendar a retirada do kit em um dos pontos disponibilizados pela entidade, basta ligar para 147 ou acessar o site sejadigital.com.br/kit, com o NIS (Número de Identificação Social) em mãos.

Para ter acesso à programação da TV digital, que já está disponível na região, é necessário instalar os equipamentos. O processo é simples e o mais indicado é instalar sua antena no telhado de casa. Depois, conecte o conversor à sua TV e faça a sintonia dos canais. Se ainda tiver dúvidas, ligue gratuitamente para o 147.

 Serviço:

Pontos de coleta para o descarte correto de televisores e outros equipamentos eletrônicos:

 Bento Gonçalves

AAECO Assoc. Ativista Ecológica – Av. Osvaldo Aranha, nº 493

Horário de funcionamento: segunda a sexta das 8h às 12h e das 13h às 17h

Colégio Marista N.S Aparecida – Ramiro Barcelos, 307 – Bairro Centro

Horário de funcionamento: segunda a sexta das 8h às 12h e das 13h às 17h

Caxias do Sul

Ambe Gerenciamento de Resíduos  BR 116 Km151 Nº 3523 – Bairro Cristo  Redentor

Horário de funcionamento: segunda a sexta das 8h às 12h e das 13h às 17h

Pioneiro (AMOB)

Rua Frederico Bergman S\Nº  Bairro Pioneiro

Horário de funcionamento: segunda a sexta das 8h às 12h e das 13h às 17h

Kit TV Digital Gratuito será distribuído em Bento

Prefeito assinou termo de Cooperação com a entidade responsável pelo processo de transição do sinal analógico para o digital em todo Brasil

 Cerca de 7 mil kits  TV Digital com conversor e antena digital  serão distribuídos para famílias do Cadastro Único de Bento Gonçalves. O benefício foi garantido na última sexta-feira, 20, em parceria entra a prefeitura municipal e a entidade Seja Digital, responsável pelo processo de transição do sinal analógico para o digital em todo Brasil. O sinal analógico será desligado no dia 31 de janeiro de 2018 e após essa data, os moradores só poderão assistir à programação da TV aberta por meio do sinal digital, que oferece mais qualidade de som e imagem.

A Secretaria de Habitação e Assistência Social já realiza atividades socioeducativas relacionadas ao processo de migração do sinal. “Estamos assinando a autorização para um projeto que permite que mais pessoas do Município tenham acesso ao serviço de recepção digital, sem custos”, destaca o prefeito Guilherme Pasin.

Kit digital 

14398648351_24e10af374_zO kit gratuito, composto por uma antena digital, um conversor e um controle remoto, permite que o aparelho de televisão antigo exiba a programação de TV pelo sinal digital.

 Para ter direito a este kit, o critério é estar cadastrado no Cadastro Único para Programas Sociais. Famílias com renda mensal total de até 03 (três) salários mínimos ou renda mensal por pessoa de até 1/2 salário mínimo podem realizar o cadastro.

Para receber o kit gratuito, basta entrar no site www.sejadigital.com.br/kit ou ligar para o 147, tendo em mãos o Número de Identificação Social – NIS (gerado no Cadastro Único), bem como CPF e RG. Nestes canais o Responsável Familiar do Cadastro Único realiza o agendamento para retirada do material em uma agência dos Correios, portando os documentos de identificação e o número do protocolo gerado no ato do agendamento.

 Os Serviços da Assistência Social, como Cadastro Único e Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) estão sendo grandes facilitadores, ofertando espaço e estrutura física (computadores, internet e telefone), para assegurar que as famílias possam fazer uso deste direito.

 A instalação é por conta de cada um, a pessoa pode fazer sozinha ou contratar um antenista. Mais informações podem ser obtidas na Secretaria de Habitação e Assistência Social pelo telefone 3055-7337.