Posts

Fundação Casa das Artes realiza Festival de Coros

A 11ª edição do Festival de Coros da Fundação Casa das Artes será realizado no Anfiteatro Ivo Antônio Da Rold no dia 6 de outubro, a partir das 19h30. No evento, serão entoadas canções a capellae com acompanhamento instrumental e apresentadas releituras para canto coral de repertório nacional e internacional.

O coro é uma das manifestações musicais mais antigas da Humanidade. Sua beleza e encanto se traduzem num conjunto de vozes que entoam canções, músicas, hinos, entre outros ritmos, compondo um espetáculo único e sensível sobre a presença da música na formação do ser humano. É por esse e outros motivos que o coro ou coral é considerado um patrimônio cultural.

Na ocasião, se apresentam o Coral da Casa das Artes, o Coral Municipal de Teutônia, o Coral Adulto Unimed Nordeste de Caxias do Sul e o Vocal Crossover de Novo Hamburgo. A entrada é 1kg de alimento não perecível que será destinado a entidades carentes por meio do Programa Cultura do Bem.

O Coral da Fundação Casa das Artes foi criado em setembro 1999 pela iniciativa de alguns funcionários da entidade, juntamente com algumas pessoas da comunidade. Atualmente, o coral conta com 20 integrantes e tem como presidente, Fabiana Keller, sendo regido por Gerson de Souza – Bacharel e Licenciado em Música pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul-.

Serviço:

Festival de Coros da Fundação Casa das Artes

Data: 6 de outubro

Horário: 19h30

Local: Anfiteatro Ivo A. Da Rold da Fundação Casa das Artes

Corais que se apresentam: Coral Casa das Artes de Bento Gonçalves, Coral Municipal de Teutônia, Coral Adulto Unimed Nordeste de Caxias do Sul e Vocal Crossover de Novo Hamburgo

Ingresso: 1kg de alimento não perecível que será destinado a entidades carentes através do Programa Cultura do Bem

COROS_NOTICIA_1

Encontro reuniu cinco coros da região em Garibaldi

A noite do último sábado, dia 18, foi de canto coral em Garibaldi. O 1º Encontro de Coros organizado pelo Coro Cultural Seja reuniu cinco diferentes coros compostos por crianças e jovens da região, na capela do Hotel Mosteiro São José.

O Coro Cultural Seja, anfitrião do evento, abriu as apresentações da noite, com quatro músicas. O coro é formado por alunos das aulas de canto coral do Centro Social e Cultural São José, mantido pela Prefeitura Municipal de Garibaldi, por meio da Secretaria Municipal de Habitação, Trabalho e Assistência Social (SMHTAS).

Apresentação Coro Cultural Seja - Jean Teixeira (4)

Na sequência, se apresentaram o Coro Infantojuvenil de Marcorama, Canarinhos de Bento Gonçalves, Coro Canarinhos de Farroupilha e o Coro Cênico Encanta, de Caxias do Sul.

Apresentação do Coro Cênico Encanta - Jean Teixeira (2)

Marieli Oliveira, professora de canto do Coro Cultural Seja, agradeceu aos grupos participantes e ao público, que lotou a capela. “Obrigada pelos aplausos e sorrisos, é graças ao público que um artista pode fazer seu show”, afirmou.

Apresentação Coro Canarinhos de Farroupilha - Jean Teixeira (5)

Para proporcionar a integração entre todos os participantes do encontro, foi realizada uma oficina, antes das apresentações.

Apresentação Coro Canarinho de Bento Gonçalves - Jean Teixeira (2)

O evento foi realizado pela Prefeitura de Garibaldi, por meio da SMHTAS, com apoio do Hotel Mosteiro São José e Berté Eletro.

Foto: Jean Teixeira

Festival de Coros encanta comunidade no Vale dos Vinhedos

Evento ocorreu no último sábado, 11, na linha 40 da Leopoldina

O soar das vozes que compuseram os 10 corais presentes, o Festival de Coros celebrou a religiosidade, a tradição e também a brasilidade em uma ocasião marcada pelo dinamismo e pela confraternização no Vale dos Vinhedos,  no dia 11 de agosto,  na linha 40 da Leopoldina .

Festival-Coral (91)

Durante cerca de três horas, a comunidade desfrutou de um forte intercâmbio cultural. O espetáculo, comandado pelo Maestro Geraldo Farina, teve como anfitrião o Coral do Vale dos Vinhedos, que, na coordenação de Florindo Portaluppi, presenteou o público com uma bela e comovente versão de Viva La Gente já na abertura. Os 23 integrantes do Coral convidaram todos a celebrarem a vida e o amor. “Procuramos realizar um Festival diversificado, no que chamo de um evento simples, mas com todo o coração. Selecionamos corais da região, em uma tarefa árdua, porque temos uma riqueza extraordinária de vozes em nosso entorno. Posso dizer que esse evento é um coroamento do meu caminhar como maestro. Sem dúvidas, inesquecível”, pontuou Geraldo Farina.

Florindo Portaluppi

A emoção também fez parte da fala de Florindo Portaluppi. “É um momento único para mim, de uma responsabilidade enorme. Estamos aqui lidando com a cultura, com a raiz de um povo. A música provoca sentimentos, alegrias, lágrimas, sorrisos. Por isso é importante escolhermos bem os coros, as letras e celebrarmos toda essa diversidade”.

Em um Festival que muito se assemelhou positivamente a uma confraternização entre amigos, a exigência, por parte da organização do evento, foi de que, cada um dos coros convocados, inserissem uma música no idioma italiano em seu repertório, o que garantiu um afloramento de emoções percebidas a olhos nus por parte da plateia.

Voice in Soul

Participou também 0 Coro Gospel Voice In Soul dela Filarmonica Cittadelense. Em uma visita que retribuiu majestosamente a presença do Coral do Vale dos Vinhedos em Cittadella, em 2014, o conjunto de vozes regido pela cativante Antonia Pia emocionou a todos com oito canções entoadas de maneira única. Ao final da apresentação, o coral foi convidado a retornar ao palco, entoando um “dueto” com a empolgada plateia, que cantou a canção “Va Pensiero”. “É uma honra estar aqui. Sou muito patriota e ligada à minha Itália. Ver que ela está presente em cada canto, em uma comunidade tão pequena e bela como esta, é emocionante”, emocionou-se Antonia, complementada pela presidente do Coral, Vania Conte: “Somos um coral essencialmente Gospel, mas trouxemos para o evento canções tradicionais também. Foi indescritível estar aqui e retribuir a visita de nossos amigos”.

O Festival de Coros do Vale dos Vinhedos foi financiado pelo Fundo Municipal de Cultura e realizado pela produtora cultural, Lenise Miorando, da empresa Triângulo da Produção Cultural e Coral Vale dos Vinhedos.

 Fotos: Vagão Filmes