Sede da subseção da OAB em Bento Gonçalves reinaugurada

O presidente da OAB/RS, Ricardo Breier, reinaugurou  nesta terça-feira, 24,  a sede da subseção da Ordem em Bento Gonçalves. Após quatro meses de reforma, a estrutura passou a contar com: uma biblioteca, uma sala de atendimento, um memorial e uma galeria de ex-presidentes.  De acordo com Breier, a Ordem gaúcha tem investido na sede das subseções: “A OAB/RS trabalha para oferecer o melhor para a advocacia sempre. A reinauguração da sede da subseção de Bento Gonçalves comprova que o trabalho não para”, destacou o dirigente. O evento contou com a participação de lideres políticos locais e de mais de 50 advogados do município, entre eles os jubilados.

” Um sonho que se sonha só, é só um sonho que se sonha só, um sonho que se sonha junto é realidade”, destacou o presidente da subseção de Bento Gonçalves, Cleber |Dala Colleta,  na abertura de seu discurso, comentando que a frase, de uma música do cantor e compositor Raul Seixas,  resume  o engajamento da ex e da atual gestão da entidade em prol da obra.  “A subseção volta a contar com uma estrutura condizente com a dignidade da advocacia local”, salientou ainda Dala Coletta. OAB

Agência Alvo Global comemora 15 anos de atividades voltadas a criação

alvo globalA  equipe da Agência Alvo Global, de Bento Gonçalves, recebeu clientes, parceiros, amigos e familiares na noite desta terça-feira, (24), para comemorar os 15 anos da empresa. A Alvo Global detêm as contas de várias entidades e empresas do município e região, entre elas o CIC/BG, o Hospital Tacchini e as Câmaras de Vereadores de Bento Gonçalves e Garibaldi. Tânia Tramontina Coghetto, uma das sócias, ressaltou que a equipe da Alvo Global é formada por pessoas com muita garra e amor a profissão. ” Não é fácil trabalhar com comunicação na nossa região. Chegamos até aqui porque somos guerreiros”, afirmou ela.  Tânia compartilha o gerenciamento da agência com os sócios Aliandro Consoli e Cristiano Scussel. ( foto: Kátia Bortolini)

Acesso gratuito aos esportes para mais de 2.500 crianças e adolescentes

 

Atualmente, mais de 2.500 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, residentes em Bento Gonçalves, têm acesso gratuito à prática de várias modalidades de esportes, em 40 núcleos situados em bairros do município. Esses números foram apurados pela reportagem do Jornal Integração da Serra, em contato com entidades, escolas, empresas e pessoas físicas da cidade, que viabilizam essa realidade de várias formas. Entre elas, a de projetos sociais amparados por leis de incentivo aos esportes e parcerias público/privadas.

Reportagem: Natália Zucchi
Edição: Kátia Bortolini
Fotos: Arquivos Projetos Sociais

Bento Vôlei Sacada Solidária

O ranking de envolvimento é liderado pelo Projeto Social Bento Vôlei Sacada Solidária. Neste ano, o projeto está atendendo cerca de 720 crianças e adolescentes de 7 a 17 anos, em oficinas de voleibol. As atividades são desenvolvidas em 11 núcleos no contraturno escolar. Em alguns núcleos também são ofertadas oficinas de inglês e informática, avaliação nutricional e acompanhamento do Serviço Social. O projeto, em doze anos de atividades, contabiliza mais de dez mil participantes.  “Reafirmamos nosso compromisso com a política de investir na comunidade, promovendo ações sociais articuladas à prática do ensino de voleibol que previnam a evasão escolar, fomentando a formação para a cidadania, ensinando o valor da disciplina, ética, determinação e a importância do trabalho em equipe”, ressalta a assistente social Tatiana Alves.

Artes Marciais para Todos

jiujtsu garraO projeto social Artes Marciais para Todos, da Garra Team, desponta em segundo lugar no ranking das vagas ofertadas. Acessa aulas gratuitas de Jiu Jitsu e Muay Thai para cerca de 600 jovens, com idades entre 4 e 18 anos, atendidos no contraturno escolar em dez núcleos, entre eles um situado no Conjunto Residencial Novo Futuro. O projeto tem financiamento público/privado. Neste ano, a prefeitura não repassou verba mas fez a cedência da professora de Educação Física concursada, graduada no Jiu Jitsu, Lisiane Bringhenti Brandelli, para realizar as oficinas em alguns núcleos. Os núcleos do Conceição, Eucaliptos e Novo Futuro são atendidos por professores voluntários. Quatro atletas do projeto estão classificados para competir na Tailândia, em 2018.

Também, a Associação Bento-Gonçalvense de Jiu Jitsu – ACBJJ atende 90 estudantes no seu projeto social. Neste ano, a ACBJJ adquiriu uma Kombi para o transporte de atletas, com o apoio financeiro de empresários e pessoas que treinam na academia da associação.

Lutando por um mundo melhor

judô3O projeto social “Physio Judô Bento Gonçalves – Lutando por um Mundo Melhor” aparece em terceiro lugar, com a participação de 400 estudantes. As oficinas, promovidas pela Physio Judô, ocorrem de segunda a sexta-feira na Escola Estadual José Farina, na Escola Municipal Agostinho Brum e no salão da comunidade São Pedro, nos Caminhos de Pedra. Além das atividades, as crianças costumam participar de competições, neste ano suspensas por falta de repasse de recursos públicos. O mesmo motivo causou a suspensão dos treinos desenvolvidos no Ceacri Balão Mágico e na Escola Estadual Amaro Bitencourt. Os núcleos em atividade estão sendo mantidos com o patrocínio de empresas locais.

Rugby

rugbyO Projeto Escola, do Rugby Farrapos, no decorrer deste ano envolveu cerca de 200 jovens, entre atividades no contraturno escolar, no Estádio da Montanha e em aulas de educação física em educandários. As escolas podem entrar em contato com o time para agendar visitas e aulas. Já a Escolinha do Farrapos atende cerca de 40 crianças de ambos os sexos, nos sábados, com aulas pela manhã e à tarde, com transporte gratuito. Os treinos ocorrem no Estádio da Montanha. Vagas abertas. Inscrições podem ser feitas no clube a partir das 9 horas dos sábados.

Cidadania

O 6º Batalhão de Comunicações de Bento Gonçalves (BCOM) também promove atividades gratuitas para crianças através de dois projetos, o Programa Segundo Tempo – Forças no Esporte (Profesp) e o Curumin.

O Segundo Tempo, que iniciou no dia 26 de setembro deste ano, já conta com 71 crianças. Neste projeto, o esporte é incentivado através de brincadeiras e fundamentos de cinco modalidades: judô, com a parceria da Physio Judô; vôlei, com a parceria do Bento Vôlei; rugby, com a parceria do Farrapos, e ainda basquete e futebol, promovidos pelo próprio Batalhão. Outras atividades como reforço escolar e acompanhamento pedagógicos também estão à disposição das crianças. Nesta fase inicial, somente as modalidades judô, futebol, vôlei e rugby estão sendo executadas. O projeto contempla meninos e meninas de 8 a 12 anos, promovendo atividades no turno da tarde. O programa tem financiamento do Ministério do Esporte, arcando com material esportivo e pagamento de professores e estagiários. Para 2018, a expectativa é estender para cerca de 100 crianças, ampliando também a faixa etária atendida, como medida para manter as crianças no projeto por mais tempo.

Já no projeto Curumin, que comemora 21 anos em 2017, crianças e jovens vindos de áreas de vulnerabilidade social chegam após o turno escolar no 6º BCOM, almoçam e permanecem durante a tarde, de segunda a sexta-feira, recebendo aulas de reforço escolar. Também participam de aulas de informática e de atividades esportivas/recreativas. Para 2018, está prevista a inclusão da língua inglesa.

Sou+BGF

futsalO Projeto SOU+BGF atende cerca de 80 crianças entre 5 e 17 anos, em treinos nas segundas e quintas-feiras, no Ginásio Municipal de Esportes, nos turnos da manhã e tarde. O projeto, apoiado pela Secretaria Municipal de Esportes, proporciona atividades lúdicas e recreativas para crianças de até 9 anos. Para as de 10 aos 17, os focos são os fundamentos do futsal e atividades preparatórias para competições estaduais. Não há vagas disponíveis. Já existe uma lista de espera para fevereiro de 2018, mês em que acontecem as novas inscrições. “Prezamos em todos os momentos proporcionar a prática esportiva, tendo o time adulto como espelho para os meninos, que joga a série Ouro estadual. Buscamos fomentar valores individuais, formando cidadãos com valores baseados na educação e no respeito”, afirma o treinador Vaner Flores.

AGF Botafogo

Cerca de 110 jovens, entre meninas e meninos, de 8 a 16 anos, estão sendo abrangidos pelo projeto AGF Botafogo – futsal amador social. Os treinos ocorrem nas tardes de terças e quintas-feiras para os meninos e nos sábados à tarde para as meninas. O projeto sobrevive através de rifas e almoços beneficentes, promovidos pelo Clube Botafogo. No próximo dia 12 de novembro haverá um almoço na sede do clube para arrecadar fundos ao projeto. O convite custa R$ 40. Mais informações 99137.6201.

Associação Unidos

A Associação Unidos, liderada por Idair José de Souza, atende cerca de 70 meninos, entre crianças e jovens de três núcleos situados nos bairros Conceição, Ouro Verde e Glória, nos turnos da manhã e da tarde, promovendo atividades com o futsal. No Ouro Verde, os encontros ocorrem nas tardes das segundas e sextas-feiras, no ginásio do bairro, antiga Madecenter. No Glória, os treinos acontecem na quarta-feira, na quadra do bairro. Na segunda de manhã, estudantes do bairro Conceição treinam no Estádio da Montanha. Já nas terças e quintas-feiras, o professor acompanha dois alunos para treinar na ACBF, em Carlos Barbosa. O sábado fica reservado para torneios e campeonatos. No domingo à tarde, Souza promove jogos de futebol abertos à comunidade na Escola Conceição.

O professor, que trabalha há 29 anos com crianças da comunidade do Conceição, tem pago inscrições para competições e outros custos promovendo rifas e jantares. “O poder público esqueceu da gente. Temos uma quadra precária no Conceição e ninguém se interessa em nos ajudar. Estamos abandonados até mesmo por algumas pessoas da própria comunidade, que não veem como esse trabalho é importante para o futuro destes jovens. É muito triste não ser valorizado”, desabafa.

Futsal feminino

Cerca de 18 meninas de 11 a 17 anos treinam os fundamentos do futsal duas vezes por semana. Os treinos ocorrem à tarde e são ministrados por Ronaldo de Souza, formado em Educação Física pela UCS. As participantes colaboram com uma mensalidade simbólica, paga de forma voluntária, somente para cobrir os gastos com o aluguel da quadra e o deslocamento de Souza, que mora distante dos locais de treino. Mas, para 2018, com a formalização do Clube de Futsal Feminino, que está sendo providenciada por mães de crianças participantes, o projeto tende a ser viabilizado de forma gratuita a 75 crianças e jovens, contando a categoria avançada.

Souza trabalha com futsal feminino há 8 anos, atividade que iniciou ministrando oficinas de futsal para as meninas da Escola Estadual Bento Gonçalves da Silva, em que atua como monitor. Em 2014, Souza decidiu abrir o projeto à comunidade. Segundo ele, no início muitos diziam que seus esforços não teriam resultados, por serem meninas. “Passamos por um preconceito gigante e ainda presente, em que as pessoas não enxergam a mulher no futebol. Mas as meninas podem fazer tudo o que quiserem. São tão capazes quanto os meninos. Sempre terão o meu apoio e eu não vou desistir. Estamos unidos para quebrar esse paradigma”, salienta.

Equipe Estadual 2020

WhatsApp Image 2017-10-19 at 19.38.26Algumas meninas orientadas por Souza há cerca de 6 a 8 anos, agora então adultas, entraram em contato com ele e propuseram uma parceria para montar um time profissional para competir na Federação Gaúcha em 2020, como primeiro time feminino da cidade. As atividades iniciaram em março deste ano, recebendo apoio da Secretaria de Esportes para custear os uniformes. Ainda assim, as atletas investem cerca 50 reais mensais em um caixa para custear as despesas com as competições. Mas pensando nas mais novas, o dinheiro que está sendo arrecadado também será revertido em uniformes para as meninas menores nas categorias de base.  “Queremos levar o nome da cidade para um campeonato de alto nível do futsal gaúcho e representar todas as meninas que sonham com o esporte. Eu fui abençoado com esse time. Eu vejo dentro de cada uma delas um futuro incrível, pela força e pela dedicação. Com certeza, será uma inspiração para as mais novas”, destaca Souza.

LEIA TAMBÉM: Bento Futsal Club manifesta insatisfação com a organização da Liga Municipal de Futsal

 Coração Cidadão

????????????????????????????????????

O projeto Coração Cidadão atende cerca de 270 crianças, entre 6 e 18 anos. Na área dos esportes são ministradas oficinas de capoeira para 35 jovens, entre crianças e adolescentes, nas terças-feiras, com turmas nos turnos da manhã e tarde. Outro destaque do projeto fica por conta da Orquestra, iniciada em 2012 e pelo Coro, em 2014. Só a Orquestra reúne 102 crianças, algumas que também participam de outras oficinas. O Coro conta com cerca de 20 crianças. O Coração Cidadão também oferece oficinas de jazz, dança do ventre, ballet, street dance, banda de latas, teatro e música instrumental. O projeto é financiado pela Fundação Todeschini, com recursos da Lei de Incentivo à Cultura e do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdica).

Algumas oficinas ainda possuem vagas abertas, dependendo da disponibilidade de dias e horários, uma vez que a maioria são totalmente preenchidas até agosto de cada ano. Para 2018, as inscrições ocorrem em março, mês que também iniciam as atividades.

Abadá Capoeira

Cerca de 50 crianças entre 7 e 17 anos participam das atividades promovidas pela Abadá Capoeira em três núcleos do projeto, nas comunidades dos bairros São João, Maria Goretti e Santa Helena. Os encontros ocorrem nos salões das comunidades, no período da noite. No São João, as atividades ocorrem nas terças e quintas-feiras, às 18h30min.No bairro Maria Goretti, nas segundas e sextas-feiras, às 19 horas e, no Santa Helena, nas terças-feiras, às 19 horas. Há vagas disponíveis.

Escola de Capoeira Nação Cristã

Os professores Alex Sandro Martins e Elton da Silveira ministram aulas gratuitas de capoeira no bairro Vila Nova, atualmente para 13 crianças, entre 4 e 12 anos. Os encontros ocorrem todas as quartas-feiras, às 18 horas, na sede da Escola Maria Margarida Zanbon Benini. Algumas atividades também são desenvolvidas no Ginásio Municipal de Esportes, em uma sala disponível para a prática. “Está difícil levar mais crianças para o Ginásio por uma questão financeira. Poderíamos atender bem mais gente, mas vários não conseguem arcar o transporte”, destaca Silveira.

Instituto Tarcísio Michelon

O Instituto Tarcísio Michelon acessa o universo musical para 150 crianças, com aulas nas quintas, sextas e sábados. Além disso, nos outros dias da semana ocorrem os ensaios da Orquestra Sinfônica e do Coro, que anualmente apresentam espetáculos por ocasião do Natal.

Fundação Casa das Artes

Conta com 376 alunos matriculados em 17 oficinas gratuitas. As crianças têm a opção de ingressar nas oficinas de música, teatro, dança livre e ballet. Ocorrem ainda oficinas de artes visuais, desde desenho artístico até pintura em tela e fotografia inicial. As oficinas são anuais e iniciam em março. As vagas estarão abertas em 2018, a partir de fevereiro.

Novos projetos para 2018

Snakes – Futebol americano

De acordo com Rodolfo Pizzi, jogador do time de futebol americano Snakes, está previsto para o início de 2018 a criação da categoria para crianças, sem limite de participantes. O projeto contemplará crianças e jovens até 16 anos na categoria FLAG, modalidade especial, sem contato.

Tênis de Mesa

tenis de mesaO Projeto Tênis de Mesa, organizado pela professora Kallyna, membro da Associação de Tênis de Mesa de Bento Gonçalves, está parado há cerca de dois anos devido ao corte de repasse de verbas da prefeitura. O projeto será retomado em 2018, a partir dos recursos arrecadados no decorrer deste ano com doações dos próprios competidores adultos e também de rifas que serão organizadas até o final de 2017. Segundo Kallyna, a associação conseguiu adquirir quatro mesas para realizar as atividades com as crianças. O local onde os treinos acontecerão ainda não foi definido. Kallyna também prevê para o próximo ano o fornecimento de transporte gratuito para acesso às oficinas. A expectativa é atender cerca de 200 crianças.

Felp –  Levantamento de peso

A FELP não possui projeto social no momento, mas ainda para o final de 2017, será reinaugurado o projeto social “Futuro de Peso”, em parceria com Confederação Brasileira de Levantamento de Pesos (CBLP). O projeto era realizado entre 2013 e 2015, mas foi suspenso por falta de verba. Agora, os treinos vão ocorrer em salas do Ginásio Municipal de Esportes, pretendendo atender crianças e adolescentes entre 08 e 16 anos. As atividades serão moderadas pelos instrutores para a melhor interação dos jovens com a modalidade.

Bolsas para crianças carentes

Pé na Bola

A escolinha Pé na Bola é particular, mas oferece vagas gratuitas para crianças de baixa renda e para equipes de competição. Essas bolsas integrais podem ser contempladas por alunos que mostrem bom desempenho no esporte, no caso de competição, e desempenho escolar, nos casos das categorias de base. Não foram divulgadas quantas crianças são contempladas com as bolsas. Vagas abertas.

AABG

A Associação Atlética Bento-Gonçalvense é particular, mas oferece bolsas integrais para crianças. Hoje, dos 150 alunos, cerca de 30 são bolsistas. Vagas não disponíveis no momento. Segundo Eduardo Paixão, a associação está organizando ações para proporcionar atividades gratuitas nos próximos anos.

Centro de Patinação

O Centro de Patinação Rodas da Serra não possui projeto social, mas oferece bolsas integrais para crianças carentes participarem das atividades. Atualmente, são dez bolsistas divididas pelas turmas dos turnos manhã e tarde. Para 2018, a expectativa é disponibilizar vinte bolsas. Segundo Guilherme Leonhardt, o Centro já chegou a oferecer 30 bolsas, mas com a crise econômica, foi necessário reduzir o número de participantes.

Censo IBGE 2010

População de Bento Gonçalves                                 107.278 (0 a 94 anos)

6058 (5 a 9 anos)

7379 (10 a 14 anos)

8015 (15 a 19 anos)

Crianças atendidas por projetos sociais esportivos                                             2500 (4 a 17 anos)

 

Confronto Kids B-boys em Bento Gonçalves

Sábado de hip hop, dança breaking e atividades interativas com crianças e adultos

O evento terá cobertura fotográfica do projeto Respect Gang de Porto Alegre, e contará com o apoio de  Daymuns Sonorizações de Bento Gonçalves e da Fundação Casa das Artes.

“Eventos como este incentivam as crianças a dançar e seguir praticando. Neste dia, elas vão aprender posturas da dança, a importância da disciplina e o prazer de dançar. É um momento de lazer e divertimento, com muita energia positiva”, destaca o idealizador e  organizador do evento, Eder Barbosa, dançarino b-boy do Original Flavor Bboys. O dançarino também é o responsável por promover o evento Confronto Final há seis edições, a última ocorrida em janeiro de 2017. Além da dança, Bento Gonçalves recebeu diversos artistas que proveram a arte graffiti nos muros do Edifício Bento Gonçalves no centro da cidade e também nos muros do Estádio da Montanha, na avenida Osvaldo Aranha. O próximo Confronto Final está previsto para agosto de 2018.

Confira a programação:

13h – 14h: Workshops

Oficinas de DJ e B-boy com os também jurados das competições, Dj Hpood Rudimar Carmargo, de Caxias do sul RS, Fabio Soares, dançarino do Elemento BCrew de Bento Gonçalves, Julinho dançarino da Restinga Crew de Porto Alegre e Renata Schneider, dançarina da Essência Crew de Caxias do Sul.

14h15min – 15h: Apresentações de dança com dançarinos locais.

Participação do Studio de Fabrício Lisboa, de Bento Gonçalves, indo além do breaking com a mistura de outros ritmos como jazz, hip hop free style, ballet clássico, entre outros estilos. Na sequência, pockets shows de dança breaking com projetos e artistas de outras cidades e estados.

confronto kidsParticipam membros do projeto Coração Cidadão, de Bento Gonçalves, Cami São José de Caxias do Sul, Aprender Cemae de Igrejinha, projeto Danças Urbanas de Arroio dos Ratos, e outros projetos a serem confirmados, vindos de Porto Alegre e outros estados.

15h15min – 18h: Competições de dança breaking com o som do Dj Hood Rudimar Camargo   e da Percussão de Rodrigo Dias da banda Efeito Coringa, de Porto Alegre. Haverá coquetel para os participantes. As categorias serão intercaladas e não seguirão, necessariamente, a ordem a seguir:

Batalha kids b-boy e b-girl breaking – meninos e meninas de 8 a 14 anos competem na categoria 1vs1

Batalha kids modalidade All Style (estilos misturados) -meninos e meninas de 8 a 14 anos  na categoria 2vs2

Batalha adulto avançado b-boy e b-girl  breaking – homens e mulheres na categoria 1vs1

18h15min: Premiações

Categorias kids recebem brindes das lojas Manos Caps de Ararangua, Paraná, Bomic&Clyde de Carazinho, Deep Clothes de Bento Gonçalves  e também receberão os troféus confeccionado pela empresa Primoar, de Bento Gonçalves.

18:30- Fechamento com alguns MC’s de Rap de Bento Gonçalves.

A Felicidade em forma de crônica

Articulista do Integração, Rogério Gava, lança “FELICIDADE”, coletânea de crônicas publicadas e inéditas

Em fevereiro de 2013 o escritor Rogério Gava aceitou um desafio: assinar crônicas mensais para o Jornal Integração. De lá para cá, como o próprio autor revela, a oportunidade se mostrou uma saborosa e dupla descoberta: “eu já tinha escrito dois livros, um deles, inclusive, ganhou o Prêmio Jabuti 2012, mas nunca havia sido cronista. Esses quase cinco anos escrevendo me trouxeram uma recompensa dupla: a identificação dos leitores com o que eu escrevo, o que é muito bacana; e a minha própria autodescoberta como cronista”. Essa trajetória está reunida agora em livro, “Felicidade”, que Gava lança no dia 27 de Outubro (veja serviço).

FELICIDADES_CAPAGava é professor de pós-graduação e consultor na área de Planejamento e Estratégia. Há mais de dez anos estuda o tema da Proatividade pessoal e profissional. Sobre isso, escreveu dois livros, ambos em parceria com o colega Leonardo Araújo, da Fundação Dom Cabral: Empresas Proativas (2011) – agraciado com o Jabuti e lançado também na Inglaterra, onde foi indicado ao Prêmio Marketing Book of the Year em 2013 – e Estratégias Proativas de Negócio, lançado em 2014. Atualmente, o autor também se dedica a palestrar sobre o comportamento proativo na vida e no trabalho.

O título do livro – “Felicidade” – espelha uma das facetas da escrita de Gava: “escrevo sobre o que me toca, aliás, sobre o que toca a todos nós: o amor, a morte, a felicidade, o mistério da existência. Mas também gosto de brincar com as palavras, explorando temas do cotidiano, como quando escrevo sobre maçãs, a sala de visitas da infância ou o número zero”.

O livro reúne 50 crônicas, entre publicadas e inéditas, além de um ensaio sobre o “amor aos livros”, uma das paixões do autor. Gava reúne em sua biblioteca – carinhosamente batizada de Philobiblon (amor aos livros) –, exemplares raros dos séculos XVI e XVII, primeiras edições de obras famosas como Grande Sertão Veredas, de Guimarães Rosa, além de volumes feitos artesanalmente em linotipo, de tiragem limitada. O autor é membro fundador da Confraria dos Bibliófilos do Brasil, entidade que reúne aficionados do livro no país.

“Lançar livro no Brasil é coisa para herói, ou louco; falo isso brincando, mas é coisa séria”, diz Gava. “Somos um país de não-leitores; lemos muito pouco: 44% da população brasileira não lê absolutamente nada e praticamente um terço jamais comprou um livro na vida; isso é alarmante. A leitura está em 10º lugar no ranking de preferência de lazer da população. Diante desse quadro, é uma satisfação quando encontro pessoas na rua que me dizem ler o que escrevo, que os textos parecem ter sido escritos para elas. Sinal de que a literatura emociona. Isso é gratificante e também um alento”.

IMG_4461O livro foi editado pela paulista DESENHO, detentora do selo CIPÓ. Também será comercializado em e-book pela Amazon. São 170 páginas que refletem uma viagem pelos temas mais diversos: filosofia, religião, Deus, sentido da vida, solidão, saudade, erros, medos e tantos outros. O relato final sobre o “amor aos livros” completa o passeio. “Quem gosta do que eu escrevo vai gostar do livro: uma coletânea é uma forma de preservar para os leitores o que se escreveu; e tem também as crônicas inéditas, que escrevi especialmente para a edição”, relata Gava.

O autor comenta que a escri – ta tem vontade própria, e sempre se desgarra das mãos do escritor: “texto publicado não é mais texto do autor; o leitor agora é seu verdadeiro dono. Isso dá um certo medo: e se lerem o que eu não escrevi?”, reflete Gava. Mesmo as – sim, reforça que vale a pena con – tinuar escrevendo: “parafraseando o filósofo Albert Camus, escrever é uma de minhas grandes alegrias”, conclui.

“Felicidade”, enfim, é o convite a um passeio pela boa pro – sa. Um convite para se aventurar pelo admirável mundo das letras, no qual o cotidiano se transforma e a alegria se revela, de maneira única, a cada um de nós. Por meio de uma linguagem que lembra uma “conversa gentil, ao pé do ou – vido, falando de coisas sérias (ou nem tanto), sem perder o humor”, Rogério Gava prova que a palavra escrita é realmente poderosa, e a literatura – mais viva do que nun – ca –, tão indispensável quanto o ar que respiramos.

LANÇAMENTO DO LIVRO “FELICIDADE”
QUANDO: DIA 27 DE OUTUBRO, SEXTA-FEIRA, A PARTIR DAS 19H
ONDE: DOM QUIXOTE LIVRARIA E CAFETERIA
RUA GENERAL OSÓRIO, 581
PREÇO PROMOCIONAL DE LANÇAMENTO: R$ 25,00

FELICIDADES_CAPA2

Kit TV Digital Gratuito será distribuído em Bento

Prefeito assinou termo de Cooperação com a entidade responsável pelo processo de transição do sinal analógico para o digital em todo Brasil

 Cerca de 7 mil kits  TV Digital com conversor e antena digital  serão distribuídos para famílias do Cadastro Único de Bento Gonçalves. O benefício foi garantido na última sexta-feira, 20, em parceria entra a prefeitura municipal e a entidade Seja Digital, responsável pelo processo de transição do sinal analógico para o digital em todo Brasil. O sinal analógico será desligado no dia 31 de janeiro de 2018 e após essa data, os moradores só poderão assistir à programação da TV aberta por meio do sinal digital, que oferece mais qualidade de som e imagem.

A Secretaria de Habitação e Assistência Social já realiza atividades socioeducativas relacionadas ao processo de migração do sinal. “Estamos assinando a autorização para um projeto que permite que mais pessoas do Município tenham acesso ao serviço de recepção digital, sem custos”, destaca o prefeito Guilherme Pasin.

Kit digital 

14398648351_24e10af374_zO kit gratuito, composto por uma antena digital, um conversor e um controle remoto, permite que o aparelho de televisão antigo exiba a programação de TV pelo sinal digital.

 Para ter direito a este kit, o critério é estar cadastrado no Cadastro Único para Programas Sociais. Famílias com renda mensal total de até 03 (três) salários mínimos ou renda mensal por pessoa de até 1/2 salário mínimo podem realizar o cadastro.

Para receber o kit gratuito, basta entrar no site www.sejadigital.com.br/kit ou ligar para o 147, tendo em mãos o Número de Identificação Social – NIS (gerado no Cadastro Único), bem como CPF e RG. Nestes canais o Responsável Familiar do Cadastro Único realiza o agendamento para retirada do material em uma agência dos Correios, portando os documentos de identificação e o número do protocolo gerado no ato do agendamento.

 Os Serviços da Assistência Social, como Cadastro Único e Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) estão sendo grandes facilitadores, ofertando espaço e estrutura física (computadores, internet e telefone), para assegurar que as famílias possam fazer uso deste direito.

 A instalação é por conta de cada um, a pessoa pode fazer sozinha ou contratar um antenista. Mais informações podem ser obtidas na Secretaria de Habitação e Assistência Social pelo telefone 3055-7337.

STIMMME-BG tem ação de valorização a autoestima no Outubro Rosa

Outubro Rosa (2)STIMMME-BG convida as trabalhadoras do setor metalmecânico a participar de um momento especial de autocuidado. Nas ações temáticas do Outubro Rosa, o Sindicato agrega ao momento de conscientização, com repasse de orientações e informações, uma oportunidade diferenciada de valorizar a autoestima. “Neste ano, o Sindicato inovou na forma de conscientizar as mulheres sobre a importância da luta contra o câncer. Com uma proposta positiva, de estimulo e homenagem à beleza de cada uma, queremos lembra-las que, mesmo em meio a uma rotina cada vez mais atribulada, reservar um tempo para cuidar de si é fundamental”, diz o presidente Elvio de Lima.

Outubro Rosa (3)Quem visitar a sede da entidade nos dias 23, 24 e 25 deste mês poderá aproveitar, sem custo, um workshop estético com dicas para manter a saúde da pele e encerram com ensinamentos práticos sobre aplicação de produtos e maquiagem básica. Ministrada pela consultora e diretora sênior de vendas independente Mary Kay, Méuri Molon, a iniciativa é uma forma criativa de atrair a atenção das mulheres para o importante alerta contido na campanha mundial do “Outubro Rosa”.

A primeira etapa da ação ocorreu nos dias 18, 19 e 20, atendendo a uma série de mulheres. Para aproveitar essa facilidade, basta comparecer à sede do STIMMME-BG, que fica na rua Dom José Barea, nº 60. Outras informações podem ser obtidas pelo fone 3452.2003.

Bento Futsal Club manifesta insatisfação com a organização da Liga Municipal de Futsal

O incio da segunda fase da Liga Municipal de Futsal 2017, na noite desta quinta-feira, 19, no Ginásio de Esportes  de Bento Gonçalves foi marcado por protesto da equipe feminina amadora Bento Futsal Club. Cerca de 10 atletas com uniformes pretos foram ao centro da quadra portando cartaz com a frase “Manifesto contra a indiferença, o desrespeito e o preconceito que a categoria feminina tem sofrido por parte da organização”,  manifestando a insatisfação delas em relação a forma de agir da coordenação da da Liga Municipal de Futsal (LMF).  Elas alegam que tanto a sua equipe como outras quatro equipes de futsal feminino da cidade não foram convidadas para discutir os detalhes da competição, como as outras equipes masculinas. Ao todo, participam 27 equipes, sendo 22 equipes masculinas e cinco equipes femininas: Bento Futsal Club, AFF, Abala FC, Santo Antoninho e Damas de Ferro.

WhatsApp Image 2017-10-19 at 19.38.26“Sentimos uma profunda tristeza com a forma preconceituosa que a organização da LMF esta tratando o futsal feminino. Não estão nos ouvindo e impendem qualquer forma de comunicação. Fomos mobilizados para trabalhar em conjunto com as outras equipes em um jantar para que todos arrecadassem o valor da inscrição. Após o pagamento e iniciado a primeira fase, aconteceram fatos sem justificativas que deveriam ter sido explicados na reunião que nos foi prometido, mas que até agora não ocorreu. O minimo que a organização deve é tratar todas as equipes com igualdade”, ressalta o treinador da equipe Bento Futsal Club, Ronaldo de Souza.

Advogado protocola na Câmara pedido de impeachment do prefeito Pasin

pasinEstá em tramite na Câmara de Vereadores de Bento Gonçalves pedido de impeachment do prefeito de Bento Gonçalves, Guilherme Pasin, protocolado pelo advogado Claimer Gilberto Accordi. O pedido será analisado na próxima segunda-feira, 23, em sessão ordinária do Legislativo. O impedimento de Pasin é solicitado por Accordi sob a alegação de infração politico- administrativo por evolução de restos a pagar.  A imprensa local foi recebida em coletiva na Câmara de Vereadores no final da tarde desta quinta-feira (19).

Veja o pedido de impeachment do prefeito de Guilherme Pasin protocolado na Câmara de Vereador pelo advogado Claimer Gilberto Accordi http://sapl.camarabento.rs.gov.br/sapl_documentos/administrativo/478_texto_integral

Rede Caitá inicia processo de seleção de 250 funcionários

Previsão é de que supermercado seja inaugurado entre março e abril de 2018

A rede Caitá, de Santa Catarina, inicia neste mês de outubro o processo de seleção para preencher 250 vagas no supermercado que a empresa está construindo em Bento Gonçalves, na avenida Oswaldo Aranha, esquina com a rua Dr. Montauri. A informação é do diretor da Caitá, Juliano Zandonai. A previsão atual é de que o empreendimento seja inaugurado entre março e abril de 2018. O prédio, de vinte mil metros quadrados de área construída, vai abrigar o maior supermercado da rede Caitá, 17 lojas de apoio e estacionamento para 320 veículos. O total investido passa dos R$ 35 milhões.

Zandonai salienta que o empreendimento segue o conceito europeu One Stop Shop, onde o cliente encontra o máximo de serviços em um só local, tornado mais aprazível para compras através de design e sonoplastia, entre outros recursos de ambientação. O empresário também ressalta que um dos diferencias do Caitá em Bento Gonçalves será o de reunir um grande supermercado com vários comércios afins, no mesmo espaço. “Observamos que não há na cidade uma estrutura comercial com essa proposta”. Ele acrescenta que o empreendimento fará diferença no cenário comercial de Bento Gonçalves e municípios do entorno.

Construção do hotel adiada

A empresa, sediada em Concórdia, tem supermercados em Joaçaba, Santa Catarina e Erechim, Rio Grande do Sul. A família também atua no ramo hoteleiro. Conforme o empresário, o projeto de construção de um hotel com 250 leitos, na parte superior da obra em andamento, em Bento Gonçalves, foi adiado em função de estudo de mercado. “Constatamos que agora não é o momento para a construção de um hotel na cidade”.

Zandonai ressalta que vários antepassados de sua família migraram, no século passado, de Bento Gonçalves e de outros municípios vizinhos para a região Oeste de Santa Catarina. “Está sendo especial investir na região de origem de nossos avós”, acentua o empresário.

INTERESSADOS NAS VAGAS:  Entrar em contato através do e-mail contato@talentogp.com.br ou através do site www.caitasupermercados.com.br

Foto: André Pellizzari