Liquida Bento segue até o dia 31 de janeiro com boas oportunidades de compras

Campanha da CDL-BG convida varejo local a concentrar promoções durante todo o mês

A época é favorável para aproveitar as queimas de estoque e liquidações típicas de início de ano – basta o consumidor procurar os estabelecimentos identificados pelo selo do ‘Liquida Bento’, da CDL-BG, para terem a certeza de encontrarem, ali, excelentes oportunidades de negócios. Até o dia 31, os estabelecimentos participantes compartilham com o público diversas mercadorias em oferta.

Esse é o caso da Horango Tango Modas. Há mais de duas décadas no município, a loja aposta pela primeira vez no Liquida Bento, com promoções nos três pontos do estabelecimento no Centro de Bento Gonçalves. “Decidimos aderir à campanha por acreditarmos no potencial da iniciativa em conjunto, que tem tudo para intensificar as vendas neste período do ano – propício para liquidações”, comenta a gerente Maristela Colognese. Para integrar a campanha, a Horango Tango Modas oferta peças com até 40% de desconto – em araras específicas – e uma diversidade de roupas e calçados masculinos e femininos por preços abaixo do praticado durante o ano.

A Louvre também está engajada na iniciativa – com participação em todas as edições da campanha. A loja expõe peças para homens e mulheres com descontos significativos. Para quem comprar à vista, por exemplo, blusas femininas e calças, bermudas e camisetas masculinas saem por apenas R$ 99 cada – além da promoção de vestidos de festa a partir de R$ 199. “Sempre participamos da iniciativa porque sabemos do potencial de vendas após o período de final de ano. Isso nos ajuda a fomentar os negócios”, destaca a proprietária, Inelve Munari.

Cartazes e adesivos temáticos foram distribuídos gratuitamente pela entidade a seus mais de 500 associados. Para conferir o Liquida Bento, basta identificar os estabelecimentos participantes por meio do material informativo da campanha, que iniciou no dia 10 e se encerra em 31 de janeiro.

liquidação

liquidação 2

ExpoBento consolida-se como agente propulsor de negócios para Bento Gonçalves

Maior feira multissetorial de compras e entretenimento do país estimula o desenvolvimento de setores voltados ao turismo no município

Uma feira que, somente na última edição, reuniu mais de 253 mil pessoas – e atingiu um número emblemático em 2019: mais de 4 milhões de visitantes registrados, considerando o somatório de público desde 1990. Em quase três décadas de tradição, a ExpoBento impulsiona a economia e a cultura regional, colocando Bento Gonçalves e a Serra gaúcha nos holofotes nacionais. Os reflexos positivos da realização do evento extrapolam os limites do Parque de Eventos do município: toda a cadeia produtiva bento-gonçalvense é beneficiada, especialmente os setores envolvidos com o turismo.

Há 29 edições, a consolidação da maior feira multissetorial de compras e entretenimento do país ocorreu de forma gradativa. Projetando a sua 30ª realização em 2020, a ExpoBento alcança números expressivos para o desenvolvimento local. Segundo o Sindicato Empresarial de Gastronomia e Hotelaria Região Uva e Vinho (Segh), durante o período de realização da feira em 2019, a taxa de ocupação da rede hoteleira na cidade se manteve na faixa de 65% – aumentando para 95% no tradicional feriado prolongado de Corpus Christi, que costuma movimentar a região e, em praticamente todos os anos, abrange as datas da feira.

Se comparada as médias de ocupação dos meses de junho nos últimos quatro anos, a lotação cresce de 15% a 20% durante os dias de evento. Em 2019, a realização de forma concomitante da Festa Nacional do Vinho contribuiu ainda mais para aumentar o interesse dos turistas em visitar a programação. “A ExpoBento faz muito bem para Bento Gonçalves, pois promove a cidade e gera negócios e riquezas de forma direta e indireta. O retorno da Fenavinho, então, trouxe ao natural um apelo turístico ainda maior, carregando nossas raízes e trazendo as experiências do mundo do vinho, o que motiva com mais facilidade a vinda de turistas de outros centros do país”, considera a Diretora Executiva do Segh, Marcia Ferronato. De acordo com ela, a taxa média de impacto geral, entre expositores e visitantes, é próxima a 5%.

Levantamentos da Secretaria de Turismo de Bento Gonçalves também atestam os benefícios para a conjuntura municipal. Mesmo com as ofertas dos mais de 450 expositores presentes dentro da feira, o comércio local recebe o movimento dos turistas que passam pela cidade. Segundo a pasta, mais de 215 mil visitantes passaram pelos roteiros da cidade somente durante o mês de realização da feira, juntamente com a Fenavinho, neste ano – contabilizando os registros da Central de Atendimento ao Turista do município. Ainda de acordo com a secretaria, a taxa de ocupação hoteleira durante junho foi de 59,51%.

“A ExpoBento representa muito mais do que uma oportunidade de negócios para os segmentos da indústria, comércio e serviços. Ela é, antes de tudo, um reflexo do atual momento que vive nossa população. Hoje, esta é a maior feira multissetorial do Brasil. E Bento Gonçalves, da mesma forma, vem trabalhando para desenvolver a economia. É claro que a nossa matriz tem uma ligação muito forte com os setores moveleiro, metalúrgico, vinícola e de transportes. Também temos uma notável vocação turística, aumentando, em sete anos, 125% o número de visitantes, e a ExpoBento é parte disso. É uma celebração de tudo o que uma cidade pode fazer para criar oportunidades. Um evento que há três décadas proporciona enorme visibilidade aos principais setores econômicos de nosso município. O espírito empreendedor de todos que fazem a feira a torna cada vez mais referência no Brasil”, destaca o prefeito de Bento Gonçalves, Guilherme Pasin.

Não à toa, a ExpoBento se consolida ano após ano como uma das principais feiras do país. “Isso estimula nosso crescimento como município e região – marcados pelo forte apelo turístico. Sempre manteremos nosso compromisso com o desenvolvimento bento-gonçalvense voltado ao fomento de iniciativas com esse poderio propulsor”, comenta Gilberto Durante, diretor geral da 30ª ExpoBento.

Compromisso firmado em 2020

A marcante e significativa 30ª edição da maior feira multissetorial do país já começa a ganhar seus primeiros contornos sob a promoção do CIC-BG. A ExpoBento 2020 ocorrerá de 05 a 14 de junho no Parque de Eventos do município. A realização da 17ª Festa Nacional do Vinho, de forma conjunta, também está confirmada – aumentando a expectativa de alcançar novamente o número superior a 250 mil visitantes. Serão mais 450 expositores ofertando cerca de 30 mil itens – e movimentando mais de R$ 40 milhões em negócios. É possível acompanhar as novidades da 30ª edição da feira pelo site www.expobento.com.br.

ExpoBento 2

Está aberto o curso de extensão EaD de Viticultura: Conceitos Básicos do IFRS

O Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) lança o curso de curta duração de Viticultura: Conceitos Básicos. Os conteúdos são abertas a todos e ocorrem em ambiente virtual e gratuito. Não há aulas presenciais ou com hora marcada, ou seja, o estudante faz o curso online a hora que quiser. Ao término e aprovação, recebe-se certificado de 60 horas.

O curso de Viticultura: conceitos básicos foi construído com o apoio do professor conteudista Leonardo Cury, do IFRS – Campus Bento Gonçalves. As aulas virtuais são compostas por 10 módulos que abrangem os conceitos, características e tipo da videira, além dos processos que envolvem desde o preparo do solo até a colheita. Como diferencial, o curso também traz um estudo de caso em uma propriedade rural, realizado por meio do projeto do IFRS Espaço Interdisciplinar para Manejo Sustentável de Vinhedos na Serra Gaúcha. As gravações das videoaulas ocorreram na vinícola Almaúnica.

O curso é direcionado a qualquer pessoa interessada em conhecer mais sobre a viticultura; a quem deseja ter seu próprio espaço de plantio; e a estudantes ingressantes na área de viticultura e agrárias.

Cursos EaD do IFRS

Atualmente, o IFRS oferta 89 cursos de extensão online nas áreas de: Ambiente e Saúde; Ciências Exatas Educação; Gestão e Negócios; Idiomas; Informática; Pré-IFRS: Preparatório para as Provas de Ingresso no IFRS; Produção Alimentícia; Recursos Naturais; Turismo e Hospitalidade. As aulas são totalmente virtuais e sem custos.

Atendimento à imprensa: proen.ead@ifrs.edu.br

curso de extensão ifrs

Cooperativa Vinícola Garibaldi comemora 89 anos com bons resultados

Crescimento nas vendas de espumantes e conquista de premiações para os rótulos estão entre os destaques 

Prestes a completar nove décadas de atuação, a Cooperativa Vinícola Garibaldi comemora seu 89º aniversário de fundação nesta quarta-feira (22) passando por um dos melhores momentos de sua história. Isso porque os bons resultados conquistados somam-se de forma impressionante: em 2019, registrou recorde de faturamento, com valores na casa dos R$ 175 milhões. A venda de seus espumantes cresceu 30% no último ano, e a comercialização de sucos de uva, 12%. No enoturismo, recebeu o maior volume de turistas já registrado: 144 mil pessoas passaram pela vinícola em 2019, experimentando atrações como a Degustação às Cegas, o Taça & Trufa, o Winebar e conhecendo os produtos disponíveis no complexo enoturístico.

Ali, inclusive, fica evidente outra importante conquista da Cooperativa Vinícola Garibaldi: o reconhecimento pela qualidade de seus produtos. Com 85 medalhas e menções acumuladas em concursos nacionais e internacionais, foi a brasileira mais premiada no mundo em 2019. Esse é o segundo ano consecutivo que a Cooperativa Vinícola Garibaldi comemora o título. Em 2018, foram 86 condecorações arrematadas que garantiram a condição de marca mais premiada.

No campo, as mais de 400 famílias associadas manifestam o orgulho em fazer parte da Cooperativa trabalhando com esmero para entregar uvas com cada vez mais qualidade para a elaboração das bebidas – na vindima de 2020, a Garibaldi espera receber 25 milhões de quilos, superando em pelo menos um milhão o montante registrado no ano passado.

Motivada pelos bons resultados, a Cooperativa Vinícola Garibaldi renova a disposição de consolidar ainda muitos outros motivos para brindar nos próximos anos. Novidades estão tomando forma no planejamento estratégico e em breve devem ser compartilhadas com a comunidade, especialmente no que se refere à expansão dos negócios relacionados ao enoturismo e à ampliação do mix de produtos. “Com toda a experiência adquirida em 89 anos de caminhada, trajetória que muito nos orgulha, estamos trabalhando pela continuidade sustentável do negócio da Cooperativa Vinícola Garibaldi. Nosso objetivo é termos, por muitos anos futuros, motivos para comemorar e conquistas relevantes para compartilhar com nossos associados e com a comunidade onde estamos inseridos, mantendo vivo nosso propósito de trabalharmos e crescermos juntos, promovendo assim a vida em harmonia”, diz o presidente Oscar Ló.

Para conhecer mais detalhes sobre a atuação e os rótulos da Cooperativa Vinícola Garibaldi, acesse www.vinicolagaribaldi.com.br

Vinícola Garibaldi 2

Garibaldi 3

Garibaldi 4

Bento-gonçalvense define o que é a Vida

Por Dr Antonio Carlos Koff

Recentemente, Bento Gonçalves foi premiada pela Cúpula Mundial de Cidades do Conhecimento, num evento internacional, que reconheceu esta cidade como um dos destinos emergentes. Somos uma das quatro cidades mais admiradas do mundo, de acordo com os capitais de conhecimento, juntamente com Vancouver, Porto Rico e Barcelona, que também receberam o prêmio.

Aliás, Bento Gonçalves parece estar destinada a se tornar polo cultural. Eis que o bento- gonçalvense Antonio Carlos Koff acaba de definir o que é vida, quando até agora, ao que se sabe, ninguém se atreveu a defini-la.

Costuma-se dizer que não se sabe o que é a vida, não se sabe como ela surgiu e que, provavelmente, nunca se poderá criar vida. Vejamos o que diz a esse respeito o nosso conterrâneo e que se presta a profundas reflexões:

“VIDA É MOVIMENTAÇÃO CONTÍNUA DE DENTRO PARA FORA”.

Vida

Dois mil e vinte

Por César Anderle

Estamos beirando o Ano Novo. Os espíritos se elevam, é um momento de renovação, passamos pelo Natal e refletimos sobre amor, carinho, bem-estar, perdão, gratidão, mas agora revisamos as nossas conquistas de dois mil e dezenove, as nossas frustrações, os nossos sonhos, e vivemos o clima de solidariedade que envolve todos os corações. O nascimento de Cristo foi uma oportunidade de renovarmos as esperanças na natureza humana, no homem e na sua fé por tempos melhores. A passagem para um novo ano, independente da crença de cada um, é sempre um momento de renovação.

Neste caminho que trilharemos, lanço aqui algumas questões: Qual o valor que eu dou à vida? Como eu a vivo? Quais os valores que eu priorizo? A resposta a estas indagações suscitará em nós a importância que damos ou não pelo cuidado à vida. Recorrendo ao pensador clássico Sócrates, ele afirma: “a vida sem reflexão não merece ser vivida”.

Só poderemos construir a paz a partir de uma nova mentalidade, quebrando alguns paradigmas, “enculturando” novas formas de olhar o outro, isso significa valorizar o ser humano na sua amplitude. Resgatar a subjetividade humana, respeitar cada pessoa na sua simplicidade e singularidade.Sendo assim, possibilitaremos uma vida digna a todos, cada um com suas virtudes e fragilidades.

Precisamos discernir com sabedoria o que é necessário para viver bem e melhor, com qualidade de vida. Se faz necessário perguntar o porquê e para que. O excesso de bens materiais ou a escassez dos mesmos é o grande desafio da sociedade moderna. Muitos vivem só para o trabalho. A preocupação quantitativa e lucrativa, tudo vale para atingir as metas e o poder nesta visão maquiavélica.

Por outro lado, e olhando para a maioria do nosso povo, existem pessoas que trabalham constantemente para apenas sobreviver. Mesmo que a vida seja difícil, cria-se sentido e sabor se intensificarmos as horas que sobram do dia, da semana, partilhando e celebrando a amizade com as pessoas da comunidade, da família, com os amigos e por causas humanitárias, só assim presenciaremos o verdadeiro sentido da vida.

Este é o momento de projetarmos o nosso futuro, nossas próximas metas, nossos sonhos, nossos ideais. A partir do dia primeiro de janeiro podemos mudar o mundo sim, com nossas atitudes, nossos pensamentos, nossas ações. O futuro se faz hoje, através do primeiro passo, da primeira mudança em nosso cotidiano. Podemos ter uma rotina positiva, basta querermos, lembrando que sempre se faz necessária a disciplina. Só assim faremos um mundo melhor, a começar por mim e por você.

felicidade

Battle In The Cypher trará grafiteiro Does HDV a Bento Gonçalves

A galera que cola na Battle In The Cypher está querendo ver graffiti no evento. Depois de uma votação feita pelo Instagram, esta foi a percepção dos organizadores, que garantem a vontade popular anunciando, entre outras atrações que ainda estão sendo formatadas, a vinda do grafiteiro Does HDV. Ele estará em Bento Gonçalves para encontro internacional de cultura hip hop que, entre 6 a 12 de abril, chega à sua 11ª edição.

Como já é tradição, o graffiti é um dos pilares que sustenta as atividades da Battle. Desta vez, uma das principais atrações vem de Santo André (SP). Fábio Almeida, o Does HDV, vai ministrar um workshop sobre a sua marca registrada, o wildstyle, com letras multicoloridas e com formatos todo particular que já o levaram a assinar rótulos para produtos da marcas Natura, para a qual também participou de campanhas publicitárias. Atuando com arte urbana desde 1998, Does HDV cria trabalhos com uma profusão de simetrias e assimetrias, com influências variadas de elementos indígenas, arquitetura gótica e caligrafia árabe que, utilizada em suas escritas e formas tribais, apresentam traços labirínticos de suas obras. Ele já circulou por mais de 20 países, onde realizou murais, exposições, workshops, e palestras. Também possui trabalhos nos acervos da embaixadas do Brasil em Seul e Lima.

A programação da 11ª edição do BITC também deve contemplar as já tradicionais batalhas de breaking, de DJs, e de MCs, além de exposições, workshops, shows, sessões de cinema, palestras e muito mais. Antecipando-se à funções em Bento Gonçalves, a Battle também realizará prévias no Uruguai, Paraguai e Argentina, mantendo sua projeção na América do Sul. No Brasil, também vão rolar eventos antes de Bento em Santa Catarina e na Paraíba.

Planeta Atlântida – E, ainda, antes de abril chegar uma trupe de b.boys e b.girls da Battle vai participar do Planeta Atlântida, dia 31 de janeiro, durante os sets do DJ Milk Shake, de Porto Alegre, no Planeta Beat recebe Rap in Cena.

Apoio cultural – Pela sua importância na contribuição para a cena cultural da Serra Gaúcha, dando relevância à cultura hip hop, a Battle In The Cypher teve projeto aprovado pelo Pró-Cultura RS – Financiamento do Governo do Estado do RS e está em busca de apoiadores via renúncia fiscal de ICMS.

Does4@Dninja

Does3@Dninja

Pasqualotto prefeito por uma semana

Na manhã do último domingo (19) o presidente da Câmara de Vereadores de Bento Gonçalves, Rafael Pasqualotto, assumiu, por uma semana, até o próximo domingo dia 26, a prefeitura de Bento Gonçalves. A passagem de cargo do executivo municipal ocorreu em função das férias do prefeito Guilherme Pasin e do vice Aido Bertuol. Durante o período, a Câmara está sendo presidida pelo vice-presidente, Jocelito Tonietto.

Foto Rafael

2020 sinaliza intensidade econômica e política no cenário, tanto local como nacional

Nos municípios mais desenvolvidos do Brasil, entre eles Bento Gonçalves, o ano de 2020 tende a ser intenso nos aspectos econômico, social e político? Sim, segundo o questionado pelo Jornal Integração da Serra a lideranças do município. Opinaram sobre o tema os presidentes do Sindmóveis, Vinicius Benini, do SIMMME, Juarez Piva, da Fundação Consepro, José Carlos Zortea, e a presidente do Sindiserp, Neilene Lunelli.

Vinicius Benini 2 crédito- Augusto Tomasi

Presidente do Sindmóveis Bento Gonçalves, Vinicius Benini

“O crescimento econômico do Brasil deverá encerrar o ano em patamar positivo. Os agentes do mercado já esperam um número entre 1,1% e 1,3%. No entanto, esse crescimento é modesto frente à crise brutal sofrida nos últimos anos, com fechamento de empresas, subutilização da capacidade industrial, baixo investimento e alto desemprego. No setor moveleiro de Bento Gonçalves, as exportações foram o destaque de 2019, com crescimento acima de 10%, em dólares, em relação ao ano anterior. Os principais destinos das exportações de Bento Gonçalves são Uruguai, EUA, Chile, Colômbia, Arábia Saudita.

A expectativa é que 2020 seja o melhor ano para a indústria moveleira, desde 2013. Há previsão de das exportações em 2020.Além disso, importantes eventos do setor devem aquecer o mercado, como a Movelsul Brasil, que ocorre de 16 a 19 de março, em Bento Gonçalves, na Fundaparque. A feira terá um acréscimo de 33% em novos expositores, além dos expositores que estão retornando, o que demonstra a inclinação do setor a investimentos para a retomada”.

Zortea

Presidente da Fundação Consepro de Apoio à Segurança Pública de Bento Gonçalves, José Zortéa

“A celebração das três décadas de existência de uma das mais atuantes entidades de Bento Gonçalves – e que transformou o panorama da segurança pública bento- gonçalvense neste período – coroou um ano repleto de avanços. 2019 foi simbólico para o Consepro por sua consolidação enquanto entidade longeva e relevante na construção do futuro do município. A soma de esforços entre instituições parceiras, poderes públicos, iniciativa privada e comunidade foi, sem dúvidas, o principal agente fomentador para que concretizássemos os excelentes resultados. Certamente, este ano solidificou a atuação do Consepro para adentrar 2020 ainda mais assertivo em prol da nossa cidade. Assim como foi ao longo dos últimos 30 anos, 2020 também será de muito esforço conjunto e ações planejadas estrategicamente para bem atender às demandas sociais por mais segurança.

A aposta do Consepro para o início de 2020 é a campanha de arrecadação espontânea junto ao carnê de IPTU – que costuma angariar importantes fundos para a sequência de ações no decorrer do ano”.

Neilene Lunelli

Presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, Neilene Lunelli

“Temos mais de 2.200 associados. E é por eles que em 2019 prestamos mais de 1.700 atendimentos, entre dentistas, médicos e advogados; acolhemos 192 novos associados; firmamos 22 novos convênios; protocolamos mais de 120 pedidos de informações e reivindicações, entre outros. Além disso, atendemos 502 pessoas nos cursos de idiomas e 191 alunos nos demais ofertados. O Sindiserp fez de 2019 um ano de lutas e conquistas, que só uma categoria unida e forte consegue. E assim vamos iniciar o próximo ano. Em outubro de 2020, teremos as eleições municipais. Por isso precisamos redobrar a atenção. Mas temos a certeza de que vai ser mais um período de muita luta em nome dos servidores e professores municipais, que sabem muito bem o que enfrentaram nestes últimos anos”.

Juarez Piva

Presidente do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Bento Gonçalves, Juarez Piva

“Neste ano, o setor metalmecânico registrou uma modesta recuperação. As importações em 2019 ficaram acima do esperado, e as exportações deverão chegar aos números apresentados em 2017. Para o próximo ano, o aumento das exportações está projetado em 8%. A expectativa para o ano de 2020 é de melhoras. A economia vem apresentando diversos sinais de melhora. Teremos em 2020 um crescimento sustentável e dinâmico, com ótimos resultados em todos os ambientes e setores. O maior desafio para o ano de 2020 é compreender as mudanças do consumidor e as novas tecnologias que irão impactar o nosso modo de vida. E, que aconteçam as reformas tributárias tão necessárias ao nosso país”.

Estudantes podem se increver no Sisu a partir desta terça-feira

Serão ofertadas neste semestre 237 mil vagas em 128 instituições

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) abre amanhã (21) o calendário dos processos seletivos federais que usam o Enem como critério de seleção. Neste semestre, o Sisu vai ofertar 237 mil vagas em 128 instituições de ensino superior públicas. O prazo para se inscrever vai até sexta-feira (24).

Para participar do Sisu, é preciso ter feito o Enem 2019 e ter tirado nota acima de zero na prova de redação. Na hora da inscrição no processo seletivo é preciso informar o número de inscrição do Enem e a senha atual cadastrada na Página do Participante.

A nota do Enem está disponível desde sexta-feira (17) tanto no aplicativo, quanto na própria Página do Participante. É preciso informar o CPF e a senha cadastrada na hora da inscrição. Caso o candidato tenha esquecido a senha, pelo próprio sistema é possível recuperá-la.

É essa senha que deve ser usada na hora da inscrição no Sisu. O número de inscrição, que é solicitado também para participar da seleção, está disponível para cada estudante na Página do Participante.

Cálculo da nota

Na hora da inscrição, é possível escolher até duas opções de curso, de acordo com a ordem de preferência.

Alguns cursos, no entanto, têm certas restrições. O Sisu dá liberdade para as instituições de ensino definirem como usarão o Enem. Assim, determinado curso pode exigir, por exemplo, uma média mínima no Enem – que é a soma de todas as notas obtidas nas provas do exame, dividida por cinco – ou mesmo uma nota mínima em determinada prova. Isso faz com que, dependendo da nota obtida, estudantes não sejam classificados para determinados cursos.

É possível também conferir pesos diferenciados para as provas. A nota em ciências da natureza ou em matemática pode valer mais para um curso de física ou química, por exemplo. Dessa forma, a nota do estudante pode variar dependendo do curso para o qual ele está concorrendo.

Nota de corte

Uma vez por dia, o Ministério da Educação (MEC) divulga na página do Sisu as notas de corte, que são as menores para os candidatos ficarem entre os selecionados na modalidade escolhida. A nota de corte é calculada com base no número de vagas e no total de candidatos inscritos.

A nota de corte é apenas uma referência para auxiliar o candidato no monitoramento de sua inscrição. Ela não garante que o estudante seja selecionado.

É possível alterar as opções de curso feitas até o final do período de inscrição. O Sisu considera válida a última opção registrada pelos estudantes.

Reservas de vagas

Todas as universidades federais, institutos federais de educação, ciência e tecnologia e centros federais de educação tecnológica participantes do Sisu oferecem vagas reservadas para estudantes que cursaram o ensino médio em escolas públicas. Há instituições participantes do Sisu que disponibilizam ainda uma parte de suas vagas para políticas afirmativas próprias.

No momento da inscrição, o participante deve optar por uma dessas modalidades, de acordo com o seu perfil. Os estudantes concorrem apenas com os demais candidatos que fazem a mesma opção, seja pela ampla concorrência ou por alguma política afirmativa. O sistema selecionará, entre eles, os que obtiveram as melhores notas no Enem de 2019.

Cronograma

As inscrições para o Sisu podem ser feitas de 21 a 24 de janeiro. No dia 28 de janeiro será divulgado o resultado da seleção. Os estudantes que forem aprovados deverão fazer a matrícula nas instituições de ensino entre 29 de janeiro e 4 de fevereiro.

Aqueles que não forem selecionados poderão ainda participar da lista de espera. O prazo para se candidatar é de 29 de janeiro a 4 de fevereiro. Os candidatos em lista de espera serão convocados pelas próprias instituições de ensino, entre 7 de fevereiro e 30 de abril.

Próximos processos seletivos

Além de participar do Sisu, os estudantes podem usar as notas do Enem para concorrer a bolsas de estudo pelo Programa Universidade para Todos (ProUni). As inscrições poderão ser feitas de 28 a 31 de janeiro. Podem também se inscrever no Programa de Financiamento Estudantil (Fies), de 5 a 12 de fevereiro.

Os estudantes podem ainda usar as notas para cursar o ensino superior em Portugal. O Inep tem convênio com mais de 40 instituições portuguesas.

Instituições de ensino públicas e privadas utilizam o Enem como forma de seleção independente dos programas de âmbito nacional. Os estudantes podem, portanto, consultar diretamente as instituições nas quais têm interesse em estudar.

Fonte: Agência Brasil 

Sisu 2020